SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 1
Baixar para ler offline
I Fórum de Jovens Investigadores

Nome: Margarida Belchior

Área de Especialização: Tecnologias de Informação e Comunicação na Educação

Tema/Título da Tese: «Aprender na Sociedade da Informação e do Conhecimento - entre o local e o global –
contributos para a Educação para a Paz»

Objectivo do estudo: Este estudo tem como objectivo compreender a forma como professores e alunos do 1º CEB
aprendem com recurso às TIC numa sociedade em vias de se tornar altamente tecnológica. Pretende-se perceber e
interrogar de que modo são utilizadas as TIC para aprender: “quem aprende?”, “o que se aprende?” “como se
aprende?” “por que se aprende?”, a partir dos actuais problemas da humanidade, tendo como referência a Educação
para a Paz, nomeadamente a perspectiva holística e a perspectiva crítica.

Enquadramento teórico: O enquadramento teórico deste estudo contempla três domínios, que se articulam,
nomeadamente através de pressupostos como o conhecimento como potenciador de “empowerment”, a perspectiva
antropológica do ser humano, o pensamento político e a crise da Escola versus um pensamento sistémico e complexo.
Os domínios conceptuais a aprofundar são: (i) a Sociedade da Informação e do Conhecimento - o contexto político: a
Europa e a Estratégia de Lisboa; Plano Tecnológico Nacional: «Ligar Portugal» (2005); perspectivas críticas: a Economia
do Conhecimento, a Teoria Crítica Social, a Rede Mundial e o Desafio do Conhecimento: a Inclusão e/ou a Exclusão, a
Sociedade da Informação e do Conhecimento na Educação em Portugal; (ii) A Aprendizagem: do condicionamento à
transformação, segundo Bateson; os modelo trabalho pedagógico – do objecto de formação ao sujeito de formação; a
aprendizagem como participação na prática social; (iii) Educação para a Paz: breve resenha histórica; Década
Internacional para uma Cultura de Paz e não-violência, a perspectiva holística e as suas três dimensões (individual,
social e ecológica); a perspectiva crítica baseada na teoria crítica da educação de Paulo Freire.

Metodologia de investigação: Esta pesquisa fundamenta-se em dois tipos de abordagens: a etnográfica (Erikson, 1984;
Eisenheart, 2001, 2006), e a investigação-acção-participada (Borda, 2002; 2006), na medida em que se pretende
compreender e investigar a aprendizagem, através da criação de uma rede social de educadores e professores do 1º
CEB, suportada tecnologicamente, que se interessam pelas temáticas associadas à Educação para a Paz, recorrendo a
ferramentas tecnológicas de comunicação e produção, participando activamente na criação e dinamização dessa rede e
dos recursos a disponibilizar.

Fases do estudo: 1ª fase inicial e exploratória (Final de 2008 início de 2009): questionário exploratório, construção de
site e divulgação através de e-mail, espaço colaborativo público, contactos directos, alimentação do site com propostas
de actividades; 2ª fase de construção (até meados de 2010); elaboração de oficina de formação contínua de
professores, contactos directos para divulgação da oficina de formação, dinamização da oficina de formação; 3ª fase
(de meados de 2010 a meados de 2011) – análise dos materiais elaborados, das interacções on-line de acordo com os
objectivos da investigação e o referencial teórico adoptado.

Resultados preliminares: primeiras análises dos blogs construídos, registos de visitas a escolas e alguns materiais
produzidos no âmbito da oficina de formação podem ser consultados em - http://aprender-tic-
educaoparaapaz.blogspot.com/

Palavras-chave: Aprendizagem como participação social, as TIC no 1º CEB (Escola Primária), Educação para a Paz,
abordagem etnográfica e investigação-acção participada.

Mais conteúdo relacionado

Destaque (9)

Projeto almoço alexandre souza de oliveira
Projeto almoço  alexandre souza de oliveiraProjeto almoço  alexandre souza de oliveira
Projeto almoço alexandre souza de oliveira
 
Artigo fabi e heliel surdos generalização
Artigo fabi e heliel   surdos generalizaçãoArtigo fabi e heliel   surdos generalização
Artigo fabi e heliel surdos generalização
 
Falando um pouco_sobre_registros
Falando um pouco_sobre_registros Falando um pouco_sobre_registros
Falando um pouco_sobre_registros
 
Piramide do Conhecimento
Piramide do ConhecimentoPiramide do Conhecimento
Piramide do Conhecimento
 
Manual de preenchimento do Currículo Lattes
Manual de preenchimento do Currículo LattesManual de preenchimento do Currículo Lattes
Manual de preenchimento do Currículo Lattes
 
