SlideShare uma empresa Scribd logo

Boletim cbg n°_29_20_jul_2014

Boletim CBG

1 de 2
Baixar para ler offline
Reunião de oração às 18h
Benício Campos, missionário adotado por nós no Projeto
Adote um Pastor do Ministério Fiel recebeu as seguintes
obras:
 A Cruz, D. A. Carson
 Deus é soberano, A. W. Pink
 Triunfo da fé, Heber Carlos de Campos
 Os livros da série de R. C. Sproul
 O tipo de pregação que Deus abençoa, S. Lason
 A igreja e o criacionismo, Adauto J. Lourenço
 A verdade da cruz, R. C. Sproul
A Cruz de Cristo, John Stott, Vida. Qual é o
centro da fé cristã? Por que Jesus precisou
morrer? Nesta obra Stott responde a tais
questionamentos. É uma obra que nos ajuda a
compreender os mais importantes temas
ligados à doutrina da salvação.
A verdade da cruz, R. C. Sproul, Fiel. Neste
pequeno livro há grande conteúdo doutrinário!
Em dez breves capítulos Dr Sproul trata de
diversos temas doutrinários que tratam da
obra de Cristo na cruz do Calvário. Há ainda
um capítulo de perguntas e respostas, onde
Sprou se propõe a responder os mais diversos
questionamentos acerca da doutrina da
expiação.
Ordem de Culto
http://comunidadebatistadagraca.blogspot.com.br/
Como Evangelizar seus colegas de trabalho?
Ashok Nachnani
Conforme cresce a oposição cultural ao cristianismo, qual é
o efeito disso no evangelismo que você faz no trabalho?
Você está mais fiel ou mais temeroso?
Você dificilmente poderia ser culpado por estar mais
temeroso. O rápido avanço do liberalismo social e das
políticas de recursos humanos promovendo “tolerância” no
local de trabalho apenas exacerbam os dois medos que
comumente citamos para o não compartilhamento do
evangelho com nossos colegas de trabalho: medo de má
reputação e medo de repercussões na carreira, como perda
de emprego ou estagnação da carreira.
O evangelismo sempre foi difícil. Se existe qualquer coisa
nova a respeito dos nossos desafios de hoje é quão
fortalecida a oposição parece estar. Não cristãos
costumavam dizer “cada um na sua”. Agora eles estão mais
propensos a nos acusar de estupidez (“Sério, você não
acredita na evolução?”) ou de fanatismo intolerante (“Como
você ousa dizer que homossexualismo é um pecado?”).
Empregadores cada vez mais pesquisam nas mídias sociais
Ano II – n° 29 20 de Julho de 2014
Ano II – n° 27 6 de Julho de 2014
 Espere uma igreja firmemente bíblica
 Espere uma igreja ardorosamente acolhedora
 Espere uma igreja liberalmente generosa
 Espere uma igreja fielmente missionária
 Isso será alcançado quando você contribuir efetiva e
afetivamente, orando, servindo, honrando e sustentando
a sua igreja.
Comunidade Batista da Graça
Rua Tókio, 842, Cidade Edson, Suzano/SP
O que podemos esperar da CBG?
 Revelação: Marcos 1.14,15
 Invocação: Pr Silas Roberto
 Adoração: “Louvai ao Senhor”, Sl 117
 Dedicação: Marcos 12.13-17
 Contrição: 1 João 1.9
 Proclamação: Pr. Silas Roberto
 Bênção:
Ministério:
 Pastor: Silas Roberto Nogueira (9-9229-2224)
 Presbíteros: Jairo Pires, Alan Junior
 Diáconos: Joredson e Ana Souza
Serviços:
 Domingo: EBD às 17h00 - Culto às 18h30
 Quinta- feira: Oração e estudo às 20h
sobre a vida dos candidatos ou empregados antes de
tomarem decisões de contratação ou promoção. Há quanto
tempo empresas que temem assédio moral e discriminação
no ambiente de trabalho trocam o cristão mais visível por
alguém menos notável?
Apesar de tudo isso, eu sou muito grato pelos irmãos que
temeram mais a Deus do que ao homem e compartilharam
o evangelho comigo. Minha própria fé é fruto do
evangelismo no local de trabalho.
Perdido e achado no local de trabalho
Doze anos trás, eu era um pesquisador em uma firma de
consultoria de médio porte em Washington, DC. Eu era um
hindu autoconfiante, autossuficiente e profissionalmente
próspero. Você não diria que eu era espiritualmente
inseguro. Francamente, eu não sabia que eu era
espiritualmente inseguro. Eu realmente não era um cara
que estava me esforçando para buscar Cristo.
Entra meu colega cristão, Hunter. Bem conhecido e querido
no escritório, Hunter era um vendedor de alto desempenho
com uma gama de interesses. Alguém me disse: “Ele é
cristão, sabia?” Nenhum de nós sabia por certo o que isso
significava, mas ambos acreditávamos que isso era
relevante o suficiente para acrescentarmos um tendencioso
“Hum...”.
Eu sabia que Hunter não se encaixava no molde de um
cristão que eu tinha construído mentalmente. Cristãos eram
“legaizinhos”, antiquados, hipócritas, monótonos. Hunter
não era assim. Então comecei a observá-lo.
Nós nos tornamos amigos. Nós passávamos tempo juntos e
conversávamos sobre diversos tópicos: Os Simpsons, O
Senhor dos Anéis, Cristo, Krishna, café, trabalho. Enquanto
o Senhor usava o Hunter para me buscar, eu nunca me
senti como um projeto, mas sim um amigo. Como só Deus é
capaz de fazer, ele providenciou que Hunter estivesse
comigo no mesmo momento em que ele orquestrava uma
crise espiritual na minha vida. E ele deu a Hunter a
sabedoria e a ousadia para falar a verdade à minha vida
quando eu mais precisava.
Comportamentos de um evangelista no local de
trabalho
Embora ele mesmo fosse jovem na fé na época, há muito
no exemplo de Hunter que qualquer crente pode aplicar no
contexto do ambiente de trabalho.
1. Lance Cristo sobre a mesa
Primeiro, lance Cristo sobre a mesa. Visto que pode ser raro
conhecer cristãos no local de trabalho, é essencial que as
pessoas no seu escritório saibam que você é um seguidor
de Cristo. Assim, você pode se disponibilizar para crentes
mais fracos e ser um exemplo para incrédulos. Foi um
colega não cristão que me disse sobre a fé de Hunter.
Obviamente nós não devemos fazer isso de forma ofensiva
ou irresponsável, mas falar sobre o fim de semana,
descrever um estudo bíblico do qual participa ou
compartilhar como você ora pelos outros fará com que as
pessoas logo saibam que você é cristão.
2. Trabalhe com excelência
Segundo, trabalhe com excelência. Quando você lança
Cristo sobre a mesa, espere ser estudado pelos seus
colegas assim como eu estudei o Hunter. Trabalhe de uma
maneira que reflita a criatividade, o propósito e a bondade
de Deus. Demonstre fidelidade e integridade. Trabalhe “sem
murmurações nem contendas” (Fp 2.14). Submeta-se
àqueles em autoridade e sirva humildemente.
Isso, em si mesmo, não é evangelismo, mas o conteúdo das
nossas vidas no trabalho deve reforçar, não enfraquecer, o
conteúdo da mensagem do evangelho que compartilhamos.
3. Ame os seus colegas
Terceiro, ame os seus colegas. Invista em amizades com
não cristãos no seu local de trabalho, não de forma
superficial como “projetos”, mas amando-os como tendo
sido feitos à imagem de Deus. Não subestime a importância
da confiança. Considere que foi um ano e meio depois de
Hunter e eu termos nos conhecido que nós estudamos a
Bíblia juntos e Deus me deu ouvidos para o evangelho.
Use o seu horário de almoço estrategicamente. Quando
possível, faça uso generoso da hospitalidade, onde você
possa compartilhar a sua vida com um colega longe do
escritório e das brincadeiras e conversinhas de escritório.
4. Prepare-se para evangelizar
Quarto, prepare-se para evangelizar. Por mais bobo que
isso possa parecer, certifique-se de que você sabe
facilmente explicar o evangelho. Pratique se for preciso.
Quando o Senhor fornece uma oportunidade, você não quer
a sua voz interna gritando com você por não ser claro —
você quer a sua mente livre para ouvir o seu colega e o que
ele está lutando para entender. Afinal, é o evangelho que
salva, não a nossa perspicácia e profundo conhecimento de
apologética. Eu louvo a Deus pela clareza, ousadia e
confiança no poder do evangelho que Hunter possuía.
5. Ore
Quinto, ore. Ore pelos seus colegas regularmente. Ore por
boas oportunidades de compartilhar o evangelho. Ore para
que você cresça em ousadia. Ore para que Deus seja
grande e o homem seja pequeno — todos nós somos
culpados de misturar os dois.
E convide irmãos e irmãs da sua igreja para orar também.
Hunter mais tarde me disse que seu grupo de estudo bíblico
de homens estava orando por mim desde o momento em
que eu perguntei a ele a respeito da fé cristã que ele tinha.
Um chamado à fidelidade
Conforme os locais de trabalho ficam cada vez mais hostis
para o cristianismo, essas práticas básicas se tornam cada
vez mais essenciais. O Senhor tem sido bom em responder
minhas muitas orações por boas oportunidades e por
palavras para falar. Ser conhecido como cristão, viver a
minha fé profissionalmente e de forma interpessoal, e amar
os meus colegas como portadores da imagem de Deus me
deram oportunidades de falar abertamente sobre a minha
fé. E, em sua maravilhosa graça, Deus escolheu me usar
para trazer um colega à fé.
Nós devemos esperar que o Senhor responda as nossas
orações e nos conceda oportunidades de falar de Cristo,
então ore por ousadia. E esteja disposto a gastar seu
“capital relacional”. Deus colocou você onde está por um
propósito.

