Trabalhe com Segurança - Segurança e medicina do Trabalho

1.848 visualizações

Publicada em

Baixe e leia esta brochura repleta de informações sobre Segurança do Trabalho e seus assuntos, como CIPA, Atos Inseguros, Acidentes e incidentes e outros temas. Com 11 páginas repletas de ilustrações, a Trabalhe com Segurança é uma ferramenta ideal para quem deseja aprender mais da área de Saúde e Segurança do Trabalho, importante não só para a indústria, como também para a Sociedade brasileira.

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.848
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
11
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
83
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Trabalhe com Segurança - Segurança e medicina do Trabalho

  1. 1. 1 Introdução a Segurança do Trabalho EDIÇÃO DIGITAL CONECTADOS A SEGURANÇA DO TRABALHO
  2. 2. 2 Introdução a Segurança do Trabalho Proceda com segurança e consciência. Revisada e corrigida em Agosto de 2014. Edição Nº 2014 02 IDIOMA: PORTUGUÊS - BRA Esta publicação faz parte de uma campanha educati- va sem fins lucrativos, sendo proibida a sua venda. ARTIGO ONLINE Conectadosaseguranca.blogspot.com ORDEM ARTIGO 1 Apresentação 2 Acidentes e Incidentes 3 A importância do EPI 4 A Importância do EPC 5 A importância do DDS 6 O que é a CIPA 7 Atos inseguros 8; 9 Continue a aprender; Bibliografias Nesta publicação: Mais informações Consulte a última página
  3. 3. 3 1 APRESENTAÇÃO Visto que em todos os lugares existem riscos que podem comprometer a nossa segurança, considera-la é muito importante. Esta cartilha, aperfeiçoada para a leitura online (computador, tablet ou smartphone) irá lhe auxiliar a trabalhar e proceder com mais segurança, e então preservar a sua vida e a ordem do ambiente de Trabalho. Aproveite ao máximo esta provisão, uma rica fonte de co- nhecimento sobre Segurança do Trabalho e seus aspectos e estudos básicos, que se forem bem aplicados, beneficiarão a todos. VOCÊ SABIA? - Uma sessão que ajudará você Em quase todas Ordens, a sessão VOCÊ SABIA? Abordará alguma informação cu- riosa ou complementar sobre o assunto então desenvolvido.
  4. 4. 4 2 Acidentes e incidentes A Segurança do Trabalho visa a prevenção de Acidentes Já parou para pensar sobre O que é um acidente? Ou sobre qual é a diferença entre um acidente e um incidente? Pois então, acompanhe agora a explicação sobre este assunto na comparação abaixo. ACIDENTE: É um evento não programado no ambiente de traba- lho que causa morte ou dano físico, mental e de saúde ao tra- balhador, como também ao patrimônio. Mais grave e impactan- te. INCIDENTE: É um evento não programado no ambien- te de trabalho que causa pequenos “efeitos” como uma rápida parada do processo de trabalho. É quase um acidente. VOCÊ SABIA? A Segurança do Trabalho trata acidente da mesma forma que incidente, tendo sempre o conceito de eliminar ou minimizar os riscos de tais acontece- rem no ambiente de trabalho.
  5. 5. 5 3 A Importância do EPI EPI: Equipamento de Proteção Individual EPI é todo dispositivo ou produto de uso individual, cujo objetivo é a proteção de riscos suscetíveis de ameaçar a segurança e a saúde do empregado. A Norma Regulamentadora-NR 6, diz que os EPIs devem ser fornecidos gratuita- mente pelas empresas, sempre adequado aos riscos da função e em perfeito estado de conservação e funcionamento. Cabe ainda à empresa, exigir aos seus funcionários o uso dos EPIs durante a jornada de trabalho, realizar orientações e treinamentos so- bre o uso adequado e a devida conservação, além de substituir imediatamente quan- do danificado ou extraviado. Os trabalhadores também tem seus deveres, sendo responsabilidade de tais usar corretamente o EPI durante o trabalho, mantendo-os sempre em boas condições de uso e conservação, como também, comunicar ao empregador qualquer alteração que o torne impróprio para uso e cumprir as determinações do empregador sobre o uso adequado. Vale ressaltar que todos os EPIs precisam ter a indicação do Certificado de Apro- vação – CA, expedido pelo órgão nacional competente em matéria de segurança e sa- úde no trabalho do Ministério do Trabalho e Emprego.
  6. 6. 6 4 A importância do EPC EPC: Equipamento de Proteção Coletiva Equipamentos de Proteção Coletiva são equipamentos utilizados para proteção de segurança enquanto um grupo de pessoas realizam determinada tarefa ou ativida- de. O Equipamento de Proteção Coletiva deve ser usado prioritariamente ao uso do Equipamento de Proteção Individual por exemplo: um equipamento de enclausura mento acústico deve ser a primeira alternativa a ser indicada em uma situação onde houver risco físico de ruído, por proteger um coletivo. E somente quando esta condi- ção não for possível, deve ser pensado o uso de protetores auditivos como Equipa- mentos de Proteção Individuais (EPI) para proteção dos trabalhadores, pois são de uso apenas individual. EPC’s são importantes a nível coletivo no ambiente de trabalho.
