O slideshow foi denunciado.

SB Brasil 1996

719 visualizações

Publicada em

Seminário de Epidemiologia abordando o levantamento epidemiológico em saúde bucal do Brasil de 1996, o SB Brasil 1996.
Dentre os tópicos citados no seminário estão a origem dos dados, o plano amostral, a calibração e os dados em si.

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

SB Brasil 1996

  1. 1. Universidade Estadual do Piauí – UESPI Campus Prof. Alexandre Alves de Oliveira Clínica Escola de Odontologia – CEO Bacharelado em Odontologia
  2. 2. • Cassius Wander • Lara Lysle • Raphael Machado • Valéria Sena • Orientação da prof.ª Sylvana Thereza 2
  3. 3. • 1º levantamento em 1986. • Cárie dental, doença periodontal e necessidades de prótese. • Segundo levantamento: Ministério da Saúde, através da Área Técnica de Saúde Bucal e em parceria com a Associação Brasileira de Odontologia - Nacional, Conselho Federal de Odontologia (CFO) e as Secretarias Estaduais de Saúde. 3
  4. 4. • Cárie dental em crianças na faixa etária de 6 a 12 anos de escolas públicas e privadas das 27 capitais e do Distrito Federal. • Este levantamento foi processado pelo DATASUS, apoiando o desenvolvimento, confecção e processamento das fichas utilizadas, bem como a criação de aplicativos para apuração e disseminação dos resultados do levantamento. 4
  5. 5. • O tamanho da amostra foi definido a partir de informações colhidas no Manual de Levantamento Epidemiológico da Organização Mundial da Saúde (OMS) – 1991. • Foi definido, então, como ponto de partida, um quantitativo de 40 escolares das idades de 6 a 12 anos em, pelo menos, 4 escolas de cada capital, atingindo, assim, 1.120 por cidade, totalizado 30.240 em todo o país. 5
  6. 6. • Utilizou-se, para início de definição das amostras, uma listagem oferecida pelo Ministério da Educação, contendo, naquela época, todas as escolas registradas. • Para seleção das escolas, considerou-se inicialmente o total de escolas da capital. • Em seguida, escolheu-se somente as escolas com o quantitativo necessário para o exame (mínimo de 50 escolares por cada idade). 6
  7. 7. • Foram selecionadas, aleatoriamente, em cada capital, uma escola de periferia (pública), uma escola de bairro (pública) e 2 escolas do centro, sendo uma particular e outra pública. • Teve-se o cuidado de deixar sorteada uma escola a mais em cada grupo, para uma eventualidade qualquer que ocorresse no dia do levantamento. 7
  8. 8. • Quando um levantamento epidemiológico é realizado por uma equipe, é necessário que os examinadores sejam treinados para apresentar consistência nos julgamentos clínicos. 8
  9. 9. • Os objetivos da calibração são: – assegurar a uniformidade de interpretação, compreensão e aplicação dos critérios para as várias doenças e condições a serem observadas e registradas; – assegurar que cada profissional possa examinar de maneira uniformemente padronizada; e – minimizar variações entre os diferentes examinadores. 9
  10. 10. 10 Odontólogo definido pela Área Técnica de Saúde Bucal Coordenador Estadual de Saúde Bucal em cada macrorregião Coordenadores Estaduais de sua região Equipes na sua capital
  11. 11. • As 108 equipes foram constituídas por um odontólogo (examinador), um anotador e um monitor, indicados pela Associação Brasileira de Odontologia (ABO), através de suas regionais, em parceria com as Coordenações Estaduais de Saúde Bucal. 11
