Higiene Dentária - Conteúdo Teórico

33.735 visualizações

Publicada em

Higiene Dentária - Conteúdo Teórico - 1º Ciclo

Publicada em: Saúde e medicina, Negócios
3 comentários
8 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
33.735
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1.733
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1.043
Comentários
3
Gostaram
8
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Higiene Dentária - Conteúdo Teórico

  1. 1. Autora: Patrícia S. Lopes
  2. 2. O Batalhão da Limpeza Era uma vez dentinhos de leite que sofriam muito com o ataque das bact é rias depois de cada refei ç ão. Isso porque o garoto, dono da boca onde os dentinhos moravam, sempre esquecia de escovar os dentes. Não tinha para ningu é m: as bact é rias vinham com tudo, ajudadas pelos restos de alimentos que ficavam entre os dentes, dando a maior for ç a para as c á ries . - Socoooorro!!!! Ouvindo o chamado desesperado dos dentinhos, a pasta de dente pulou em cima da escova e gritou ainda mais alto: l á vamos n óóóóó s! E voaram para a boca para socorrer os chorões. Pulando corda, veio a fita dental. Enfiou-se entre os dentes, dando um &quot;chega para l á &quot; nos restinhos de comida. Pasta de dente, escova, fio ou fita dental: esse é o batalhão da higiene bucal em acção, em mais uma missão di á ria importante. Eles fizeram seu trabalho, expulsaram as bact é rias e evitaram, mais uma vez, que os dentes fossem atacados. Fim. Você com certeza j á viu esse filme. É a famosa guerra entre a higiene bucal e as bact é rias que causam a c á rie. S ó que na vida real esse batalhão de limpeza _ escova de dente, pasta, fita dental _ não é nada sem sua ajuda. Você é quem tem de liderar o combate à s c á ries, garantindo a limpeza e a conserva ç ão dos dentes. Por isso depois das refei ç ões (ou de comer doces) e antes de dormir , não esque ç a de colocar em acção o batalhão da limpeza bucal: a escova de dente, pasta, fio ou fita dental. Mas o batalhão precisa de sua ajuda! Você deve conhecer muito bem cada um dos seus integrantes, e aprender a escovar os dentes direitinho! Pronto? <ul><li>Patrícia S. Lopes </li></ul>
  3. 3. Escova de dente: ajuda a retirar os restos de comida que ficam presos nos dentes. Para ficar divertido, você pode escolher um daqueles modelos bem incrementados, coloridos, à s vezes at é com personagens de desenho. Mas fique ligado, porque não adianta ser apenas bonita. A escova tem que ser tamb é m eficiente, com tamanho adequado para sua boca e cerdas macias para limpar sem machucar. Seu dentista pode orientar você a escolher a melhor escova. Ali á s é bom lembrar que a eficiência passa longe das escovas velhas, aquelas que j á estão completamente &quot;descabeladas&quot;. Quando as cerdas come ç am a perder a forma original, é o aviso que a escova precisa ser substitu í da rapidinho... Pasta de dente: garante a limpeza da boca ao retirar a placa bacteriana , al é m de conter fl ú or, uma substância que torna os dentes mais resistentes ao ataque dos á cidos e tamb é m ajuda a &quot;consertar&quot; o esmalte no ataque inicial da c á rie. Mas nada de exagero! Não precisa esvaziar um tubo de pasta cada vez que vai escovar os dentes... Basta uma pequena quantidade (uma bolinha do tamanho de uma ervilha). E no final da escova ç ão cuspa tudo fora, não engula nada. Pasta de dente é para limpar, não para alimentar. <ul><li>Patrícia S. Lopes </li></ul>