Recomendados

Alma sobrevivente - Philip yancey
Alma sobrevivente - Philip yanceyAlma sobrevivente - Philip yancey
Alma sobrevivente - Philip yanceyAlex Martins
 
122 igrejas que oram-c. peter wagner
122   igrejas que oram-c. peter wagner122   igrejas que oram-c. peter wagner
122 igrejas que oram-c. peter wagnerLuiza Dayana
 
derrubando as fortalezas em sua cidade
derrubando as fortalezas em sua cidadederrubando as fortalezas em sua cidade
derrubando as fortalezas em sua cidadeℓys Oℓiveira❀
 
O Batismo no Espírito Santo - Como recebê-lo / W. V. Grant
O Batismo no Espírito Santo - Como recebê-lo / W. V. GrantO Batismo no Espírito Santo - Como recebê-lo / W. V. Grant
O Batismo no Espírito Santo - Como recebê-lo / W. V. GrantHelio Colombe
 

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

9 livretos kenneth e. hagin
9 livretos   kenneth e. hagin9 livretos   kenneth e. hagin
9 livretos kenneth e. haginPaula Fernandes
 
Mahech chavda o poder secreto do jejum e da oração
Mahech chavda   o poder secreto do jejum e da oraçãoMahech chavda   o poder secreto do jejum e da oração
Mahech chavda o poder secreto do jejum e da oraçãoMidia Jornalismo
 
A EXPERIÊNCIA DE CHARLES FINNEY
A EXPERIÊNCIA DE CHARLES FINNEYA EXPERIÊNCIA DE CHARLES FINNEY
A EXPERIÊNCIA DE CHARLES FINNEYmudancadevidaja
 
Kenneth hagin avivamento da fé - devocionais
Kenneth hagin    avivamento da fé - devocionaisKenneth hagin    avivamento da fé - devocionais
Kenneth hagin avivamento da fé - devocionaisJosimar Santos
 
Kenneth e. hagin O nome de jesus
Kenneth e. hagin   O nome de jesusKenneth e. hagin   O nome de jesus
Kenneth e. hagin O nome de jesusRoberto Dias
 
Socorro - Minha Igreja se Dividiu
Socorro -  Minha Igreja se DividiuSocorro -  Minha Igreja se Dividiu
Socorro - Minha Igreja se DividiuTsushya marco
 
Entrevistas com gordon lindsay e ern baxter
Entrevistas com gordon lindsay e ern baxterEntrevistas com gordon lindsay e ern baxter
Entrevistas com gordon lindsay e ern baxterPaulo Bezerra
 
