CENTRODEESTUDOSSUPERIORESDEITAITUBA
FACULDADEDEITAITUBA–LTDA
CURSODELETRAS
A CONVERSAÇÃO MEDIADA PELO COMPUTADOR E
AS REDE...
•JUSTIFICATIVA
•OBJETIVOS
•METODOLOGIA
A conversação é a primeira das
formas de interação a que, estamos
expostos e provavelmente a única
da qual nunca abdicarem...
ANÁLISE DA CONVERSAÇÃO
O objeto do estudo da Análise da
Conversação é a conversação
natural, ou seja, aquelas eu são
produ...
ANÁLISE DA CONVERSAÇÃO
• A história da conversação é dividida
em dois momentos:
 No primeiro momento, a Análise da
Conver...
ANÁLISE DA CONVERSAÇÃO
No segundo momento, houve um
maior interesse pelos
procedimentos linguísticos e
paralinguísticos: ...
ANÁLISE DA CONVERSAÇÃO
Alguns acontecimentos no Brasil,
marcam o início do movimento da
AC, isso tudo se deu nos anos de
1...
ANÁLISE DA CONVERSAÇÃO
Um dos aspectos fundamentais para
compreender os estudos de fala-em-
interação é o da sequencialida...
ANÁLISE DA CONVERSAÇÃO
TURNO DE FALA:
 Apenas um falante tende a falar por
vez e os turnos são tomados com o
mínimo de es...
ANÁLISE DA CONVERSAÇÃO
Reparo pode ser descrito como o
momento em que os participantes
param a interação para lidar com
ma...
ANÁLISE DA CONVERSAÇÃO
Etimologicamente, conversação é um
substantivo ligado ao verbo conversar, que
procede do latim conv...
ANÁLISE DA CONVERSAÇÃO
1. A troca de faltantes é recorrente.
2. Em geral, fala um de cada vez.
3. As ocorrências com mais ...
ANÁLISE DA CONVERSAÇÃO
8. Há mecanismos de reparação para resolver falhas
ou violações na tomada de tuno.
9. Não se pode e...
SITES DE REDES SOCIAIS
Geração Y, conhecida também
como Geração Internet ou Digital, é
constituída por pessoas que nascera...
SITES DE REDES SOCIAIS
A Geração Y cresceu em meio a muita
ação, estímulo de atividades variadas e
tarefas múltiplas. Acos...
SITES DE REDES SOCIAIS
A Geração Y tem um ponto de vista
diferente da Geração X, que viveu em
guerras e épocas de desempre...
SITES DE REDES SOCIAIS
RECONHECIMENTO - o jovem deseja e pede feedback
de todas as suas ações.
INOVAÇÃO - buscar a mudança...
SITES DE REDES SOCIAIS
FACEBOOK
É um site e serviço de rede social que foi lançado
em 4 de fevereiro de 2004, operado e de...
SITES DE REDES SOCIAIS
Fundado por Mark Zuckerberg e por seus
colegas de quarto da faculdade Eduardo
Saverin, Dustin Mosko...
SITES DE REDES SOCIAIS
• O facebook possui alguns recursos como:
Mural
Botão "Curtir“
Cutucar/Toque
Status
Eventos
A...
SITES DE REDES SOCIAIS
WHATSAAP
É uma ferramenta de troca de mensagens
instantâneas mais requisitadas do mundo
moderno. Cr...
SITES DE REDES SOCIAIS
BLOG
O termo weblog foi criado por Jorn Barger em
17 de dezembro de 1997. A abreviação blog,
por su...
SITES DE REDES SOCIAIS
Um blog ou blogue uma contração do
termo inglês web log, que quer dizer "diário
da rede” é um site ...
SITES DE REDES SOCIAIS
Um blog típico combina texto, imagens e
links para outros blogs, páginas da Web e
mídias relacionad...
SITES DE REDES SOCIAIS
Blogs pessoais: Os blogs pessoais são os mais
populares.
Blogs corporativos e organizacionais: Mu...
CONVERSAÇÃO EM SITES DE REDES SOCIAIS
SITES DE REDES SOCIAIS
J. C. S.
J. C. S.
J. C. S.
J. C. S.
J. C. S.
SITES DE REDES SOCIAIS
N. S.
N. S.
N. S.
SITES DE REDES SOCIAIS
SITES DE REDES SOCIAIS
SITES DE REDES SOCIAIS
SITES DE REDES SOCIAIS
SITES DE REDES SOCIAIS
CONSIDERAÇÕES FINAIS
AGRADECIMENTOS
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

ANÁLISE DA CONVERSAÇÃO - TRABALHO DE MONOGRAFIA

170 visualizações

Publicada em

O presente trabalho objetiva-se fazer uma abordagem de como a conversação pode ser utilizada para entender os mecanismos de interação nas redes sociais.