  4. 4. Fio ou fita dental: deve ser usada pelo menos uma vez por dia. Magrinha e fininha daquele jeito, a fita dental consegue chegar onde a escova não alcan ç a, completando o servi ç o. <ul><li>ESCOVA PRA C Á , ESCOVA PRA L Á Ex é rcito a postos? Vamos ao ataque: </li></ul><ul><li>É preciso percorrer todo o territ ó rio com a escova. Você não quer deixar nenhuma á rea desprotegida, não é ? </li></ul><ul><li>Escove os dentes tanto na parte de fora quanto na parte de dentro, tanto os da frente quanto aqueles que estão l ááááááááá atr á s. </li></ul><ul><li>Nos dentes de cima, passe a escova de cima para baixo. Nos dentes de baixo, fa ç a o movimento contr á rio, de baixo para cima. É como se estivesse &quot;penteando&quot; os dentes, girando levemente a escova, sempre tomando a gengiva como ponto de partida e indo at é o topo do dente. </li></ul><ul><li>E j á que seu ex é rcito est á na á rea, aproveite para escovar tamb é m a l í ngua. Ela tamb é m merece uma faxina. </li></ul><ul><li>Completando a opera ç ão de guerra, entra em campo a fita dental, tirando de campo os restos de comida que se escondem entre os dentes. </li></ul><ul><li>Patrícia S. Lopes </li></ul>
  5. 5. Como guerra é guerra, nada melhor do que conhecer o inimigo. Vamos lá: A c á rie acontece quando uma certa bact é ria, muito chata por sinal, transforma os restos de alimentos que ingerimos, principalmente o a çú car, em á cidos prejudiciais aos dentes. Essa bact é ria fica grudadinha com muitas outras sobre os dentes e ao redor das gengivas, formando uma pel í cula chamada placa bacteriana . Insistente e teimosa, essa placa se forma todos os dias. Os á cidos liberados pelas bact é rias da placa atacam o esmalte dental (a parte branca), at é causar um &quot;buraco&quot;, a famosa c á rie, em um processo chamado desmineraliza ç ão . Se não for tratada logo, a c á rie come ç a a aumentar e a corroer o interior do dente, provocando dor. E não d á pra descuidar, porque as c á ries atacam sem avisar. Sabia que a dieta tem tudo a ver com a c á rie? É bom comer alimentos ricos em fibras , como cenoura, aveia, ma ç ã, pepino e verduras em geral. Eles são verdadeiros desinfetantes, pois diminuem a acidez da boca, que tamb é m contribui para a c á rie. E agora a parte mais dif í cil: evitar comer muito chocolate, balas, doces e refrigerantes_ ou seja, tudo que é rico em a çú car . Assim como a gente, os tais á cidos tamb é m adoram um docinho. <ul><li>Patrícia S. Lopes </li></ul>
  6. 6. Os dentes não querem saber de moleza: eles tamb é m precisam de exerc í cios. É verdade! Mas não precisa lev á -los para a academia. A melhor gin á stica para os dentes _ e tamb é m para as arcadas dent á rias, onde eles estão confortavelmente instalados _ é mastigar alimentos duros , como ma ç ã e cenoura crua. Se at é os dentes gostam de gin á stica, por que você vai ficar nessa pregui ç a toda, enrolando na hora de escovar os dentes? Limpeza é bom e todo mundo gosta! Depois de um mergulho em Banho de Espuma, uma visita a Boca Livre, um pulinho em Brilho na Cozinha e uma passadinha em Roupa Limpa, você vai ficar brilhando! <ul><li>Patrícia S. Lopes </li></ul>
  7. 7. <ul><li>O que é uma boa Higiene Oral? </li></ul><ul><li>Uma boa Higiene Oral resulta numa boca que cheire bem e pareça saudável. Isto quer dizer que: </li></ul><ul><ul><li>Os seus dentes estão limpos e sem restos alimentares </li></ul></ul><ul><ul><li>As suas gengivas têm uma cor rosa pálido e não doem nem sangram quando usa o fio dentário </li></ul></ul><ul><ul><li>O mau-hálito não é um problema constante </li></ul></ul><ul><li>Se as suas gengivas doem ou sangram ao escovar os dentes ou ao usar o fio dentário, ou se você apresenta um mau-hálito constante, visite o seu dentista. Qualquer uma destas situações pode ser um problema. </li></ul><ul><li>O seu dentista/higienista pode ajudá-lo a aprender técnicas correctas de Higiene Oral e a mostrar- -lhe como certas áreas na sua boca podem precisar de uma atenção extra durante a escovagem e/ou uso do fio dentário. </li></ul><ul><li>Patrícia S. Lopes </li></ul>