Boletim julho 2010
Boletim julho 2010Boletim julho 2010
Boletim julho 2010willams
 
A doutrina bíblica do uso do véu
A doutrina bíblica do uso do véuA doutrina bíblica do uso do véu
A doutrina bíblica do uso do véuRomário Osodrac
 
Pregação e pregadores d. martyn lloyd-jones
Pregação e pregadores  d. martyn lloyd-jonesPregação e pregadores  d. martyn lloyd-jones
Pregação e pregadores d. martyn lloyd-jonesleandro faistauer
 
A QUARTA DIMENSÃO de Paul Yonggi Sho
A QUARTA DIMENSÃO de Paul Yonggi ShoA QUARTA DIMENSÃO de Paul Yonggi Sho
A QUARTA DIMENSÃO de Paul Yonggi ShoEnaldo Ribeiro
 
Kenneth e. hagin o ministerio de um profeta
Kenneth e. hagin   o ministerio de um  profetaKenneth e. hagin   o ministerio de um  profeta
Kenneth e. hagin o ministerio de um profetaprfavinho
 
Teologia da Fidelidade X Teologia da Prosperidade
Teologia da Fidelidade X Teologia da ProsperidadeTeologia da Fidelidade X Teologia da Prosperidade
Teologia da Fidelidade X Teologia da ProsperidadeC. Soares
 
A súplica do espírito santo (charles haddon spurgeon)
A súplica do espírito santo (charles haddon spurgeon)A súplica do espírito santo (charles haddon spurgeon)
A súplica do espírito santo (charles haddon spurgeon)Deusdete Soares
 
Evangélico gunnar vingren - o tabernáculo e as suas lições cpad
Evangélico   gunnar vingren - o tabernáculo e as suas lições cpadEvangélico   gunnar vingren - o tabernáculo e as suas lições cpad
Evangélico gunnar vingren - o tabernáculo e as suas lições cpadmanoel ramos de oliveira
 

Mais procurados (18)

9 livretos kenneth e. hagin
9 livretos   kenneth e. hagin9 livretos   kenneth e. hagin
9 livretos kenneth e. hagin
 
Mahech chavda o poder secreto do jejum e da oração
Mahech chavda   o poder secreto do jejum e da oraçãoMahech chavda   o poder secreto do jejum e da oração
Mahech chavda o poder secreto do jejum e da oração
 
A EXPERIÊNCIA DE CHARLES FINNEY
A EXPERIÊNCIA DE CHARLES FINNEYA EXPERIÊNCIA DE CHARLES FINNEY
A EXPERIÊNCIA DE CHARLES FINNEY
 
Kenneth hagin avivamento da fé - devocionais
Kenneth hagin    avivamento da fé - devocionaisKenneth hagin    avivamento da fé - devocionais
Kenneth hagin avivamento da fé - devocionais
 
O Evangelho
O EvangelhoO Evangelho
O Evangelho
 
Kenneth e. hagin O nome de jesus
Kenneth e. hagin   O nome de jesusKenneth e. hagin   O nome de jesus
Kenneth e. hagin O nome de jesus
 
Socorro - Minha Igreja se Dividiu
Socorro -  Minha Igreja se DividiuSocorro -  Minha Igreja se Dividiu
Socorro - Minha Igreja se Dividiu
 
Entrevistas com gordon lindsay e ern baxter
Entrevistas com gordon lindsay e ern baxterEntrevistas com gordon lindsay e ern baxter
Entrevistas com gordon lindsay e ern baxter
 
Boletim julho 2010
Boletim julho 2010Boletim julho 2010
Boletim julho 2010
 
A doutrina bíblica do uso do véu
A doutrina bíblica do uso do véuA doutrina bíblica do uso do véu
A doutrina bíblica do uso do véu
 
Pregação e pregadores d. martyn lloyd-jones
Pregação e pregadores  d. martyn lloyd-jonesPregação e pregadores  d. martyn lloyd-jones
Pregação e pregadores d. martyn lloyd-jones
 
A QUARTA DIMENSÃO de Paul Yonggi Sho
A QUARTA DIMENSÃO de Paul Yonggi ShoA QUARTA DIMENSÃO de Paul Yonggi Sho
A QUARTA DIMENSÃO de Paul Yonggi Sho
 
Kenneth e. hagin o ministerio de um profeta
Kenneth e. hagin   o ministerio de um  profetaKenneth e. hagin   o ministerio de um  profeta
Kenneth e. hagin o ministerio de um profeta
 
A caminho de Emaús
A caminho de EmaúsA caminho de Emaús
A caminho de Emaús
 
Teologia da Fidelidade X Teologia da Prosperidade
Teologia da Fidelidade X Teologia da ProsperidadeTeologia da Fidelidade X Teologia da Prosperidade
Teologia da Fidelidade X Teologia da Prosperidade
 
A súplica do espírito santo (charles haddon spurgeon)
A súplica do espírito santo (charles haddon spurgeon)A súplica do espírito santo (charles haddon spurgeon)
A súplica do espírito santo (charles haddon spurgeon)
 
Regiões de Cativeiro
Regiões de Cativeiro Regiões de Cativeiro
Regiões de Cativeiro
 
Evangélico gunnar vingren - o tabernáculo e as suas lições cpad
Evangélico   gunnar vingren - o tabernáculo e as suas lições cpadEvangélico   gunnar vingren - o tabernáculo e as suas lições cpad
Evangélico gunnar vingren - o tabernáculo e as suas lições cpad
 

Semelhante a Boletim cbg n°_29_20_jul_2014

Como evangelizar sem medo william fay e raph hodge
Como evangelizar sem medo   william fay e raph hodgeComo evangelizar sem medo   william fay e raph hodge
Como evangelizar sem medo william fay e raph hodgeMarcos Lino
 
Eu sou mesmo um cristão mike mckinley (1)
Eu sou mesmo um cristão   mike mckinley (1)Eu sou mesmo um cristão   mike mckinley (1)
Eu sou mesmo um cristão mike mckinley (1)ssuseref157c
 
Brennan Manning - Convite à loucura
Brennan Manning - Convite à loucuraBrennan Manning - Convite à loucura
Brennan Manning - Convite à loucuraDaniel Azevedo
 