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
170
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

ANÁLISE DA CONVERSAÇÃO - TRABALHO DE MONOGRAFIA

  1. 1. CENTRODEESTUDOSSUPERIORESDEITAITUBA FACULDADEDEITAITUBA–LTDA CURSODELETRAS A CONVERSAÇÃO MEDIADA PELO COMPUTADOR E AS REDES SOCIAIS NA INTERNET RAFAELA DE SOUSA DUTRA ORIENTADORA: RAILANE ESMERALDA CRUZ FIGUEIRA
  2. 2. •JUSTIFICATIVA •OBJETIVOS •METODOLOGIA
  3. 3. A conversação é a primeira das formas de interação a que, estamos expostos e provavelmente a única da qual nunca abdicaremos pela vida afora. (FÁVERO, 1992:39) ANÁLISE DA CONVERSAÇÃO
  4. 4. ANÁLISE DA CONVERSAÇÃO O objeto do estudo da Análise da Conversação é a conversação natural, ou seja, aquelas eu são produzidas em situações naturais.
  5. 5. ANÁLISE DA CONVERSAÇÃO • A história da conversação é dividida em dois momentos:  No primeiro momento, a Análise da Conversação estuda os turnos, isto é, a que ocorre a tomada, assunção, a cessão ou a perda da palavra em um diálogo (Assimétricas/ Simétricas).
  6. 6. ANÁLISE DA CONVERSAÇÃO No segundo momento, houve um maior interesse pelos procedimentos linguísticos e paralinguísticos: a repetição, a correção, a paráfrase, entre outros recursos de formulação.
  7. 7. ANÁLISE DA CONVERSAÇÃO Alguns acontecimentos no Brasil, marcam o início do movimento da AC, isso tudo se deu nos anos de 1982, 1984, 1985 de acordo com alguns autores que falam do tema.
  8. 8. ANÁLISE DA CONVERSAÇÃO Um dos aspectos fundamentais para compreender os estudos de fala-em- interação é o da sequencialidade. Isso quer dizer, de forma sucinta, que quando uma pessoa fala, ela está levando em consideração o que foi dito anteriormente por outra pessoa.
  9. 9. ANÁLISE DA CONVERSAÇÃO TURNO DE FALA:  Apenas um falante tende a falar por vez e os turnos são tomados com o mínimo de espaço ou sobreposição de fala possível, os autores perceberam que um turno de fala pode variar em termos de forma, conteúdo e duração. (MARCUSCHI, 2002:65)
  10. 10. ANÁLISE DA CONVERSAÇÃO Reparo pode ser descrito como o momento em que os participantes param a interação para lidar com mal entendidos da ordem da fala, da audição ou do entendimento.
  11. 11. ANÁLISE DA CONVERSAÇÃO Etimologicamente, conversação é um substantivo ligado ao verbo conversar, que procede do latim conversare, encontra-se habitualmente no mesmo local. Esse termo é composto de com (junto) e versare (da voltas). Remete-nos, pois, a ideia de conviver com outras pessoas.
  12. 12. ANÁLISE DA CONVERSAÇÃO 1. A troca de faltantes é recorrente. 2. Em geral, fala um de cada vez. 3. As ocorrências com mais falantes são frequentes, mas são breves. 4. As transições de um turno a outro sem intervalo são comuns. 5. A fala pode ser contínua ou descontinua. 6. São usadas técnicas de distribuição de turno. 7. A ordem dos turnos não é fixa, mas variável
  13. 13. ANÁLISE DA CONVERSAÇÃO 8. Há mecanismos de reparação para resolver falhas ou violações na tomada de tuno. 9. Não se pode especificar previamente a distribuição dos turnos. 10. A duração dos turnos não é fixa, mas variável. 11. São empregadas diversas unidades que constroem o turno. 12. O tamanho dos turnos não é fixo, mas variável. 13. O conteúdo dos turnos não é fixo nem previamente especificado. 14. O numero de participantes é variável.
  14. 14. SITES DE REDES SOCIAIS Geração Y, conhecida também como Geração Internet ou Digital, é constituída por pessoas que nasceram entre 1980 e 1990, tendo a geração Z como sucessora.
