SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 24
Baixar para ler offline
INDEXAÇÃO DE DADOS
CIENTÍFICOS:
uma análise a partir das
políticas da Rede de
Repositórios de Dados
Científicos do estado de São
Paulo
Joyce Mirella dos Anjos
Viana
Paula Regina Dal’Evedove
2020
INTRODUÇÃO
• OBJETIVO buscou-se investigar a indexação de dados
científicos no âmbito da Rede de Repositórios de Dados
Científicos do Estado de São Paulo mediante análise das
políticas de informação estabelecidas pelas instituições
integrantes, no intuito de contribuir para os estudos de
organização e representação da informação em repositórios
digitais.
METODOLOGIA
• A pesquisa possui caráter exploratório e descritivo, com
abordagem qualitativa, sendo a coleta de dados sobre
o processo de indexação de dados científicos na Rede
realizada nos Websites dos repositórios de dados
associados à plataforma e no sítio eletrônico da própria
instituição.
METODOLOGIA
• A iniciativa da FAPESP trata-se de uma prática da gestão dos
dados científicos no Brasil sintonizada com as práticas de Open
Science.
• Lançado em 16 de dezembro de 2019, a plataforma reúne
dados científicos de oito instituições do Estado de São Paulo, a
saber:
• Embrapa Informática Agropecuária (CNPTIA/EMBRAPA);
• Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA);
• Universidade de São Paulo (USP);
• Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP);
• Universidade Estadual Paulista (UNESP);
• Universidade Federal do ABC (UFABC);
• Universidade Federal de São Carlos (UFSCar);
• e Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP).
METODOLOGIA
• Cada instituição integrante da rede desenvolveu seu próprio
repositório de dados científicos e grupos permanentes internos
para o gerenciamento e compartilhamento dos dados.
METODOLOGIA
• O site, o software e os repositórios associados foram criados
para atender à Política de Gestão de Dados da FAPESP.
RESULTADOS E DISCUSSÃO
• Em atenção ao objetivo delineado, observa-se que a maior
parte das políticas analisadas pontuam considerações
acerca dos dados científicos e quem pode atuar como
pesquisador responsável.
• Ainda, constatou-se que os repositórios de dados vinculados
à rede atendem, mesmo que parcialmente, aos princípios
FAIR, utilizam alguns softwares e padrões que permitem a
interoperabilidade, possuem determinados sistemas de
identificação dos dados e protocolo para a coleta de
metadados.
• A UNESP, UFSCar e a UNIFESP são as únicas instituições da rede
que apresentam políticas e permitem o autoarquivamento
dos dados científicos pelos pesquisadores.
RESULTADOS E DISCUSSÃO
• Na USP identificamos a Resolução 7900 de 11 de dezembro
de 2019 que estabelece normas para a gestão de dados
científicos da instituição;
• As condições para o armazenamento desses recursos são o
preenchimento dos metadados necessários de maneira
adequada pelo docente e adequação aos aspectos éticos
e legais;
• Neste caso o pesquisador faz a solicitação de inserção dos
dados científicos e metadados no repositório de dados ao
Grupo Gestor de Dados Científicos da instituição;
• Grupo gestor da biblioteca realiza uma curadoria dos
metadados propostos pelo pesquisador, seguidos de inclusão
e publicação no repositório de dados da USP;
• A indexação dos dados científicos é realizada no momento
em que o pesquisador envia seu material para o grupo, por
meio do preenchimento dos metadados.
Repositório de Dados USP
RESULTADOS E DISCUSSÃO
• Na UFSCar identificamos o Manual de Autodepósito de Dados de Pesquisa,
sendo dividido em duas seções que contemplam o depósito de dados de
pesquisa com e sem embargo;
• Os dados disponibilizados no repositório compreendem todos os tipos de
recursos informacionais produzidos em qualquer faze do ciclo de vida da
pesquisa;
• A inserção dos dados de pesquisa e metadados é feita pelo próprio
pesquisador por meio do seu número da instituição;
• Entre os metadados obrigatórios estão o título, autor, URL do Currículo Lattes
do autor, unidade da UFSCar, departamento, programa de pós-graduação,
data de publicação, descrição, palavras-chave, área do conhecimento,
idioma e agência de fomento;
• A representação de assunto no manual é contemplada nos metadados,
descrição e palavras-chave, nos quais o pesquisador tem a obrigatoriedade
de informar a finalidade, assim como as palavras-chaves representativas no
mínimo em português e inglês;
• Outro metadado contemplado, porém não obrigatório, é a descrição do
arquivo onde o pesquisador deve fornecer uma contextualização geral do
mesmo.
Repositório de Dados UFSCar
RESULTADOS E DISCUSSÃO
• A instituição UFABC está em fase de elaboração da política de
uso do repositório de dados, com previsão para a conclusão dos
trabalhos em 2020.
• A universidade está se mobilizando para promover a abertura
dos seus dados institucionais, sendo instituído o Plano de Dados
Abertos 2020-2022 pela portaria n° 451.
• O documento se configura como orientador para as ações de
transparência ativa das bases de dados institucionais de
natureza administrativa, não contemplando diretamente os
dados científicos.
• A instituição desenvolveu dois sistemas, um dedicado aos dados
científicos e o outro de bases de dados e estatísticas.
Repositório de Dados UFABC
RESULTADOS E DISCUSSÃO
• A UNIFESP desenvolveu o seu Plano de Dados Abertos 2018-2019;
• A mesma, pela Resolução nº178, dispões sobre a Política de
Gestão de Dados Estratégicos Institucionais que estabelece
objetivos, princípios, diretrizes e governança dos dados;
• Porém, a Política de Gestão de Dados de pesquisa da
instituição, até a presente pesquisa, não foi concluída, mesmo
que está já esteja prevista na abrangente Política de Dados da
UNIFESP
• Como instrumento para auxiliar os usuários do repositório de
dados, a instituição criou os Termos Gerais de Uso do Repositório
de Dados de Pesquisa UNIFESP, disponível no processo de
cadastro do usuário no sistema. O termo prevê regras de
conduta, upload pelo usuário, licenças de uso, citações e um
vocabulário de termos utilizados no texto;
RESULTADOS E DISCUSSÃO
• Com acesso controlado ao repositório, o usuário pode obter
acesso às funcionalidades de upload e download, para realizar
o upload de dados científicos o usuário precisa ser validado pela
instituição;
• Cabe esclarecer, ainda, que o usuário só pode fazer o upload
de dados científicos sem embargo. O depositante não precisa
ser o autor da pesquisa, o mesmo pode conceder acesso a
outros usuários ao conjunto de dados.
Repositório de Dados UNIFESP
RESULTADOS E DISCUSSÃO
• Política de Governança de Dados, Informação e Conhecimento da
Embrapa e os Termo de Uso da Base de Imagens de Sintomas de
Doenças de Plantas (PDDB). A política dispõe sobre princípios,
diretrizes, atribuições e responsabilidades para a gestão dos dados
científicos e divulgação de informações relevantes na empresa;
• Esta política contempla os dados científicos, dados abertos, dados
administrativos e dados pessoais, estes produzidos no exercício das
funções da EMBRAPA, sendo propriedade da mesma e gerenciados
como ativos corporativos;
• O repositório de dados da instituição só permite que os usuários
visualizem os dados e façam download. O usuário tem a garantia
da confidencialidade de seus dados de navegação no sistema.
• Na versão atual do repositório de dados da EMBRAPA a inserção
dos dados científicos, gestão e a curadoria dos metadados é feita
pela própria instituição.
Repositório de Dados EMBRAPA
• As instituições UNICAMP e ITA não disponibilizam
informações e políticas de gestão de dados de pesquisa
de seus respectivos repositórios.
• Por seu turno, a UNESP está atuando no desenvolvimento
de guias, termos, materiais de apoio e políticas de
acesso, conforme informações presentes em seu
repositório de dados.
• Identificamos que o sistema da UNICAMP é semelhante
ao da UNIFESP no sentido de que o usuário, pra fazer o
upload dos dados científicos deve criar uma conta no
repositório e ser autenticado pela Equipe do REDU ou
entrar com o login da Autenticação Central.
RESULTADOS E DISCUSSÃO
• O estudo revelou que nos repositórios analisados há duas formas de
indexação dos dados científicos. Uma se consolida na inserção dos
itens pelo próprio pesquisador no sistema do repositório, em que a
relação com o sistema é direta, sem intermediários.
• Na outra, o pesquisador envia esses itens para a equipe
responsável pelo repositório e estes inserem os itens no sistema,
sendo a equipe o elo entre o pesquisador e o repositório de dados.
• Na primeira forma, alguns repositórios de dados solicitam
contribuições de seus pesquisadores para armazenar e representar,
por meio de metadados, os assuntos dos dados científicos. A
contribuição permitida é apenas do pesquisador responsável.
CONSIDERAÇÕES FINAIS
• Na segunda forma, existe a confluência de duas percepções
– a do pesquisador com os metadados da pesquisa e a do
profissional responsável pela inserção, representação e
curadoria dos dados no sistema. Nesta o processo de
indexação não se configura exclusivamente como
unidirecional, mas parte do princípio de colaboração entre os
envolvidos, contribuindo com a construção de bons
metadados.
CONSIDERAÇÕES FINAIS
• Para o avanço do tema, considera-se oportuno que os
esforços iniciais conduzidos neste estudo sejam ampliados
com pesquisas que observem a qualidade do metadado
assunto, o desenvolvimento de políticas de indexação e a
exploração das iniciativas de representação colaborativa em
repositórios de dados científicos.
CONSIDERAÇÕES FINAIS
• EMBRAPA. Termo de uso: Base de Imagens de Sintomas de Doenças de Plantas (PDDB). Disponível em: https://www.digipathos-
rep.cnptia.embrapa.br/jspui/static/doc/PDDB-Termo_de_uso.pdf. Acesso em: 06 de mar. 2020
• EMBRAPA. Base de Imagens de Sintomas de Doenças de Plantas (PDDB). Disponível em: https://www.digipathos-
rep.cnptia.embrapa.br/jspui/. Acesso em: 06 de mar. 2020.
• FAPESP. Anexo I: Política para Acesso Aberto às Publicações Resultantes de Auxílios e Bolsas FAPESP. Disponível em:
http://www.fapesp.br/12592. Acesso em: 06 de mar. 2020.
• HAMBURGER, Amélia Império, et al. FAPESP 40 anos abrindo fronteiras. São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo, 536 p.
2004.
• INSTITUTO Tecnológico de Aeronáutica. Plano de Desenvolvimento Institucional 2011 – 2020. Disponível em:
http://www.ita.br/sites/default/files/pages/PDI_ITA%20Partes%201%2C%202%20e%203.pdf. Acesso em: 06 de mar. 2020.
• INSTITUTO Tecnológico de Aeronáutica. Legislação do ITA. Disponível em: http://www.ita.br/adm/legislacao. Acesso em: 06 de
mar. 2020.
• Manual de autodepósito de dados de pesquisa RI-UFSCar Versão v.1.1 2019
• MEDEIROS, C. B. FAPESP lança Rede de Repositórios de Dados Científicos do Estado de São Paulo. Agência FAPESP: 20 dez. 2019.
Entrevista concedida a Maria Fernanda Ziegler. Disponível em: http://agencia.fapesp.br/fapesp-lanca-rede-de-repositorios-de-
dados-cientificos-do-estado-de-sao-paulo/32251/. Acesso em: 20 dez. 2019
• UNIVERSIDADE Federal do ABC. Plano de dados abertos. Disponível em: http://www.ufabc.edu.br/acesso-a-informacao/plano-
de-dados-abertos. Acesso em: 06 de mar. 2020.
• UNIVERSIDADE Federal do ABC. Repositório de dados de pesquisa UFABC. Disponível em:
https://www.unifesp.br/reitoria/bibliotecas/images/bibliotecas/ufabc.pdf. Acesso em: 06 de mar. 2020
• UNIVERSIDADE Federal do Estado de São Paulo. Repositório de dados de pesquisa UNIFESP. Disponível em:
https://www.unifesp.br/reitoria/bibliotecas/images/bibliotecas/ufabc.pdf. Acesso em: 06 de mar. 2020
• UNIVERSIDADE Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”. Repositório Institucional UNESP. Disponível em:
https://repositorio.unesp.br/handle/11449/183294. Acesso em: 06 de mar. 2020
• UNIVERSIDADE Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”. Política de Gestão do Repositório Institucional da Unesp Regulamento
interno. Disponível em:
https://repositorio.unesp.br/bitstream/handle/11449/144653/regulamento_repositorio_institucional_unesp.pdf?sequence=2&isAllo
wed=y. Acesso em: 06 de mar. 2020
• UNIVERSIDADE Federal de São Carlos. Repositório Institucional UFSCar. Disponível em: https://repositorio.ufscar.br/. Acesso em: 06
de mar. 2020
• UNIVERSIDADE Federal de São Carlos. Manual de autodepósito de dados de pesquisa RI-UFSCar. Disponível em:
https://repositorio.ufscar.br/static/ri-ufscar-manual-autodeposito-dados-v1.1.pdf. Acesso em: 06 de mar. 2020
• UNIVERSIDADE de Campinas. Repositório de Dados de Pesquisa da Unicamp. Disponível em:
https://redu.sbu.unicamp.br:8181/dataverse/redu. Acesso em: 06 de mar. 2020
REFERÊNCIAS
• Joyce Mirella dos Anjos Viana
E-mail: joyce@estudante.ufscar.br
OBRIGADO!