COMO SE RELACIONAR COM PASTORES DE OUTRAS DENOMINAÇÕES.pptx
COMO SE RELACIONAR COM PASTORES DE OUTRAS DENOMINAÇÕES.pptxCOMO SE RELACIONAR COM PASTORES DE OUTRAS DENOMINAÇÕES.pptx
COMO SE RELACIONAR COM PASTORES DE OUTRAS DENOMINAÇÕES.pptxLuis Gabriel
 
Curso de evangelismo pessoal pr. edmundo
Curso de evangelismo pessoal  pr. edmundoCurso de evangelismo pessoal  pr. edmundo
Curso de evangelismo pessoal pr. edmundoEdmundo Mendes Silva
 
Lançai as redes novembro 2013
Lançai as redes novembro 2013Lançai as redes novembro 2013
Lançai as redes novembro 2013Pedro Vargas
 
Boletim julho 2010
Boletim julho 2010Boletim julho 2010
Boletim julho 2010willams
 
Boletim Julho 2012
Boletim Julho 2012Boletim Julho 2012
Boletim Julho 2012willams
 
Evanglico kennethehagin-alimentodaf-devocionais-140124071635-phpapp02
Evanglico kennethehagin-alimentodaf-devocionais-140124071635-phpapp02Evanglico kennethehagin-alimentodaf-devocionais-140124071635-phpapp02
Evanglico kennethehagin-alimentodaf-devocionais-140124071635-phpapp02Flavio Chaves
 
Francis Chan - O Deus Esquecido-1.pdf
Francis Chan - O Deus Esquecido-1.pdfFrancis Chan - O Deus Esquecido-1.pdf
Francis Chan - O Deus Esquecido-1.pdfcarlos692058
 
Livrinho encontros de preparação batismo
Livrinho encontros de preparação batismoLivrinho encontros de preparação batismo
Livrinho encontros de preparação batismotorrasko
 
Boletim 493 - 24/07/16
Boletim 493 - 24/07/16Boletim 493 - 24/07/16
Boletim 493 - 24/07/16stanaami
 
Evangelico -kenneth_e_hagin_-_alimento_da_fé-_devocionais
Evangelico  -kenneth_e_hagin_-_alimento_da_fé-_devocionaisEvangelico  -kenneth_e_hagin_-_alimento_da_fé-_devocionais
Evangelico -kenneth_e_hagin_-_alimento_da_fé-_devocionaisℓys Oℓiveira❀
 

Semelhante a Boletim cbg n°_29_20_jul_2014 (20)

Como evangelizar sem medo william fay e raph hodge
Como evangelizar sem medo   william fay e raph hodgeComo evangelizar sem medo   william fay e raph hodge
Como evangelizar sem medo william fay e raph hodge
 
Eu sou mesmo um cristão mike mckinley (1)
Eu sou mesmo um cristão   mike mckinley (1)Eu sou mesmo um cristão   mike mckinley (1)
Eu sou mesmo um cristão mike mckinley (1)
 
Nossahistoria
NossahistoriaNossahistoria
Nossahistoria
 
Brennan Manning - Convite à loucura
Brennan Manning - Convite à loucuraBrennan Manning - Convite à loucura
Brennan Manning - Convite à loucura
 
Crisesnavidacrista pg
Crisesnavidacrista pgCrisesnavidacrista pg
Crisesnavidacrista pg
 
COMO SE RELACIONAR COM PASTORES DE OUTRAS DENOMINAÇÕES.pptx
COMO SE RELACIONAR COM PASTORES DE OUTRAS DENOMINAÇÕES.pptxCOMO SE RELACIONAR COM PASTORES DE OUTRAS DENOMINAÇÕES.pptx
COMO SE RELACIONAR COM PASTORES DE OUTRAS DENOMINAÇÕES.pptx
 
Curso de evangelismo pessoal pr. edmundo
Curso de evangelismo pessoal  pr. edmundoCurso de evangelismo pessoal  pr. edmundo
Curso de evangelismo pessoal pr. edmundo
 
Lançai as redes novembro 2013
Lançai as redes novembro 2013Lançai as redes novembro 2013
Lançai as redes novembro 2013
 
Lançai as Redes novembro 2013
Lançai as Redes novembro 2013Lançai as Redes novembro 2013
Lançai as Redes novembro 2013
 
Edição novembro - 2020
Edição novembro - 2020Edição novembro - 2020
Edição novembro - 2020
 
Grandesoracoes pg
Grandesoracoes pgGrandesoracoes pg
Grandesoracoes pg
 
Boletim julho 2010
Boletim julho 2010Boletim julho 2010
Boletim julho 2010
 
CULTO NO TRONO DE SATANAS_LIVRO_TRADUZIDO - pdf 2.pdf
CULTO NO TRONO DE SATANAS_LIVRO_TRADUZIDO - pdf 2.pdfCULTO NO TRONO DE SATANAS_LIVRO_TRADUZIDO - pdf 2.pdf
CULTO NO TRONO DE SATANAS_LIVRO_TRADUZIDO - pdf 2.pdf
 
Boletim Julho 2012
Boletim Julho 2012Boletim Julho 2012
Boletim Julho 2012
 
Cartapastoral 2out2011
Cartapastoral 2out2011Cartapastoral 2out2011
Cartapastoral 2out2011
 
Evanglico kennethehagin-alimentodaf-devocionais-140124071635-phpapp02
Evanglico kennethehagin-alimentodaf-devocionais-140124071635-phpapp02Evanglico kennethehagin-alimentodaf-devocionais-140124071635-phpapp02
Evanglico kennethehagin-alimentodaf-devocionais-140124071635-phpapp02
 
Francis Chan - O Deus Esquecido-1.pdf
Francis Chan - O Deus Esquecido-1.pdfFrancis Chan - O Deus Esquecido-1.pdf
Francis Chan - O Deus Esquecido-1.pdf
 
Livrinho encontros de preparação batismo
Livrinho encontros de preparação batismoLivrinho encontros de preparação batismo
Livrinho encontros de preparação batismo
 
Boletim 493 - 24/07/16
Boletim 493 - 24/07/16Boletim 493 - 24/07/16
Boletim 493 - 24/07/16
 