Saraiva final
Saraiva finalSaraiva final
Saraiva final
 
Design
DesignDesign
Design
 
Curriculo lattes-tutorial
Curriculo lattes-tutorialCurriculo lattes-tutorial
Curriculo lattes-tutorial
 
Pirâmide DICS
Pirâmide DICSPirâmide DICS
Pirâmide DICS
 

Semelhante a Resumo proj 03_10_2010

Ppt por carlina boros tr45 - educomunicação contribuições para a melhora do...
Ppt por carlina boros   tr45 - educomunicação contribuições para a melhora do...Ppt por carlina boros   tr45 - educomunicação contribuições para a melhora do...
Ppt por carlina boros tr45 - educomunicação contribuições para a melhora do...videoparatodos
 
Novas tecnologias e educação
Novas tecnologias e educaçãoNovas tecnologias e educação
Novas tecnologias e educaçãoIsrael serique
 
ApresentaçãO Tcc Fernanda Ribeiro
ApresentaçãO Tcc Fernanda RibeiroApresentaçãO Tcc Fernanda Ribeiro
ApresentaçãO Tcc Fernanda RibeiroFernanda Ribeiro
 
aulas 6 e 7- História da Educomunicação.ppt
aulas 6 e 7- História da Educomunicação.pptaulas 6 e 7- História da Educomunicação.ppt
aulas 6 e 7- História da Educomunicação.pptmocardoso
 
Projeto ação na escola maria luiza t.ferreira
Projeto ação na escola   maria luiza t.ferreiraProjeto ação na escola   maria luiza t.ferreira
Projeto ação na escola maria luiza t.ferreiraLuizarui
 
A rede social my english club como um recurso tecnológico no processo de ensi...
A rede social my english club como um recurso tecnológico no processo de ensi...A rede social my english club como um recurso tecnológico no processo de ensi...
A rede social my english club como um recurso tecnológico no processo de ensi...Joyce Fettermann
 
Educação e cibercultura 2
Educação e cibercultura 2Educação e cibercultura 2
Educação e cibercultura 2Israel serique
 
A tessitura colaborativa de atos (artigo)
A tessitura colaborativa de atos (artigo)A tessitura colaborativa de atos (artigo)
A tessitura colaborativa de atos (artigo)Cristiane Marcelino
 
Teoria da Ação Comunicativa no cotexto da Cibercultura
Teoria da Ação Comunicativa no cotexto da CiberculturaTeoria da Ação Comunicativa no cotexto da Cibercultura
Teoria da Ação Comunicativa no cotexto da CiberculturaElisângela Vantine
 
Teoria da Ação Comunicativa no contexto da Cibercultura
Teoria da Ação Comunicativa no contexto da CiberculturaTeoria da Ação Comunicativa no contexto da Cibercultura
Teoria da Ação Comunicativa no contexto da CiberculturaElisângela Vantine
 
A UTILIZAÇÃO DE NOVAS TECNOLOGIAS NO ENSINO APRENDIZAGEM DE LÍNGUA ESPANHOLA:...
A UTILIZAÇÃO DE NOVAS TECNOLOGIAS NO ENSINO APRENDIZAGEM DE LÍNGUA ESPANHOLA:...A UTILIZAÇÃO DE NOVAS TECNOLOGIAS NO ENSINO APRENDIZAGEM DE LÍNGUA ESPANHOLA:...
A UTILIZAÇÃO DE NOVAS TECNOLOGIAS NO ENSINO APRENDIZAGEM DE LÍNGUA ESPANHOLA:...christianceapcursos
 
Zuppo abed-a.-o-desenvolvimento-das-habilidades-socioemocioais-como-caminho-p...
Zuppo abed-a.-o-desenvolvimento-das-habilidades-socioemocioais-como-caminho-p...Zuppo abed-a.-o-desenvolvimento-das-habilidades-socioemocioais-como-caminho-p...
Zuppo abed-a.-o-desenvolvimento-das-habilidades-socioemocioais-como-caminho-p...Aline Tonin Manso
 
Exploração de um ambiente de aprendizagem
Exploração de um ambiente de aprendizagemExploração de um ambiente de aprendizagem
Exploração de um ambiente de aprendizagemFernando Rui Campos
 
Ferramentas digitais mediadoras de aprendizagem colaborativa e cooperativa
Ferramentas digitais mediadoras de aprendizagem colaborativa e cooperativaFerramentas digitais mediadoras de aprendizagem colaborativa e cooperativa
Ferramentas digitais mediadoras de aprendizagem colaborativa e cooperativaVany Ramos
 