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Aproveitamento de dados bibliográficos de publicação científica indexada na b...
Aproveitamento de dados bibliográficos de publicação científica indexada na b...Aproveitamento de dados bibliográficos de publicação científica indexada na b...
Aproveitamento de dados bibliográficos de publicação científica indexada na b...Antonio Conserva Jr
 
Curso OrientaçãO Ao Usuario - Modulo I - Fontes de Informacao
Curso OrientaçãO Ao Usuario - Modulo I - Fontes de InformacaoCurso OrientaçãO Ao Usuario - Modulo I - Fontes de Informacao
Curso OrientaçãO Ao Usuario - Modulo I - Fontes de Informacaoguest930bd8
 
Funções e disfunções das bases de dados em levantamentos bibliométricos (atua...
Funções e disfunções das bases de dados em levantamentos bibliométricos (atua...Funções e disfunções das bases de dados em levantamentos bibliométricos (atua...
Funções e disfunções das bases de dados em levantamentos bibliométricos (atua...Leticia Strehl
 
Acesso aberto a dados de pesquisa no Brasil
Acesso aberto a dados de pesquisa no BrasilAcesso aberto a dados de pesquisa no Brasil
Acesso aberto a dados de pesquisa no BrasilProjeto RCAAP
 
Políticas de autoarquivamento em repositórios institucionais brasileiros: est...
Políticas de autoarquivamento em repositórios institucionais brasileiros: est...Políticas de autoarquivamento em repositórios institucionais brasileiros: est...
Políticas de autoarquivamento em repositórios institucionais brasileiros: est...Projeto RCAAP
 
DataRepositóriUM - partilhar, publicar e gerir dados de investigação
DataRepositóriUM - partilhar, publicar e gerir dados de investigaçãoDataRepositóriUM - partilhar, publicar e gerir dados de investigação
DataRepositóriUM - partilhar, publicar e gerir dados de investigaçãoPedro Príncipe
 
Repositórios brasileiros sobre a COVID-19: colaboração para o enfrentamento d...
Repositórios brasileiros sobre a COVID-19: colaboração para o enfrentamento d...Repositórios brasileiros sobre a COVID-19: colaboração para o enfrentamento d...
Repositórios brasileiros sobre a COVID-19: colaboração para o enfrentamento d...Projeto RCAAP
 
Portal de Busca Integrada USP
Portal de Busca Integrada USPPortal de Busca Integrada USP
Portal de Busca Integrada USPAnderson Santana
 
Recuperação colaborativa da informação
Recuperação colaborativa da informaçãoRecuperação colaborativa da informação
Recuperação colaborativa da informaçãoVanessa Biff
 

Mais procurados (19)

Tudo sobre o Acesso Aberto no IPV: as infraestruturas, os serviços e os requi...
Tudo sobre o Acesso Aberto no IPV: as infraestruturas, os serviços e os requi...Tudo sobre o Acesso Aberto no IPV: as infraestruturas, os serviços e os requi...
Tudo sobre o Acesso Aberto no IPV: as infraestruturas, os serviços e os requi...
 
