Infográficos
animados
e interativos em
saúde





Um estudo sobre a
compreensão de
notícias
Rafael de Castro
Andrade
ORIEN...
O OBJETO DE ESTUDO

Infografia Jornalística 

Animada e Interativa

Uma peça gráfica que utiliza simultaneamente a
linguage...
2/35
O OBJETO DE ESTUDO

Infografia Jornalística 

Animada e Interativa

Uma peça gráfica que utiliza
simultaneamente a linguage...
IG

Zero
Hora
R7
SOBRE A PESQUISA

Questão de pesquisa

Como animação e interação
influenciam a compreensão de
infografias jornalísticas de s...
SOBRE A PESQUISA

Objetivo Geral

Verificar os efeitos da animação e
interação na compreensão de infografias
jornalísticas d...
SOBRE A PESQUISA

Objetivos específicos

1



Identificar aspectos gráficoinformacionais de animação
e interação recorrent...
SOBRE A PESQUISA

Objetivos específicos

1



Identificar aspectos gráficoinformacionais de animação
e interação recorrent...
SOBRE A PESQUISA

Objetivos específicos

1



Identificar aspectos gráficoinformacionais de animação
e interação recorrent...
SOBRE A PESQUISA

Objetivos específicos

1



Identificar aspectos gráficoinformacionais de animação
e interação recorrent...
7/35
Fundamentação
Teórica





Características da infografia e uso de representações
visuais na comunicação de conteúdos de sa...
FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA

Representações visuais na
comunicação de assuntos de saúde
Uso de texto+imagem para representar ana...
DaVinci
Por volta de
1512
Vesalius
1543
Snow
1854
Nightinga
le
1855
FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA

Animação como
auxílio a explicação
Facilitar a visualização de processos/procedimentos
(HÖFFLER & L...
FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA

Animação como
auxílio a explicação
Aspectos gráficos de apresentação da animação impactam
a percepçã...
FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA

Interação na Animação

A interação permite o
usuário parar, começar,
rever, analisar e focar
em det...
FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA

Interação na Animação

Geralmente é bem recebida pelos usuários
!
Pode não ser benéfica quando os
us...
FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA

A TCAM suas bases e aplicações
em infográficos interativos
animados
1

2

3

Canal duplo para receb...
FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA

Processamento de imagens e
textos segundo a TCAM

14/35
FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA

Processamento de textos
representados graficamente

15/35
FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA

Processamento de
textos narrados

16/35
FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA

Princípios da TCAM
Princípio Aprendizado mais profundo por imagens e palavras do que só por
Multimí...
Estudos Anatítico e
Experimental





Análise de amostra de infográficos de saúde
veiculadas em portais de notícias brasil...
MÉTODOS

Procedimentos
metodológicos
1

2

REVISÃO
BIBLIOGRÁFICA

ESTUDO
ANALÍTICO

Subsídio teórico
para discussão

3
MAT...
25 Infográficos
!

Publicados em portais de
notícias brasileiros, com
temática relativa à saúde.
ESTUDO ANALÍTICO

Protocolo de Análise Gráfica

ELEMENTOS
VERBAIS
ANIMAÇÃO

ELEMENTOS
PICTÓRICOS

MENU
APRESENTAÇÃO
DA INT...
ESTUDO ANALÍTICO

Aspectos observados
ELEMENTOS
VERBAIS

MENU

APRESENTAÇÃO
DA INTERATIVIDADE

ANIMAÇÃO

ELEMENTOS
PICTÓRI...
ESTUDO ANALÍTICO

Resultados da Análise

ELEMENTOS
VERBAIS

ANIMAÇÃO

ELEMENTOS
PICTÓRICOS

MENU
APRESENTAÇÃO
DA INTERATIV...
ESTUDO ANALÍTICO

Tendências identificadas
na análise
Utilização de animações decorativas
em conjunto com animações
elucid...
ESTUDO ANALÍTICO

Tendências identificadas
na análise
Utilização de animações decorativas
em conjunto com animações
elucid...
ESTUDO ANALÍTICO

Tendências identificadas
na análise
Utilização de animações decorativas
em conjunto com animações
elucid...
ESTUDO ANALÍTICO

Tendências identificadas
na análise
Utilização de animações decorativas
em conjunto com animações
elucid...
ESTUDO ANALÍTICO

Tendências identificadas
na análise
Utilização de animações decorativas
em conjunto com animações
elucid...
ESTUDO ANALÍTICO

