En05 aula2-sistemas administrativos

506 visualizações

Publicada em

FASB - OTP Engenharia de Produção

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
506
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
16
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

En05 aula2-sistemas administrativos

  1. 1. BACHARELADO EMENGENHARIA DEPRODUÇÃOEP05Organização do Trabalho na ProduçãoProfa. Rachel de Camargo
  2. 2. AULA 2 SISTEMAS ADMINISTRATIVOS Introdução aos sistemas administrativos:  Produtividade;  Divisão do trabalho;  Principais formas de organização do trabalho;  Sistemas e seus aspectos. 2
  3. 3. RECORDANDO ... ORGANIZAÇÃO:  Conjunto de pessoas, movidas por um objetivo comum ou compartilhado, que estabelecem entre si relacionamentos de autoridade e responsabilidade.  Toda ORGANIZAÇÃO, independente de seu objetivo, mobiliza recursos:  Humanos  Financeiros  Materiais  Tecnológicos 3
  4. 4. RECORDANDO ... ADMINISTRAÇÃO pode ser entendida como o trabalho de integrar e gerir recursos materiais, humanos, financeiros e tecnológicos em prol do objetivo organizacional. 4
  5. 5. PRODUTIVIDADE Identificar o nível de produtividade de uma organização envolve entender algumas medidas de desempenho:  EFICIÊNCIA – é eficiente a organização que integra e gerencia suas atividades da maneira tecnicamente correta.  EFICÁCIA – é eficaz a organização que atinge seus objetivos no menor prazo possível.  EFETIVIDADE – é efetiva a organização que reúne as características de eficiência e eficácia em sua gestão.  ECONOMICIDADE – a economicidade, mais relacionada às organizações empresariais, é um critério que reúne a efetividade ao alcance da efetividade utilizado de forma racional os recursos disponíveis. 5
  6. 6. PRODUTIVIDADE Em busca da Economicidade as organizações vêm cada vez mais adotando práticas de Responsabilidade Social / Sustentabilidade ... 6
  7. 7. VIVENCIANDO ... O QUE PODEMOS DIZER A RESPEITO DA PRODUTIVIDADE DESSAS ORGANIZAÇÕES? A turma deverá se dividir em 2 grupos.  O grupo 1 estudará o Caso TAEQ Pão de Açúcar;  O grupo 2 estudará o Caso Garantia de Origem Carrefour. Ao final de 20 minutos cada grupo deverá apresentar à turma :  Uma síntese sobre o caso;  Os objetivos declarados X reais que motivaram a organização no sentido de adotar a sustentabilidade / responsabilidade social;  Qual o impacto esperado das ações adotadas por essas empresas sobre a produtividade? 7
  8. 8. FUNÇÕES DA ADMINISTRAÇÃO Segundo Henry Fayol, um dos precursores da Administração Científica, cabe ao Administrador executar as seguintes funções:  Planejamento: significa definir as metas de uma organização, estabelecer uma estratégia geral para alcançá-las e desenvolver planos abrangentes para integrar e coordenar atividades.  Organização: abrange a determinação das tarefas que serão realizadas, quem irá executá-las, como agrupá-las, quem se reportará a quem e quem tomará as decisões.  Liderança: significa motivar e orientar os empregados, e comunicar-se e solucionar conflitos.  Controle: abrange monitorar desempenho, comparar os resultados com as metas e fazer correções. 8
  9. 9. DIVISÃO DO TRABALHO“Departamentalização é uma forma sistematizada de agrupar atividades emfrações organizacionais definidas seguindo um determinado critério, visando à melhoradequação da estrutura organizacional e sua dinâmica de ação”. ARAUJO, 2006 9
  10. 10. DEPARTAMENTALIZAÇÃO Existem várias formas de dividir o trabalho em uma organização. A escolha do formato ideal é diretamente dependente do mercado em que se atua, da contingência vivida pelo negócio, da tecnologia empregada etc. Algumas opções são: TIPO CARACTERÍSTICAS Por área geográfica Ideal para negócios de abrangência ampla, em que se torna imprescindível conhecer as peculiaridades de cada região. Embora prime pela descentralização das decisões, pode correr o risco de enfraquecer a cultura organizacional e estabelecer níveis distintos de serviço em cada uma das unidades. Por clientes Faz sentido quando se atingem clientes diferenciados com produtos e serviços distintos. É uma tendência, por exemplo, em 10 bancos e lojas de departamentos.
  11. 11. DEPARTAMENTALIZAÇÃOTIPO CARACTERÍSTICASPor produto / serviço Em geral é escolhida por organizações que atuam em segmentos bem distintos, em que as dinâmicas de negócio para cada produto / serviço não se assemelham.Por função Adotada pela maioria das organizações em nível mundial, prima pela divisão do trabalho por especialidade. É o mais antigo tipo de divisão do trabalho.Por processo Tendência atual de departamentalização, consiste em dividir a execução do trabalho em partes menores, garantindo uma integração entre especialidades e tornando o negócio mais ágil. 11
  12. 12. VISÃO FUNCIONAL X VISÃO PROCESSUAL A visão funcional (ou tradicional) do negócio prima por aproveitar ao máximo a especialização do trabalho. Garante ainda a padronização de atividades e processos, descentralizando tarefas e centralizando as decisões. OrganizaçãoNecessidades do Satisfação Cliente do Cliente Departamento Departamento Departamento A B C 12
  13. 13. VISÃO FUNCIONAL X VISÃO PROCESSUAL A visão processual do negócio garante maior agilidade às tomadas de decisão, uma vez que entende o ciclo produtivo como um sistema, concentrando-se na agregação de valor verificada em cada uma das etapas do processo produtivo. Organização Departamentos A B C D 1 2ENTRADAS SAÍDAS 13 Processos Fluxo de Agregação de Valor