  7. 7. 7 5 A Importância do DDS DDS: Diálogo diário de Segurança O DDS serve para divulgar as medidas de prevenção de acidentes de trabalho que deverão ser adotadas e mostrar os riscos presentes no ambiente. O Objetivo dessas ‘palestras diárias’ é Conscientizar o funcionário antes do mes- mo iniciar as atividades laborais, como também, informar sobre procedimentos de se- gurança que deverão ser adotados por todos os trabalhadores envolvidos. Benefícios para a Empresa Benefícios para os funcionários > Maior produtividade > Menor índice de acidentes de trabalho > Menor custo com assistência médica; > Menor absenteísmo; > Melhoria do clima de trabalho; > Valorização da vida > Maior responsabilidade e comprometi- mento com a segurança. > Estimulo à cultura da prevenção > Melhoria da comunicação interna > Favorecer o gerenciamento de risco pelo empregado; > Mudança de atitude e comportamento no trabalho; Um DDS costuma durar entre 5 e 10 minutos. < AO LADO: Um DDS sendo realizado para um grupo de trabalhadores.
  8. 8. 8 6 O que é a CIPA? CIPA: Comissão Interna de Prevenção de Acidentes A Comissão Interna de Prevenção de Acidentes, sigla CIPA, é, numa empresa, in- tegralmente ligada a segurança do Trabalho, bem como tornar o ambiente de trabalho e a condução das atividades mais seguros para os trabalhadores. A CIPA é uma comissão composta de pessoas indicadas pelo empregador (Presidente da CIPA) e por votos dos trabalhadores (Vice-presidente da CIPA). Em am- bos os casos, qualquer colaborador, independentemente de sua função ou formação pode fazer parte da CIPA (desde que ele seja eleito ou comissionado para tal). A CIPA também é responsável por realizar ações na empresa como a Elaboração de Mapa de Risco, que são plantas de setores ou ambientes da empresa com as indi- cações dos riscos que aquele lugar oferece aos trabalhadores; como também, a co- missão é responsável pela SIPAT, a Semana Interna de Prevenção de Acidentes. SIPAT—SEMANA INTERNA DE PREVENÇÃO DE ACIDENTES O objetivo da SIPAT é promover ações educativas e o a segu- rança do Trabalho para os colaboradores na empresa. E isto é feito por meio de publicações (como esta que você está lendo), vídeos, palestras, e até sorteios; enfim, todas as “táticas” possíveis que tenha o objetivo final de conscienti- zar o trabalhador quanto a importância da Segurança do Trabalho para sua função e sua VIDA.
  9. 9. 9 7 Atos inseguros Veja também a importância de evitar tais Atos Ato insegura é toda conduta ou comportamento, que gera uma decisão desne- cessária a ocorrência de acidentes. A falta de atenção e a condução do exercício da função de forma inadequada ou fora do padrão estabelecido para a segurança são uma das possibilidades para a ocor- rência e constatação de Ato Inseguro, e em consequência, os acidentes de trabalho. Por isso, é de suma importância que o trabalhador tenha primeiramente consci- ência daquilo que está fazendo, ou melhor, não ter duvidas sobe o modo correto de execução daquela função. Por isso, ele deve estar devidamente capacitado, treinado e habilitado. Outra ação crucial é usar sempre os equipamentos de proteção individual* res- pectivos a tal atividade exercida. Também são válidos outras formas que impeçam que atos inseguros sejam “alimentados pelo trabalhador”. Lembre-se que a forma como agimos em nosso ambiente de trabalho também é de extrema importância. VOCÊ SABIA? Infelizmente, a maioria dos acidentes registrados pelo Ministério do Trabalho são consequências de atos inseguros em ações tomadas pelo acidenta- do.
  10. 10. 10 8 Continue a aprender Quando se fala em Segurança do Trabalho, o muito nunca é demais. Pelo contrário, a Segurança deve ser sempre lembrada, relembrada, estudada, e principalmente, APLICADA. Assim como é importante levarmos uma vida saudável (longe de drogas ou álcool, por exemplo), é importante também obser- varmos nossa segurança. Será que o meu ambiente de trabalho está em conformidades e oferece segurança para mim? Será que minhas ações e atitudes são seguras, principalmente ao exercer minha profissão? Incentivamos você a continuar a aprender! Consulte a última página desta publicação e entre em nosso site oficial. CONTINUE A APRENDER DA SEGURANÇA DO TRABALHO. 9 Bibliografia e referências NORMA REGULAMENTADORA—NR1 Disposições gerais NORMA REGULAMENTADORA—NR5 Comissão Interna de Prevenção de Acidentes NORMA REGULAMENTADORA—NR6 Equipamento de Proteção Individual http://pt.scribd.com/doc/158236044/20-TEMAS-PARA-DDS-SEGURANCA-DO-TRABALHO-NWN http://pt.wikipedia.org/wiki/Equipamentos_de_proteção_coletiva
  11. 11. 11 UM SITE PARA VOCÊ Conectados a segurança do trabalho Conectadosaseguranca.blogspot.com Artigos online Sobre segurança do trabalho Publicações e cartilhas Para download, gratuitamente

×