Evangelico -kenneth_e_hagin_-_alimento_da_fé-_devocionais
Evangelico  -kenneth_e_hagin_-_alimento_da_fé-_devocionaisEvangelico  -kenneth_e_hagin_-_alimento_da_fé-_devocionais
Evangelico -kenneth_e_hagin_-_alimento_da_fé-_devocionais
 

Mais de Silas Roberto Nogueira

Boletim 148 da Comunidade Batista da Graça, Suzano
Boletim 148  da Comunidade Batista da Graça, SuzanoBoletim 148  da Comunidade Batista da Graça, Suzano
Boletim 148 da Comunidade Batista da Graça, SuzanoSilas Roberto Nogueira
 
Boletim cbg ano iii n° 31_2_agosto_2015
Boletim cbg ano iii n° 31_2_agosto_2015Boletim cbg ano iii n° 31_2_agosto_2015
Boletim cbg ano iii n° 31_2_agosto_2015Silas Roberto Nogueira
 
Boletim cbg ano iii n° 30_26_de julho_2015
Boletim cbg ano iii n° 30_26_de julho_2015Boletim cbg ano iii n° 30_26_de julho_2015
Boletim cbg ano iii n° 30_26_de julho_2015Silas Roberto Nogueira
 
Boletim cbg ano iii n° 29_19_de julho_2015
Boletim cbg ano iii n° 29_19_de julho_2015Boletim cbg ano iii n° 29_19_de julho_2015
Boletim cbg ano iii n° 29_19_de julho_2015Silas Roberto Nogueira
 
Boletim cbg ano iii n° 28_12_de julho_2015
Boletim cbg ano iii n° 28_12_de julho_2015Boletim cbg ano iii n° 28_12_de julho_2015
Boletim cbg ano iii n° 28_12_de julho_2015Silas Roberto Nogueira
 
Boletim cbg ano iii n° 27_5_de julho_2015
Boletim cbg ano iii n° 27_5_de julho_2015Boletim cbg ano iii n° 27_5_de julho_2015
Boletim cbg ano iii n° 27_5_de julho_2015Silas Roberto Nogueira
 
Boletim cbg ano iii n° 26_28_de junho_2015
Boletim cbg ano iii n° 26_28_de junho_2015Boletim cbg ano iii n° 26_28_de junho_2015
Boletim cbg ano iii n° 26_28_de junho_2015Silas Roberto Nogueira
 
Boletim cbg ano iii n° 25_21_de junho_2015
Boletim cbg ano iii n° 25_21_de junho_2015Boletim cbg ano iii n° 25_21_de junho_2015
Boletim cbg ano iii n° 25_21_de junho_2015Silas Roberto Nogueira
 
Boletim cbg ano iii n° 24_14_de junho_2015
Boletim cbg ano iii n° 24_14_de junho_2015Boletim cbg ano iii n° 24_14_de junho_2015
Boletim cbg ano iii n° 24_14_de junho_2015Silas Roberto Nogueira
 
Boletim cbg ano iii n° 23_7 de junho_2015
Boletim cbg ano iii n° 23_7 de junho_2015Boletim cbg ano iii n° 23_7 de junho_2015
Boletim cbg ano iii n° 23_7 de junho_2015Silas Roberto Nogueira
 
Boletim cbg ano iii n° 22_31 de maio_2015
Boletim cbg ano iii n° 22_31 de maio_2015Boletim cbg ano iii n° 22_31 de maio_2015
Boletim cbg ano iii n° 22_31 de maio_2015Silas Roberto Nogueira
 

Mais de Silas Roberto Nogueira (20)

Boletim 148 da Comunidade Batista da Graça, Suzano
Boletim 148  da Comunidade Batista da Graça, SuzanoBoletim 148  da Comunidade Batista da Graça, Suzano
Boletim 148 da Comunidade Batista da Graça, Suzano
 
Boletim cbg ano iii_n°44_15_nov_2015
Boletim cbg ano iii_n°44_15_nov_2015Boletim cbg ano iii_n°44_15_nov_2015
Boletim cbg ano iii_n°44_15_nov_2015
 
Boletim cbg ano iii_n°43_8_nov_2015
Boletim cbg ano iii_n°43_8_nov_2015Boletim cbg ano iii_n°43_8_nov_2015
Boletim cbg ano iii_n°43_8_nov_2015
 
Boletim cbg ano iii_n°42_1_nov_2015
Boletim cbg ano iii_n°42_1_nov_2015Boletim cbg ano iii_n°42_1_nov_2015
Boletim cbg ano iii_n°42_1_nov_2015
 
Boletim cbg ano iii_n°42_1_nov_2015
Boletim cbg ano iii_n°42_1_nov_2015Boletim cbg ano iii_n°42_1_nov_2015
Boletim cbg ano iii_n°42_1_nov_2015
 
Boletim cbg 9 de agosto_2015
Boletim cbg 9 de agosto_2015Boletim cbg 9 de agosto_2015
Boletim cbg 9 de agosto_2015
 
Boletim cbg ano iii n° 31_2_agosto_2015
Boletim cbg ano iii n° 31_2_agosto_2015Boletim cbg ano iii n° 31_2_agosto_2015
Boletim cbg ano iii n° 31_2_agosto_2015
 
Boletim cbg ano iii n° 30_26_de julho_2015
Boletim cbg ano iii n° 30_26_de julho_2015Boletim cbg ano iii n° 30_26_de julho_2015
Boletim cbg ano iii n° 30_26_de julho_2015
 
Boletim cbg ano iii n° 29_19_de julho_2015
Boletim cbg ano iii n° 29_19_de julho_2015Boletim cbg ano iii n° 29_19_de julho_2015
Boletim cbg ano iii n° 29_19_de julho_2015
 
Boletim cbg ano iii n° 28_12_de julho_2015
Boletim cbg ano iii n° 28_12_de julho_2015Boletim cbg ano iii n° 28_12_de julho_2015
Boletim cbg ano iii n° 28_12_de julho_2015
 
Boletim cbg ano iii n° 27_5_de julho_2015
Boletim cbg ano iii n° 27_5_de julho_2015Boletim cbg ano iii n° 27_5_de julho_2015
Boletim cbg ano iii n° 27_5_de julho_2015
 
Boletim cbg ano iii n° 26_28_de junho_2015
Boletim cbg ano iii n° 26_28_de junho_2015Boletim cbg ano iii n° 26_28_de junho_2015
Boletim cbg ano iii n° 26_28_de junho_2015
 