Aproveitamento de dados bibliográficos de publicação científica indexada na b...
Aproveitamento de dados bibliográficos de publicação científica indexada na b...Aproveitamento de dados bibliográficos de publicação científica indexada na b...
Aproveitamento de dados bibliográficos de publicação científica indexada na b...
 
Estudo para integração entre a plataforma Lattes, a Biblioteca Digital Brasil...
Estudo para integração entre a plataforma Lattes, a Biblioteca Digital Brasil...Estudo para integração entre a plataforma Lattes, a Biblioteca Digital Brasil...
Estudo para integração entre a plataforma Lattes, a Biblioteca Digital Brasil...
 
Curso OrientaçãO Ao Usuario - Modulo I - Fontes de Informacao
Curso OrientaçãO Ao Usuario - Modulo I - Fontes de InformacaoCurso OrientaçãO Ao Usuario - Modulo I - Fontes de Informacao
Curso OrientaçãO Ao Usuario - Modulo I - Fontes de Informacao
 
Funções e disfunções das bases de dados em levantamentos bibliométricos (atua...
Funções e disfunções das bases de dados em levantamentos bibliométricos (atua...Funções e disfunções das bases de dados em levantamentos bibliométricos (atua...
Funções e disfunções das bases de dados em levantamentos bibliométricos (atua...
 
Acesso aberto a dados de pesquisa no Brasil
Acesso aberto a dados de pesquisa no BrasilAcesso aberto a dados de pesquisa no Brasil
Acesso aberto a dados de pesquisa no Brasil
 
Treinamento Periódicos Capes
Treinamento Periódicos CapesTreinamento Periódicos Capes
Treinamento Periódicos Capes
 
Políticas de autoarquivamento em repositórios institucionais brasileiros: est...
Políticas de autoarquivamento em repositórios institucionais brasileiros: est...Políticas de autoarquivamento em repositórios institucionais brasileiros: est...
Políticas de autoarquivamento em repositórios institucionais brasileiros: est...
 
Estudo de caso sobre data mining
Estudo de caso sobre data miningEstudo de caso sobre data mining
Estudo de caso sobre data mining
 
DataRepositóriUM - partilhar, publicar e gerir dados de investigação
DataRepositóriUM - partilhar, publicar e gerir dados de investigaçãoDataRepositóriUM - partilhar, publicar e gerir dados de investigação
DataRepositóriUM - partilhar, publicar e gerir dados de investigação
 
Seminário SBUFRGS e SABi
Seminário SBUFRGS e SABiSeminário SBUFRGS e SABi
Seminário SBUFRGS e SABi
 
Sistemas de Gestão de Ciência e Repositórios - Introdução/Motivação: Sistemas...
Sistemas de Gestão de Ciência e Repositórios - Introdução/Motivação: Sistemas...Sistemas de Gestão de Ciência e Repositórios - Introdução/Motivação: Sistemas...
Sistemas de Gestão de Ciência e Repositórios - Introdução/Motivação: Sistemas...
 
Fontes de pesquisa
Fontes de pesquisaFontes de pesquisa
Fontes de pesquisa
 
Repositórios brasileiros sobre a COVID-19: colaboração para o enfrentamento d...
Repositórios brasileiros sobre a COVID-19: colaboração para o enfrentamento d...Repositórios brasileiros sobre a COVID-19: colaboração para o enfrentamento d...
Repositórios brasileiros sobre a COVID-19: colaboração para o enfrentamento d...
 
Sistemas de Gestão de Ciência e Repositórios - DSpaceCRIS
Sistemas de Gestão de Ciência e Repositórios - DSpaceCRISSistemas de Gestão de Ciência e Repositórios - DSpaceCRIS
Sistemas de Gestão de Ciência e Repositórios - DSpaceCRIS
 
Portal de Busca Integrada USP
Portal de Busca Integrada USPPortal de Busca Integrada USP
Portal de Busca Integrada USP
 
Gestão de Dados: Sobreposições ou Convergências entre Infraestruturas?
Gestão de Dados: Sobreposições ou Convergências entre Infraestruturas?Gestão de Dados: Sobreposições ou Convergências entre Infraestruturas?
Gestão de Dados: Sobreposições ou Convergências entre Infraestruturas?
 
Recuperação colaborativa da informação
Recuperação colaborativa da informaçãoRecuperação colaborativa da informação
Recuperação colaborativa da informação
 
Citações_métricas alternativas
Citações_métricas alternativasCitações_métricas alternativas
Citações_métricas alternativas
 

Semelhante a Indexação de dados científicos: uma análise a partir das políticas da Rede de Repositórios de Dados Científicos do Estado de São Paulo

Gestão de Dados Científicos nas Instituições - workshop #ConfOA2015
Gestão de Dados Científicos nas Instituições - workshop #ConfOA2015Gestão de Dados Científicos nas Instituições - workshop #ConfOA2015
Gestão de Dados Científicos nas Instituições - workshop #ConfOA2015Pedro Príncipe
 
Gestão de dados para periódicos científicos
Gestão de dados para periódicos científicosGestão de dados para periódicos científicos
Gestão de dados para periódicos científicosPortal de Periódicos UFSC
 
Desafios da preservação de dados de pesquisa no Brasil
Desafios da preservação de dados de pesquisa no BrasilDesafios da preservação de dados de pesquisa no Brasil
Desafios da preservação de dados de pesquisa no BrasilCariniana Rede
 
Situação e tendências da gestão de dados de investigação
Situação e tendências da gestão de dados de investigaçãoSituação e tendências da gestão de dados de investigação
Situação e tendências da gestão de dados de investigaçãoPedro Príncipe
 
Workshop APDIS sobre Gestão de Dados Científicos
Workshop APDIS sobre Gestão de Dados CientíficosWorkshop APDIS sobre Gestão de Dados Científicos
Workshop APDIS sobre Gestão de Dados CientíficosPedro Príncipe
 
Diretrizes OpenAire para Repositórios de Dados, Repositórios de Literatura e ...
Diretrizes OpenAire para Repositórios de Dados, Repositórios de Literatura e ...Diretrizes OpenAire para Repositórios de Dados, Repositórios de Literatura e ...
Diretrizes OpenAire para Repositórios de Dados, Repositórios de Literatura e ...Pedro Príncipe
 
Gestão de Dados de Investigação e Bibliotecas em Portugal: estratégias, servi...
Gestão de Dados de Investigação e Bibliotecas em Portugal: estratégias, servi...Gestão de Dados de Investigação e Bibliotecas em Portugal: estratégias, servi...
Gestão de Dados de Investigação e Bibliotecas em Portugal: estratégias, servi...Pedro Príncipe
 
