Escola operática romana
Escola operática romana• A ópera começa por seguir o modelo da  Camerata Fiorentina   – Giovanni de’Bardi e de Emilio de C...
La Rappresentazione di Anima e di             Corpo (1600)• Música de Emilio de Cavallieri (1550-1602) e  libreto de Agost...
Oratória• S. Filipe Néri funda, em 1565, a Congregação  do Oratório  – Apregoa uma nova espiritualidade com o intuito    d...
Oratória
Oratória• Oratório – sala de oração onde se faziam  leituras bíblicas e meditações devotas  acompanhadas de canções espiri...
Oratória: estrutura, estilo e tipos• Obra concertante de temática religiosa com  solistas, coro e orquestra• Recursos esti...
Oratória: temática• Temas do Novo ou do Antigo Testamento ou  lendas de santos ou mártires  – Texto mais recente → atribuí...
Oratória em latim e em vernáculo• As primeiras oratórias eram latim, mas a partir  de meados do século XVII predomina o  i...
Paixão• Subtipo de oratória, com uma temática  específica, a paixão de Cristo,  – Narrador: evangelista
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Escola operática romana

1.180 visualizações

Publicada em

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Escola operática romana

  1. 1. Escola operática romana
  2. 2. Escola operática romana• A ópera começa por seguir o modelo da Camerata Fiorentina – Giovanni de’Bardi e de Emilio de Cavallieri• Principais características – temas moralizantes – recitativos, árias, bailados, grande orquestra com uma instrumentação discriminada e um grande coro – cenários faustosos• Primeiro teatro público inaugurado em 1652
  3. 3. La Rappresentazione di Anima e di Corpo (1600)• Música de Emilio de Cavallieri (1550-1602) e libreto de Agostino Manni• Apresenta personagens abstratos de caráter moral: a alma, o corpo, a inteligência, a sabedoria, o tempo, o prazer, o anjo da guarda, a vida mundana, o mundo, a alma bem- aventurada, a alma condenada, o eco – aproxima-se da espiritualidade apregoada por S. Filipe Néri
  4. 4. Oratória• S. Filipe Néri funda, em 1565, a Congregação do Oratório – Apregoa uma nova espiritualidade com o intuito de promover a prática religiosa, em verdadeiros exercícios espirituais, através de sessões musicais com oração e pregação – As pessoas deviam reunir-se para refletir, para ouvir um sermão e uma história de cariz religioso e moralizante
  5. 5. Oratória
  6. 6. Oratória• Oratório – sala de oração onde se faziam leituras bíblicas e meditações devotas acompanhadas de canções espirituais – Passou a designar-se oratória uma peça executada neste contexto, sem ação dramática física a ação é narrada apenas pela música
  7. 7. Oratória: estrutura, estilo e tipos• Obra concertante de temática religiosa com solistas, coro e orquestra• Recursos estilísticos – recitativos, árias, coros, música instrumental – papel específico: o narrador (historicus ou testo) • apresenta o texto bíblico ou a ação como fio condutor dos diferentes episódios musicais • desempenhado por um ou mais solistas ou pelo coro
  8. 8. Oratória: temática• Temas do Novo ou do Antigo Testamento ou lendas de santos ou mártires – Texto mais recente → atribuído aos solistas ou ao coro – Texto bíblico → historicus
  9. 9. Oratória em latim e em vernáculo• As primeiras oratórias eram latim, mas a partir de meados do século XVII predomina o italiano• Principais representantes: – Oratória latina: G. Carissimi (1605-1674), 16 oratórias, entre as quais se destaca Jephte – Oratória em vernáculo: A. Stradella (1644-1682)
  10. 10. Paixão• Subtipo de oratória, com uma temática específica, a paixão de Cristo, – Narrador: evangelista

×