Curso:               Ensino de Línguas EstrangeirasDisciplina:      Metodologia do ensino de línguas estrangeiras I:      ...
   LÉXICO (lexicon)         Todas as palavras usadas em um língua em                          particular ou no dicionário...
 Ensino                    Ensino   contextualizado descontextualizado                            Oralidadecomo fonte d...
The     Lexical Syllabus (Willis, 1990)Lexical    Phrases and Lexical Teaching           (Nattinger & De Camino, 1992)
Refere-se    a blocos pré-programados da línguapara efeitos de comunicação.  Não    há abordagem de tópicos gramaticais ...
Chunks   of language> sequências de duas ou maispalavras que operam como se fosse uma coisa só,em unidade. Também chamad...
 Idealizador: Michael Lewis (The Lexical Approach:the state of ELT and a way forward (LTP, 1993)   Ano: 1993  Motivo: R...
“ a língua consiste de léxico gramaticalizado, não de  gramática lexicalizada” (Lewis, 1993) segue a máxima  de máxima de ...
 Teoria   de língua:   Visão interacionista (Vigotsky propõe uma relação                     sujeito e cultura) Teoria  ...
 Objetivos:•   Propor que os “chunks” elevam –e muito- a proporção    e velocidade no aprendizado e na fluência de um    ...
 Syllabus:              Collocations and not collocations•   Cobuild Bank of English Corpus•   The Cambridge Internationa...
 Papel   do aluno:•   Descobridor•   Analista de discursos Papel   do material:•   Oferecer maior facilidade de aprendiz...
 Atividades   de aprendizado:•   Distinção e utilização de sentenças recorrentes em    situações de interação social e qu...
   RICHARDS, J.C.; RODGERS, T.S. Approaches and    Methods in language teaching. 2nd. New York.    Cambridge University P...
The Lexical Approach- Thaís Duarte
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

The Lexical Approach- Thaís Duarte

381 visualizações

Publicada em

Apresentação em sala na disciplina Metodologias de Ensino I- CEFET/RJ

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
381
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
12
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

The Lexical Approach- Thaís Duarte

  1. 1. Curso: Ensino de Línguas EstrangeirasDisciplina: Metodologia do ensino de línguas estrangeiras I: perspectivas teóricas e abordagensProfessora: Cláudia Valéria Vieira Nunes FariasAluna: Thaís Duarte
  2. 2.  LÉXICO (lexicon) Todas as palavras usadas em um língua em particular ou no dicionário. ABORDAGEM (approach) O modo como se relata e/ou se ensina algo. (Cambridge, 2000)
  3. 3.  Ensino  Ensino contextualizado descontextualizado  Oralidadecomo fonte de Oralidadepraticada por interação e inovação meio de leitura em voz alta  Usode materiais autênticos e listas de Lista de palavras fixas palavras que dinamizam apenas para o aprendizado memorização LÍNGUA LATINA LÍNGUA INGLESA
  4. 4. The Lexical Syllabus (Willis, 1990)Lexical Phrases and Lexical Teaching (Nattinger & De Camino, 1992)
  5. 5. Refere-se a blocos pré-programados da línguapara efeitos de comunicação. Não há abordagem de tópicos gramaticais e/oufuncionais. Trabalho pautado apenas no léxico, ou seja, nascombinações de palavras. Centraliza o aprendizado de uma segunda línguana retenção e uso das “chunks of the language”
  6. 6. Chunks of language> sequências de duas ou maispalavras que operam como se fosse uma coisa só,em unidade. Também chamados de HOLOPHRASES, MULTI-WORDS e READY-WORDS. Exemplos: By the way; terrible accident Utilizamos chunks desde a primeira aula de LE:What´s your name?, How old are you?
  7. 7.  Idealizador: Michael Lewis (The Lexical Approach:the state of ELT and a way forward (LTP, 1993) Ano: 1993 Motivo: Recusa à visão tradicional de línguabipartida (estruturas de língua e vocabulário). Base: Valorização e ênfase às estruturas fixas esemi-fixas da língua quando produzidas na oralidadeou na escrita por falantes nativos em situações reaisde uso da linguagem.
  8. 8. “ a língua consiste de léxico gramaticalizado, não de gramática lexicalizada” (Lewis, 1993) segue a máxima de máxima de Wilkins (1972): “sem gramática, pouco é transmitido, sem vocabulário, nada é transmitido”.
  9. 9.  Teoria de língua: Visão interacionista (Vigotsky propõe uma relação sujeito e cultura) Teoria de aprendizado de língua: O aprendizado ocorre quando o aprendiz é capaz de reconhecer por si mesmo as estruturas (chunks) em situações reais de comunicação.
  10. 10.  Objetivos:• Propor que os “chunks” elevam –e muito- a proporção e velocidade no aprendizado e na fluência de um idioma sobrepondo os princípios gramaticais.• Tornar a aquisição do Léxico (vocabulário) algo mais dinâmico, prático e significativo tanto para o aluno quanto para o professor.
  11. 11.  Syllabus: Collocations and not collocations• Cobuild Bank of English Corpus• The Cambridge International• The British National Corpus) Papel dos Professores:• Ensinar os alunos a serem autônomos• Facilitar o aprendizado• Expor como as estruturas lexicais são utilizadas nos mais variados contextos
  12. 12.  Papel do aluno:• Descobridor• Analista de discursos Papel do material:• Oferecer maior facilidade de aprendizado aos aprendizes proporcionando contato com situações autênticas da língua que tornem o aprendizado significativo e prazeroso.
  13. 13.  Atividades de aprendizado:• Distinção e utilização de sentenças recorrentes em situações de interação social e que permeiem situações reais de comunicação. Procedimentos:• Levar o aluno a autonomia na visualização, classificação e aplicação dos chunks.
  14. 14.  RICHARDS, J.C.; RODGERS, T.S. Approaches and Methods in language teaching. 2nd. New York. Cambridge University Press, 2003. Cambridge Dictionary American English. 1st. New York: Cambridge University Press, 2000.

×