Revolução industrial

745 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
745
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
34
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Revolução industrial

  1. 1.  Teve início no século XVIII, na Inglaterra, com a mecanização dos sistemas de produção.  A burguesia industrial, ávida por maiores lucros, menores custos e produção acelerada, buscou alternativas para melhorar a produção de mercadorias. Também podemos apontar o crescimento populacional, que trouxe maior demanda de produtos e mercadorias
  2. 2. A Inglaterra possuía grandes reservas de carvão mineral em seu subsolo, ou seja, a principal fonte de energia para movimentar as máquinas e as locomotivas à vapor.  os ingleses possuíam grandes reservas de minério de ferro, a principal matéria-prima utilizada neste período.  A mão-de-obra disponível em abundância, pois havia uma massa de trabalhadores procurando emprego nas cidades inglesas do século XVIII
  3. 3.  ARTESANATO: os produtos são feitos manualmente, com utilização de ferramentas simpl sozinho tod
  4. 4.  MANUFATURA: agrupamento de artesãos em galpões para controlar a produção, com utilização de maquinas simples e pelo trabalho em grupo com divisão de tarefas
  5. 5.  MAQUINOFATURA: os donos das oficinas manufatureiras começaram a investir em novas técnicas de produção e em novas tecnologias, como a máquina a vapor e o tear mecânico.
  6. 6. O século XVIII foi marcado pelo grande salto tecnológico nos transportes e máquinas. As máquinas à vapor, principalmente os gigantes teares, revolucionou o modo de produzir. Se por um lado a máquina substituiu o homem, gerando milhares de desempregados, por outro baixou o preço de mercadorias e acelerou o ritmo de produção
  7. 7.  Na área de transportes, podemos destacar a invenção das locomotivas à vapor (maria fumaça) e os trens à vapor. Com estes meios de transportes, foi possível e transportar mais mercadorias e pessoas, num tempo mais curto e com custos mais baixos
  8. 8. O novo sistema industrial transforma as relações sociais e cria duas novas classes sociais, fundamentais para a operação do siste .
  9. 9. A BURGUESIA (capitalistas) são os proprietários dos capitais, prédios, máquinas, matérias-primas e bens produzidos pelo trabalho.
  10. 10.  Os OPERÁRIOS, proletários ou trabalhadores assalariados, possuem apenas sua força de trabalho e a vendem aos empresários para produzir mercadorias em troca de salários.
  11. 11.      As condições das fábricas eram precárias. Eram ambientes com péssima iluminação, abafados e sujos. Os salários recebidos pelos trabalhadores eram muito baixos e chegava-se a empregar o trabalho infantil e feminino. Os empregados chegavam a trabalhar até 18 horas por dia e estavam sujeitos a castigos físicos dos patrões. Não havia direitos trabalhistas como, por exemplo, férias, décimo terceiro salário, auxílio doença, descanso semanal remunerado ou qualquer outro benefício. Quando desempregados, ficavam sem nenhum tipo de auxílio e passavam por situações de precariedade
  12. 12.  Em muitas regiões da Europa, os trabalhadores se organizaram para lutar por melhores condições de trabalho. Os empregados das fábricas formaram as TRADE UNIONS (espécie de sindicatos) com o objetivo de melhorar as condições de trabalho dos empregados
  13. 13.  Foi um dos movimentos mais violentos, também conhecidos como "quebradores de máquinas", os ludistas invadiam fábricas e destruíam seus equipamentos numa forma de protesto, para eles, as máquinas representavam o desemprego, a miséria e a opressão.
  14. 14. 1811-1812
  15. 15. O cartismo foi mais brando na forma de atuação, pois optou pela via política, conquistando diversos direitos políticos para os trabalhadores, com o envio da Carta do Povo ao Parlamento
  16. 16. 1837-1850

×