Infográfico representante
da amostra

23/35
ANIMADO
INTERATIVO

ANIMADO NARRADO
SEM TEXTO

ANIMADO

ESTÁTICO
INTERATIVO

ANIMADO
NARRADO

24/35
ESTUDO EXPERIMENTAL

Perfil dos participantes

25/35
ESTUDO EXPERIMENTAL

Design do Experimento
AI
10 PARTICIPANTES

ANIMADO INTERATIVO

EI
10 PARTICIPANTES

ESTÁTICO INTERATI...
ESTUDO EXPERIMENTAL

Protocolo entrevista

Pesquisa
aprovada pelo
comitê de ética
UFPR

6 Questões opinativas + 7 Questões...
ESTUDO EXPERIMENTAL

Resultados do experimento

Dificuldades

MUITAS
INFORMAÇÕES

TERMOS ESPECÍFICOS
CONFUSOS

REPRESENTAÇ...
ESTUDO EXPERIMENTAL

Resultados do experimento

Facilidades

USO DE IMAGEM
E TEXTO EM CONJUNTO

!

USO DE SETAS E CORES
PA...
ESTUDO EXPERIMENTAL

Resultados do experimento

Sugestões

TER EXPLICAÇÃO
VISUAL COERENTE
COM O TEXTO NA
ETAPA 4

!

DIVID...
ESTUDO EXPERIMENTAL

Resultados do experimento

Compreensão

Média de
visualizações

C

CP

NC/RI

NR

2 vezes

40

14

16...
ESTUDO EXPERIMENTAL

Conclusões do experimento
!
A animação é benéfica a compreensão, porém requer
maior atenção por parte ...
Considerações e
Conclusões





Discussão dos estudos com a literatura
Conclusões Finais
Desdobramentos
CONSIDERAÇÕES E CONCLUSÕES

Discussão
Princípios propostos
pela TCAM

O que foi
observado na
Análise Gráfica

O que foi obs...
CONSIDERAÇÕES E CONCLUSÕES

Conclusões Finais
Há um lapso entre as possibilidades dos recursos interativos
disponíveis nos...
ESTADÃO
CONSIDERAÇÕES E CONCLUSÕES

Desdobramentos
Aprimorar o instrumento de análise de infográficos;
Investigar a influencia de fo...
Obrigado
!

ancara@gmail.com
Infograficos Animados e Interativos em Saúde: Um estudo sobre compreensão de notícias
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Infograficos Animados e Interativos em Saúde: Um estudo sobre compreensão de notícias

942 visualizações

Publicada em

Apresentação da defesa de mestrado

Publicada em: Design
4 comentários
4 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
942
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
28
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
23
Comentários
4
Gostaram
4
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Infograficos Animados e Interativos em Saúde: Um estudo sobre compreensão de notícias

  1. 1. Infográficos animados e interativos em saúde 
 
 Um estudo sobre a compreensão de notícias Rafael de Castro Andrade ORIENTADORA Carla Galvão Spinillo UFPR Setor de Artes, Comunicação e Design Programa de Pós Graduação em Design
  2. 2. O OBJETO DE ESTUDO Infografia Jornalística 
 Animada e Interativa Uma peça gráfica que utiliza simultaneamente a linguagem verbal gráfica, esquemática e pictórica, voltada prioritariamente à explicação de algum fenômeno. (LIMA, 2009, p. 23) 1/35
  3. 3. 2/35
  4. 4. O OBJETO DE ESTUDO Infografia Jornalística 
 Animada e Interativa Uma peça gráfica que utiliza simultaneamente a linguagem verbal gráfica, esquemática e pictórica, voltada prioritariamente à explicação de algum fenômeno. Possibilidade de uso de recursos do meio digital como interação, animação e áudio 
 (MIRANDA, 2013) 
 (LIMA, 2009, p. 23) 3/35
  5. 5. IG

  6. 6. Zero Hora
  7. 7. R7
  8. 8. SOBRE A PESQUISA Questão de pesquisa Como animação e interação influenciam a compreensão de infografias jornalísticas de saúde? 4/35
  9. 9. SOBRE A PESQUISA Objetivo Geral Verificar os efeitos da animação e interação na compreensão de infografias jornalísticas da área de saúde 5/35
  10. 10. SOBRE A PESQUISA Objetivos específicos 1 
 Identificar aspectos gráficoinformacionais de animação e interação recorrentes na infografia jornalística de saúde
 2 
 3 Identificar os efeitos da presença de animação e interação na compreensão da infografia
 