  8. 8. <ul><li>Como é feita uma Boa Higiene Oral? </li></ul><ul><li>Manter uma boa Higiene Oral é uma das atitudes mais importantes que você pode fazer pelos seus dentes e pelas suas gengivas. Uns dentes saudáveis não só lhe permitem que pareça e se sinta bem como, também, tornam possível que coma e fale adequadamente. Uma boa saúde oral é importante para um bem-estar total. </li></ul><ul><li>Um cuidado diário preventivo, que inclui uma escovagem e uso do fio dentário correctos, ajudá- -lo-ão a travar os problemas que surjam antes que evoluam e é muito menos doloroso, dispendioso e incomodativo que os tratamentos dentários mais evoluídos </li></ul><ul><li>No período entre visitas regulares ao dentista, existem passos simples que cada um de nós pode tomar para reduzir, drasticamente, o risco de se desenvolver a cárie dentária, as doenças das gengivas e outros problemas dentários. Estes passos incluem: </li></ul><ul><ul><li>Escovar os dentes duas vezes ao dia e usar o fio dentário diariamente </li></ul></ul><ul><ul><li>Fazer uma dieta equilibrada e evitar os lanches entre refeições </li></ul></ul><ul><ul><li>Usar produtos dentários que contenham flúor, incluindo a pasta dentífrica </li></ul></ul><ul><ul><li>Bochechar com um elixir fluoretado se o seu dentista o aconselhar </li></ul></ul><ul><ul><li>Certificar-se que os seus filhos com menos de 12 anos tomam um suplemento de flúor. </li></ul></ul><ul><li>Patrícia S. Lopes </li></ul>
  9. 9. Técnica de Escovagem Correcta <ul><li>Patrícia S. Lopes </li></ul>Incline a escova a um ângulo de 45º de encontro à gengiva a faça movimentos horizontais, tipo vai-vem ou circulares, com a escova a partir da linha gengival. Escove suavemente as superfícies exteriores, interiores e de mastigação dos dentes fazendo movimentos curtos tipo vai-vem. Escove a sua língua suavemente de modo a remover as bactérias e a refrescar o seu hálito.
  10. 10. Técnica Correcta para uso do Fio Dentário <ul><li>Patrícia S. Lopes </li></ul>Use, aproximadamente, 45 cm de fio dentário, deixando 3 ou 4 cm de fio para poder trabalhar Envolva, suavemente, o fio na curva dos seus dentes Certifique-se de que limpou abaixo da linha da gengiva mas evite lacerar as gengivas com o fio.
  11. 11. <ul><li>Qual é a maneira mais correcta de escovar? </li></ul><ul><li>Uma escovagem correcta demora cerca de 2 minutos - isso mesmo, 120 segundos. A maioria dos adultos não chega a esse tempo. Para ter a noção do tempo, use um relógio. Para escovar correctamente os seus dentes, utilize movimentos curtos e leves, mostrando particular atenção à linha gengival, aos dentes posteriores de difícil acesso e às áreas junto às restaurações e coroas. </li></ul><ul><li>Concentre-se numa escovagem cuidadosa seguindo um esquema que mostramos em seguida: </li></ul><ul><ul><li>Escove as superfícies exteriores dos dentes superiores e, depois, dos inferiores </li></ul></ul><ul><ul><li>Escove as superfícies interiores dos dentes superiores e, depois, dos inferiores </li></ul></ul><ul><ul><li>Escove as superfícies de mastigação </li></ul></ul><ul><ul><li>Para refrescar o seu hálito, certifique-se que também escova a língua </li></ul></ul><ul><li>Patrícia S. Lopes </li></ul>Incline a escova a um ângulo de 45º de encontro à gengiva a faça movimentos horizontais, tipo vai-vem ou circulares, com a escova a partir da linha gengival. Escove suavemente as superfícies exteriores, interiores e de mastigação dos dentes fazendo movimentos curtos tipo vai-vem. Escove a sua língua suavemente de modo a remover as bactérias e a refrescar o seu hálito.