Estratégia Institucional para a gestão de dados de investigação na UMINHO: o ...
Estratégia Institucional para a gestão de dados de investigação na UMINHO: o ...Estratégia Institucional para a gestão de dados de investigação na UMINHO: o ...
Estratégia Institucional para a gestão de dados de investigação na UMINHO: o ...Pedro Príncipe
 
23 coisas: Bibliotecas para a Gestão de Dados de Investigação (Webinar BAD do...
23 coisas: Bibliotecas para a Gestão de Dados de Investigação (Webinar BAD do...23 coisas: Bibliotecas para a Gestão de Dados de Investigação (Webinar BAD do...
23 coisas: Bibliotecas para a Gestão de Dados de Investigação (Webinar BAD do...Pedro Príncipe
 
Um cenário das políticas dos repositórios temáticos brasileiros
Um cenário das políticas dos repositórios temáticos brasileirosUm cenário das políticas dos repositórios temáticos brasileiros
Um cenário das políticas dos repositórios temáticos brasileirosProjeto RCAAP
 
Abel L Packer - SciELO 2019-2023: Políticas e critérios de indexação das cole...
Abel L Packer - SciELO 2019-2023: Políticas e critérios de indexação das cole...Abel L Packer - SciELO 2019-2023: Políticas e critérios de indexação das cole...
Abel L Packer - SciELO 2019-2023: Políticas e critérios de indexação das cole...SciELO - Scientific Electronic Library Online
 
Gestão do conhecimento usando data mining
Gestão do conhecimento usando data miningGestão do conhecimento usando data mining
Gestão do conhecimento usando data miningTalita Lima
 
15.03.26 gestão do conhecimento usando data mining
15.03.26   gestão do conhecimento usando data mining15.03.26   gestão do conhecimento usando data mining
15.03.26 gestão do conhecimento usando data miningTalita Lima
 
Data RepositóriUM: projeto de implementação do repositório de dados para a Un...
Data RepositóriUM: projeto de implementação do repositório de dados para a Un...Data RepositóriUM: projeto de implementação do repositório de dados para a Un...
Data RepositóriUM: projeto de implementação do repositório de dados para a Un...Pedro Príncipe
 
ABERTURA E GESTÃO DE DADOS DE INVESTIGAÇÃO - Estratégias Institucionais e Ser...
ABERTURA E GESTÃO DE DADOS DE INVESTIGAÇÃO - Estratégias Institucionais e Ser...ABERTURA E GESTÃO DE DADOS DE INVESTIGAÇÃO - Estratégias Institucionais e Ser...
ABERTURA E GESTÃO DE DADOS DE INVESTIGAÇÃO - Estratégias Institucionais e Ser...Pedro Príncipe
 

Semelhante a Indexação de dados científicos: uma análise a partir das políticas da Rede de Repositórios de Dados Científicos do Estado de São Paulo (20)

Gestão de Dados Científicos nas Instituições - workshop #ConfOA2015
Gestão de Dados Científicos nas Instituições - workshop #ConfOA2015Gestão de Dados Científicos nas Instituições - workshop #ConfOA2015
Gestão de Dados Científicos nas Instituições - workshop #ConfOA2015
 
Gestão de dados para periódicos científicos
Gestão de dados para periódicos científicosGestão de dados para periódicos científicos
Gestão de dados para periódicos científicos
 
Desafios da preservação de dados de pesquisa no Brasil
Desafios da preservação de dados de pesquisa no BrasilDesafios da preservação de dados de pesquisa no Brasil
Desafios da preservação de dados de pesquisa no Brasil
 
Situação e tendências da gestão de dados de investigação
Situação e tendências da gestão de dados de investigaçãoSituação e tendências da gestão de dados de investigação
Situação e tendências da gestão de dados de investigação
 
Workshop APDIS sobre Gestão de Dados Científicos
Workshop APDIS sobre Gestão de Dados CientíficosWorkshop APDIS sobre Gestão de Dados Científicos
Workshop APDIS sobre Gestão de Dados Científicos
 
Gestão de Dados de Pesquisa: os princípios FAIR e as estratégias institucionais
Gestão de Dados de Pesquisa: os princípios FAIR e as estratégias institucionaisGestão de Dados de Pesquisa: os princípios FAIR e as estratégias institucionais
Gestão de Dados de Pesquisa: os princípios FAIR e as estratégias institucionais
 
Diretrizes OpenAire para Repositórios de Dados, Repositórios de Literatura e ...
Diretrizes OpenAire para Repositórios de Dados, Repositórios de Literatura e ...Diretrizes OpenAire para Repositórios de Dados, Repositórios de Literatura e ...
Diretrizes OpenAire para Repositórios de Dados, Repositórios de Literatura e ...
 
Gdibibliotecas
GdibibliotecasGdibibliotecas
Gdibibliotecas
 
Gestão de Dados de Investigação e Bibliotecas em Portugal: estratégias, servi...
Gestão de Dados de Investigação e Bibliotecas em Portugal: estratégias, servi...Gestão de Dados de Investigação e Bibliotecas em Portugal: estratégias, servi...
Gestão de Dados de Investigação e Bibliotecas em Portugal: estratégias, servi...
 
Estratégia Institucional para a gestão de dados de investigação na UMINHO: o ...
Estratégia Institucional para a gestão de dados de investigação na UMINHO: o ...Estratégia Institucional para a gestão de dados de investigação na UMINHO: o ...
Estratégia Institucional para a gestão de dados de investigação na UMINHO: o ...
 
23 coisas: Bibliotecas para a Gestão de Dados de Investigação (Webinar BAD do...
23 coisas: Bibliotecas para a Gestão de Dados de Investigação (Webinar BAD do...23 coisas: Bibliotecas para a Gestão de Dados de Investigação (Webinar BAD do...
23 coisas: Bibliotecas para a Gestão de Dados de Investigação (Webinar BAD do...
 
Os desafios das políticas de embargo em repositórios institucionais: um estud...
Os desafios das políticas de embargo em repositórios institucionais: um estud...Os desafios das políticas de embargo em repositórios institucionais: um estud...
Os desafios das políticas de embargo em repositórios institucionais: um estud...
 
Diretrizes OpenAire para repositorios
Diretrizes OpenAire para repositorios Diretrizes OpenAire para repositorios
Diretrizes OpenAire para repositorios
 
Um cenário das políticas dos repositórios temáticos brasileiros
Um cenário das políticas dos repositórios temáticos brasileirosUm cenário das políticas dos repositórios temáticos brasileiros
Um cenário das políticas dos repositórios temáticos brasileiros
 
Abel L Packer - SciELO 2019-2023: Políticas e critérios de indexação das cole...
Abel L Packer - SciELO 2019-2023: Políticas e critérios de indexação das cole...Abel L Packer - SciELO 2019-2023: Políticas e critérios de indexação das cole...
Abel L Packer - SciELO 2019-2023: Políticas e critérios de indexação das cole...
 
Dados governamentais na perspectiva da Ciência Aberta: potencialidades e desa...
Dados governamentais na perspectiva da Ciência Aberta: potencialidades e desa...Dados governamentais na perspectiva da Ciência Aberta: potencialidades e desa...
Dados governamentais na perspectiva da Ciência Aberta: potencialidades e desa...
 
Gestão do conhecimento usando data mining
Gestão do conhecimento usando data miningGestão do conhecimento usando data mining
Gestão do conhecimento usando data mining
 
15.03.26 gestão do conhecimento usando data mining
15.03.26   gestão do conhecimento usando data mining15.03.26   gestão do conhecimento usando data mining
15.03.26 gestão do conhecimento usando data mining
 
Data RepositóriUM: projeto de implementação do repositório de dados para a Un...
Data RepositóriUM: projeto de implementação do repositório de dados para a Un...Data RepositóriUM: projeto de implementação do repositório de dados para a Un...
Data RepositóriUM: projeto de implementação do repositório de dados para a Un...
 
