CARTOGRAFIA 2.0<br />Pensando o Mapeamento Participativo na Internet<br />Paulo Victor Barbosa de Sousa<br />Universidade ...
INTERNET = DESTERRITORIALIZAÇÃO?<br />. Noção de comunicação ligada ao lugar<br />. Geolocalização<br />. “Mídias espaciai...
GEOGRAFIA, ESPAÇO, MÍDIA<br />todas as formas de comunicação ocorrem no espaço, e que todos os espaços são produzidos atra...
NOVOS TERMOS<br />. Geo web<br />. Geospatial web<br />. Neogeography<br />. Mídia locativa<br />. Geocollaboration<br />
CARTOGRAFIA NA WEB<br />. Primeiros mapas online já nos anos 90<br />  - Xerox PARC MapView (1993)<br />  - MapQuest (1996...
MAPAS 2.0<br />. Foco na (re)produção de informações<br />. Participação de usuários<br />. Produção colaborativa de infor...
MAPAS 2.0<br />http://www.openstreetmap.org/<br />
WEB 	2.0<br />. Ambiente cooperativo<br />. Usuário-produtor<br />. Conteúdo produzido coletivamente<br />. “Culto ao amad...
PESQUISA EMPÍRICA<br />. Mapas e ferramentas cartográficas abertas à participação<br />. Exploração não exaustiva<br />. C...
1. PROBLEMAS URBANOS<br />. Problemas urbanos variados<br />. Urbanias<br />. Mapa das chuvas no Rio de Janeiro<br />. Ele...
http://www.urbanias.com.br<br />
http://eleitor2010.com<br />
2. SUBJETIVIDADE E SENSO DE LUGAR<br />. Interseção entre infraestrutura e afeição<br />. SaveourSounds<br />. I Just Made...
http://www.mappiness.org.uk<br />
http://ijustmadelove.com<br />
3. FACILIDADES E EQUIPAMENTOS URBANOS<br />. Elementos de interesse do cidadão<br />. Festivais de música independente<br ...
http://www.guiapostos.com.br<br />
http://blog.ufba.br/wifisalvador<br />
4. EDIÇÃO TOPOGRÁFICA<br />. Manipulação direta do mapa<br />. Base topográfica editável<br />  - OpenStreetMaps e Google ...
http://www.google.com/mapmaker<br />
http://crowdmap.com<br />
CONSIDERAÇÕES FINAIS<br />. Consolidação da Geografia:<br />  - Legitimação do campo e alinhamento de interesses<br />. No...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Cartografia 2.0: Pensando o Mapeamento Participativo na Internet

1.053 visualizações

Publicada em

Slides do trabalho apresentado no XXXIV Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação - Intercom. Apresento aqui uma exploração por diversos exemplos de mapas online abertos à participação. Proponho, por fim, uma breve tipologia relativa aos enquadramentos temáticos adotados.

Publicada em: Educação
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.053
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
130
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
13
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Cartografia 2.0: Pensando o Mapeamento Participativo na Internet