  12. 12. Que tipo de escova devo usar? A maioria dos profissionais dentários concorda que uma escova macia é a melhor para remover a placa bacteriana e os restos alimentares dos seus dentes. As escovas de cabeças pequenas também, são as preferidas pois podem chegar mais facilmente a todas as áreas da boca, incluindo os dentes posteriores, de difícil acesso. Para muitos, uma escova eléctrica ou a pilhas são uma boa alternativa. Estas podem fazer um trabalho melhor na escovagem dos dentes, particularmente para pessoas que têm dificuldades em escovar ou com menos destreza manual. Qual é a importância da pasta dentífrica que eu uso? É importante que use uma pasta dentífrica que seja correcta para si. Actualmente, existe uma grande variedade de pastas dentífricas adequadas a variadas condições, incluindo, cáries dentárias, gengivites, tártaro, dentes manchados e sensibilidade. Pergunte ao seu dentista/higienista qual a pasta dentífrica mais adequada para si. C om que regularidade devo substituir a minha escova de dentes? Deve substituir a sua escova de dentes quando ela começar a parecer que está velha ou em cada 3 meses, tendo em conta aquilo que ocorrer primeiro. É também importante substituir as escovas de dentes depois de ter estado constipado porque os pêlos retêm germes que podem conduzir a uma nova infecção. <ul><li>Patrícia S. Lopes </li></ul>
  13. 13. <ul><li>Qual é a maneira correcta de usar o fio dentário? </li></ul><ul><li>Um uso correcto do fio dentário permite remover a placa bacteriana e os restos alimentares onde a escova não consegue chegar facilmente - por baixo da linha gengival e entre os dentes. Porque a acumulação de placa bacteriana pode conduzir à destruição dentária e às doenças gengivais, o uso diário de fio dentário é recomendável. Para atingir os máximos benefícios do uso de fio dentário, utilize a seguinte técnica: </li></ul><ul><ul><li>Comece com cerca de 45 cm de fio dentário e enrole a maior parte do fio nos dois dedos médios, deixando cerca de 4 cm de fio para trabalhar. </li></ul></ul><ul><ul><li>Segure o fio esticado entre os polegares e os dedos indicadores e faça-o deslizar suavemente para cima e para baixo entre os seus dentes. </li></ul></ul><ul><ul><li>Com suavidade, faça uma volta do fio na base do dente, certificando-se que vai abaixo da linha gengival. Nunca faça um movimento repentino nem force o fio porque pode cortar ou magoar o tecido gengival que é muito delicado. </li></ul></ul><ul><ul><li>Utilize secções limpas de fio dentário quando passa de um dente para outro. </li></ul></ul><ul><ul><li>Para remover o fio, utilize os mesmos movimentos para a frente e para trás, à medida que vai afastando o fio do dente. </li></ul></ul><ul><li>Patrícia S. Lopes </li></ul>
  14. 14. <ul><li>Que tipo de fio dentário devo usar? </li></ul><ul><li>Existem dois tipos de fio dentário que podemos escolher: </li></ul><ul><ul><li>Fio de Nylon (ou multifilamentar) </li></ul></ul><ul><ul><li>Fio de PTFE (monofilamentar) </li></ul></ul><ul><li>O fio de nylon está disponível com cera ou sem cera e em vários sabores. Porque este tipo de fio é composto por várias fiadas de nylon, por vezes, pode partir, especialmente entre os dentes com pontos de contacto muito estreitos. Apesar de serem mais caros, os fios monofilamentados (PTFE) deslizam facilmente entre os dentes, até mesmo, entre pontos de contacto muito estreitos e são bastante resistentes. Quando usados correctamente, ambos os tipos de fio são excelentes para remover a placa bacteriana e restos alimentares. </li></ul><ul><li>Patrícia S. Lopes </li></ul>Utilize cerca de 45 cm de fio dentário, deixando 3 ou 4 cm de fio para trabalhar. Envolva, suavemente, o fio na curva dos seus dentes. Certifique-se de que limpou abaixo da linha da gengiva mas evite lacerar as gengivas com o fio.
  15. 15. <ul><li>PARA LEMBRAR </li></ul><ul><li>O importante é previnir  </li></ul><ul><li>Escovação: </li></ul><ul><li>Escovar os dentes com cremes dentais com flúor é uma excelente medida de prevenção contra as cáries. </li></ul><ul><li>A escovação mantém os dentes e gengivas saudáveis e limpos, mantendo os sorrisos de seus alunos sempre brilhantes e o hálito fresco. A escovação com cremes dentais com flúor faz com que os dentes fiquem mais resistentes. </li></ul><ul><li>A escovação é importante para fazer com que você tenha boa aparência e se sinta bem também! </li></ul><ul><li>Aconselhe as crianças a escovar com frequência, utilizando creme dental com flúor, três vezes ao dia - principalmente após as refeições e antes de dormir. </li></ul><ul><li>Patrícia S. Lopes </li></ul>