  12. 12. Região 6 anos 7 anos 8 anos 9 anos 10 anos 11 anos 12 anos Total TOTAL 4.320 4.320 4.320 4.320 4.320 4.320 4.320 30.240 Região Norte 1.120 1.120 1.120 1.120 1.120 1.120 1.120 7.840 Região Nordeste 1.440 1.440 1.440 1.440 1.440 1.440 1.440 10.080 Região Sudeste 640 640 640 640 640 640 640 4.480 Região Sul 480 480 480 480 480 480 480 3.360 Região Centro-Oeste 640 640 640 640 640 640 640 4.480 12 Fonte: Ministério da Saúde - Levantamento Epidemiológico em Saúde Bucal
  13. 13. 13 Região 6 anos 7 anos 8 anos 9 anos 10 anos 11 anos 12 anos Total TOTAL 95.989 98.601 99.640 100.650 103.758 109.397 114.783 722.818 Região Norte 24.834 25.489 25.697 26.006 26.743 28.396 29.793 186.958 Região Nordeste 31.977 32.696 32.964 33.330 34.654 36.490 38.222 240.333 Região Sudeste 14.235 14.736 14.973 15.032 15.430 16.156 16.977 107.539 Região Sul 10.700 10.980 11.179 11.316 11.554 12.131 12.712 80.572 Região Centro-Oeste 14.243 14.700 14.827 14.966 15.377 16.224 17.079 107.416 Fonte: Ministério da Saúde - Levantamento Epidemiológico em Saúde Bucal
  14. 14. Região 6 anos 7 anos 8 anos 9 anos 10 anos 11 anos 12 anos Total TOTAL 7.637 7.791 7.447 5.419 3.090 1.539 608 33.531 Região Norte 2.536 2.548 2.333 1.755 1.004 448 190 10.814 Região Nordeste 2.821 2.745 2.683 1.796 1.046 520 189 11.800 Região Sudeste 712 620 699 557 304 173 80 3.145 Região Sul 512 642 692 509 294 141 57 2.847 Região Centro-Oeste 1.056 1.236 1.040 802 442 257 92 4.925 14 Fonte: Ministério da Saúde - Levantamento Epidemiológico em Saúde Bucal
  15. 15. 15 Fonte: Ministério da Saúde - Levantamento Epidemiológico em Saúde Bucal Região 6 anos 7 anos 8 anos 9 anos 10 anos 11 anos 12 anos Total TOTAL 965 2.208 3.327 3.997 4.445 5.511 6.749 27.202 Região Norte 545 1.138 1.610 1.877 2.133 2.531 3.165 12.999 Região Nordeste 227 593 893 1.130 1.237 1.535 1.885 7.500 Região Sudeste 68 154 243 310 351 465 503 2.094 Região Sul 54 167 285 316 295 369 454 1.940 Região Centro-Oeste 71 156 296 364 429 611 742 2.669
  16. 16. Região 6 anos 7 anos 8 anos 9 anos 10 anos 11 anos 12 anos Total TOTAL 3.038 3.204 3.209 3.051 2.333 1.134 435 16.404 Região Norte 667 643 559 507 437 147 62 3.022 Região Nordeste 1.058 1.141 1.066 938 579 282 135 5.199 Região Sudeste 390 458 415 506 444 269 106 2.588 Região Sul 426 426 534 464 411 210 63 2.534 Região Centro-Oeste 497 536 635 636 462 226 69 3.061 16 Fonte: Ministério da Saúde - Levantamento Epidemiológico em Saúde Bucal
  17. 17. 17 Fonte: Ministério da Saúde - Levantamento Epidemiológico em Saúde Bucal Região 6 anos 7 anos 8 anos 9 anos 10 anos 11 anos 12 anos Total TOTAL 226 698 1.373 2.170 3.009 3.856 5.225 16.557 Região Norte 51 181 289 433 562 715 1.010 3.241 Região Nordeste 116 292 638 862 1.183 1.494 1.846 6.431 Região Sudeste 23 69 145 264 441 514 754 2.210 Região Sul 18 67 129 224 343 402 645 1.828 Região Centro-Oeste 18 89 172 387 480 731 970 2.847
  18. 18. Região 6 anos 7 anos 8 anos 9 anos 10 anos 11 anos 12 anos Total TOTAL 1.822 2.311 2.182 1.635 941 494 223 9.608 Região Norte 831 1.035 940 679 417 203 91 4.196 Região Nordeste 595 763 689 526 252 144 64 3.033 Região Sudeste 160 162 128 152 94 49 18 763 Região Sul 133 193 212 150 71 48 30 837 Região Centro-Oeste 103 158 213 128 107 50 20 779 18 Fonte: Ministério da Saúde - Levantamento Epidemiológico em Saúde Bucal