Boletim cbg ano iii n° 25_21_de junho_2015
Boletim cbg ano iii n° 25_21_de junho_2015Boletim cbg ano iii n° 25_21_de junho_2015
Boletim cbg ano iii n° 25_21_de junho_2015
 
Boletim cbg ano iii n° 24_14_de junho_2015
Boletim cbg ano iii n° 24_14_de junho_2015Boletim cbg ano iii n° 24_14_de junho_2015
Boletim cbg ano iii n° 24_14_de junho_2015
 
Boletim cbg ano iii n° 23_7 de junho_2015
Boletim cbg ano iii n° 23_7 de junho_2015Boletim cbg ano iii n° 23_7 de junho_2015
Boletim cbg ano iii n° 23_7 de junho_2015
 
Boletim cbg ano iii n° 22_31 de maio_2015
Boletim cbg ano iii n° 22_31 de maio_2015Boletim cbg ano iii n° 22_31 de maio_2015
Boletim cbg ano iii n° 22_31 de maio_2015
 
Boletim cbg n°_42_19_out_2014
Boletim cbg n°_42_19_out_2014Boletim cbg n°_42_19_out_2014
Boletim cbg n°_42_19_out_2014
 
Boletim cbg n°_41_12_out_2014
Boletim cbg n°_41_12_out_2014Boletim cbg n°_41_12_out_2014
Boletim cbg n°_41_12_out_2014
 
Boletim cbg n°_38_21_set_2014
Boletim cbg n°_38_21_set_2014Boletim cbg n°_38_21_set_2014
Boletim cbg n°_38_21_set_2014
 
Boletim cbg n°_37_14_set_2014
Boletim cbg n°_37_14_set_2014Boletim cbg n°_37_14_set_2014
Boletim cbg n°_37_14_set_2014
 

Último

Orações Cristãs Diárias
Orações Cristãs DiáriasOrações Cristãs Diárias
Orações Cristãs DiáriasNilson Almeida
 
Novena De Santa Teresinha
Novena De Santa TeresinhaNovena De Santa Teresinha
Novena De Santa TeresinhaNilson Almeida
 
Lição 8 - A Disciplina na Igreja - .pptx
Lição 8 - A Disciplina na Igreja - .pptxLição 8 - A Disciplina na Igreja - .pptx
Lição 8 - A Disciplina na Igreja - .pptxCelso Napoleon
 
Novena De Santo Onofre
Novena De Santo OnofreNovena De Santo Onofre
Novena De Santo OnofreNilson Almeida
 
Oração Aos Três Arcanjos - Círculo De Luz E Proteção
Oração Aos Três Arcanjos - Círculo De Luz E ProteçãoOração Aos Três Arcanjos - Círculo De Luz E Proteção
Oração Aos Três Arcanjos - Círculo De Luz E ProteçãoNilson Almeida
 
Bíblia Sagrada - livro II de Salmos - 42-72 - slides powerpoint.ppt
Bíblia Sagrada - livro II de Salmos - 42-72 - slides powerpoint.pptBíblia Sagrada - livro II de Salmos - 42-72 - slides powerpoint.ppt
Bíblia Sagrada - livro II de Salmos - 42-72 - slides powerpoint.pptIgrejadoVerbo
 
Novena Da Imaculada Conceição
Novena Da Imaculada ConceiçãoNovena Da Imaculada Conceição
Novena Da Imaculada ConceiçãoNilson Almeida
 
Novena Do Seguimento De Cristo
Novena Do Seguimento De CristoNovena Do Seguimento De Cristo
Novena Do Seguimento De CristoNilson Almeida
 
Oração Da Sobriedade
Oração Da SobriedadeOração Da Sobriedade
Oração Da SobriedadeNilson Almeida
 
Novena A Santo Inácio De Loyola
Novena A Santo Inácio De Loyola Novena A Santo Inácio De Loyola
Novena A Santo Inácio De Loyola Nilson Almeida
 
A Couraça De São Patrício
A Couraça De São PatrícioA Couraça De São Patrício
A Couraça De São PatrícioNilson Almeida
 
DIZIMOS - Também é para nós cristãos?.docx
DIZIMOS  - Também é  para nós cristãos?.docxDIZIMOS  - Também é  para nós cristãos?.docx
DIZIMOS - Também é para nós cristãos?.docxJose Moraes
 
Novena De Preparação Para A Festa De Santo Expedito
Novena De Preparação Para A Festa De Santo ExpeditoNovena De Preparação Para A Festa De Santo Expedito
Novena De Preparação Para A Festa De Santo ExpeditoNilson Almeida
 
6000 sermoes prontos para pregar em qualquer lugar.
6000 sermoes prontos para pregar em qualquer lugar.6000 sermoes prontos para pregar em qualquer lugar.
6000 sermoes prontos para pregar em qualquer lugar.MARIODLETICIA
 
Vibração Pelo Planeta Terra
Vibração Pelo Planeta Terra Vibração Pelo Planeta Terra
Vibração Pelo Planeta Terra Nilson Almeida
 

Último (20)

Carta de Cuaresma 2024 reflexion grupo 3 PT.pdf
Carta de Cuaresma 2024 reflexion grupo 3 PT.pdfCarta de Cuaresma 2024 reflexion grupo 3 PT.pdf
Carta de Cuaresma 2024 reflexion grupo 3 PT.pdf
 
Orações Cristãs Diárias
Orações Cristãs DiáriasOrações Cristãs Diárias
Orações Cristãs Diárias
 
Novena De Santa Teresinha
Novena De Santa TeresinhaNovena De Santa Teresinha
Novena De Santa Teresinha
 
Carta da Quaresma 2024 Reflexão para grupos Parte 2
Carta da Quaresma 2024 Reflexão para grupos Parte 2Carta da Quaresma 2024 Reflexão para grupos Parte 2
Carta da Quaresma 2024 Reflexão para grupos Parte 2
 
Reflexão para grupos sobre a carta de Quaresma 2024 Parte 1
Reflexão para grupos sobre a carta de Quaresma 2024 Parte 1Reflexão para grupos sobre a carta de Quaresma 2024 Parte 1
Reflexão para grupos sobre a carta de Quaresma 2024 Parte 1
 