Cibercultura e teoria da atividade
Cibercultura e teoria da atividadeCibercultura e teoria da atividade
Cibercultura e teoria da atividadeSuzicassia Ribeiro
 
Arquivos E Bib Digitais Apr 1
Arquivos E Bib  Digitais Apr  1Arquivos E Bib  Digitais Apr  1
Arquivos E Bib Digitais Apr 1guest6835bb
 
Restinga Sêca - Taiza de Andrade Machado Lopes
Restinga Sêca - Taiza de Andrade Machado LopesRestinga Sêca - Taiza de Andrade Machado Lopes
Restinga Sêca - Taiza de Andrade Machado LopesCursoTICs
 

Semelhante a Resumo proj 03_10_2010 (20)

Ppt por carlina boros tr45 - educomunicação contribuições para a melhora do...
Ppt por carlina boros   tr45 - educomunicação contribuições para a melhora do...Ppt por carlina boros   tr45 - educomunicação contribuições para a melhora do...
Ppt por carlina boros tr45 - educomunicação contribuições para a melhora do...
 
Novas tecnologias e educação
Novas tecnologias e educaçãoNovas tecnologias e educação
Novas tecnologias e educação
 
ApresentaçãO Tcc Fernanda Ribeiro
ApresentaçãO Tcc Fernanda RibeiroApresentaçãO Tcc Fernanda Ribeiro
ApresentaçãO Tcc Fernanda Ribeiro
 
aulas 6 e 7- História da Educomunicação.ppt
aulas 6 e 7- História da Educomunicação.pptaulas 6 e 7- História da Educomunicação.ppt
aulas 6 e 7- História da Educomunicação.ppt
 
Projeto ação na escola maria luiza t.ferreira
Projeto ação na escola   maria luiza t.ferreiraProjeto ação na escola   maria luiza t.ferreira
Projeto ação na escola maria luiza t.ferreira
 
A rede social my english club como um recurso tecnológico no processo de ensi...
A rede social my english club como um recurso tecnológico no processo de ensi...A rede social my english club como um recurso tecnológico no processo de ensi...
A rede social my english club como um recurso tecnológico no processo de ensi...
 
Educação e cibercultura 2
Educação e cibercultura 2Educação e cibercultura 2
Educação e cibercultura 2
 
A tessitura colaborativa de atos (artigo)
A tessitura colaborativa de atos (artigo)A tessitura colaborativa de atos (artigo)
A tessitura colaborativa de atos (artigo)
 
Teoria da Ação Comunicativa no cotexto da Cibercultura
Teoria da Ação Comunicativa no cotexto da CiberculturaTeoria da Ação Comunicativa no cotexto da Cibercultura
Teoria da Ação Comunicativa no cotexto da Cibercultura
 
Teoria da Ação Comunicativa no contexto da Cibercultura
Teoria da Ação Comunicativa no contexto da CiberculturaTeoria da Ação Comunicativa no contexto da Cibercultura
Teoria da Ação Comunicativa no contexto da Cibercultura
 
A UTILIZAÇÃO DE NOVAS TECNOLOGIAS NO ENSINO APRENDIZAGEM DE LÍNGUA ESPANHOLA:...
A UTILIZAÇÃO DE NOVAS TECNOLOGIAS NO ENSINO APRENDIZAGEM DE LÍNGUA ESPANHOLA:...A UTILIZAÇÃO DE NOVAS TECNOLOGIAS NO ENSINO APRENDIZAGEM DE LÍNGUA ESPANHOLA:...
A UTILIZAÇÃO DE NOVAS TECNOLOGIAS NO ENSINO APRENDIZAGEM DE LÍNGUA ESPANHOLA:...
 
Fichamento ti cs
Fichamento   ti csFichamento   ti cs
Fichamento ti cs
 
Projetomidias
ProjetomidiasProjetomidias
Projetomidias
 
Zuppo abed-a.-o-desenvolvimento-das-habilidades-socioemocioais-como-caminho-p...
Zuppo abed-a.-o-desenvolvimento-das-habilidades-socioemocioais-como-caminho-p...Zuppo abed-a.-o-desenvolvimento-das-habilidades-socioemocioais-como-caminho-p...
Zuppo abed-a.-o-desenvolvimento-das-habilidades-socioemocioais-como-caminho-p...
 
