Lição10: Ministrando aos galileus

3.177 visualizações

Publicada em

Slides subsídios à lição 10 da revista de EBD Adolescentes Vencedores, editora CPAD, "Ministrando aos galileus".

Publicada em: Espiritual
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.177
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1.990
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
19
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Lição10: Ministrando aos galileus

  1. 1. Ministrando aos GalileusLição 10
  2. 2. Texto Bíblico: Mateus 6.25-34Por isso vos digo: Não andeis cuidadosos quanto à vossavida, pelo que haveis de comer ou pelo que haveis debeber; nem quanto ao vosso corpo, pelo que haveis devestir. Não é a vida mais do que o mantimento, e o corpomais do que o vestuário?Olhai para as aves do céu, que nem semeiam, nemsegam, nem ajuntam em celeiros; e vosso Pai celestial asalimenta. Não tendes vós muito mais valor do que elas?
  3. 3. E qual de vós poderá, com todos os seuscuidados, acrescentar um côvado à sua estatura?E, quanto ao vestuário, por que andais solícitos?Olhai para os lírios do campo, como eles crescem;não trabalham nem fiam;E eu vos digo que nem mesmo Salomão, em todaa sua glória, se vestiu como qualquer deles.
  4. 4. Pois, se Deus assim veste a erva do campo, que hojeexiste, e amanhã é lançada no forno, não vos vestirámuito mais a vós, homens de pouca fé?Não andeis, pois, inquietos, dizendo: Quecomeremos, ou que beberemos, ou com que nosvestiremos?(Porque todas estas coisas os gentios procuram). Decerto vosso Pai celestial bem sabe que necessitais detodas estas coisas;
  5. 5. Mas, buscai primeiro o reino de Deus, e a suajustiça, e todas estas coisas vos serãoacrescentadas.Não vos inquieteis, pois, pelo diaamanhã, porque o dia de amanhã cuidará desi mesmo. Basta a cada dia o seu mal.” Mateus6:25-34
  6. 6. “Jesus lhes disse: Venham comigo, que euensinarei vocês a pescar gente.” Mateus 4.19
  7. 7. Para RefletirA FÉ PRESSUPÕE A DÚVIDA...(PAULO BRABO)“Cristo usava a arte da pergunta para conduzir as pessoas ase interiorizarem e a se questionarem. (Jo 8: 10 e 11;11:40; 21:15-17). Jesus muitas vezes respondeu umapergunta com outra pergunta.” A. Cury
  8. 8. Se temos fé podemos duvidar?João Batista, cheio do Espírito Santo desde oventre de sua mãe, certa vez mandou seusdiscípulos perguntarem à Jesus se ele eramesmo o Messias. Jesus respondeu-lhe seuquestionamento (Lc 7.18.22).
  9. 9. Desse episódio tiramos algumas conclusões:1. Todos nós podemos ter momentos de dúvida navida.2. Quando a dúvida bater precisamos recorrer aJesus, que nos esclarecerá.3. Jesus não nos condena pela nossa dúvida.4. Nossos atos sempre falarão mais alto do quenossas palavras.
  10. 10. Fique AlertaO padrão de Jesus é bem diferente do padrão domundo. Ao escolher seus discípulos Jesus nãoprocurou por pessoas capacitadas, mas escolheu-as para as capacitar.É assim que Ele ainda faz!Não diga “não sou capaz”, mas diga “eis me aquiSenhor!”
  11. 11. Palavra VivaA maior parte doministério de Jesusfoi realizado numacidade chamadaGalileia.
  12. 12. Para Mateus isso foi cumprimento da profecia de Isaías9.1,2: “Mas a terra, que foi angustiada, não seráentenebrecida; envileceu nos primeiros tempos, a terrade Zebulom, e a terra de Naftali; mas nos últimostempos a enobreceu junto ao caminho do mar, além doJordão, na Galileia das nações.O povo que andava em trevas, viu uma grande luz, esobre os que habitavam na região da sombra da morteresplandeceu a luz.”