 Discutir o impacto destes efeitos na compreensão da infografia 6/35
  11. 11. SOBRE A PESQUISA Objetivos específicos 1 
 Identificar aspectos gráficoinformacionais de animação e interação recorrentes na infografia jornalística de saúde
 6 2 
 3 Estudo analítico CAPÍTULO 6 Identificar os efeitos da presença de animação e interação na compreensão da infografia
 
 Discutir o impacto destes efeitos na compreensão da infografia 6/35
  12. 12. SOBRE A PESQUISA Objetivos específicos 1 
 Identificar aspectos gráficoinformacionais de animação e interação recorrentes na infografia jornalística de saúde
 6 2 
 3 Identificar os efeitos da presença de animação e interação na compreensão da infografia
 7 Estudo analítico CAPÍTULO 6 Estudo experimental CAPÍTULO 7 
 Discutir o impacto destes efeitos na compreensão da infografia 6/35
  13. 13. SOBRE A PESQUISA Objetivos específicos 1 
 Identificar aspectos gráficoinformacionais de animação e interação recorrentes na infografia jornalística de saúde
 6 2 
 3 Identificar os efeitos da presença de animação e interação na compreensão da infografia
 7 Estudo analítico CAPÍTULO 6 Estudo experimental CAPÍTULO 7 
 Discutir o impacto destes efeitos na compreensão da infografia 8 Discussão geral dos estudos CAPÍTULO 8 6/35
  14. 14. 7/35
  15. 15. Fundamentação Teórica 
 
 Características da infografia e uso de representações visuais na comunicação de conteúdos de saúde Animação e interação na infografia Relações da Teoria Cognitiva da Aprendizagem Multimídia com a infografia
  16. 16. FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA Representações visuais na comunicação de assuntos de saúde Uso de texto+imagem para representar anatomia ! DaVinci e Vesalius Uso de gráficos e mapas como evidência e elemento de argumentação 
 Jhon Snow e Florence Nightingale 8/35
  17. 17. DaVinci Por volta de 1512
  18. 18. Vesalius 1543
  19. 19. Snow 1854
  20. 20. Nightinga le 1855
  21. 21. FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA Animação como auxílio a explicação Facilitar a visualização de processos/procedimentos (HÖFFLER & LEUTNER, 2007) ! ! Reduzir o esforço cognitivo empregado para o processamento da informação (SCHNOTZ & LOWE, 2008) ! ! Motivar o aprendizado (RIEBER, 1991; KIM et al., 2007) 9/35
  22. 22. FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA Animação como auxílio a explicação Aspectos gráficos de apresentação da animação impactam a percepção e compreensão por parte do público (SPINILLO et al.,2010) ! Animação pode ser potencializada se acrescida de recursos interativos (TVERSKY et al.,2002) 10/35
  23. 23. FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA Interação na Animação A interação permite o usuário parar, começar, rever, analisar e focar em determinadas partes da animação (TVERSKY et al. 2002) ! ! ! ! Quando se adiciona controles a animação, parte importante da responsabilidade do aprendizado de certo conteúdo é transferido ao usuário O usuário pode editar este conteúdo para atender as suas próprias necessidades cognitivas (SCHWAN & RIEMPP, 2004) (HANNAFIN e PECK, 1988) 11/35
  24. 24. FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA Interação na Animação Geralmente é bem recebida pelos usuários ! Pode não ser benéfica quando os usuários são inexperientes 
 (LOWE, 2004; MEYER; RASCH & SCHNOTZ, 2010) 12/35
  25. 25. FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA A TCAM suas bases e aplicações em infográficos interativos animados 1 2 3 Canal duplo para receber e processar informações; ! ! Capacidade de processamento limitada destes canais; ! ! Que a construção de conhecimento com estas informações recebidas é um processo ativo que envolve o conhecimento prévio. 13/35
  26. 26. FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA Processamento de imagens e textos segundo a TCAM 14/35
  27. 27. FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA Processamento de textos representados graficamente 15/35
  28. 28. FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA Processamento de textos narrados 16/35
  29. 29. FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA Princípios da TCAM Princípio Aprendizado mais profundo por imagens e palavras do que só por Multimídia palavras ou só por imagens. Princípio da Aprendizado mais profundo quando as informações relevantes a uma Contiguidade explicação estão próximas espacialmente Princípio da Aprendizado mais profundo com explicações simplificadas curtas e Coerência concisas Princípio da Aprendizado mais profundo quando se tem o texto em áudio Modalidade Princípio da Há um aprendizado mais profundo quando se mostra apenas narração do Redundância que narração e texto em tela Princípio da Há um aprendizado mais profundo quando são adicionados recursos Interatividade interativos simples 17/35
  30. 30. Estudos Anatítico e Experimental 
 