Exploração de um ambiente de aprendizagem
Exploração de um ambiente de aprendizagemExploração de um ambiente de aprendizagem
Exploração de um ambiente de aprendizagem
 
Ferramentas digitais mediadoras de aprendizagem colaborativa e cooperativa
Ferramentas digitais mediadoras de aprendizagem colaborativa e cooperativaFerramentas digitais mediadoras de aprendizagem colaborativa e cooperativa
Ferramentas digitais mediadoras de aprendizagem colaborativa e cooperativa
 
Cibercultura e teoria da atividade
Cibercultura e teoria da atividadeCibercultura e teoria da atividade
Cibercultura e teoria da atividade
 
Arquivos E Bib Digitais Apr 1
Arquivos E Bib  Digitais Apr  1Arquivos E Bib  Digitais Apr  1
Arquivos E Bib Digitais Apr 1
 
Restinga Sêca - Taiza de Andrade Machado Lopes
Restinga Sêca - Taiza de Andrade Machado LopesRestinga Sêca - Taiza de Andrade Machado Lopes
Restinga Sêca - Taiza de Andrade Machado Lopes
 
Tese
TeseTese
Tese
 

Resumo proj 03_10_2010

  • 1. I Fórum de Jovens Investigadores Nome: Margarida Belchior Área de Especialização: Tecnologias de Informação e Comunicação na Educação Tema/Título da Tese: «Aprender na Sociedade da Informação e do Conhecimento - entre o local e o global – contributos para a Educação para a Paz» Objectivo do estudo: Este estudo tem como objectivo compreender a forma como professores e alunos do 1º CEB aprendem com recurso às TIC numa sociedade em vias de se tornar altamente tecnológica. Pretende-se perceber e interrogar de que modo são utilizadas as TIC para aprender: “quem aprende?”, “o que se aprende?” “como se aprende?” “por que se aprende?”, a partir dos actuais problemas da humanidade, tendo como referência a Educação para a Paz, nomeadamente a perspectiva holística e a perspectiva crítica. Enquadramento teórico: O enquadramento teórico deste estudo contempla três domínios, que se articulam, nomeadamente através de pressupostos como o conhecimento como potenciador de “empowerment”, a perspectiva antropológica do ser humano, o pensamento político e a crise da Escola versus um pensamento sistémico e complexo. Os domínios conceptuais a aprofundar são: (i) a Sociedade da Informação e do Conhecimento - o contexto político: a Europa e a Estratégia de Lisboa; Plano Tecnológico Nacional: «Ligar Portugal» (2005); perspectivas críticas: a Economia do Conhecimento, a Teoria Crítica Social, a Rede Mundial e o Desafio do Conhecimento: a Inclusão e/ou a Exclusão, a Sociedade da Informação e do Conhecimento na Educação em Portugal; (ii) A Aprendizagem: do condicionamento à transformação, segundo Bateson; os modelo trabalho pedagógico – do objecto de formação ao sujeito de formação; a aprendizagem como participação na prática social; (iii) Educação para a Paz: breve resenha histórica; Década Internacional para uma Cultura de Paz e não-violência, a perspectiva holística e as suas três dimensões (individual, social e ecológica); a perspectiva crítica baseada na teoria crítica da educação de Paulo Freire. Metodologia de investigação: Esta pesquisa fundamenta-se em dois tipos de abordagens: a etnográfica (Erikson, 1984; Eisenheart, 2001, 2006), e a investigação-acção-participada (Borda, 2002; 2006), na medida em que se pretende compreender e investigar a aprendizagem, através da criação de uma rede social de educadores e professores do 1º CEB, suportada tecnologicamente, que se interessam pelas temáticas associadas à Educação para a Paz, recorrendo a ferramentas tecnológicas de comunicação e produção, participando activamente na criação e dinamização dessa rede e dos recursos a disponibilizar. Fases do estudo: 1ª fase inicial e exploratória (Final de 2008 início de 2009): questionário exploratório, construção de site e divulgação através de e-mail, espaço colaborativo público, contactos directos, alimentação do site com propostas de actividades; 2ª fase de construção (até meados de 2010); elaboração de oficina de formação contínua de professores, contactos directos para divulgação da oficina de formação, dinamização da oficina de formação; 3ª fase (de meados de 2010 a meados de 2011) – análise dos materiais elaborados, das interacções on-line de acordo com os objectivos da investigação e o referencial teórico adoptado. Resultados preliminares: primeiras análises dos blogs construídos, registos de visitas a escolas e alguns materiais produzidos no âmbito da oficina de formação podem ser consultados em - http://aprender-tic- educaoparaapaz.blogspot.com/ Palavras-chave: Aprendizagem como participação social, as TIC no 1º CEB (Escola Primária), Educação para a Paz, abordagem etnográfica e investigação-acção participada.