  13. 13. Primeira PregaçãoMateus e Marcos registram a primeirapregação de Jesus que era semelhante à deJoão Batista:“Desde então começou Jesus a pregar, e adizer: Arrependei-vos, porque é chegado oreino dos céus.” Mateus 4:17
  14. 14. Jesus não procurava fama, sua missão erasalvar a humanidade, por isso sua mensagemera centrada em dois temas:• Arrependimento• E Conversão
  15. 15. Primeiros DiscípulosOs discípulos seriam homens que poderiamdar prosseguimento à sua missão quandovoltasse para o Pai.
  16. 16. Os 12 discípulos escolhidos foram:1. André2. Pedro3. Tiago (irmão de João)4. João5. Felipe6. Bartolomeu7. Tomé8. Mateus9. Tiago10. Tadeu11. Simão12. Judas
  17. 17. Primeiras Missões, Instruções e AvisosJesus ordenou a seus discípulos queanunciassem o Reino de Deus, curassem osenfermos, ressuscitassem os mortos eexpulsassem os demônios.Antes, porém, concedeu-lhes autoridade pararealizarem esta difícil missão.
  18. 18. Recomendações de Jesus a seus discípulos –Mateus 10• Não cobrar pelos milagres;• Oferecer Paz àqueles que lhes desse hospitalidade;• Ser prudentes como as serpentes e simples como aspombas;• Estar prontos para as adversidades;• Confiar nos cuidados infalíveis de Deus;• Manter os olhos fitos no alvo eterno.
  19. 19. Primeiros EnsinosJesus dedicou-se a ensinar ao povo sobre oReino dos Céus. Utilizou em seus ensinos deelementos figurativos, metáforas, algobastante conhecido pela multidão.
  20. 20. A Palavra de Deus deve ser pregada a todo omundo, mas nem todos reagirão de igualforma.
  21. 21. A Parábola do Semeador: Marcos 4:2-8“E ensinava-lhes muitas coisas por parábolas, e lhes dizia na sua doutrina:Ouvi: Eis que saiu o semeador a semear.E aconteceu que semeando ele, uma parte da semente caiu junto do caminho, evieram as aves do céu, e a comeram;E outra caiu sobre pedregais, onde não havia muita terra, e nasceu logo, porquenão tinha terra profunda;Mas, saindo o sol, queimou-se; e, porque não tinha raiz, secou-se.E outra caiu entre espinhos e, crescendo os espinhos, a sufocaram e não deufruto.E outra caiu em boa terra e deu fruto, que vingou e cresceu; e um produziu trinta,outro sessenta, e outro cem.”
  22. 22. Jesus, o Mestre por excelência“A palavra parábola é composta de dois vocábulosgregos: o prefixo para e o sufixo ballein (ou ballo), quesignifica ‘lançar ou colocar ao lado de’. Portanto,podemos entender que parábola é algo que se colocaao lado de outra coisa para fins de comparação, oupara demonstrar semelhança entre dois elementos.”(Pr. Elienai Cabral)
  23. 23. Jesus aproveitava um evento cotidiano de suaépoca e explorava aspectos especiais daqueleacontecimento para ensinar alguma verdadeespiritual.
  24. 24. “Nos Evangelhos, Jesus é chamado mestre nada menos de 45vezes, e nunca se fala nele como pregador. L. J. Sherril dizque, somando-se todos os termos equivalentes a mestre, temos ototal de 61. Norman Richardson anota que o vocábulo Mestre éusado 66 vezes na Versão King James; 54 é derivado da palavragrega que significa professor ou mestre. Fala-se em Jesusensinando, 45 ; e 11 apenas pregando, e, assim mesmo, pregando eensinando, como vemos cm Mateus 4:23 — "ensinando em suassinagogas e pregando o evangelho do reino". Chamavam-nomestre não apenas os doze, mas também outros mais discípulosseus.” (J. M. Price – em seu livro A Pedagogia de Jesus)
  25. 25. Conversa FrancaTodos nós temos o chamado de Deus parapregar o evangelho a toda criatura, istoé, nossosamigos, parentes, colegas, enfim, todos.O que temos feito diante dessa missão?

×