competitividade & transformação digital
sstnet.com.br
Proposta de Valor
Capacitar empresas a competir
no mundo digital
competitividade
Competitividade é a capacidade de uma empresa de
oferecer produtos e serviços, que atendam os padrões de
q...
fazer escolhas
O primeiro passo em estratégia é
sobre escolhas: Você não pode ser
tudo para todas as pessoas.
Michael Port...
hard and systematic work
O pensamento estratégico
raramente ocorre
espontaneamente.
Michael Porter
be different
Estratégia é fazer escolhas, fazer
trocas; é deliberadamente
escolher ser diferente.
Michael Porter
Estímulos Financeiros
(Financiamento, subsídios, …)
competitividade
Competitividade Microeconômica
qualidade do
ambiente d...
competitividade
Last improvements in manufacturing Ferdows & De Meyers (1990) | The Sand Cone Model
qualidade
repetitivida...
..
competitividade
qualidadeflexibilidade
tempo: rapidez
custo
tempo: confiabilidade
diagnóstico e planejamento da competi...
competitividade
Nível de
Rivalidade
Ameaças de
Novos
Entrantes
Poder de
Barganha
dos
Compradores
Ameaças de
Bens
Substitut...
O que os especialistas dizem
"A estratégia é uma força poderosa na determinação dos
resultados competitivos."
Michael Port...
transformação digital
transformação digital é a transformação profunda e
acelerada de uma organização, através do uso de
t...
sistemas, processos & pessoas
Nunca foi tão difícil escolher!
O momento atual
O momento futuro
Transformação Digital
O mundo mudou. O jogo é este.
qualidade
confiança
velocidade
eficiência em custos
Análise
Competitiv...
O que os especialistas estão dizendo
"O único movimento errado quando se trata de
Transformação Digital é não fazer qualqu...
os 3 elementos da transformação digital
Conceitos
& Visão
Geral
Arquitetura
&
Processos
Plano de
Entregas
&
Execução
Direc...
foco e papéis-chave da transformação digital
Foco
Esclarecer!
Inspirar!
Conceituar!
Estrategizar!
Entregar!
Operar!
Líder
...
conhecimento
amplo & atualizado
de gestão de empresas,
arranjos produtivos locais
e tecnologias digitais
Especialistas
Exe...
etapas de implementação
Levantar a competitividade da organização
Definir ou rever estratégia da organização a partir da c...
Quem somos?
Professor da FGV EAESP desde 1992.
Como executivo, tem uma vivência de 22
anos em Gestão de Desenvolvimento e
...
Quem somos?
Pedro Siena Neto
Graduado em Engenharia pela EFEI (1986),
e MBA pela FGV (2004), trabalhou na IBM
Brasil e IBM...
+55 19 3249-0555
sstnet.com.br
:: Pedro Siena Neto ::
Transformação Digital
+55 19 98177-2760
pedro.siena@sstnet.com.br
::...
2016 SST Competitividade & Transformação Digital
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

2016 SST Competitividade & Transformação Digital

222 visualizações

Publicada em

Apoiar empresas na melhoria de sua competitividade através do uso contínuo de tecnologias digitais

Publicada em: Negócios
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
222
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
6
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide
  • 1
  • Nossos valores.
  • 27
  • 2016 SST Competitividade & Transformação Digital