  16. 16. <ul><li>Dicas de Escovação para </li></ul><ul><li>  </li></ul><ul><li>SIM... </li></ul><ul><li>Escolha uma escova dental com cerdas macias. </li></ul><ul><li>Tente usar uma escova dental apropriada para sua idade, para que ela possa alcançar todos os dentes com facilidade. </li></ul><ul><li>Use creme dental com flúor em quantidade aproximada ao tamanho de uma ervilha. </li></ul><ul><li>Escove toda a superfície dos dentes e a língua, com movimentos circulares. </li></ul><ul><li>Sempre enxague sua escova dental após utilizá-la e lembre-se de guardá-la em local onde as cerdas possam secar sem que sejam pressionadas ou comprimidas. </li></ul><ul><li>Substitua sua escova dental quando ela estiver gasta, com as cerdas deformadas. Uma escova gasta não alcança a superfície dos dentes adequadamente, perdendo a eficiência da limpeza. Os dentistas recomendam a troca da escova a cada 3 meses. </li></ul><ul><li>Use o fio dental pelo uma vez ao dia para remover a placa que a escova não conseguiu alcançar. </li></ul><ul><ul><li>NÃO... </li></ul></ul><ul><li>Compartilhe sua escova de dentes. </li></ul><ul><li>Utilize sua escova dental para outro fim que não seja a escovação de seus dentes. </li></ul><ul><li>Se esqueça de escovar os dentes, principalmente antes de dormir. À noite, a produção de saliva (um dos neutralizadores da placa) é reduzida, portanto os dentes estão mais susceptíveis a problemas. </li></ul><ul><li>Patrícia S. Lopes </li></ul>
  17. 17. <ul><li>Patrícia S. Lopes </li></ul>
  18. 18. <ul><li>Patrícia S. Lopes </li></ul>
  19. 19. <ul><li>O Check-Up Dental </li></ul><ul><li>Cuidar dos dentes de alguém deve ser uma parceria — e é aí que o Time de Saúde Bucal actua. </li></ul><ul><li>As crianças podem ter a responsabilidade de cuidar de seus dentes entre as visitas ao dentista, escovando os dentes com frequência (com cremes dentais com flúor) e utilizando o fio dental. </li></ul><ul><li>O dentista verifica regularmente se os dentes e gengivas estão saudáveis, dá diagnósticos sobre problemas dentais e disponibiliza tratamentos para esses problemas. </li></ul><ul><li>Algumas coisas que o Time de Saúde Bucal pode fazer para ajudar a manter os dentes das crianças saudáveis são: </li></ul><ul><ul><li>— Avaliar práticas de higiene bucal — Limpar e polir dentes para remover manchas e tártaro — Aplicar tratamente de Flúor em Gel — Raios-X dos dentes e queixo para verificar problemas não aparentes — Aplicar selantes dentais — Ensinar métodos correctos de cuidado com os dentes e gengivas </li></ul></ul><ul><li>Patrícia S. Lopes </li></ul>
  20. 20. Guloseimas e Cáries  Se o flúor é nossa maior protecção contra as cáries, então comer guloseimas frequentemente pode ser nosso maior inimigo. Todos os dias, você e sua família enfrentam os desafios das guloseimas. A verdade é que o que você come não é tão importante quanto a frequência e os momentos em que você come essas guloseimas. Tudo está relacionado com a &quot;reacção da placa&quot; - e é assim que funciona: Reacção da Placa Todos nós temos bactérias causadoras da placa em nossas bocas. Mas quando essas bactérias se encontram com açúcares e amido encontrados em biscoitos, doces, frutas secas, refrigerantes e até mesmo salgadinhos, a placa reage produzindo ácido e o &quot;ataque da placa&quot; ocorre. O fato é que a maioria das guloseimas que você come contém açúcar ou amido que proporcionam à placa a oportunidade de produzir ácido. Cada &quot;ataque da placa&quot; pode durar até 20 minutos depois que você terminou de comer. Durante esse período, o ácido da placa ataca o esmalte dos dentes e o enfraquece. É aí que as cáries podem ocorrer! Lutando contra a Placa! A boa notícia é que você pode ajudar seus alunos a evitar a placa! Escovando três vezes ao dia utilizando creme dental com flúor e reduzindo o número de guloseimas que comem durante o dia, eles podem prevenir as cáries e a deterioração dos dentes. Quando for comer guloseimas, é melhor escolher algo nutritivo e comer com moderação. Também é melhor comer o petisco inteiro de uma vez, pois comer cinco porções de uma vez expõe seus dentes a possíveis cáries por aproximadamente 20 minutos. Mordiscar esses mesmos cinco pedaços em cinco vezes diferentes expõe seus dentes a possíveis cáries por aproximadamente 100 minutos. Que diferença! <ul><li>Patrícia S. Lopes </li></ul>
  21. 21. <ul><li>Bibliografia: </li></ul><ul><ul><li>http://www.canalkids.com.br/higiene/bocalivre/index.htm </li></ul></ul><ul><ul><li>http://www.colgate.com.br/app/BrightSmilesBrightFutures/BR/HomePage.cvsp </li></ul></ul><ul><li>Patrícia S. Lopes </li></ul>

×