Mostra CiêNcia Na Escola

1.237 visualizações

Publicada em

Olá! Aqui está o trabalho sobre "Cândido Portinari" apresentado pelos nossos alunos no último "Cìência na Escola" ... Eles até falaram em inglês durante a apresentação!

Publicada em: Turismo
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.237
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
157
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
7
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Mostra CiêNcia Na Escola

  1. 1. Aprendendo uma nova língua a partir de Cândido Portinari 5ª série B
  2. 2. Pesquisamos sobre a história de vida e obras de Cândido Portinari
  3. 3. Sites de busca utilizados para pesquisa sobre Cândido Portinari : <ul><li>altavista ; </li></ul><ul><li>cadê ; </li></ul><ul><li>onde; </li></ul><ul><li>google ; </li></ul><ul><li>wikipedia . </li></ul>
  4. 4. Nós fomos à informática Fig. 1 - Alunos na sala de informática
  5. 5. Fig.2 - José Otávio e Wendel
  6. 6. Fig. 3 – Luiza e Carolina
  7. 7. Fig. 4 – Wendel e Lucas
  8. 8. Fig. 5 – Aprendendo juntos
  9. 9. Fig. 6 - Lara
  10. 10. Fig. 7 – Vitor Stavarengo
  11. 11. Fig. 8 – Jordânia e Bruna Stival
  12. 12. Foi muito interessante a gente aprender que há sites do Portinari em inglês, para estudarmos inglês... realizei a pesquisa pela internet da minha escola, fazendo em dupla, a gente anotou tudo que era necessário , (Júlia Nunes, 5ªB). Eu adorei. Temos que realizar mais trabalhos na sala de informática, (Jéssica Vieira, 5ªB). Eu achei ótimo porque eu consegui explorar sites em inglês, (Vitor Stavarengo, 5ªB). Achei muito interessante (os sites de Portinari em inglês) porque aí pessoas de outros países podem conhecer Cândido Portinari e os seus quadros, (Vinícius, 5ª B).
  13. 13. Aprendemos várias informações novas: que existem vários sites de busca e que no computador existe um tradutor que pode auxiliar a aprendizagem. A língua portuguesa tem recebido palavras da língua inglesa como resultado das relações políticas, culturais e comerciais com outros países devido ao advento da globalização, que pode resultar em uma dominação cultural, caso a nossa cultura não seja valorizada.
  14. 14. B R A I N S T O R M Cândido Portinari He painted more than 5.000 works He painted “Guerra e Paz” which are in ONU, NY He was born on December 29th He died on February 6th 1962 due to poisoning form his paintings He was born in a farm of coffee plantation in Brodosque, SP He studied at Escola Nacional de Belas Artes (EMBA) in Rio de Janeiro. He won a medal at EMBA He was a very important Brazilian painter His parents were Italian immigrants His carrer included colaboration with Oscar Niermeyer He joined the Communist party in 1947 He was elected for senator in 1947
  15. 15. “ Eu realizei a pesquisa com a ajuda dos meus amigos e consegui terminar em tempo... gostei do “brainstorm” porque põe a gente para quebrar a cabeça e isso é muito interessante...” (Rubiana Marques Rodrigues, 5ªB). Foi muito interessante a gente aprender que há sites do Portinari em inglês...Eu aprendi com essa atividade que nós temos que ajudar uns aos outros, hoje a gente aprendeu bastantes palavras novas, várias informações, montamos um brainstorm, todos ajudaram a dar informações, respondemos algumas questões sobre a pesquisa e outras coisas, (Júlia B. Nunes, 5ªB).
  16. 16. Foi muito bom, pois cada um ajudou a concluir a atividade se não sabia falar, mostrava o caderno, nós nos divertimos muito, cada um deu uma idéia, até o Matheus Cândido falou um pouco, todos falaram um pouco. Eu gosto muito de fazer esses tipos de atividades, (Sara Yoko Hayashi, 5ªB). Fizemos na aula de hoje um brainstorm,uma atividade de classe que troca opinião e é muito legal... aprendemos bastante, (Matheus Cândido, 5ªB).
  17. 17. APRENDIZAGEM DE INGLÊS A PARTIR ILUSTRAÇÃO DE QUADROS E POEMAS DE CÂNDIDO PORTINARI Fig. 9 – Meninos no Balanço por Carolina Zanolo
  18. 18. Fig. 10 – O Descobrimento , por Lucas, Eduardo e Wendel
  19. 19. O Menino e o Povoado Não tínhamos nenhum brinquedo Comprado. Fabricamos Nossos papagaios, piões, diabolôs A noite de mãos livres e pés ligeiros era: pique, Barra-manteiga, cruzado. Certas noites de céu estrelado E lua, ficávamos deitados na Grama da igreja de olhos presos Por fios luminosos vindos do céu Era jogo de Encantamento. No silêncio podíamos Perceber o menor ruído Hora do deslocamento dos Pequenos lumes... Onde andam Aqueles meninos, e aquele Céu luminoso e de festa? Os medos desapareciam Sem nada dizer nos recolhíamos Tranqüilos ... Fig. 11 – IIustração a partir do poema O menino e o Povoado de Cândido Portinari
  20. 20. Fig. 12 – IIustração a partir do poema O menino e o Povoado de Cândido Portinari
  21. 21. Fig. 13 – IIustração a partir do poema O menino e o Povoado de Cândido Portinari
  22. 22. Colors – Aprendendo ao ar livre <ul><li>Podemos estudar ao ar livre nas mesinhas do pátio, em grupo </li></ul><ul><li> (Sara Yoko Hayashi ) </li></ul>
  23. 23. Fig. 14 – No jardim
  24. 24. Fig. 15 – No jardim
  25. 25. Fig. 16 – No jardim
  26. 26. Fig. 17 – Ana Paula, José Otávio e Rubiana
  27. 27. Fig. 18 – No Jardim
  28. 28. Fig. 19 – No Jardim
  29. 29. Fig. 19 – Júlia e Carolina
  30. 30. Fig. 20 – No Jardim
  31. 31. Fig. 21 – Vitor Stavarengo
  32. 32. Considerações finais <ul><li>Ao pesquisarmos sobre Portinari, estudamos sobre um artista que apesar de reconhecido mundialmente, apesar de ter morado em outros países nunca deixou de retratar, com a ternura de suas obras, seu povo. </li></ul><ul><li>Percebemos que é importante abrir-se ao novo, aprender sobre outros povos e outras culturas, outras línguas, mas que seu povo, sua língua, sua cultura são de muito valor. </li></ul>
  33. 33. <ul><li>interação muito produtiva com textos escritos em língua inglesa. </li></ul><ul><li>Conseqüência da pesquisa em inglês com um tema contextualizado, </li></ul><ul><li>com o trabalho de auxílio mútuo dos alunos, com o uso da </li></ul><ul><li>informática, do tradutor do computador, e sobretudo, com a </li></ul><ul><li>participação ativa dos alunos. </li></ul><ul><li>o mais impressionante foi a motivação/mobilização/interesse </li></ul><ul><li>frente à construção do próprio aprendizado demonstrado pelos </li></ul><ul><li>alunos, o que funcionou como alimentador e retro-alimentador </li></ul><ul><li>da alegria do amor que é ensinar e aprender, juntos, de forma </li></ul><ul><li>colaborativa. </li></ul>
  34. 34. IT WAS SPLENDID! (Vitor Stavarengo)

×