R3CICLO Gestão de Resíduos

726 visualizações

Publicada em

A R3CICLO é especializada em gestão de resíduos da construção civil com soluções que vão desde a reciclagem no canteiro para fabricação de argamassa até a britagem móvel, que transforme rocha e RCD em agregado de qualidade. Também desenvolvemos PGRCC - Plano de Gerenciamento de Resíduos da Construção - implantamos e acompanhamos em obras de construção civil.

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
726
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
14
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

R3CICLO Gestão de Resíduos

  1. 1. Redução do consumo de recursos naturais Reciclagem de resíduos da construção civil Reutilização correta de materiais reciclados “Promover a sustentabilidade aliada com a redução de custo de construtoras, indústrias e municípios.” Nossos valores – Os 3 R´s
  2. 2. Nossas soluções 1) BRITAGEM MÓVEL 2) PGRCC: PLANO DE GERENCIAMENTO DE RESÍDUOS 3) GRO: GESTÃO DE RESÍDUOS ONLINE 4) RECICLAGEM NO CANTEIRO
  3. 3. 1) Britagem móvel RESÍDUOS QUE PODEM SER TRITURADOS • RCD = Resíduo de Construção e Demolição (inertes) • Rocha proveniente de desmonte PRODUTOS QUE PODEM SER GERADOS • Bica corrida e rachão (imagens abaixo) CAPACIDADE • 500 a 1.000 m3 por dia
  4. 4. 1) Britagem móvel
  5. 5. VANTAGENS • Diminuição do custo com descarte de resíduos • Eletroímã para separação da ferragem • Redução da compra de agregados PARA QUEM INDICAR • Grandes demolições (a partir de 2.000 m3) e/ou desmonte de rocha. • Obras com grande consumo de agregado (rachão, bica corrida, etc), pois o material pode ser proveniente de outra obra próxima. • Prefeituras – Operar uma ATT - Área de Transbordo e Triagem - que receba os resíduos inertes e os armazene para transformar em bica corrida / rachão para utilização em obras do próprio município. 1) Britagem móvel
  6. 6. 2) PGRCC Plano de Gerenciamento de Resíduos O QUE É O Plano norteará procedimentos para a destinação correta dos resíduos gerados na obra, diminuindo os impactos ambientais associados à geração, ao manejo e a destinação, considerando as diretrizes e determinações expressas em leis, normas e regulamentos aplicáveis. ETAPAS  Elaboração  Implantação / Treinamento  Acompanhamento  Relatórios on-line PRA QUEM INDICAR Construtoras que querem atender à Resolução CONAMA 307/2002, Política Nacional de Resíduos Sólidos - PNRS (Lei no 12.305/2010), Obras LEED / AQUA, ou que queiram compreender melhor os resíduos de seu projeto e seu correto tratamento.
  7. 7. 3) Gestão de Resíduos On-line O Sistema on-line que permite gerenciar todos os resíduos por empreendimento ou resumir as obras em um único painel. Com ele, é possível cadastrar os destinatários para cada tipo de resíduo, checar sua documentação, fazer a emissão automática de CTRs - Controle de Transporte de Resíduos - e ter o controle em tempo real dos volumes descartados, porcentuais destinados para reciclagem, comparar o volume previsto x gerado, entre outras funções. PRA QUEM INDICAR Construtoras e indústrias que querem ter um melhor controle sobre a gestão dos resíduos, tanto para acompanhar sua geração atual, quanto para a utilização deste histórico em seus orçamentos futuros.
  8. 8. 4) Reciclagem “in loco” - o resíduo não sai da obra. O QUE É O grande peso do custo de agregados, do descarte, e da emissão de poluentes de uma obra é o mesmo: O FRETE. Reciclar seus resíduos dentro da obra é uma solução simples, lógica e econômica. Seu entulho se transforma em areia, pedra, pedrisco e argamassa. PRA QUEM INDICAR Obras com grande geração de entulho ao longo da obra (torres residenciais / comerciais, obras com muita alvenaria – mais de 20.000 m2) VALOR Este serviço é cobrado por produção, aonde o cliente só tem economia. Colocamos o equipamento na obra e o valor cobrado é por m3 ou saco de argamassa produzido.
  9. 9. 4) Reciclagem “in loco” Área Necessária : 250 a 300 m2 Virando Argamassa Entulho
  10. 10. - Alto Controle tecnológico. • Análise de TODOS os agregados e ensaios do traço padrão para qualificação da argamassa produzida.
  11. 11. - Aplicações para a argamassa: Argamassa de regularização de pisos Confecção de vergas e contra vergas
  12. 12. Capacidade e Dados Relevantes  Cada Equipamento tem produção de 750 sacos /dia;  Consumo de 20 m3/dia por equipamento (5 caçambas)  A área necessária para a instalação é de 250 a 300 m2.  Para que se justifique a implantação da usina a obra deve ter pelo menos 20.000 m2 de alvenaria.  Na operação da usina são utilizados 4 ajudantes, que são fornecidos pelo cliente e descontados na medição.  A medição é feita pelo número de sacos de argamassa produzida, o cliente só paga o que receber.
  13. 13. • Para maiores informações, acesse: www.r3ciclo.com.br Acompanhe-nos: www.facebook.com/r3ciclo (11) 3805-1907

×