ABERTURA E GESTÃO DE DADOS DE INVESTIGAÇÃO - Estratégias Institucionais e Ser...
ABERTURA E GESTÃO DE DADOS DE INVESTIGAÇÃO - Estratégias Institucionais e Ser...ABERTURA E GESTÃO DE DADOS DE INVESTIGAÇÃO - Estratégias Institucionais e Ser...
ABERTURA E GESTÃO DE DADOS DE INVESTIGAÇÃO - Estratégias Institucionais e Ser...
 

Mais de Projeto RCAAP

Perfil dos Autores Brasileiros com Publicações Científicas em Periódicos de A...
Perfil dos Autores Brasileiros com Publicações Científicas em Periódicos de A...Perfil dos Autores Brasileiros com Publicações Científicas em Periódicos de A...
Perfil dos Autores Brasileiros com Publicações Científicas em Periódicos de A...Projeto RCAAP
 
Tendência de Publicação em Periódicos de Acesso Aberto no Brasil: Uma Abordag...
Tendência de Publicação em Periódicos de Acesso Aberto no Brasil: Uma Abordag...Tendência de Publicação em Periódicos de Acesso Aberto no Brasil: Uma Abordag...
Tendência de Publicação em Periódicos de Acesso Aberto no Brasil: Uma Abordag...Projeto RCAAP
 
e-Jornadas FCCN 2020 - Sessão do Projeto RCAAP - Parte 2
e-Jornadas FCCN 2020 - Sessão do Projeto RCAAP - Parte 2e-Jornadas FCCN 2020 - Sessão do Projeto RCAAP - Parte 2
e-Jornadas FCCN 2020 - Sessão do Projeto RCAAP - Parte 2Projeto RCAAP
 
e-Jornadas FCCN 2020 - Sessão do Projeto RCAAP - Parte 1
e-Jornadas FCCN 2020 - Sessão do Projeto RCAAP - Parte 1e-Jornadas FCCN 2020 - Sessão do Projeto RCAAP - Parte 1
e-Jornadas FCCN 2020 - Sessão do Projeto RCAAP - Parte 1Projeto RCAAP
 
VODAN BR – rede de dados de surto de covid-19 no brasil: a gestão de dados no...
VODAN BR – rede de dados de surto de covid-19 no brasil: a gestão de dados no...VODAN BR – rede de dados de surto de covid-19 no brasil: a gestão de dados no...
VODAN BR – rede de dados de surto de covid-19 no brasil: a gestão de dados no...Projeto RCAAP
 
Desenvolvimento da competência em informação em pessoas em situação de rua: f...
Desenvolvimento da competência em informação em pessoas em situação de rua: f...Desenvolvimento da competência em informação em pessoas em situação de rua: f...
Desenvolvimento da competência em informação em pessoas em situação de rua: f...Projeto RCAAP
 
Uma Estratégia para a Identificação de Publicações em Periódicos de Acesso Ab...
Uma Estratégia para a Identificação de Publicações em Periódicos de Acesso Ab...Uma Estratégia para a Identificação de Publicações em Periódicos de Acesso Ab...
Uma Estratégia para a Identificação de Publicações em Periódicos de Acesso Ab...Projeto RCAAP
 
Periódicos de Acesso Aberto: Uma Análise Bibliométrica da Produção Científica...
Periódicos de Acesso Aberto: Uma Análise Bibliométrica da Produção Científica...Periódicos de Acesso Aberto: Uma Análise Bibliométrica da Produção Científica...
Periódicos de Acesso Aberto: Uma Análise Bibliométrica da Produção Científica...Projeto RCAAP
 
Análise da Mobilidade Acadêmica Brasileira Baseada em Dados Curriculares da P...
Análise da Mobilidade Acadêmica Brasileira Baseada em Dados Curriculares da P...Análise da Mobilidade Acadêmica Brasileira Baseada em Dados Curriculares da P...
Análise da Mobilidade Acadêmica Brasileira Baseada em Dados Curriculares da P...Projeto RCAAP
 
Usabilidade em repositório institucional: o caso do Memoria – RI do IFRN
Usabilidade em repositório institucional: o caso do Memoria – RI do IFRNUsabilidade em repositório institucional: o caso do Memoria – RI do IFRN
Usabilidade em repositório institucional: o caso do Memoria – RI do IFRNProjeto RCAAP
 
Repositórios digitais brasileiros presentes no registry of open access reposi...
Repositórios digitais brasileiros presentes no registry of open access reposi...Repositórios digitais brasileiros presentes no registry of open access reposi...
Repositórios digitais brasileiros presentes no registry of open access reposi...Projeto RCAAP
 
Autoarquivamento na UFRN: configurações no Dspace para validação do depósito ...
Autoarquivamento na UFRN: configurações no Dspace para validação do depósito ...Autoarquivamento na UFRN: configurações no Dspace para validação do depósito ...
Autoarquivamento na UFRN: configurações no Dspace para validação do depósito ...Projeto RCAAP
 
Boas práticas da ciência aberta: compartilhando iniciativas brasileiras e por...
Boas práticas da ciência aberta: compartilhando iniciativas brasileiras e por...Boas práticas da ciência aberta: compartilhando iniciativas brasileiras e por...
Boas práticas da ciência aberta: compartilhando iniciativas brasileiras e por...Projeto RCAAP
 
Panorama histórico na promoção de acesso aberto: implantação e funcionamento ...
Panorama histórico na promoção de acesso aberto: implantação e funcionamento ...Panorama histórico na promoção de acesso aberto: implantação e funcionamento ...
Panorama histórico na promoção de acesso aberto: implantação e funcionamento ...Projeto RCAAP
 
Ciência Cidadã: coprodução do conhecimento científico
Ciência Cidadã: coprodução do conhecimento científicoCiência Cidadã: coprodução do conhecimento científico
Ciência Cidadã: coprodução do conhecimento científicoProjeto RCAAP
 
A importância da implementação do BRCRIS: desafios em virtude da emergência d...
A importância da implementação do BRCRIS: desafios em virtude da emergência d...A importância da implementação do BRCRIS: desafios em virtude da emergência d...
A importância da implementação do BRCRIS: desafios em virtude da emergência d...Projeto RCAAP
 
O preço da publicação científica: as áreas do conhecimento em foco
O preço da publicação científica: as áreas do conhecimento em focoO preço da publicação científica: as áreas do conhecimento em foco
O preço da publicação científica: as áreas do conhecimento em focoProjeto RCAAP
 
A incidência de APC em áreas científicas
A incidência de APC em áreas científicasA incidência de APC em áreas científicas
A incidência de APC em áreas científicasProjeto RCAAP
 
O desafio da interoperabilidade semântica nas bases de dados: estudo de caso ...
O desafio da interoperabilidade semântica nas bases de dados: estudo de caso ...O desafio da interoperabilidade semântica nas bases de dados: estudo de caso ...
O desafio da interoperabilidade semântica nas bases de dados: estudo de caso ...Projeto RCAAP
 
Implantação e padronização de dados em Repositórios Institucionais
Implantação e padronização de dados em Repositórios InstitucionaisImplantação e padronização de dados em Repositórios Institucionais
Implantação e padronização de dados em Repositórios InstitucionaisProjeto RCAAP
 

Mais de Projeto RCAAP (20)

Perfil dos Autores Brasileiros com Publicações Científicas em Periódicos de A...
Perfil dos Autores Brasileiros com Publicações Científicas em Periódicos de A...Perfil dos Autores Brasileiros com Publicações Científicas em Periódicos de A...
Perfil dos Autores Brasileiros com Publicações Científicas em Periódicos de A...
 
