Formação de Instrutores
Aula 4: Competências técnicas e
políticas do profissional de T&D
Recursos Humanos
Prof.ª Rafaela M...
Atividades técnicas
 Análise organizacional e de tarefas.
 Instrumentos de avaliação.
 Planejamento institucional, prog...
Competências requeridas
 Capacitação e negociação de recursos.
 Realização de revisões e mudanças sempre que
necessário....
Habilidades políticas e estratégicas
 Identificar ameaças e oportunidades no contexto externo
das organizações .
 Diagno...
Eventos planejados com uma visão de curtíssimo prazo,
mais voltados para a promoção do prazer imediato, e não
para o desen...
Avaliar as necessidades.
Planejar as atividades.
Executar e avaliar o que foi feito.
Cuidado com os treinamentos de car...
Ferramenta para elaboração
Planejamento
Quais informações devem ser apresentadas.
Quais estímulos devem ser utilizados.
Em qual ambiente o treinam...
Algumas falhas
 Avaliação de necessidades
O foco é dado no conteúdo e não nas tarefas ou
competências esperadas pelo ind...
Algumas falhas
 Planejamento
É dada muita ênfase ao conteúdo e ao desempenho do
instrutor.
O aprendiz é passivo e recep...
Algumas falhas
 Avaliação final
Ausência de avaliação do que foi aprendido de fato.
 Avaliar a relação entre o conteúdo...
Avaliação de necessidades
Organizacional.
Tarefas (papéis ocupacionais).
Individual.
Necessidades de tarefas
Os dados oriundos da análise organizacional,
descrição de cargos e avaliação de desempenho.
Foco n...
 Objetivos
Devem ser compreendidos como descrições das
competências esperadas ao final do processo de T&D,
definidas em t...
 Objetivos
Devem ser relevantes para o trabalho do aprendiz.
Nortearão que recursos tecnológicos serão utilizados.
Taxonomia de Bloom
Estrutura hierárquica dos objetivos de aprendizagem
Objetivos cognitivos (definir; escrever; ilustrar)...
Objetivos cognitivos preocupam-se com a informação e
conhecimento. Desta forma, a concretização de objetivos
cognitivos é ...
Avaliação
Obter controle.
Fazer retroalimentação.
Tomar decisões sobre eles.
Fazê-lo funcionar ou tornar as pessoas ap...
Teoria de Gagné
‘É uma mudança de estado interior que se manifesta por meio da
mudança de comportamento e na persistência ...
Até a semana que vem!
Rafaela Marques
Treinamento, desenvolvimento e educação em organizações de trabalho
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Treinamento, desenvolvimento e educação em organizações de trabalho

544 visualizações

Publicada em

Aula da disciplina Formação de Instrutores

Publicada em: Recrutamento e RH
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
544
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
26
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Treinamento, desenvolvimento e educação em organizações de trabalho

  1. 1. Formação de Instrutores Aula 4: Competências técnicas e políticas do profissional de T&D Recursos Humanos Prof.ª Rafaela Marques
  2. 2. Atividades técnicas  Análise organizacional e de tarefas.  Instrumentos de avaliação.  Planejamento institucional, programação e coordenação de eventos.  Administração de atividades de apoio.
  3. 3. Competências requeridas  Capacitação e negociação de recursos.  Realização de revisões e mudanças sempre que necessário.  Decisão sobre prioridades que podem contrariar interesses.  Gestão de pessoas com qualidade bastante diversificada.  Preparação de eventos .
  4. 4. Habilidades políticas e estratégicas  Identificar ameaças e oportunidades no contexto externo das organizações .  Diagnosticar as forças e fraquezas internas.  Compreender as relações sociais existentes e trabalhar o T&D nesse contexto.
  5. 5. Eventos planejados com uma visão de curtíssimo prazo, mais voltados para a promoção do prazer imediato, e não para o desenvolvimento duradouro de valores e atitudes.
  6. 6. Avaliar as necessidades. Planejar as atividades. Executar e avaliar o que foi feito. Cuidado com os treinamentos de cardápios. Etapas fundamentais
  7. 7. Ferramenta para elaboração
  8. 8. Planejamento Quais informações devem ser apresentadas. Quais estímulos devem ser utilizados. Em qual ambiente o treinamento será desenvolvido.
  9. 9. Algumas falhas  Avaliação de necessidades O foco é dado no conteúdo e não nas tarefas ou competências esperadas pelo indivíduo no seu trabalho. É feita uma lista de cursos desejados, recursos são alocados e inicia-se o trabalho.
  10. 10. Algumas falhas  Planejamento É dada muita ênfase ao conteúdo e ao desempenho do instrutor. O aprendiz é passivo e receptor de informações. Instrumentos são meios e não fins. Existe uma preocupação exagerada com questões ‘cosméticas’.
  11. 11. Algumas falhas  Avaliação final Ausência de avaliação do que foi aprendido de fato.  Avaliar a relação entre o conteúdo e a prática organizacional. Instrumentos inadequados.
  12. 12. Avaliação de necessidades Organizacional. Tarefas (papéis ocupacionais). Individual.
  13. 13. Necessidades de tarefas Os dados oriundos da análise organizacional, descrição de cargos e avaliação de desempenho. Foco no treinamento (gerentes, supervisores, operadores de maquinário, etc)
  14. 14.  Objetivos Devem ser compreendidos como descrições das competências esperadas ao final do processo de T&D, definidas em termos de desempenho dos participantes, de modo que possam ficar comunicadas as intenções dos instrutores e da organização.
  15. 15.  Objetivos Devem ser relevantes para o trabalho do aprendiz. Nortearão que recursos tecnológicos serão utilizados.
  16. 16. Taxonomia de Bloom Estrutura hierárquica dos objetivos de aprendizagem Objetivos cognitivos (definir; escrever; ilustrar) Objetivos afetivos (desenvolver; reconhecer) Objetivos psicomotores http://www.serprofessoruniversitario.pro.br/m%C3%B3dulos/planejamento-acad%C3%AAmico/elabora%C3%A7%C3%A3o-de-objetivos-educacionais-no-ensino- superior#.UT-FI9aE1OM
  17. 17. Objetivos cognitivos preocupam-se com a informação e conhecimento. Desta forma, a concretização de objetivos cognitivos é a atividade básica da maioria dos programas educacionais e de treinamento. Objetivos afetivos, por outro lado, enfatizam atitudes e valores, sentimento e emoções. Assim, eles também são tema vinculado à educação. Objetivos psicomotores envolvem habilidades musculares e motores, ou manipulação de materiais ou objetos, ou ainda alguma atividade que requer coordenação neuromuscular. A realização de objetivos psicomotores é a preocupação primária de um bom número de treinamentos industriais-vocacionais.
  18. 18. Avaliação Obter controle. Fazer retroalimentação. Tomar decisões sobre eles. Fazê-lo funcionar ou tornar as pessoas aptas. Torná-lo externamente válidos ou potencialmente capaz de provocar modificações no ambiente organizacional ou mesmo fora dele.
  19. 19. Teoria de Gagné ‘É uma mudança de estado interior que se manifesta por meio da mudança de comportamento e na persistência dessa mudança. Um observador externo pode reconhecer que houve aprendizagem quando observa a ocorrência de uma mudança comportamental e também a permanência desta mudança.”
  20. 20. Até a semana que vem! Rafaela Marques

×