Lição 8 - A Disciplina na Igreja - .pptx
Lição 8 - A Disciplina na Igreja - .pptxLição 8 - A Disciplina na Igreja - .pptx
Lição 8 - A Disciplina na Igreja - .pptx
 
Novena De Santo Onofre
Novena De Santo OnofreNovena De Santo Onofre
Novena De Santo Onofre
 
Oração Aos Três Arcanjos - Círculo De Luz E Proteção
Oração Aos Três Arcanjos - Círculo De Luz E ProteçãoOração Aos Três Arcanjos - Círculo De Luz E Proteção
Oração Aos Três Arcanjos - Círculo De Luz E Proteção
 
Bíblia Sagrada - livro II de Salmos - 42-72 - slides powerpoint.ppt
Bíblia Sagrada - livro II de Salmos - 42-72 - slides powerpoint.pptBíblia Sagrada - livro II de Salmos - 42-72 - slides powerpoint.ppt
Bíblia Sagrada - livro II de Salmos - 42-72 - slides powerpoint.ppt
 
Novena Da Imaculada Conceição
Novena Da Imaculada ConceiçãoNovena Da Imaculada Conceição
Novena Da Imaculada Conceição
 
Novena Do Seguimento De Cristo
Novena Do Seguimento De CristoNovena Do Seguimento De Cristo
Novena Do Seguimento De Cristo
 
Oração Da Sobriedade
Oração Da SobriedadeOração Da Sobriedade
Oração Da Sobriedade
 
Novena A Santo Inácio De Loyola
Novena A Santo Inácio De Loyola Novena A Santo Inácio De Loyola
Novena A Santo Inácio De Loyola
 
A Couraça De São Patrício
A Couraça De São PatrícioA Couraça De São Patrício
A Couraça De São Patrício
 
DIZIMOS - Também é para nós cristãos?.docx
DIZIMOS  - Também é  para nós cristãos?.docxDIZIMOS  - Também é  para nós cristãos?.docx
DIZIMOS - Também é para nós cristãos?.docx
 
Novena De Preparação Para A Festa De Santo Expedito
Novena De Preparação Para A Festa De Santo ExpeditoNovena De Preparação Para A Festa De Santo Expedito
Novena De Preparação Para A Festa De Santo Expedito
 
Novena A São José
Novena A São JoséNovena A São José
Novena A São José
 
6000 sermoes prontos para pregar em qualquer lugar.
6000 sermoes prontos para pregar em qualquer lugar.6000 sermoes prontos para pregar em qualquer lugar.
6000 sermoes prontos para pregar em qualquer lugar.
 
Vibração Pelo Planeta Terra
Vibração Pelo Planeta Terra Vibração Pelo Planeta Terra
Vibração Pelo Planeta Terra
 
Carta da Quaresma 2024 Reflexão para grupos Parte 4
Carta da Quaresma 2024 Reflexão para grupos Parte 4Carta da Quaresma 2024 Reflexão para grupos Parte 4
Carta da Quaresma 2024 Reflexão para grupos Parte 4
 

