O valor do perdão

8.890 visualizações

Publicada em

Slides para subsídio à lição 6 da revista de EBD Adolescer +, editora Betel, ano 2012, cujo tema é "O adolescente e a Vida Cristã".

Publicada em: Espiritual
0 comentários
4 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
8.890
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3.411
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
224
Comentários
0
Gostaram
4
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

O valor do perdão

  1. 1. O valor do perdão Lição 6
  2. 2. Texto Bíblico “Pois se perdoarem as ofensas uns dos outros, o Pai celestial também lhes perdoará. Mas se não perdoarem uns aos outros, o Pai celestial não lhes perdoará as ofensas". Mateus 6:14-15
  3. 3. “Na oração, há uma conexão entre o que Deus faz eo que você faz. Por exemplo, você não pode obterperdão de Deus se não perdoa os outros. Serecusar fazer a sua parte, você estará separado deDeus.” Mateus 6.14-15 Versão: A Mensagem de Eugene Peterson
  4. 4. Mensagem Valiosa “Sejam bons e atenciosos uns para com os outros. E perdoem uns aos outros, assim como Deus, por meio de Cristo, perdoou vocês.” Efésios 4:32
  5. 5. Verdade AplicadaO homem perdoado porDeus tem o dever deperdoar ao seupróximo.
  6. 6. O que significa perdão? “A palavra grega traduzida como “perdoar” significa literalmente cancelar ou remir. Significa a liberação ou cancelamento de uma obrigação e foi algumas vezes usada no sentido de perdoar um débito financeiro.” Fonte: http://conectadosemcristo.wordpress.com/2012/07/22/perdao/
  7. 7. Introdução A Bíblia nos afirma que somos devedores e nossa dívida é para com Deus. Mas qual o preço da dívida? Temos condições de pagá-la? É evidente que não! Jesus, na cruz do Calvário, ao entregar sua vida pela humanidade, quitou para sempre nossa dívida para com Deus. Agora Ele nos pede que façamos o mesmo com o nosso próximo!
  8. 8. 1. O perdão produz paz. “Porque eu lhes perdoarei a maldade e não me lembrarei mais dos seus pecados". Hebreus 8:12 Quando Deus nos perdoa é como se Ele jogasse nossos pecados no mar do esquecimento e colocasse uma placa: “proibido pescar”.
  9. 9. “Deus não se esquece. Esta linguagem éuma metáfora, uma figura de linguagem,com intuito de enfatizar a determinação dagraça de Deus em não manter-nosresponsáveis por nossos pecados. Elecancelou o débito e nunca exigirá umpagamento.” Sam Storms
  10. 10. Para nós seres humanos “perdoar e esquecer”é, simplesmente, psicologicamente impossível.Mas o perdão nos possibilita a lembrar do fatosem sofrer, a reabrir o caminho para orelacionamento com alguém.
  11. 11. A falta de perdão gera em nós amargura, que porsua vez tem um efeito nocivo e devastador nasnossas vidas física e espiritual.O perdão, para o filho de Deus, não é opcional.Jesus não sugere, nem tão pouco convida a pessoaa perdoar, ele simplesmente ordena: “Perdoai!”Mc 11.25
  12. 12. 2. Aprendendo com Jesus Jesus é o nosso modelo de amor e perdão! Na cruz rogou ao Pai o perdão aos seus agressores (Lc 23.34). Estevão teve a mesma atitude porque tinha sua vida transformada pelo poder da graça de Deus em Cristo Jesus (At 7.60).
  13. 13. Jesus Cristo
  14. 14. Estevão
  15. 15. Qualquer pessoa é capaz de amar aqueles quesão bondosos e amáveis, mas os cristãos sãochamados para amar os desprezíveis e os quenão merecem perdão, porque somente umcoração transformado pela graça redentora deCristo é capaz de imitar o exemplo do próprioDeus e perdoar seus devedores.
  16. 16. 3. Sem limites para o perdão Então Pedro aproximou-se de Jesus e perguntou: "Senhor, quantas vezes deverei perdoar a meu irmão quando ele pecar contra mim? Até sete vezes?” Jesus respondeu: "Eu lhe digo: não até sete, mas até setenta vezes sete.” Mateus 18:21-22
  17. 17. Quando Jesus diz a Pedro que devemos perdoaraté setenta vezes sete, Ele está dizendo que operdão não é uma questão de matemáticacelestial, mas de conduta. Ele está dizendo queo perdão deve ser uma atitude constante, comoo é com Deus.
  18. 18. Temos de nos comportar emrelação a outras pessoas comoDeus procede em relação anós.
  19. 19. Conclusão Ao entendermos o significado da misericórdia de Deus para conosco, devemos colocá-la em prática em relação ao nosso próximo. Amor verdadeiro gera atitudes!

×