Experimentos Físicos nas aulas de Ciências no Ensino Fundamental

18.669 visualizações

Publicada em

Otimizando o processo de ensino e aprendizagem de ciências( Física ,Biologia, Química) no ensino fundamental, enriquecendo o conhecimento dos alunos e ajudando em problemas relacionado ao cotidiano através de experimentos.

0 comentários
4 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
18.669
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
233
Comentários
0
Gostaram
4
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Experimentos Físicos nas aulas de Ciências no Ensino Fundamental

  1. 1. Universidade do Estado do Pará Curso: Pedagogia (5pg1v) Disciplina: Física Docente: João Paulo Passos Discentes: Aline Marques,Andreia Verçoza, Emanuelly Maia, Kelly Lima e Rafaela Siqueira
  2. 2. Plano de aula • Disciplina: Física • Professora: Aline Marques Sousa, Andreia Verçoza de Souza,Emanuelly Marques Maia, Kelly Cristina da Costa Lima, Rafaela Desirer Siqueira de Siqueira • Série: 4º ANO – Ensino Fundamental I • Tema da aula: Pressão atmosférica
  3. 3. Introdução • Este plano de aula vem buscar a compreensão mais específica em forma de experimentação aplicada em sala no âmbito escolar, explicando o porque que de acordo com a pressão atmosférica, o balão permanece cheio dentro da garrafa mesmo com a boca dele aberta, é neste requisito que o professor vem explicar o porque deste acontecimento, baseado na física com adaptação da disciplina ciências naturais aplicada no ensino fundamental do 4º ano.
  4. 4. • O professor irá primeiramente introduzir o que é pressão atmosférica: Pressão atmosférica é o ar atmosférico que atua sobre a superfície do planeta, onde a pressão vem mudando de acordo com atitudes, quanto maior a altitude menor a pressão, quanto menor a altitude, menor a pressão exercida pelo ar na superfície terrestre. • Para Vygotisky ensinar e aprender é sempre motivador para a aprendizagem do aluno, contudo, a aprendizagem se faz através da aquisição formal com abordagem nos conceitos, com isso, Vygotisky diz que é sempre eficaz o uso de experimentação em sala para a busca do interesse maior dos alunos.
  5. 5. Fundamentação Teórica Torricelli criou conceito sobre pressão atmosférica. foi criado, Essa pressão se deve ao fato da atmosfera ser composta de varias substancias gasosas que formam o ar sofrendo ação do campo gravitacional terrestre e assim exercendo pressão sobre todos os corpos que estão sob a superfície da terra. Segundo teoria sociocultural de VYGOTSKY, ensinar e aprender conceitos científicos em ambientes informais, em nível introdutório e dessa aprendizagem vir a fornecer a compreensão e aquisição formal e mais aprofundada dos conceitos.
  6. 6. Justificativa • Estudar sobre a temática proposta é importante, porque a experimentação está sempre presente no cotidiano infantil, podendo ser trabalhada de diversas formas. E com essa experiência, os alunos poderão aprender física com diversão e facilidade, observando de maneira simples que a pressão atmosférica provoca a ação do peso da atmosfera sobre a superfície da área atmosférica.
  7. 7. • Otiminizando o processo de ensino e aprendizagem de ciências( Física ,Biologia, Química e Ciências), enriquecendo o conhecimento dos alunos e ajudando em problemas relacionada ao cotidiano.
  8. 8. Objetivos • Objetivo geral Analisar de maneira didático-metodológico o processo de ensino-aprendizagem por meio da experiência, referente ao ensino da pressão atmosférica, trabalhando de maneira simples, e pautada em referencial teórico. • Objetivos específicos • Identificar a importância e o que consiste a pressão atmosférica; • Verificar os fatores que influenciam a pressão atmosférica.
  9. 9. Conteúdo • Pressão atmosférica • Procedimentos didáticos • Cronograma de aplicação: Uma aula de 30 min
  10. 10. Experimento >> Bexiga dentro da garrafa <<
  11. 11. Materiais • - 3 garrafas pet (2l) • - Bexigas médias • -Tesoura com ponta ou outro objeto ponte agudo que sirva para fazer perfurações na garrafa
  12. 12. Avaliação • A avaliação acontecerá durante e após o experimento. Durante o experimento, serão observados a atenção e o interesse dos alunos pelo experimento. Após, será feita uma conversa aberta analisando reflexões, discussões e construção de explicações sobre o experimento.
  13. 13. Passo a passo: • Faça um orifício grande em uma garrafa, um pequeno em outra deixe uma sem alteração. • Coloque os balões na boca das garrafas • Estique bem a boca do balão e fixe-a na boca da garrafa; • Com o dedo, empurre o resto do balão para dentro; • Encha em seguida o balão com ar. Enquanto você sopra, sai ar pelo furinho no fundo da garrafa; • Quando terminar, tampe o furinho com o dedo.
  14. 14. • Observa-se: • O balão com a boca aberta ainda continua cheio? • Destampe o furinho e veja o que acontece! Então, você imagina por quê?
  15. 15. Explicação: • Observa-se que quando é aplicada uma certa quantidade de ar dentro da bexiga que está inserida na garrafa sem orifício, permanece em sua forma original. Isto acontece, porque o ar presente no interior da garrafa impede a expansão da massa da bexiga. Entretanto, ao furar o fundo da garrafa o ar presente no interior dela, sai dando espaço para a bexiga preenche- la. Por isso, quanto maior o orifício maior é a área da garrafa preenchida pelo balão.
  16. 16. Em um segundo momento, observa-se que a bexiga depois de cheia dentro da garrafa permanece cheia quando o orifício é vedado. Isto acontece porque a bexiga impedida de se expandir e o ar fica preso na garrafa, porém se desobstruir o orifício, o ar do balão secará e o ar da garrafa irá dispersar.
  17. 17. Referências: • http://www.infoescola.com/fisica/pressao-atmosferica/ • http://www.brasilescola.com/quimica/pressao- atmosferica.htm • http://palmoemeio.files.wordpress.com/2011/01/balc3a3 o-dentro-da-garrafa.pdf • http://chc.cienciahoje.uol.com.br/experiencias- eletrizantes/

×