Apresengt..

677 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
677
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
13
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
9
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Apresengt..

  1. 1. Religião euniversidades
  2. 2. Religião A importância da Igreja na Idade Média Igreja Católica As cruzadas A inquisição A defesa dos interesses das classes dominantes
  3. 3. A importância da Igreja na Idade Média Na história Medieval a religião desempenhou um papel bastante delicado. A igreja preservou elementos da cultura greco- romana, mas com um ponto de vista cristão e espalhando tudo isso entre os povos bárbaros. Mas o papel da igreja não ficou só no campo religioso. Ela actuou em diversos sectores da vida medieval.
  4. 4. A Igreja Católica Em meio à desorganização administrativa, económica e social produzida pelas invasões germânicas e ao esfacelamento do Império Romano, praticamente apenas a Igreja Católica, com sede em Roma, conseguiu manter-se como instituição. Valendo-se de sua crescente influênciareligiosa, a Igreja passou a exercer importante papel em diversos sectores da vida medieval, servindo como instrumento de unificação,diante da fragmentação política da sociedade feudal.
  5. 5. As cruzadasAtendendo ao apelo do papa Urbano II, em 1095, foram organizadas na Europa expedições militares conhecidas como cruzadas, cujo objectivo oficial era conquistar os lugares sagrados do cristianismo(Jerusalém, por exemplo) que estavam em poder dos muçulmanos. Entretanto, além da questão religiosa, outras causas motivaram ascruzadas: a mentalidade guerreira da nobreza feudal, canalizada pelaIgreja contra inimigos externos do cristianismo (os muçulmanos); e o interesse económico de dominar importantes cidades comerciais do Oriente.
  6. 6. A inquisição Pressionada pelas monarquias católicas, aInquisição desempenhou um papel político e social.Nos diversos países cristãos, nem sempre a fé popular manifestava-se nos termos exactospretendidos pela doutrina católica. Havia uma série de doutrinas, crenças e superstições,denominadas heresias, que se chocavam com os dogmas da Igreja. Para combater essas heresias, o papa Gregório IX criou os tribunais da Inquisição, cuja missão era descobrir e julgar os heréticos. Os condenados pela inquisição eram entregues às autoridades administrativas do Estado, que se encarregavam da execução das sentenças. As penas aplicadas a cada caso iam desde a confiscação de bens até a morte em fogueiras.
  7. 7. A defesa dos interesses das classes dominantes A acção dos tribunais da Inquisição estendeu-se por vários reinos cristão: Itália, França, Alemanha, Portugal e, especialmente, Espanha. Nesse último país, a Inquisição penetrou profundamente na vida social, possuindo uma gigantesca burocracia.
  8. 8. Universidades
  9. 9. As universidades medievaisAs Universidades medievais foram fundadas por volta de 1150,no contexto do Renascimento do Século XII. Essas instituições são o ponto de partida para o modelo de universidade que temos até hoje. Tratam-se não apenas de instituições de ensino: a universidade medieval era também o local depesquisa e produção do saber, era também o foco de vigorosos debates e muitas polémicas - o que fica evidente pelas crisesem que estas instituições estiveram envolvidas e pelas muitas intervenções que sofreram do poder real e eclesiástico.
  10. 10. OrigensNo século IX, Carlos Magno conseguira reunir grande parte daEuropa sob seus domínios. Para unificar e fortalecer seu império, eledecidiu elaborar uma reforma na educação. O monge inglês Alcuínoelaborou um projecto de desenvolvimento escolar que buscou revivero saber clássico estabelecendo os programas de estudo a partir dassete artes liberais: o trivium, ou ensino literário (gramática, retórica edialética) e o quadrivium, ou ensino científico (aritmética, geometria,astronomia e música). A partir do ano 787, foram emanados osdecretos que recomendavam, em todo o império, a restauração deantigas escolas e a fundação de novas. Institucionalmente, essasnovas escolas podiam ser monacais, junto aos mosteiros; catedrais,junto à sede dos bispados; e palatinas, junto às cortes. Essas medidasteriam seus efeitos mais significativos séculos mais tarde. O ensinoda dialética (ou lógica) foi fazendo renascer o interesse pelaindagação especulativa; dessa semente surgiria a filosofia cristã daEscolástica.
  11. 11. Mapa das universidades medievais
  12. 12. Evolução das universidades durante a idade médiaNos séculos XI e XII, algumas das escolas que haviam sidoestruturadas à partir das ordens de Carlos Magno, que se destacarampor seu alto nível de ensino, ganham a forma de Universidades. Issoocorre especialmente entre as escolas catedrais. Depois começaram asurgir instituições, fundadas por autoridades, que já nasciamestruturadas como uma instituição de ensino superior.Entre 1200 e 1400 foram fundadas, na Europa, 52 universidades, e 29delas foram erguidas por papas. A transformação cultural geradapelas universidades no século XIII, foi expressada pela frase deCharles H. Haskins: Em 1100, a escola seguia o mestre; em 1200, omestre seguia a escola.Algumas dessas universidades recebiam da Igreja católica o título deStudium Generale, que indicava que este era um instituto deexcelência internacional; estes eram considerados os locais de ensinomais prestigiados do continente.
  13. 13. As principaisuniversidades da idade média

×