Boletim cbg n°_29_20_jul_2014

  • 1. Reunião de oração às 18h Benício Campos, missionário adotado por nós no Projeto Adote um Pastor do Ministério Fiel recebeu as seguintes obras:  A Cruz, D. A. Carson  Deus é soberano, A. W. Pink  Triunfo da fé, Heber Carlos de Campos  Os livros da série de R. C. Sproul  O tipo de pregação que Deus abençoa, S. Lason  A igreja e o criacionismo, Adauto J. Lourenço  A verdade da cruz, R. C. Sproul A Cruz de Cristo, John Stott, Vida. Qual é o centro da fé cristã? Por que Jesus precisou morrer? Nesta obra Stott responde a tais questionamentos. É uma obra que nos ajuda a compreender os mais importantes temas ligados à doutrina da salvação. A verdade da cruz, R. C. Sproul, Fiel. Neste pequeno livro há grande conteúdo doutrinário! Em dez breves capítulos Dr Sproul trata de diversos temas doutrinários que tratam da obra de Cristo na cruz do Calvário. Há ainda um capítulo de perguntas e respostas, onde Sprou se propõe a responder os mais diversos questionamentos acerca da doutrina da expiação. Ordem de Culto http://comunidadebatistadagraca.blogspot.com.br/ Como Evangelizar seus colegas de trabalho? Ashok Nachnani Conforme cresce a oposição cultural ao cristianismo, qual é o efeito disso no evangelismo que você faz no trabalho? Você está mais fiel ou mais temeroso? Você dificilmente poderia ser culpado por estar mais temeroso. O rápido avanço do liberalismo social e das políticas de recursos humanos promovendo “tolerância” no local de trabalho apenas exacerbam os dois medos que comumente citamos para o não compartilhamento do evangelho com nossos colegas de trabalho: medo de má reputação e medo de repercussões na carreira, como perda de emprego ou estagnação da carreira. O evangelismo sempre foi difícil. Se existe qualquer coisa nova a respeito dos nossos desafios de hoje é quão fortalecida a oposição parece estar. Não cristãos costumavam dizer “cada um na sua”. Agora eles estão mais propensos a nos acusar de estupidez (“Sério, você não acredita na evolução?”) ou de fanatismo intolerante (“Como você ousa dizer que homossexualismo é um pecado?”). Empregadores cada vez mais pesquisam nas mídias sociais Ano II – n° 29 20 de Julho de 2014 Ano II – n° 27 6 de Julho de 2014  Espere uma igreja firmemente bíblica  Espere uma igreja ardorosamente acolhedora  Espere uma igreja liberalmente generosa  Espere uma igreja fielmente missionária  Isso será alcançado quando você contribuir efetiva e afetivamente, orando, servindo, honrando e sustentando a sua igreja. Comunidade Batista da Graça Rua Tókio, 842, Cidade Edson, Suzano/SP O que podemos esperar da CBG?  Revelação: Marcos 1.14,15  Invocação: Pr Silas Roberto  Adoração: “Louvai ao Senhor”, Sl 117  Dedicação: Marcos 12.13-17  Contrição: 1 João 1.9  Proclamação: Pr. Silas Roberto  Bênção: Ministério:  Pastor: Silas Roberto Nogueira (9-9229-2224)  Presbíteros: Jairo Pires, Alan Junior  Diáconos: Joredson e Ana Souza Serviços:  Domingo: EBD às 17h00 - Culto às 18h30  Quinta- feira: Oração e estudo às 20h
  • 2. sobre a vida dos candidatos ou empregados antes de tomarem decisões de contratação ou promoção. Há quanto tempo empresas que temem assédio moral e discriminação no ambiente de trabalho trocam o cristão mais visível por alguém menos notável? Apesar de tudo isso, eu sou muito grato pelos irmãos que temeram mais a Deus do que ao homem e compartilharam o evangelho comigo. Minha própria fé é fruto do evangelismo no local de trabalho. Perdido e achado no local de trabalho Doze anos trás, eu era um pesquisador em uma firma de consultoria de médio porte em Washington, DC. Eu era um hindu autoconfiante, autossuficiente e profissionalmente próspero. Você não diria que eu era espiritualmente inseguro. Francamente, eu não sabia que eu era espiritualmente inseguro. Eu realmente não era um cara que estava me esforçando para buscar Cristo. Entra meu colega cristão, Hunter. Bem conhecido e querido no escritório, Hunter era um vendedor de alto desempenho com uma gama de interesses. Alguém me disse: “Ele é cristão, sabia?” Nenhum de nós sabia por certo o que isso significava, mas ambos acreditávamos que isso era relevante o suficiente para acrescentarmos um tendencioso “Hum...”. Eu sabia que Hunter não se encaixava no molde de um cristão que eu tinha construído mentalmente. Cristãos eram “legaizinhos”, antiquados, hipócritas, monótonos. Hunter não era assim. Então comecei a observá-lo. Nós nos tornamos amigos. Nós passávamos tempo juntos e conversávamos sobre diversos tópicos: Os Simpsons, O Senhor dos Anéis, Cristo, Krishna, café, trabalho. Enquanto o Senhor usava o Hunter para me buscar, eu nunca me senti como um projeto, mas sim um amigo. Como só Deus é capaz de fazer, ele providenciou que Hunter estivesse comigo no mesmo momento em que ele orquestrava uma crise espiritual na minha vida. E ele deu a Hunter a sabedoria e a ousadia para falar a verdade à minha vida quando eu mais precisava. Comportamentos de um evangelista no local de trabalho Embora ele mesmo fosse jovem na fé na época, há muito no exemplo de Hunter que qualquer crente pode aplicar no contexto do ambiente de trabalho. 1. Lance Cristo sobre a mesa Primeiro, lance Cristo sobre a mesa. Visto que pode ser raro conhecer cristãos no local de trabalho, é essencial que as pessoas no seu escritório saibam que você é um seguidor de Cristo. Assim, você pode se disponibilizar para crentes mais fracos e ser um exemplo para incrédulos. Foi um colega não cristão que me disse sobre a fé de Hunter. Obviamente nós não devemos fazer isso de forma ofensiva ou irresponsável, mas falar sobre o fim de semana, descrever um estudo bíblico do qual participa ou compartilhar como você ora pelos outros fará com que as pessoas logo saibam que você é cristão. 2. Trabalhe com excelência Segundo, trabalhe com excelência. Quando você lança Cristo sobre a mesa, espere ser estudado pelos seus colegas assim como eu estudei o Hunter. Trabalhe de uma maneira que reflita a criatividade, o propósito e a bondade de Deus. Demonstre fidelidade e integridade. Trabalhe “sem murmurações nem contendas” (Fp 2.14). Submeta-se àqueles em autoridade e sirva humildemente. Isso, em si mesmo, não é evangelismo, mas o conteúdo das nossas vidas no trabalho deve reforçar, não enfraquecer, o conteúdo da mensagem do evangelho que compartilhamos. 3. Ame os seus colegas Terceiro, ame os seus colegas. Invista em amizades com não cristãos no seu local de trabalho, não de forma superficial como “projetos”, mas amando-os como tendo sido feitos à imagem de Deus. Não subestime a importância da confiança. Considere que foi um ano e meio depois de Hunter e eu termos nos conhecido que nós estudamos a Bíblia juntos e Deus me deu ouvidos para o evangelho. Use o seu horário de almoço estrategicamente. Quando possível, faça uso generoso da hospitalidade, onde você possa compartilhar a sua vida com um colega longe do escritório e das brincadeiras e conversinhas de escritório. 4. Prepare-se para evangelizar Quarto, prepare-se para evangelizar. Por mais bobo que isso possa parecer, certifique-se de que você sabe facilmente explicar o evangelho. Pratique se for preciso. Quando o Senhor fornece uma oportunidade, você não quer a sua voz interna gritando com você por não ser claro — você quer a sua mente livre para ouvir o seu colega e o que ele está lutando para entender. Afinal, é o evangelho que salva, não a nossa perspicácia e profundo conhecimento de apologética. Eu louvo a Deus pela clareza, ousadia e confiança no poder do evangelho que Hunter possuía. 5. Ore Quinto, ore. Ore pelos seus colegas regularmente. Ore por boas oportunidades de compartilhar o evangelho. Ore para que você cresça em ousadia. Ore para que Deus seja grande e o homem seja pequeno — todos nós somos culpados de misturar os dois. E convide irmãos e irmãs da sua igreja para orar também. Hunter mais tarde me disse que seu grupo de estudo bíblico de homens estava orando por mim desde o momento em que eu perguntei a ele a respeito da fé cristã que ele tinha. Um chamado à fidelidade Conforme os locais de trabalho ficam cada vez mais hostis para o cristianismo, essas práticas básicas se tornam cada vez mais essenciais. O Senhor tem sido bom em responder minhas muitas orações por boas oportunidades e por palavras para falar. Ser conhecido como cristão, viver a minha fé profissionalmente e de forma interpessoal, e amar os meus colegas como portadores da imagem de Deus me deram oportunidades de falar abertamente sobre a minha fé. E, em sua maravilhosa graça, Deus escolheu me usar para trazer um colega à fé. Nós devemos esperar que o Senhor responda as nossas orações e nos conceda oportunidades de falar de Cristo, então ore por ousadia. E esteja disposto a gastar seu “capital relacional”. Deus colocou você onde está por um propósito.