 Análise de amostra de infográficos de saúde veiculadas em portais de notícias brasileiros Teste de compreensão com leitores
  31. 31. MÉTODOS Procedimentos metodológicos 1 2 REVISÃO BIBLIOGRÁFICA ESTUDO ANALÍTICO Subsídio teórico para discussão 3 MATERIAL PARA O ESTUDO EXPERIMENTAL Tendência das características gráficas na amostra de infográficos de saúde ESTUDO EXPERIMENTAL Efeitos da animação e interação na compreensão Infográficos de modos de apresentação diferentes baseados nas tendências identificadas 18/35
  32. 32. 25 Infográficos ! Publicados em portais de notícias brasileiros, com temática relativa à saúde.
  33. 33. ESTUDO ANALÍTICO Protocolo de Análise Gráfica ELEMENTOS VERBAIS ANIMAÇÃO ELEMENTOS PICTÓRICOS MENU APRESENTAÇÃO DA INTERATIVIDADE 19/35
  34. 34. ESTUDO ANALÍTICO Aspectos observados ELEMENTOS VERBAIS MENU APRESENTAÇÃO DA INTERATIVIDADE ANIMAÇÃO ELEMENTOS PICTÓRICOS 20/35
  35. 35. ESTUDO ANALÍTICO Resultados da Análise ELEMENTOS VERBAIS ANIMAÇÃO ELEMENTOS PICTÓRICOS MENU APRESENTAÇÃO DA INTERATIVIDADE Pouca Incidência 21/35
  36. 36. ESTUDO ANALÍTICO Tendências identificadas na análise Utilização de animações decorativas em conjunto com animações elucidativas; ! Baixa utilização de recursos sonoros 
 (e.g. narração, feedbacks sonoros) ! Predominância do estilo desenho e uso de cortes seccionais ! Utilização de formas mais simples de interação como controles de narrativa. 22/35
  37. 37. ESTUDO ANALÍTICO Tendências identificadas na análise Utilização de animações decorativas em conjunto com animações elucidativas; ! Baixa utilização de recursos sonoros 
 (e.g. narração, feedbacks sonoros) ! Predominância do estilo desenho e uso de cortes seccionais ! Utilização de formas mais simples de interação como controles de narrativa. 22/35
  38. 38. ESTUDO ANALÍTICO Tendências identificadas na análise Utilização de animações decorativas em conjunto com animações elucidativas; ! Baixa utilização de recursos sonoros 
 (e.g. narração, feedbacks sonoros) ! Predominância do estilo desenho e uso de cortes seccionais ! Utilização de formas mais simples de interação como controles de narrativa. 22/35
  39. 39. ESTUDO ANALÍTICO Tendências identificadas na análise Utilização de animações decorativas em conjunto com animações elucidativas; ! Baixa utilização de recursos sonoros 
 (e.g. narração, feedbacks sonoros) ! Predominância do estilo desenho e uso de cortes seccionais ! Utilização de formas mais simples de interação como controles de narrativa. 22/35
  40. 40. ESTUDO ANALÍTICO Tendências identificadas na análise Utilização de animações decorativas em conjunto com animações elucidativas; ! Baixa utilização de recursos sonoros 
 (e.g. narração, feedbacks sonoros) ! Predominância do estilo desenho e uso de cortes seccionais ! Utilização de formas mais simples de interação como controles de narrativa. 22/35
  41. 41. ESTUDO ANALÍTICO Infográfico representante da amostra 23/35
  42. 42. ANIMADO INTERATIVO ANIMADO NARRADO SEM TEXTO ANIMADO ESTÁTICO INTERATIVO ANIMADO NARRADO 24/35
  43. 43. ESTUDO EXPERIMENTAL Perfil dos participantes 25/35
  44. 44. ESTUDO EXPERIMENTAL Design do Experimento AI 10 PARTICIPANTES ANIMADO INTERATIVO EI 10 PARTICIPANTES ESTÁTICO INTERATIVO A SORTEIO 10 PARTICIPANTES ENTREVISTA ANIMADO ANST 50 PARTICIPANTES 10 PARTICIPANTES ANIMADO NARRADO SEM TEXTO AN 10 PARTICIPANTES ANIMADO NARRADO 26/38
  45. 45. ESTUDO EXPERIMENTAL Protocolo entrevista Pesquisa aprovada pelo comitê de ética UFPR 6 Questões opinativas + 7 Questões de compreensão 27/35
  46. 46. ESTUDO EXPERIMENTAL Resultados do experimento
 Dificuldades MUITAS INFORMAÇÕES TERMOS ESPECÍFICOS CONFUSOS REPRESENTAÇÕES CONFUSAS ! ANIMAÇÕES COMPETEM COM O TEXTO 28/35 !
  47. 47. ESTUDO EXPERIMENTAL Resultados do experimento
 Facilidades USO DE IMAGEM E TEXTO EM CONJUNTO ! USO DE SETAS E CORES PARA IDENTIFICAR OS ELEMENTOS ANIMAÇÕES DAS ETAPAS 2 E 3 FUNDAMENTAIS PARA A COMPREENSÃO DO INFOGRÁFICO 29/35 !
  48. 48. ESTUDO EXPERIMENTAL Resultados do experimento
 Sugestões TER EXPLICAÇÃO VISUAL COERENTE COM O TEXTO NA ETAPA 4 ! DIVIDIR EXPLICAÇÕES EM MAIS ETAPAS E MAIS DETALHADO 30/35 !
  49. 49. ESTUDO EXPERIMENTAL Resultados do experimento
 Compreensão Média de visualizações C CP NC/RI NR 2 vezes 40 14 16 0 A Animado De 2 a 3 vezes 46 17 7 0 AN Animado com Narração De 2 a 3 vezes 44 18 7 1 2 vezes 43 13 12 2 De 1 a 2 vezes 46 13 11 0 219 75 53 3 AI Animado Interativo ASNT Animado com Narração sem Texto EI Estático Interativo TOTAL 31/35
  50. 50. ESTUDO EXPERIMENTAL Conclusões do experimento ! A animação é benéfica a compreensão, porém requer maior atenção por parte de quem visualiza o infográfico ! O uso de animação e interações como controles de narrativa não favoreceram a compreensão ! A narração é positiva como auxílio, porém mesmo com a narração é necessário o texto em tela 32/35
  51. 51. Considerações e Conclusões 
 
