Psicoterapia

571 visualizações

Publicada em

Uma psicoterapia é uma experiência emocional vivida. Como tal, ela não pode na verdade, ser traduzida, transcrita, explicada, compreendida ou contada em palavras.

  • Seja o primeiro a comentar

Psicoterapia

  1. 1. PsicoterapiaUma psicoterapia é uma experiência emocional vivida. Como tal, ela não podena verdade, ser traduzida, transcrita, explicada, compreendida ou contada empalavras. Ela é o que é. Qualquer esforço para a descrever ficará sempre aquémda experiência. Compreendo que as pessoas procurem saber algo de concreto,algo que as ajude a criar uma ideia sobre a dita Psicoterapia e com a ajudadesses textos, efectivamente a construam. Podem ler-se vários livros sobre cãesmas se o leitor não tiver experienciado um cão vivo, não vai saber o que é umcão. http://www.clinico-psicologo.com/
  2. 2. Tenho para mim que uma psicoterapia que promova amudança/crescimento psicológico, ou seja, a expansão da capacidade deexperimentar todo o espectro de sentimentos que podem ir da alegria àtristeza mais profunda e até ao colapso psicológico, necessita assentar emvalores. Não se trata, neste caso, de valores morais ou éticos, mas valorespsicoterapêuticos – respeito, verdade, responsabilidade – dos quais nãose deve abrir mão. http://www.clinico-psicologo.com/
  3. 3. Recentemente em que fui procurado por uma pessoa interessada em iniciar umapsicoterapia.“ …contínuo a pensar que não me pode ajudar, e o Dr. deve estar a perguntar, se euacho que não me pode ajudar porque estou aqui? Nos últimos anos tenhocoleccionado garantias e promessas de resolução dos meus problemas. Quandolhe perguntei, na primeira consulta, se me podia ajudar você respondeu que nãosabia, que não podia responder com a certeza de que me podia ajudar. Para quemestá farto de mentiras a sua sinceridade, ainda que não tenha sido música para osmeus ouvidos foi importante para mim.” http://www.clinico-psicologo.com/
  4. 4. Terapeuta e paciente devem estar empenhados no esforço de encarar averdade, de serem honestos consigo mesmos em face da experiência emocionalperturbadora. Este esforço está no âmago do processo terapêutico e dá-lheuma direcção. Não se trata de uma busca da verdade mas do que é verdadeiroem relação ao que está acontecer no processo terapêutico, criando assim, umcontexto humano no qual o paciente possa ser capaz de viver a sua experiênciaemocional passada e presente. Ao ajudar o paciente a enfrentar a verdade dasua experiência emocional o terapeuta deve respeitar as formas que esteencontrou para manter a sua sanidade. A velocidade e o ritmo dos esforçospara encarar a verdade da sua experiência emocional devem ser determinadospelo próprio paciente. http://www.clinico-psicologo.com/
  5. 5. O respeito que o terapeuta deve ter para com o paciente e pelo sofrimentoque ele e aqueles que lhe são próximos vivem, não só honra a dignidadehumana como tem um significado terapêutico. Se as nossas intervenções nãoforem humanas eles não têm significado terapêutico e nessa medida nãopromovem a elaboração psicológica. A responsabilidade do terapeuta não épara com a psicoterapia/as teorias, mas para ajudar o paciente a realizar otrabalho psicológico que ele precisa a fim de poder viver de maneira diferente. http://www.clinico-psicologo.com/
  6. 6. Aspectos gerais sobre Psicoterapia:A Psicoterapia é um método de tratamento, que se traduz na aplicação dosconhecimentos da Psicologia e da Psicopatologia. Trata-se de um instrumentovalioso para lidar com as várias formas que o sofrimento humano pode assumir.O tratamento psicoterapêutico ocupa actualmente um lugar importante na áreada saúde ao propiciar uma visão integrada do homem, considerando asdimensões, orgânica, psíquica e social. http://www.clinico-psicologo.com/
  7. 7. Mais de um século de pesquisas e desenvolvimento permitem que asPsicoterapias alcancem actualmente resultados significativos e efectivos emrelação a outras opções terapêuticas (Shedler, 2010).No geral, os prazos de tratamento dependem dos objectivos e da gravidade doproblema. Há terapias focadas em objectivos específicos que conseguem atingirresultados significativos em períodos inferiores a um ano. http://www.clinico-psicologo.com/
  8. 8. Há casos que obrigam a um trabalho psicoterapêutico mais demorado,dependendo problemática Estas psicoterapias podem necessitar de anos detrabalho contínuo, compensados por mudanças significativas.Apesar de poder ser considerado, à primeira vista, um tratamento oneroso emtermos de tempo e dinheiro, a psicoterapia tem-se mostrado, efectivamente,uma forma económica de tratamento. Pesquisas recentes mostram, porexemplo, que a psicoterapia diminui os índices de consumo de medicamentos ede internamentos hospitalares (Gabbard et al., 1997). É também consideradauma opção economicamente compensadora, por prevenir e eliminar problemaspsicológicos que, quando não resolvidos adequadamente, levam a enormesprejuízos para as pessoas (Gabbard, 2001). http://www.clinico-psicologo.com/
  9. 9. Sobre MimPedro MartinsPsicólogo Clínico/ PsicoterapeutaMembro efectivo da ordem dos psicólogosMembro associado da APPSINotas curriculares e profissionais:- Licenciado em Psicologia – Clínica – pela Faculdade de Psicologia e deCiências da Educação da Universidade de Lisboa em 1998.- Mestre em Psicologia – Clínica – pela Faculdade de Psicologia e de Ciências daEducação da Universidade de Lisboa.- Hospital Santa Maria: Serviço de Psiquiatria; NDCA- Centro Terapêutico Médico e Psicológico- Clínica Santa Catarina Siena – Tratamento Doenças Comportamento Alimentar- Clínica Privada http://www.clinico-psicologo.com/

×