Generalidades do barroco musical

1.607 visualizações

Publicada em

1 comentário
2 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.607
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
687
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
1
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Generalidades do barroco musical

  1. 1. Generalidades do Barroco Musical
  2. 2. Generalidades do Barroco MusicalTrês estilos dominantes: italiano, francês e alemãoPrincipais características: – Contrastes dinâmicos – A prática de ornamentação e improvisação – Grandiosidade e espectacularidade (ópera, concerto) – Estilo concertante (cori spezzatti) – Monodia acompanhadaDesenvolvimento em três grandes linhas – O desenvolvimento progressivo da ideia de Harmonia (B.C.) – Aparecimento e desenvolvimento dos géneros dramáticos – Emancipação da música instrumental (desenvolvimento de uma escrita idiomática)
  3. 3. Generalidades do Barroco MusicalPrincipais mudanças ocorridas no período Barroco – Sobrevivência de dois dos antigos modos, base do sistema de tonalidades maiores e menores – Substituição da importância do tenor pelo B.C. – Ruptura com a polifonia contrapontística e valorização das vozes extremas – Estabelecimento de um novo sistema de notação mensural (notas com divisão binária/adoção das barras de compasso) – Estabelecimento da noção de orquestra (família do violino)
  4. 4. Baixo-Contínuo• Também designado de baixo cifrado – Cifras indicam o acorde a construir sobre a nota escrita – Executado num instrumento harmónico e num melódico• A sua prática está ligada ao acompanhamento das vozes na música dramática (monodia acompanhada)• A sua teorização foi realizada por Ludovico Viadana (1564-1627) – Cem concertos eclesiasticos (1602)
  5. 5. Teoria dos afetos e os simbolismosO Barroco atribuiu uma grande importância aoafetto musicale – Representação estilizada dos afetos – Estabelecimento de relações entre os sentimentos, as virtudes ou estados de alma com modos/tonalidades e instrumentos• Maneirismo: wordpainting (madrigais)• Barroco: desenvolve-se uma retórica musical que valoriza a ideia de afeto e a sua expressão em música
  6. 6. Teoria dos afetos e os simbolismosRecursos/códigos mais ou menos estabelecidospara determinadas representações afetivas: – Ideia de alegria: acordes maiores, consonâncias, registos agudos, andamentos rápidos – Ideia de tristeza: acordes menores, dissonâncias, registos graves, andamentos lentos – Ideia de lamento: descidas em apoggiatura no baixoSímbolos – Acorde perfeito maior: santíssima trindade – Letras de um nome como notas musicais: BACH

×