Tendência de Publicação em Periódicos de Acesso Aberto no Brasil: Uma Abordag...
Tendência de Publicação em Periódicos de Acesso Aberto no Brasil: Uma Abordag...Tendência de Publicação em Periódicos de Acesso Aberto no Brasil: Uma Abordag...
Tendência de Publicação em Periódicos de Acesso Aberto no Brasil: Uma Abordag...
 
e-Jornadas FCCN 2020 - Sessão do Projeto RCAAP - Parte 2
e-Jornadas FCCN 2020 - Sessão do Projeto RCAAP - Parte 2e-Jornadas FCCN 2020 - Sessão do Projeto RCAAP - Parte 2
e-Jornadas FCCN 2020 - Sessão do Projeto RCAAP - Parte 2
 
e-Jornadas FCCN 2020 - Sessão do Projeto RCAAP - Parte 1
e-Jornadas FCCN 2020 - Sessão do Projeto RCAAP - Parte 1e-Jornadas FCCN 2020 - Sessão do Projeto RCAAP - Parte 1
e-Jornadas FCCN 2020 - Sessão do Projeto RCAAP - Parte 1
 
VODAN BR – rede de dados de surto de covid-19 no brasil: a gestão de dados no...
VODAN BR – rede de dados de surto de covid-19 no brasil: a gestão de dados no...VODAN BR – rede de dados de surto de covid-19 no brasil: a gestão de dados no...
VODAN BR – rede de dados de surto de covid-19 no brasil: a gestão de dados no...
 
Desenvolvimento da competência em informação em pessoas em situação de rua: f...
Desenvolvimento da competência em informação em pessoas em situação de rua: f...Desenvolvimento da competência em informação em pessoas em situação de rua: f...
Desenvolvimento da competência em informação em pessoas em situação de rua: f...
 
Uma Estratégia para a Identificação de Publicações em Periódicos de Acesso Ab...
Uma Estratégia para a Identificação de Publicações em Periódicos de Acesso Ab...Uma Estratégia para a Identificação de Publicações em Periódicos de Acesso Ab...
Uma Estratégia para a Identificação de Publicações em Periódicos de Acesso Ab...
 
Periódicos de Acesso Aberto: Uma Análise Bibliométrica da Produção Científica...
Periódicos de Acesso Aberto: Uma Análise Bibliométrica da Produção Científica...Periódicos de Acesso Aberto: Uma Análise Bibliométrica da Produção Científica...
Periódicos de Acesso Aberto: Uma Análise Bibliométrica da Produção Científica...
 
Análise da Mobilidade Acadêmica Brasileira Baseada em Dados Curriculares da P...
Análise da Mobilidade Acadêmica Brasileira Baseada em Dados Curriculares da P...Análise da Mobilidade Acadêmica Brasileira Baseada em Dados Curriculares da P...
Análise da Mobilidade Acadêmica Brasileira Baseada em Dados Curriculares da P...
 
Usabilidade em repositório institucional: o caso do Memoria – RI do IFRN
Usabilidade em repositório institucional: o caso do Memoria – RI do IFRNUsabilidade em repositório institucional: o caso do Memoria – RI do IFRN
Usabilidade em repositório institucional: o caso do Memoria – RI do IFRN
 
Repositórios digitais brasileiros presentes no registry of open access reposi...
Repositórios digitais brasileiros presentes no registry of open access reposi...Repositórios digitais brasileiros presentes no registry of open access reposi...
Repositórios digitais brasileiros presentes no registry of open access reposi...
 
Autoarquivamento na UFRN: configurações no Dspace para validação do depósito ...
Autoarquivamento na UFRN: configurações no Dspace para validação do depósito ...Autoarquivamento na UFRN: configurações no Dspace para validação do depósito ...
Autoarquivamento na UFRN: configurações no Dspace para validação do depósito ...
 
Boas práticas da ciência aberta: compartilhando iniciativas brasileiras e por...
Boas práticas da ciência aberta: compartilhando iniciativas brasileiras e por...Boas práticas da ciência aberta: compartilhando iniciativas brasileiras e por...
Boas práticas da ciência aberta: compartilhando iniciativas brasileiras e por...
 
Panorama histórico na promoção de acesso aberto: implantação e funcionamento ...
Panorama histórico na promoção de acesso aberto: implantação e funcionamento ...Panorama histórico na promoção de acesso aberto: implantação e funcionamento ...
Panorama histórico na promoção de acesso aberto: implantação e funcionamento ...
 
Ciência Cidadã: coprodução do conhecimento científico
Ciência Cidadã: coprodução do conhecimento científicoCiência Cidadã: coprodução do conhecimento científico
Ciência Cidadã: coprodução do conhecimento científico
 
A importância da implementação do BRCRIS: desafios em virtude da emergência d...
A importância da implementação do BRCRIS: desafios em virtude da emergência d...A importância da implementação do BRCRIS: desafios em virtude da emergência d...
A importância da implementação do BRCRIS: desafios em virtude da emergência d...
 
O preço da publicação científica: as áreas do conhecimento em foco
O preço da publicação científica: as áreas do conhecimento em focoO preço da publicação científica: as áreas do conhecimento em foco
O preço da publicação científica: as áreas do conhecimento em foco
 
A incidência de APC em áreas científicas
A incidência de APC em áreas científicasA incidência de APC em áreas científicas
A incidência de APC em áreas científicas
 
O desafio da interoperabilidade semântica nas bases de dados: estudo de caso ...
O desafio da interoperabilidade semântica nas bases de dados: estudo de caso ...O desafio da interoperabilidade semântica nas bases de dados: estudo de caso ...
O desafio da interoperabilidade semântica nas bases de dados: estudo de caso ...
 
Implantação e padronização de dados em Repositórios Institucionais
Implantação e padronização de dados em Repositórios InstitucionaisImplantação e padronização de dados em Repositórios Institucionais
Implantação e padronização de dados em Repositórios Institucionais
 

Último

GuiadeinjriasdeherbicidasemSojaConhecimentoAgronmico.pdf
GuiadeinjriasdeherbicidasemSojaConhecimentoAgronmico.pdfGuiadeinjriasdeherbicidasemSojaConhecimentoAgronmico.pdf
GuiadeinjriasdeherbicidasemSojaConhecimentoAgronmico.pdfLeandroDoValle2
 
84723012-ACIDENTES- ósseos anatomia humana
84723012-ACIDENTES- ósseos anatomia humana84723012-ACIDENTES- ósseos anatomia humana
84723012-ACIDENTES- ósseos anatomia humanajosecavalcante88019
 
REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V25_...
REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V25_...REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V25_...
REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V25_...Universidade Federal de Sergipe - UFS
 
REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V24_...
REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V24_...REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V24_...
REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V24_...Universidade Federal de Sergipe - UFS
 
Aula capitulo 10 - Recombinacao Genica.ppt
Aula capitulo 10 - Recombinacao Genica.pptAula capitulo 10 - Recombinacao Genica.ppt
Aula capitulo 10 - Recombinacao Genica.pptAugustoCsar653220
 
REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V25_...
REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V25_...REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V25_...
REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V25_...Universidade Federal de Sergipe - UFS
 
REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V24_...
REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V24_...REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V24_...
REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V24_...Universidade Federal de Sergipe - UFS
 
REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V24_...
REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V24_...REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V24_...
REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V24_...Universidade Federal de Sergipe - UFS
 
REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V24_...
REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V24_...REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V24_...
REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V24_...Universidade Federal de Sergipe - UFS
 
REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V25_...
REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V25_...REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V25_...
REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V25_...Universidade Federal de Sergipe - UFS
 
REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V24_...
REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V24_...REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V24_...
REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V24_...Universidade Federal de Sergipe - UFS
 
Síndrome de obstrução brônquica 2020.pdf
Síndrome de obstrução brônquica 2020.pdfSíndrome de obstrução brônquica 2020.pdf
Síndrome de obstrução brônquica 2020.pdfVctorJuliao
 
REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V24_...
REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V24_...REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V24_...
REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V24_...Universidade Federal de Sergipe - UFS
 
REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V24_...
REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V24_...REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V24_...
REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V24_...Universidade Federal de Sergipe - UFS
 

Último (14)

GuiadeinjriasdeherbicidasemSojaConhecimentoAgronmico.pdf
GuiadeinjriasdeherbicidasemSojaConhecimentoAgronmico.pdfGuiadeinjriasdeherbicidasemSojaConhecimentoAgronmico.pdf
GuiadeinjriasdeherbicidasemSojaConhecimentoAgronmico.pdf
 
84723012-ACIDENTES- ósseos anatomia humana
84723012-ACIDENTES- ósseos anatomia humana84723012-ACIDENTES- ósseos anatomia humana
84723012-ACIDENTES- ósseos anatomia humana
 
REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V25_...
REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V25_...REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V25_...
REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V25_...
 
REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V24_...
REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V24_...REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V24_...
REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V24_...
 
Aula capitulo 10 - Recombinacao Genica.ppt
Aula capitulo 10 - Recombinacao Genica.pptAula capitulo 10 - Recombinacao Genica.ppt
Aula capitulo 10 - Recombinacao Genica.ppt
 
REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V25_...
REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V25_...REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V25_...
REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V25_...
 
REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V24_...
REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V24_...REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V24_...
REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V24_...
 
REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V24_...
REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V24_...REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V24_...
REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V24_...
 
REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V24_...
REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V24_...REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V24_...
REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V24_...
 
REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V25_...
REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V25_...REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V25_...
REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V25_...
 
REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V24_...
REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V24_...REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V24_...
REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V24_...
 
Síndrome de obstrução brônquica 2020.pdf
Síndrome de obstrução brônquica 2020.pdfSíndrome de obstrução brônquica 2020.pdf
Síndrome de obstrução brônquica 2020.pdf
 
REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V24_...
REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V24_...REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V24_...
REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V24_...
 
REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V24_...
REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V24_...REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V24_...
REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V24_...
 

Indexação de dados científicos: uma análise a partir das políticas da Rede de Repositórios de Dados Científicos do Estado de São Paulo