  14. 14. VIVENCIANDO ... Apresentamos a seguir a estrutura organizacional da EMBRAPA. Em seguida, assista ao vídeo institucional divulgado por ela e responda:  Que tipo de departamentalização essa estrutura representa? A EMBRAPA utilizou, em sua opinião, a melhor forma de departamentalização, levando em consideração seu tipo de atividade?  Você teria alguma sugestão, em termos de estrutura organizacional, para melhorar a capacidade de resposta ao mercado por parte da EMBRAPA? Exemplifique. 14
  15. 15. EMBRAPA: ESTRUTURA 15
  16. 16. DESENHANDO A ESTRUTURA ORGANIZACIONAL Uma vez escolhido o tipo de departamentalização mais adequado ao negócio, é preciso representar a estrutura organizacional. Existem diversas formas de representação gráfica. A estrutura organizacional nos diz muito sobre a cultura da empresa, sobre o modo como as decisões são tomadas e até mesmo sobre que valores e crenças norteiam aquele negócio em especial. 17
  17. 17. EFICIÊNCIA OU FLEXIBILIDADE? Muito embora existam diversas formas de representar uma estrutura organizacional, nos concentraremos em estudar as mais populares: 18
  18. 18. MECANICISTA X ORGÂNICAMECANICISTA ORGÂNICA• Rígida e estritamente controlada, • Fluida e flexível, a estruturaa estrutura Mecanicista valoriza a orgânica não valoriza a hierarquia,especialização do trabalho e a prevendo interação constantevisão funcional do negócio. entre as diversas áreas funcionais.• As decisões são centralizadas e • Prevê decisões compartilhadas,a hierarquia supervalorizada. times heterogêneos e estimula a• Dificulta a interação entre os comunicação e a criatividade nodiversos departamentos, tornando negócio.a comunicação difícil e • É a opção encontrada porburocratizada. empresas de pequeno porte que• É a opção encontrada por desejam estabelecer seuempresas que desejam diferencial através da inovação,padronização, e onde a ou da resposta rápida àscriatividade não é considerada constantes mudanças deimportante. mercado. 19
  19. 19. ESTRUTURA MATRICIAL 20
  20. 20. ESTRUTURA MATRICIALMATRICIAL• A fim de suprir as necessidades de um mundo globalizado, ondeprojetos são constantes e os processos precisam funcionar de forma anão representar “surpresas” para a organização, a estrutura matricialalinha elementos mecanicistas e orgânicos, sendo assim a estruturamais representativa de um olhar processual sobre o negócio.• É adotada por empresas de consultoria, serviços e projetos, eapresenta-se como tendência para organizações de grande porte quenecessitam flexibilizar suas ações e responder mais rapidamente àsdemandas de mercado. 21
  21. 21. TEORIA DOS SISTEMAS“Um sistema pode ser entendido como um conjunto de partes, interagentes e interdependentes que, conjuntamente, forma um todo unitário executando determinada função.” Rebouças, Sistemas de Informação GerencialFunção básica de um sistema:Converter seus insumos (materiais, energia, trabalho,informações retiradas de seu ambiente) em produtos (bens,serviços, informações) de natureza qualitativa diferente de seusinsumos. 22
  22. 22. REPRESENTAÇÃO GRÁFICA DE UM SISTEMAEntrada Processo Saída Feedback 23
  23. 23. Mapear, modelar, analisar e melhorar processos é o ONDE ... trabalho do Analista de O&M Objetivo – O propósito geral da existência do sistema; sua razão de ser; sua missão. Entrada – A energia e insumos transformados pelo sistema. Processos – atividades ordenadas, executadas a partir de um conjunto de entradas (inputs) e que resultarão em saídas (outputs) de maior valor agregado. Saída – O produto ou serviço resultante do processo de transformação do sistema. Feedback – Informações sistemáticas sobre algum aspecto do sistema, que possam ser utilizadas para avaliar e monitorá-lo, de modo a melhorar seu desempenho. Controle – As atividades e processos usados para avaliar as entradas, processamentos e saídas, de modo a permitir as ações corretivas. 24 Ambiente – Conjunto de características e situações que influenciam e são influenciadas pelo comportamento do sistema.
  24. 24. CARACTERÍSTICAS DOS SISTEMAS Sinergia - as partes de um sistema podem interagir para gerar algo maior, o que as partes não conseguiriam fazer ou atingir se trabalhando isoladamente. Homeostase - busca do equilíbrio; se alguma parte vai mal, outras que estão melhor podem manter o equilíbrio. Entropia - tendência dos sistemas de perderem sua energia, sua vitalidade e dissolver-se no caos, ao longo do tempo. Entropia negativa - tendência do sistema de desenvolver ordem e energia ao longo do tempo; de manter-se em funcionamento. 25
  25. 25. CLASSIFICANDO OS SISTEMAS Quanto ao ambiente  Quanto a adaptação  Abertos x Fechados  Adaptáveis x Não Adaptáveis Quanto a complexidade  Simples x Complexos  Quanto a duração  Permanentes x Temporários Quanto a mudança  Estáveis x Dinâmicos 26
  26. 26. VIVENCIANDO ...  Utilizando a representação gráfica de sistemas desenhe e descreva cada um dos componentes sistêmicos das situações abaixo apresentadas: PEPSICO BRASIL SUPERMERCADOS Funcionamento do RONDELLI departamento de produção. Funcionamento da rotina de Caixa.LUMINÁRIAS PREMIERFuncionamento da empresa:negócio de médio porte cuja SADIAmissão é comprar lumináriasimportadas para revender aos Funcionamento do setorlojistas da região sudeste. responsável pela definição das rotas dos caminhões, que está 27 ligado ao departamento de Logística.

×