Radiologia e Diagnóstico por Imagem  R2 Izabela Cristina de Souza
Dor? Déficit neurológico?        Técnica.
COLUNA CERVICAL                  1: linha de                  tecidos                  moles pré-                  vertebr...
COLUNA CERVICAL                  Linha 5
COLUNA CERVICAL   Suspeita decomprometimento  do ligamento   transverso.
 Espaços discais    Doença degenerativa. Pedículos Incidências complementares:    Flexão    Extensão
 Fratura de Jefferson: massas laterais de C1 se afastam,  rompendo o anel ósseo de C1.      RX: massas laterais de C1    ...
 Fratura de Jefferson: com frequência associada a fratura de C2. Cerca de 20% tem lesão de crânio.   Não visualizada no ...
 Fratura de processo odontóide: flexão secundária a trauma violento.   Tipo I: porção superior do processo odontóide.  ...
 Fixação rotatória da articulação atlantoaxial:  articulação C1-C2 se torna fixa, estes corpos vertebrais  se movem em bl...
 Fratura do “Escavador de Argila”: fratura do processo espinhoso de C6 ou C7.   Bastante comum  dor entre os ombros.
 Fratura do enforcado: fratura dos elementos posteriores do corpo de C2, geralmente associada a deslocamento anterior do ...
 Fratura do enforcado: Rx de perfil seriam diagnósticas em 95% dos casos.
 Fratura explosiva: mais comuns na transição toracolombar.   Potencial para causar lesão medular.   Perda da altura do ...
 Fratura em flexão do tipo “em Lágrima”: ruptura dos ligamentos posteriores associada à compressão anterior de um corpo v...
 Fratura em flexão do tipo “em Lágrima”:
 Fratura por compressão anterior em cunha:    Junção toracolombar  lesão antiga.    Pode evoluir para colapso tardio e...
 Bloqueio dos processos articulares das vértebras: flexão significativa associada a certo grau de rotação  ruptura e lux...
 Bloqueio dos processos articulares das vértebras:A: Bloqueio bilateral. Deslocamento anterior de C4 em C5, processos art...
 Bloqueio dos processos articulares das vértebras:
 Lesão do “cinto de segurança”: afastamento dos ligamentos e elementos posteriores e compressão anterior dos corpos verte...
 Espondilólise: defeito ou falha na pars interarticularis    da lâmina.             Processo articular superior  Pedículo...
 Espondilolistese: espondilólise bilateral com deslizamento anterior do corpo vertebral mais cefálico.  Classificação em ...
 BIBLIOGRAFIA: Fundamentals of Diagnostic Radiology, 3rd  Edition - Brant, William E.; Helms, Clyde A. Radiography of t...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Fraturas de coluna

18.292 visualizações

Publicada em

Fraturas de coluna

  1. 1. Radiologia e Diagnóstico por Imagem R2 Izabela Cristina de Souza
  2. 2. Dor? Déficit neurológico? Técnica.
  3. 3. COLUNA CERVICAL 1: linha de tecidos moles pré- vertebrais.
  4. 4. COLUNA CERVICAL Linha 5
  5. 5. COLUNA CERVICAL Suspeita decomprometimento do ligamento transverso.
  6. 6.  Espaços discais  Doença degenerativa. Pedículos Incidências complementares:  Flexão  Extensão
  7. 7.  Fratura de Jefferson: massas laterais de C1 se afastam, rompendo o anel ósseo de C1. RX: massas laterais de C1 TC: fraturas em mais de um ponto do ultrapassem as bordas do anel e pode evidenciar massa de tecidos corpo de C2. moles associados.
  8. 8.  Fratura de Jefferson: com frequência associada a fratura de C2. Cerca de 20% tem lesão de crânio.  Não visualizada no Rx de perfil.
  9. 9.  Fratura de processo odontóide: flexão secundária a trauma violento.  Tipo I: porção superior do processo odontóide.  Tipo II: base.  Tipo III: corpo. TC: 2-3mm com reconstrução sagital.
  10. 10.  Fixação rotatória da articulação atlantoaxial: articulação C1-C2 se torna fixa, estes corpos vertebrais se movem em bloco, em vez de rodar um sobre o outro.
  11. 11.  Fratura do “Escavador de Argila”: fratura do processo espinhoso de C6 ou C7.  Bastante comum  dor entre os ombros.
  12. 12.  Fratura do enforcado: fratura dos elementos posteriores do corpo de C2, geralmente associada a deslocamento anterior do corpo de C2 sobre C3. Fratura através dos elementos posteriores de C2. Elementos Linha posteriores espinolaminal fraturados e interrompida deslocados para em C2. baixo.
  13. 13.  Fratura do enforcado: Rx de perfil seriam diagnósticas em 95% dos casos.
  14. 14.  Fratura explosiva: mais comuns na transição toracolombar.  Potencial para causar lesão medular.  Perda da altura do corpo vertebral.  Aumento da distância interpedicular.  TC: fratura cominutiva do corpo vertebral associada a fratura de elementos posteriores.
  15. 15.  Fratura em flexão do tipo “em Lágrima”: ruptura dos ligamentos posteriores associada à compressão anterior de um corpo vertebral. Deslocamento da porção posterior do corpo vertebral  lesão medular.  Mergulho em águas rasas. Corpo de C7 em forma de cunha anteriormente, associado a discreto deslocamento da linha vertebral posterior em C7.
  16. 16.  Fratura em flexão do tipo “em Lágrima”:
  17. 17.  Fratura por compressão anterior em cunha:  Junção toracolombar  lesão antiga.  Pode evoluir para colapso tardio e consequentes déficits neurológicos graves  Doença de Kummel.
  18. 18.  Bloqueio dos processos articulares das vértebras: flexão significativa associada a certo grau de rotação  ruptura e luxação dos ligamentos dos processos articulares  posição cavalgada. Espaço discal C6-C7 anormalmente aumentado, C7 deslocada posteriomente em relação a C6 e processos articulares de C7 deslocados e bloqueados sobre os de C6.
  19. 19.  Bloqueio dos processos articulares das vértebras:A: Bloqueio bilateral. Deslocamento anterior de C4 em C5, processos articulares de C4 anteriores aos de C5.B: Bloqueio unilateral. Deslocamento anterior de C5 em C6. Seta aberta aponta para o processo articular rodado e bloqueado.
  20. 20.  Bloqueio dos processos articulares das vértebras:
  21. 21.  Lesão do “cinto de segurança”: afastamento dos ligamentos e elementos posteriores e compressão anterior dos corpos vertebrais. Deformidade anterior Fratura horizontal em forma de cunha. através do processo transverso e do pedículo .
  22. 22.  Espondilólise: defeito ou falha na pars interarticularis da lâmina. Processo articular superior Pedículo Parte Processo interarticulartransverso Processo articular inferior
  23. 23.  Espondilolistese: espondilólise bilateral com deslizamento anterior do corpo vertebral mais cefálico. Classificação em graus para espondilolistese.
  24. 24.  BIBLIOGRAFIA: Fundamentals of Diagnostic Radiology, 3rd Edition - Brant, William E.; Helms, Clyde A. Radiography of the cervical spine in trauma. Thad Jackson, MD, Deborah Blades, MD. 2002. Paul & Juhls Essentials of Radiologic Imaging, 7th Edition.

×