 Discussão dos estudos com a literatura Conclusões Finais Desdobramentos
  52. 52. CONSIDERAÇÕES E CONCLUSÕES Discussão Princípios propostos pela TCAM O que foi observado na Análise Gráfica O que foi observado no Teste de Compreensão Estudo experimental Estudo Analítico Princípio Multimídia Atendido Não estava no escopo do estudo comparar a infografia com outras formas de apresentação de informação. ! Princípio da Contiguidade Dados insuficientes 
 Atendido Atendido Não atendido Atendido em parte ! Princípio da Coerência Apesar dos dados insuficientes para afirmar se animações decorativas prejudicaram a compreensão. Foi identificado que os participantes tiveram dificuldades com a falta de concisão entre a explicação textual e a imagem na etapa 4, além de explicações complicadas nas etapas 2 e 3. Princípio da Modalidade Não atendido Não atendida Princípio da Redundância Não atentido Não atendida Princípio da Interatividade Atendida Não atendida ! 33/35
  53. 53. CONSIDERAÇÕES E CONCLUSÕES Conclusões Finais Há um lapso entre as possibilidades dos recursos interativos disponíveis nos dias de hoje e a aplicação destes na infografia de saúde. Em alguns momentos parecendo que estes recursos estavam presentes apenas como atrativo tecnológico. ! No entanto, recursos de interação, animação e narração mesmo que simples podem colaborar com a infografia, desde que estejam integrados e servindo ao conteúdo. ! Mesmo assim, estes recursos não são capazes de resolver complicações trazidas por problemas de articulação do elementos gráficos do conteúdo. ! A complexidade gráfica da infografia pode ser uma característica benéfica e motivadora para o leitor. Porém, deve haver um bom planejamento das relações gráficas e da forma que é utilizada os recursos de interação e animação, auxiliando o leitor a desvendar essa complexidade 34/35
  54. 54. ESTADÃO
  55. 55. CONSIDERAÇÕES E CONCLUSÕES Desdobramentos Aprimorar o instrumento de análise de infográficos; Investigar a influencia de formas de interação mais sofisticadas na compreensão; Investigar formas de utilização da narração e suas implicações na infografia animada e interativa; Ampliar a discussão a respeito da comunicação de assuntos de saúde; Levantamento e discussão de aspectos da produção da infografia animada e interativa que impactam nas decisões de projeto dos infografistas; Levantamento de diretrizes para a produção de infografias animadas e interativas. 35/35
  56. 56. Obrigado ! ancara@gmail.com

×