  15. 15. SITES DE REDES SOCIAIS A Geração Y cresceu em meio a muita ação, estímulo de atividades variadas e tarefas múltiplas. Acostumados com a rapidez para conseguirem o que querem os jovens "Y" dificilmente sujeitam-se a tarefas subalternas quando iniciam suas carreiras e lutam por bons salários desde cedo.
  16. 16. SITES DE REDES SOCIAIS A Geração Y tem um ponto de vista diferente da Geração X, que viveu em guerras e épocas de desemprego. Os "Ys" centram suas preocupações com o meio ambiente e com causas sociais.
  17. 17. SITES DE REDES SOCIAIS RECONHECIMENTO - o jovem deseja e pede feedback de todas as suas ações. INOVAÇÃO - buscar a mudança é uma característica desta. LIBERDADE - muitas vezes considerada destrutiva nas organizações, uma vez que coloca dúvidas sobre modelos e padrões estabelecidos. RESULTADOS - esta geração tem foco em resultados, gostam de saber seus resultados e gostam de compartilhar.
  18. 18. SITES DE REDES SOCIAIS FACEBOOK É um site e serviço de rede social que foi lançado em 4 de fevereiro de 2004, operado e de propriedade privada da Facebook. Em 4 de outubro de 2012, o Facebook atingiu a marca de 1 bilhão de usuários ativos, em média 316.455 pessoas se cadastram, por dia, desde sua criação em 4 de fevereiro de 2004
  19. 19. SITES DE REDES SOCIAIS Fundado por Mark Zuckerberg e por seus colegas de quarto da faculdade Eduardo Saverin, Dustin Moskovitz e Chris Hughes. No início de 2012 o Facebook se tornou a maior rede social no Brasil e na América Latina, ultrapassando o Orkut, Tumblr, Twitter.
  20. 20. SITES DE REDES SOCIAIS • O facebook possui alguns recursos como: Mural Botão "Curtir“ Cutucar/Toque Status Eventos Aplicativos Facebook Vídeo Facebook Messenger
  21. 21. SITES DE REDES SOCIAIS WHATSAAP É uma ferramenta de troca de mensagens instantâneas mais requisitadas do mundo moderno. Criado em 2009, o WhatsApp cresceu, mais rápido que o Facebook em 4 anos. Em julho de 2013, atingiu 250 milhões de usuários. Em outubro do mesmo ano aumentou para 350 milhões, e em três meses mais 100 milhões aderiram ao app.
  22. 22. SITES DE REDES SOCIAIS BLOG O termo weblog foi criado por Jorn Barger em 17 de dezembro de 1997. A abreviação blog, por sua vez, foi criada por Peter Merholz, que, de brincadeira, desmembrou a palavra weblog para formar a frase we blog ("nós blogamos").
  23. 23. SITES DE REDES SOCIAIS Um blog ou blogue uma contração do termo inglês web log, que quer dizer "diário da rede” é um site cuja estrutura permite a atualização rápida a partir de acréscimos dos chamados artigos, ou posts.
  24. 24. SITES DE REDES SOCIAIS Um blog típico combina texto, imagens e links para outros blogs, páginas da Web e mídias relacionadas a seu tema. Existem diversos tipos de blogs atualmente. Entretanto é possível dividi-los em três grandes ramos.
  25. 25. SITES DE REDES SOCIAIS Blogs pessoais: Os blogs pessoais são os mais populares. Blogs corporativos e organizacionais: Muitas empresas vêm utilizando blogs como ferramentas de divulgação e contato com clientes. Tanto é assim que já existe a profissão de blogueiro Blogs de gênero: Por fim há blogs com um gênero específico, que tratam de um assunto dominado pelo o usuário, ou grupo de usuários.
  26. 26. CONVERSAÇÃO EM SITES DE REDES SOCIAIS
  27. 27. SITES DE REDES SOCIAIS J. C. S. J. C. S. J. C. S. J. C. S. J. C. S.
  28. 28. SITES DE REDES SOCIAIS N. S. N. S. N. S.
  29. 29. SITES DE REDES SOCIAIS
  30. 30. SITES DE REDES SOCIAIS
  31. 31. SITES DE REDES SOCIAIS
  32. 32. SITES DE REDES SOCIAIS
  33. 33. SITES DE REDES SOCIAIS
  34. 34. CONSIDERAÇÕES FINAIS
  35. 35. AGRADECIMENTOS

×