Slide 05 - Ranieri e Diogo

88 visualizações

Publicada em

Slide sobre avaliação da aprendizagem.

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Slide 05 - Ranieri e Diogo

  1. 1. Avaliação da aprendizagem escolar: um ato amoroso Disciplina: Avaliação da aprendizagem Professor: Joseval Miranda Alunos: Diogo e Raniere 1
  2. 2. Provas/examese avaliaçãoda aprendizagem • Origem dessa prática de provas e exames • Se instaurou a partir do século XVI e XVII; • Jesuítica(XVI), Comeniana(XVII), Lassalista(XVII e XVIII); 2
  3. 3. • Finalidade de provas e exames: • Classificar; • Verificar; • Se manifesta como uma prática seletiva. 3
  4. 4. • Denominação de avaliação da aprendizagem: • Ralph Tyler; THE UNIVERSITY OF CHICAGO. Photographic Archive. Disponível em: http://storage.lib.uchicago.edu/ucpa/series1/derivatives_series1/apf1- 08408t.jpg;. Acesso em Abril de 2016. 4
  5. 5. • Há uma dificuldade de mudanças: • Resistência por parte dos professores; 5
  6. 6. Avaliação da aprendizagemescolarcomo um ato amoroso • Identifica: • Os atos e situações. • Acolhe: • Atos, ações, alegrias e dores e por isso não tem necessidade de julgar. 6
  7. 7. Algumas características 7 Testes e exames Avaliação da aprendizagem Exclui; Faz um diagnóstico; Seleciona; Inclui o educando; Classifica; Acolhe; Julga Integra; Etc. Etc.
  8. 8. Uso Escolarda Avaliação de Aprendizagem • Um meio constante de fornecer suporte ao educando no seu processo de assimilação dos conteúdos no seu processo de constituição de si mesmo como sujeito existencial e como cidadão; • A escola recebe o mandato social de educar as novas gerações e, por isso, deve responder por esse mandato, obtendo dos seus educandos a manifestação de suas condutas aprendidas e desenvolvidas; • O caminho é o do meio, onde o crescimento individual do educando articula-se com o coletivo. 8
  9. 9. Alguns cuidadosnecessárioscoma práticada avaliação da aprendizagemescolar • Propiciar a autocompreensão, tanto do educando quanto do educador; • Motivar o crescimento; • Aprofundamento da aprendizagem; • Auxiliar a aprendizagem; • Ter ciência de que, por meio dos instrumentos de avaliação da aprendizagem, estamos solicitando ao educando que manifeste a sua intimidade; 9
  10. 10. Alguns cuidadosnecessárioscoma prática da avaliação da aprendizagemescolar • Construir os instrumentos de coleta de dados para a avaliação, com a atenção aos pontos a seguir: • Articular o instrumento com os conteúdos planejados, ensinados e aprendidos pelos educandos; • Cobrir uma amostra significativa de todos os conteúdos ensinados e aprendidos de fato; • Compatibilizar as habilidades do instrumento de avaliação com as habilidades trabalhadas e desenvolvidas na prática do ensino- aprendizagem; 10
  11. 11. Alguns cuidadosnecessárioscoma práticada avaliação da aprendizagemescolar • Compatibilizar os níveis de dificuldades do que está sendo avaliado com os níveis de dificuldades do que foi ensinado e aprendido; • Usar uma linguagem clara e compreensível, para salientar o que se deseja pedir; • Construir instrumentos que auxiliem a aprendizagem dos educandos, seja pela demonstração da essencialidade dos conteúdos, seja pelos exercícios inteligentes, ou pelos aprofundamentos cognitivos propostos; 11
  12. 12. Alguns cuidadosnecessárioscoma práticada avaliação da aprendizagemescolar • Entre os cuidados no processo de avaliação da aprendizagem, é preciso estarmos atentos ao processo de correção e devolução dos instrumentos de avaliação da aprendizagem escolar aos educandos: • Quanto à correção; • Quanto à devolução dos resultados. 12
  13. 13. Vídeo complementar 13
  14. 14. REFERÊNCIAS • LUCKESI, Cipriano Carlos. Avaliação da aprendizagem escolar: um ato amoroso. In: LUCKESI, Cipriano Carlos. Avaliação da aprendizagem escolar: estudos e proposições. 22. Ed. São Paulo: Cortez, 2011, p. 201-203. • Edições SM Brasil. Avaliação da aprendizagem - Cipriano Luckesi. Disponível em: < https://www.youtube.com/watch?v=JqSRs9Hqgtc >. Acesso em:13 de Abril de 2016. 14

×