  19. 19. 19 Fonte: Ministério da Saúde - Levantamento Epidemiológico em Saúde Bucal Região 6 anos 7 anos 8 anos 9 anos 10 anos 11 anos 12 anos Total TOTAL 27 88 195 287 420 571 730 2.318 Região Norte 21 56 100 132 194 298 365 1.166 Região Nordeste 5 21 61 98 126 162 212 685 Região Sudeste - 4 14 13 21 39 39 130 Região Sul - 4 11 28 43 20 37 143 Região Centro-Oeste 1 3 9 16 36 52 77 194
  20. 20. Região 6 anos 7 anos 8 anos 9 anos 10 anos 11 anos 12 anos Total TOTAL 53.207 39.856 30.633 22.490 12.861 5.581 2.069 166.697 Região Norte 13.331 9.945 7.546 5.454 3.122 1.184 471 41.053 Região Nordeste 16.126 12.040 9.064 6.461 3.653 1.561 646 49.551 Região Sudeste 8.955 7.137 5.721 4.321 2.357 1.288 378 30.157 Região Sul 6.597 4.998 3.770 2.871 1.872 845 333 21.286 Região Centro-Oeste 8.198 5.736 4.532 3.383 1.857 703 241 24.650 20 Fonte: Ministério da Saúde - Levantamento Epidemiológico em Saúde Bucal
  21. 21. 21 Fonte: Ministério da Saúde - Levantamento Epidemiológico em Saúde Bucal Região 6 anos 7 anos 8 anos 9 anos 10 anos 11 anos 12 anos Total TOTAL 22.852 34.402 42.545 52.760 68.025 81.261 87.685 389.530 Região Norte 5.850 8.699 11.003 13.663 17.539 21.373 22.742 100.869 Região Nordeste 7.943 11.430 13.779 17.237 22.371 26.193 27.810 126.763 Região Sudeste 3.544 5.532 6.821 8.188 10.718 12.590 14.215 61.608 Região Sul 2.559 3.916 4.987 6.142 7.706 9.480 10.348 45.138 Região Centro-Oeste 2.956 4.825 5.955 7.530 9.691 11.625 12.570 55.152
  22. 22. Região 6 anos 7 anos 8 anos 9 anos 10 anos 11 anos 12 anos Total TOTAL 0,28 0,70 1,15 1,53 1,87 2,38 3,06 1,57 Região Norte 0,55 1,25 1,82 2,25 2,66 3,30 4,27 2,30 Região Nordeste 0,24 0,64 1,12 1,48 1,83 2,31 2,88 1,50 Região Sudeste 0,15 0,35 0,64 0,93 1,28 1,60 2,06 1,00 Região Sul 0,15 0,50 0,89 1,19 1,43 1,67 2,41 1,18 Região Centro-Oeste 0,14 0,39 0,75 1,21 1,50 2,22 2,85 1,29 22 Fonte: Ministério da Saúde - Levantamento Epidemiológico em Saúde Bucal
  23. 23. 23 Fonte: Ministério da Saúde - Levantamento Epidemiológico em Saúde Bucal Região Masculino Feminino Total TOTAL 1,50 1,63 1,57 Região Norte 2,20 2,39 2,30 Região Nordeste 1,43 1,56 1,50 Região Sudeste 0,92 1,07 1,00 Região Sul 1,08 1,27 1,18 Região Centro-Oeste 1,29 1,30 1,29
  24. 24. 24 Fonte: Ministério da Saúde - Levantamento Epidemiológico em Saúde Bucal Região 6 anos 7 anos 8 anos 9 anos 10 anos 11 anos 12 anos Total TOTAL 2,89 3,08 2,97 2,34 1,47 0,73 0,29 1,97 Região Norte 3,60 3,77 3,42 2,63 1,66 0,71 0,31 2,30 Região Nordeste 3,11 3,23 3,08 2,26 1,30 0,66 0,27 1,99 Região Sudeste 1,97 1,94 1,94 1,90 1,32 0,77 0,32 1,45 Região Sul 2,23 2,63 3,00 2,34 1,62 0,83 0,31 1,85 Região Centro-Oeste 2,59 3,02 2,95 2,45 1,58 0,83 0,28 1,96
  25. 25. 25 Fonte: Ministério da Saúde - Levantamento Epidemiológico em Saúde Bucal Região Masculino Feminino Total TOTAL 2,12 1,84 1,97 Região Norte 2,44 2,17 2,30 Região Nordeste 2,14 1,85 1,99 Região Sudeste 1,59 1,32 1,45 Região Sul 1,97 1,74 1,85 Região Centro-Oeste 2,13 1,80 1,96
  26. 26. • O estudo dos dados epidemiológicos de 1996 permite uma análise das variações geográficas e temporais na distribuição do índice CPO-D e CEO-D, por meio da comparação dos resultados desta pesquisa com os obtidos em levantamentos anteriores, contribuindo com o processo de vigilância epidemiológica. 26
  27. 27. • “Essas informações visam instruir programas socialmente apropriados de saúde bucal, que tenham como objetivo não só reduzir os parâmetros médios da experiência da cárie dentária, mas também diminuir a desigualdade na sua distribuição (ANTUNES; FRAZÃO, 2006)”. 27

×