  • 1. INDEXAÇÃO DE DADOS CIENTÍFICOS: uma análise a partir das políticas da Rede de Repositórios de Dados Científicos do estado de São Paulo Joyce Mirella dos Anjos Viana Paula Regina Dal’Evedove 2020
  • 2. INTRODUÇÃO • OBJETIVO buscou-se investigar a indexação de dados científicos no âmbito da Rede de Repositórios de Dados Científicos do Estado de São Paulo mediante análise das políticas de informação estabelecidas pelas instituições integrantes, no intuito de contribuir para os estudos de organização e representação da informação em repositórios digitais.
  • 3. METODOLOGIA • A pesquisa possui caráter exploratório e descritivo, com abordagem qualitativa, sendo a coleta de dados sobre o processo de indexação de dados científicos na Rede realizada nos Websites dos repositórios de dados associados à plataforma e no sítio eletrônico da própria instituição.
  • 4. METODOLOGIA • A iniciativa da FAPESP trata-se de uma prática da gestão dos dados científicos no Brasil sintonizada com as práticas de Open Science. • Lançado em 16 de dezembro de 2019, a plataforma reúne dados científicos de oito instituições do Estado de São Paulo, a saber: • Embrapa Informática Agropecuária (CNPTIA/EMBRAPA); • Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA); • Universidade de São Paulo (USP); • Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP); • Universidade Estadual Paulista (UNESP); • Universidade Federal do ABC (UFABC); • Universidade Federal de São Carlos (UFSCar); • e Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP).
  • 5. METODOLOGIA • Cada instituição integrante da rede desenvolveu seu próprio repositório de dados científicos e grupos permanentes internos para o gerenciamento e compartilhamento dos dados.
  • 6. METODOLOGIA • O site, o software e os repositórios associados foram criados para atender à Política de Gestão de Dados da FAPESP.
  • 7. RESULTADOS E DISCUSSÃO • Em atenção ao objetivo delineado, observa-se que a maior parte das políticas analisadas pontuam considerações acerca dos dados científicos e quem pode atuar como pesquisador responsável. • Ainda, constatou-se que os repositórios de dados vinculados à rede atendem, mesmo que parcialmente, aos princípios FAIR, utilizam alguns softwares e padrões que permitem a interoperabilidade, possuem determinados sistemas de identificação dos dados e protocolo para a coleta de metadados. • A UNESP, UFSCar e a UNIFESP são as únicas instituições da rede que apresentam políticas e permitem o autoarquivamento dos dados científicos pelos pesquisadores.
  • 8. RESULTADOS E DISCUSSÃO • Na USP identificamos a Resolução 7900 de 11 de dezembro de 2019 que estabelece normas para a gestão de dados científicos da instituição; • As condições para o armazenamento desses recursos são o preenchimento dos metadados necessários de maneira adequada pelo docente e adequação aos aspectos éticos e legais; • Neste caso o pesquisador faz a solicitação de inserção dos dados científicos e metadados no repositório de dados ao Grupo Gestor de Dados Científicos da instituição; • Grupo gestor da biblioteca realiza uma curadoria dos metadados propostos pelo pesquisador, seguidos de inclusão e publicação no repositório de dados da USP; • A indexação dos dados científicos é realizada no momento em que o pesquisador envia seu material para o grupo, por meio do preenchimento dos metadados.
  • 10. RESULTADOS E DISCUSSÃO • Na UFSCar identificamos o Manual de Autodepósito de Dados de Pesquisa, sendo dividido em duas seções que contemplam o depósito de dados de pesquisa com e sem embargo; • Os dados disponibilizados no repositório compreendem todos os tipos de recursos informacionais produzidos em qualquer faze do ciclo de vida da pesquisa; • A inserção dos dados de pesquisa e metadados é feita pelo próprio pesquisador por meio do seu número da instituição; • Entre os metadados obrigatórios estão o título, autor, URL do Currículo Lattes do autor, unidade da UFSCar, departamento, programa de pós-graduação, data de publicação, descrição, palavras-chave, área do conhecimento, idioma e agência de fomento; • A representação de assunto no manual é contemplada nos metadados, descrição e palavras-chave, nos quais o pesquisador tem a obrigatoriedade de informar a finalidade, assim como as palavras-chaves representativas no mínimo em português e inglês; • Outro metadado contemplado, porém não obrigatório, é a descrição do arquivo onde o pesquisador deve fornecer uma contextualização geral do mesmo.
  • 12. RESULTADOS E DISCUSSÃO • A instituição UFABC está em fase de elaboração da política de uso do repositório de dados, com previsão para a conclusão dos trabalhos em 2020. • A universidade está se mobilizando para promover a abertura dos seus dados institucionais, sendo instituído o Plano de Dados Abertos 2020-2022 pela portaria n° 451. • O documento se configura como orientador para as ações de transparência ativa das bases de dados institucionais de natureza administrativa, não contemplando diretamente os dados científicos. • A instituição desenvolveu dois sistemas, um dedicado aos dados científicos e o outro de bases de dados e estatísticas.
  • 14. RESULTADOS E DISCUSSÃO • A UNIFESP desenvolveu o seu Plano de Dados Abertos 2018-2019; • A mesma, pela Resolução nº178, dispões sobre a Política de Gestão de Dados Estratégicos Institucionais que estabelece objetivos, princípios, diretrizes e governança dos dados; • Porém, a Política de Gestão de Dados de pesquisa da instituição, até a presente pesquisa, não foi concluída, mesmo que está já esteja prevista na abrangente Política de Dados da UNIFESP • Como instrumento para auxiliar os usuários do repositório de dados, a instituição criou os Termos Gerais de Uso do Repositório de Dados de Pesquisa UNIFESP, disponível no processo de cadastro do usuário no sistema. O termo prevê regras de conduta, upload pelo usuário, licenças de uso, citações e um vocabulário de termos utilizados no texto;
  • 15. RESULTADOS E DISCUSSÃO • Com acesso controlado ao repositório, o usuário pode obter acesso às funcionalidades de upload e download, para realizar o upload de dados científicos o usuário precisa ser validado pela instituição; • Cabe esclarecer, ainda, que o usuário só pode fazer o upload de dados científicos sem embargo. O depositante não precisa ser o autor da pesquisa, o mesmo pode conceder acesso a outros usuários ao conjunto de dados.
  • 17. RESULTADOS E DISCUSSÃO • Política de Governança de Dados, Informação e Conhecimento da Embrapa e os Termo de Uso da Base de Imagens de Sintomas de Doenças de Plantas (PDDB). A política dispõe sobre princípios, diretrizes, atribuições e responsabilidades para a gestão dos dados científicos e divulgação de informações relevantes na empresa; • Esta política contempla os dados científicos, dados abertos, dados administrativos e dados pessoais, estes produzidos no exercício das funções da EMBRAPA, sendo propriedade da mesma e gerenciados como ativos corporativos; • O repositório de dados da instituição só permite que os usuários visualizem os dados e façam download. O usuário tem a garantia da confidencialidade de seus dados de navegação no sistema. • Na versão atual do repositório de dados da EMBRAPA a inserção dos dados científicos, gestão e a curadoria dos metadados é feita pela própria instituição.
  • 19. • As instituições UNICAMP e ITA não disponibilizam informações e políticas de gestão de dados de pesquisa de seus respectivos repositórios. • Por seu turno, a UNESP está atuando no desenvolvimento de guias, termos, materiais de apoio e políticas de acesso, conforme informações presentes em seu repositório de dados. • Identificamos que o sistema da UNICAMP é semelhante ao da UNIFESP no sentido de que o usuário, pra fazer o upload dos dados científicos deve criar uma conta no repositório e ser autenticado pela Equipe do REDU ou entrar com o login da Autenticação Central. RESULTADOS E DISCUSSÃO
  • 20. • O estudo revelou que nos repositórios analisados há duas formas de indexação dos dados científicos. Uma se consolida na inserção dos itens pelo próprio pesquisador no sistema do repositório, em que a relação com o sistema é direta, sem intermediários. • Na outra, o pesquisador envia esses itens para a equipe responsável pelo repositório e estes inserem os itens no sistema, sendo a equipe o elo entre o pesquisador e o repositório de dados. • Na primeira forma, alguns repositórios de dados solicitam contribuições de seus pesquisadores para armazenar e representar, por meio de metadados, os assuntos dos dados científicos. A contribuição permitida é apenas do pesquisador responsável. CONSIDERAÇÕES FINAIS
  • 21. • Na segunda forma, existe a confluência de duas percepções – a do pesquisador com os metadados da pesquisa e a do profissional responsável pela inserção, representação e curadoria dos dados no sistema. Nesta o processo de indexação não se configura exclusivamente como unidirecional, mas parte do princípio de colaboração entre os envolvidos, contribuindo com a construção de bons metadados. CONSIDERAÇÕES FINAIS
  • 22. • Para o avanço do tema, considera-se oportuno que os esforços iniciais conduzidos neste estudo sejam ampliados com pesquisas que observem a qualidade do metadado assunto, o desenvolvimento de políticas de indexação e a exploração das iniciativas de representação colaborativa em repositórios de dados científicos. CONSIDERAÇÕES FINAIS
  • 23. • EMBRAPA. Termo de uso: Base de Imagens de Sintomas de Doenças de Plantas (PDDB). Disponível em: https://www.digipathos- rep.cnptia.embrapa.br/jspui/static/doc/PDDB-Termo_de_uso.pdf. Acesso em: 06 de mar. 2020 • EMBRAPA. Base de Imagens de Sintomas de Doenças de Plantas (PDDB). Disponível em: https://www.digipathos- rep.cnptia.embrapa.br/jspui/. Acesso em: 06 de mar. 2020. • FAPESP. Anexo I: Política para Acesso Aberto às Publicações Resultantes de Auxílios e Bolsas FAPESP. Disponível em: http://www.fapesp.br/12592. Acesso em: 06 de mar. 2020. • HAMBURGER, Amélia Império, et al. FAPESP 40 anos abrindo fronteiras. São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo, 536 p. 2004. • INSTITUTO Tecnológico de Aeronáutica. Plano de Desenvolvimento Institucional 2011 – 2020. Disponível em: http://www.ita.br/sites/default/files/pages/PDI_ITA%20Partes%201%2C%202%20e%203.pdf. Acesso em: 06 de mar. 2020. • INSTITUTO Tecnológico de Aeronáutica. Legislação do ITA. Disponível em: http://www.ita.br/adm/legislacao. Acesso em: 06 de mar. 2020. • Manual de autodepósito de dados de pesquisa RI-UFSCar Versão v.1.1 2019 • MEDEIROS, C. B. FAPESP lança Rede de Repositórios de Dados Científicos do Estado de São Paulo. Agência FAPESP: 20 dez. 2019. Entrevista concedida a Maria Fernanda Ziegler. Disponível em: http://agencia.fapesp.br/fapesp-lanca-rede-de-repositorios-de- dados-cientificos-do-estado-de-sao-paulo/32251/. Acesso em: 20 dez. 2019 • UNIVERSIDADE Federal do ABC. Plano de dados abertos. Disponível em: http://www.ufabc.edu.br/acesso-a-informacao/plano- de-dados-abertos. Acesso em: 06 de mar. 2020. • UNIVERSIDADE Federal do ABC. Repositório de dados de pesquisa UFABC. Disponível em: https://www.unifesp.br/reitoria/bibliotecas/images/bibliotecas/ufabc.pdf. Acesso em: 06 de mar. 2020 • UNIVERSIDADE Federal do Estado de São Paulo. Repositório de dados de pesquisa UNIFESP. Disponível em: https://www.unifesp.br/reitoria/bibliotecas/images/bibliotecas/ufabc.pdf. Acesso em: 06 de mar. 2020 • UNIVERSIDADE Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”. Repositório Institucional UNESP. Disponível em: https://repositorio.unesp.br/handle/11449/183294. Acesso em: 06 de mar. 2020 • UNIVERSIDADE Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”. Política de Gestão do Repositório Institucional da Unesp Regulamento interno. Disponível em: https://repositorio.unesp.br/bitstream/handle/11449/144653/regulamento_repositorio_institucional_unesp.pdf?sequence=2&isAllo wed=y. Acesso em: 06 de mar. 2020 • UNIVERSIDADE Federal de São Carlos. Repositório Institucional UFSCar. Disponível em: https://repositorio.ufscar.br/. Acesso em: 06 de mar. 2020 • UNIVERSIDADE Federal de São Carlos. Manual de autodepósito de dados de pesquisa RI-UFSCar. Disponível em: https://repositorio.ufscar.br/static/ri-ufscar-manual-autodeposito-dados-v1.1.pdf. Acesso em: 06 de mar. 2020 • UNIVERSIDADE de Campinas. Repositório de Dados de Pesquisa da Unicamp. Disponível em: https://redu.sbu.unicamp.br:8181/dataverse/redu. Acesso em: 06 de mar. 2020 REFERÊNCIAS
  • 24. • Joyce Mirella dos Anjos Viana E-mail: joyce@estudante.ufscar.br OBRIGADO!