    1. 1. competitividade & transformação digital sstnet.com.br
    2. 2. Proposta de Valor Capacitar empresas a competir no mundo digital
    3. 3. competitividade Competitividade é a capacidade de uma empresa de oferecer produtos e serviços, que atendam os padrões de qualidade dos mercados locais e mundiais a preços competitivos e que proporcionem retornos adequados sobre os recursos empregados ou consumidos na produção deles.
    4. 4. fazer escolhas O primeiro passo em estratégia é sobre escolhas: Você não pode ser tudo para todas as pessoas. Michael Porter
    5. 5. hard and systematic work O pensamento estratégico raramente ocorre espontaneamente. Michael Porter
    6. 6. be different Estratégia é fazer escolhas, fazer trocas; é deliberadamente escolher ser diferente. Michael Porter
    7. 7. Estímulos Financeiros (Financiamento, subsídios, …) competitividade Competitividade Microeconômica qualidade do ambiente de negócios nacional estado de desenvolvimento dos arranjos produtivos locais estratégia da empresa e sofisticação das operações Competitividade Macroeconômica políticas macroeconômicas desenvolvimento social e instituições políticas Copyright 2012 © Professor Michael E. Porter
    8. 8. competitividade Last improvements in manufacturing Ferdows & De Meyers (1990) | The Sand Cone Model qualidade repetitividade velocidade eficiência em custos
    9. 9. .. competitividade qualidadeflexibilidade tempo: rapidez custo tempo: confiabilidade diagnóstico e planejamento da competitividade .
    10. 10. competitividade Nível de Rivalidade Ameaças de Novos Entrantes Poder de Barganha dos Compradores Ameaças de Bens Substitutos Poder de Barganha de Fornecedores Copyright 2012 © Professor Michael E. Porter
    11. 11. O que os especialistas dizem "A estratégia é uma força poderosa na determinação dos resultados competitivos." Michael Porter “Mais do mesmo só vai produzir mais do mesmo : menos competitividade , menos crescimento e menos empregos.” David Cameron “A essência da competitividade é liberada quando as pessoas acreditam que o que pensamos e fazemos é importante - e, em seguida, saem de suas zonas de conforto, enquanto se arriscam.” Jack Welch
    12. 12. transformação digital transformação digital é a transformação profunda e acelerada de uma organização, através do uso de tecnologias digitais implementadas de forma estratégica, que tragam impactos positivos e sustentáveis em seus resultados.
    13. 13. sistemas, processos & pessoas
    14. 14. Nunca foi tão difícil escolher!
    15. 15. O momento atual
    16. 16. O momento futuro
    17. 17. Transformação Digital O mundo mudou. O jogo é este. qualidade confiança velocidade eficiência em custos Análise Competitiva Tecnologias Digitais Negócios Digitais Negócios Algorítmicos
    18. 18. O que os especialistas estão dizendo "O único movimento errado quando se trata de Transformação Digital é não fazer qualquer movimento " Didier Bonnet, Senior VP Caggemini “Na Transformação Digital o consumidor, e não a tecnologia, está no assento do motorista, e isso muda tudo.” Forbes "Não há espaço para complacência na rápida evolução do mundo digital. "Neelie Kroes, EU Commissioner for Digital Agenda
    19. 19. os 3 elementos da transformação digital Conceitos & Visão Geral Arquitetura & Processos Plano de Entregas & Execução Direcionar Projetar Entregar Por quê? O que? Como?
    20. 20. foco e papéis-chave da transformação digital Foco Esclarecer! Inspirar! Conceituar! Estrategizar! Entregar! Operar! Líder Digital (*) Arquiteto Digital Gestor Digital Direcionar Projetar Entregar Por quê? O que? Como? (*) Alguém com visão e perfil de inspirar outros para novos desafios/projetos.
    21. 21. conhecimento amplo & atualizado de gestão de empresas, arranjos produtivos locais e tecnologias digitais Especialistas Executivos Evangelistas Gerentes de Projeto Arquitetos Analistas Desenvolvedores Infraestrutura Hardware Software Telecom Parcerias Tecnológicas Acadêmicas Mercado competitividade uso de tecnologias digitais inovação sistemática c&td legend avaliação de resultados baseado em indicadores de negócios
    22. 22. etapas de implementação Levantar a competitividade da organização Definir ou rever estratégia da organização a partir da c&td Criar “roadmap” de competitividade da organização e/ou cluster Criar “roadmap” de transformação digital Traduzir o “roadmap”de transformação digital em projetos Implementar a pasta de projetos de transformação digital Avaliar resultados sistematicamente Traduzir o “roadmap” de competitividade em projetos Implementar a pasta de projetos de competitividade Avaliar resultados sistematicamente Conceituar competitividade & transformação digital Apresentar casos de c&td relevantes à organização Identificar forças internas para liderar a transformação Direcionar Projetar Entregar
    23. 23. Quem somos? Professor da FGV EAESP desde 1992. Como executivo, tem uma vivência de 22 anos em Gestão de Desenvolvimento e Implantação de Produtos, Processos, Qualidade, TI e Automação Industrial, nas empresas FMC e Villares. Como professor e consultor, atuou em diversos projetos e publicou artigos de alcance internacional. É coordenador do Forum de Inovação da FGV, membro do EUROMA, e participante ativo da rede de ensino e pesquisa do Institute of Strategy and Competitivenes, da Harvard Business School. Luiz Carlos Di Serio
    24. 24. Quem somos? Pedro Siena Neto Graduado em Engenharia pela EFEI (1986), e MBA pela FGV (2004), trabalhou na IBM Brasil e IBM US entre 1986 e 1996. Em 1996 criou a SST, onde atua hoje como Chief Executive Officer. Em 2010 passa a colocar seus esforços em inovação disruptiva criando duas outras empresas; a Siena Idea sediada em São Carlos, SP e a sbridg em Neuchâtel, Suiça. Estas duas empresas tem como compromisso fundamental transformar o conhecimento novo, presente nas academias e institutos de pesquisa destas cidades, em resultados relevantes para o mercado global.
    25. 25. +55 19 3249-0555 sstnet.com.br :: Pedro Siena Neto :: Transformação Digital +55 19 98177-2760 pedro.siena@sstnet.com.br :: Luiz Carlos Di Serio :: Competitividade Corporativa +55 11 98272-9957 luiz.diserio@sstnet.com.br

    ×