Correção do estudo dirigido protozoários

1.523 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.523
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
16
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Correção do estudo dirigido protozoários

  1. 1. Correção do estudo dirigido Professora Raquel
  2. 2. 1) Classifique os protozoários de acordo com o tipo e a presença ou ausência de organelas locomotoras. Rizópodes ou sarcodíneos
  3. 3. • Ciliados
  4. 4. • Flagelados
  5. 5. • Esporozoários – sem organelas locomotoras
  6. 6. Termos importantes • Agente Etiológico: Parasita causador da doença. • Vetor: organismo que transmite o parasita.
  7. 7. Amebíase Doença → Disenteria amebiana ou amebíase Agente etiológico → Entamoeba histolytica Sintomas → Diarréias com sangue e muco Transmissão → DIRETA. Ingestão de alimentos contaminados por cistos do protozoário A Entamoeba histolytica se alimenta por pseudópodes é um rizópode
  8. 8. Malária • Vetor: Plasmodium sp; • Infestação:picada da fêmea do mosquito Anopheles, popularmente conhecido como mosquito-prego; • Sintomas: febre, anemia, lesões no baço fígado e medula óssea; • Os parasitas ficam nas glândulas salivares do mosquito;
  9. 9. • Use repelente no corpo todo, camisa de mangas compridas e mosquiteiro, quando estiver em zonas endêmicas; • * Evite banhos em igarapés e lagoas ou expor-se a águas paradas ao anoitecer e ao amanhecer, horários em que os mosquitos mais atacam, se estiver numa região endêmica; • * Procure um serviço especializado se for viajar para regiões onde a transmissão da doença é alta, para tomar medicamentos antes, durante e depois da viagem.
  10. 10. Doença → Malária Agente etiológico → Plasmodium sp Sintomas → Febre e mal-estar cíclico Transmissão Vetor→ INDIRETA – Picadas do mosquito prego ♀ (Anopheles)
  11. 11. Agentes etiológicos • Plasmodium falciparum: causa malária malígna; • Plasmodium vivax: causa malária benígna; • Plasmodium malariae: causa malária benígna; • Plasmodium ovale: causa malária benígna.
  12. 12. Toxoplasmose
  13. 13. • Agente etiológico: Toxoplasma gondii • Vetor: Contaminação direta • Sintomas: • Pode ser assintomática • Febre • Manchas no corpo • Cansaço • Dores no corpo • Dificuldade para enxergar • Lesões na retina
  14. 14. Principal forma de contaminação • Água e alimentos contaminados • fezes de gatos; • Ingestão de carne mal cozida
  15. 15. • Toxoplasmose neonatal: – infecção que ocorre no feto quando a gestante fica doente durante a gravidez, – podendo ser sem sintomas até fatal dependendo da idade da gestação; – quanto mais cedo se contaminar, pior a infecção.
  16. 16. Agente etiológico: Trichomonas vaginalis Os principais sintomas para detectar a tricomoníase são: Corrimento amarelado ou amarelo-esverdeada; Coceira; Odor forte e desagradável; Irritação vulvar; Dor; Dificuldade de urinar.
  17. 17. Transmissão: relações sexuais ou contato íntimo com secreções de uma pessoa contaminada. Tratamento: Abstinência sexual; Pomadas Tratamento do parceiro sexual
  18. 18. Doença de Chagas Causador → Trypanosoma cruzi Sintomas → Insuficiência cardíaca devida a lesões no coração Transmissão → INDIRETA – Defecação do barbeiro no local da picada; gênero Triatoma
  19. 19. Doença de Chagas • Agente etiológico: Trypanosoma cruzi (flagelado); • Vetor: barbeiro (Triatoma infestans); Também pode ocorrer transmissão: – durante a gravidez e amamentação – em transplantes de órgãos e transfusões de sangue Sintomas: miocardite que leva a pessoa a morte por insuficiência cardíaca; O barbeiro é encontrado em buracos no chão, nas paredes, na palha da cobertura de casas pau-a- pique; Atingindo o sangue o protozoário se instala no tecido muscular/ coração;
  20. 20. Girardíase • Agente etiológico: Giardia lamblia • Não tem vetor • Sintomas: • Dor abdominal • Gases ou inchaço • Dor de cabeça • Perda de apetite • Febre • Náusea • Vômitos Tratamento:O tratamento pode ser feito com uso de fármacos receitados pelo médico. Algumas infecções desaparecem sozinhas
  21. 21. Quais são as maneiras de manifestação da leishmaniose ? cite suas diferenças. • Tegumentar • Visceral
  22. 22. Girardiase • Só ingerir alimentos bem lavados e/ou cozidos; • Lavar as mãos antes das refeições e após o uso de sanitários; • Saneamento básico • Ingerir água tratada
  23. 23. Leishmaniose Agente etiológico: mosquitos-palha do gênero Leishmania . Vetor: Picada do mosquito fêmea Phlebotomus Cutânea: Leishmania braziliensis Lesões na região facial (boca e nariz, podendo estender-se até a faringe). O diagnostico deve ser feito rapidamente.
  24. 24. leishmaniose visceral afeta o baço e fígado. Sintomas: febre Fraqueza, Perda de apetite, Emagrecimento, Anemia, Palidez, Aumento do baço e do fígado, Problemas respiratórios, Diarreia Agente etiológico: Leishmania chagasi Vetor: Lutzomia longipalpis
  25. 25. Quais são as maneiras de manifestação da leishmaniose ? cite suas diferenças. • Tegumentar ou cutânea • Visceral
  26. 26. O que são marés vermelhas e quais as algas envolvidas nesse fenômeno? • Fenômeno natural causado por proliferação de algas Pirrófitas (dinoflagelados) • Liberação de toxinas
  27. 27. Cite diferença entre a espécie Entamoeba coli e Entamoeba histolytica conforme sua ação intestino humano. • Entamoeba coli : comensal • Entamoeba histolytica: patogênica, parasita
  28. 28. Uma estudante afirmou que as algas, especialmente as algas unicelulares marinhas, são ecologicamente muito importantes, não só para a manutenção das cadeias alimentares aquáticas como também para a vida dos seres aeróbicos no planeta. Você concorda com a estudante? Por quê? • Sim, Os fitoplânctons possuem uma enorme importância na cadeia alimentar, pois são os principais organismos produtores nos oceanos. Além do mais, são os principais organismos responsáveis pela liberação de oxigênio na atmosfera. A maior parte do O2 que respiramos não vem das florestas e matas, mas sim das algas marinhas, os fitoplânctons.
  29. 29. • O orgânulo denominado vacúolo contrátil ou pulsátil existe nos protozoários de água doce, mas não nos marinhos. • a) Qual a sua função? • b) O que se pode esperar como resposta do vacúolo contrátil, se colocarmos o protozoário de água doce em uma solução de mesma tonicidade do seu protoplasma?
  30. 30. • Existe nos protozoários de água doce, mas não nos marinhos. • O vacúolo serve para eliminar o excesso de água doce que entra no organismo por osmose. Os protistas de água salgada, vivem em um meio mais concentrado que o seu organismo e tendem a perder água para ele. Portanto é totalmente inviável uma estrutura que pulse água para fora. O comum é que haja estruturas que facilitem a entrada da água.
  31. 31. Fim

×