  1. 1. CARTOGRAFIA 2.0<br />Pensando o Mapeamento Participativo na Internet<br />Paulo Victor Barbosa de Sousa<br />Universidade Federal da Bahia<br />Programa de Pós-Graduação em<br />Comunicação e Cultura Contemporâneas<br />
  2. 2. INTERNET = DESTERRITORIALIZAÇÃO?<br />. Noção de comunicação ligada ao lugar<br />. Geolocalização<br />. “Mídias espaciais” (CRAMPTON, 2009)<br />LIGAÇÃO ENTRE COMUNICAÇÃO E GEOGRAFIA<br />Convergência entre as áreas (MOREIRA, 2009) .<br />Recombinação entre mídia e espaço (GRAHAM, 1998) .<br />
  3. 3. GEOGRAFIA, ESPAÇO, MÍDIA<br />todas as formas de comunicação ocorrem no espaço, e que todos os espaços são produzidos através de representação, a qual ocorre<br />por meios de comunicação (FALKHEIMER & JANSSON, 2006)<br />. A comunicação não é só uma coletânea de objetos: é um modo de vida(ADAMS, 2009)<br />. Espaço, lugar e mídia:<br /> - lugar e espaço na mídia<br /> - mídia nos lugares e no espaço<br />
  4. 4. NOVOS TERMOS<br />. Geo web<br />. Geospatial web<br />. Neogeography<br />. Mídia locativa<br />. Geocollaboration<br />
  5. 5. CARTOGRAFIA NA WEB<br />. Primeiros mapas online já nos anos 90<br /> - Xerox PARC MapView (1993)<br /> - MapQuest (1996)<br />. MapQuest: capacidade de mashup<br />. Possibilidade de visões diferentes<br /> - Necessidade de olhar crítico<br /> - Fuga de imposições ideológicas<br />
  6. 6. MAPAS 2.0<br />. Foco na (re)produção de informações<br />. Participação de usuários<br />. Produção colaborativa de informações espaciais<br />. Crowdsourcing<br />. Ex: OpenStreetMap<br />
  7. 7. MAPAS 2.0<br />http://www.openstreetmap.org/<br />
  8. 8. WEB 2.0<br />. Ambiente cooperativo<br />. Usuário-produtor<br />. Conteúdo produzido coletivamente<br />. “Culto ao amador” (KEEN, 2007)<br />QUESTÃO DE QUALIDADE<br />Precisão cartográfica .<br />“O mapa puro e acabado não existe” (JOLIVEAU, 2008) .<br />“Ato cibercartográfico” (CAQUARD et al., 2006) .<br />
  9. 9. PESQUISA EMPÍRICA<br />. Mapas e ferramentas cartográficas abertas à participação<br />. Exploração não exaustiva<br />. Categorização sem mútua exclusão<br />. Janeiro de 2010 a junho de 2011<br />. Foco no crowdsourcing<br />
  10. 10. 1. PROBLEMAS URBANOS<br />. Problemas urbanos variados<br />. Urbanias<br />. Mapa das chuvas no Rio de Janeiro<br />. Eleitor 2010<br />. Radioatividade no Japão<br />
  11. 11. http://www.urbanias.com.br<br />
  12. 12. http://eleitor2010.com<br />
  13. 13. 2. SUBJETIVIDADE E SENSO DE LUGAR<br />. Interseção entre infraestrutura e afeição<br />. SaveourSounds<br />. I Just Made Love<br />. Mappiness<br />
  14. 14. http://www.mappiness.org.uk<br />
  15. 15. http://ijustmadelove.com<br />
  16. 16. 3. FACILIDADES E EQUIPAMENTOS URBANOS<br />. Elementos de interesse do cidadão<br />. Festivais de música independente<br />. NewspaperMap<br />. Guia de Postos<br />. Pedalando em Recife<br />. Wi-Fi Salvador<br />
  17. 17. http://www.guiapostos.com.br<br />
  18. 18. http://blog.ufba.br/wifisalvador<br />
  19. 19. 4. EDIÇÃO TOPOGRÁFICA<br />. Manipulação direta do mapa<br />. Base topográfica editável<br /> - OpenStreetMaps e Google MapMaker<br />. Anotação espacial<br /> - Google Maps, Yahoo Maps, Bing Maps<br />. Personalização de mapas<br /> - Wikimaps, Crowdmap, UMapper<br />
  20. 20. http://www.google.com/mapmaker<br />
  21. 21. http://crowdmap.com<br />
  22. 22. CONSIDERAÇÕES FINAIS<br />. Consolidação da Geografia:<br /> - Legitimação do campo e alinhamento de interesses<br />. Novo cenário<br /> - Saber popular<br /> - Representação do próprio lugar<br />. Mapa em tempo digitais<br /> - Mutável e aberto ao diálogo<br />

×