Privest - Cap. 08 - Formas de uso da água

2.916 visualizações

Publicada em

Aula - Geografia - 1º ano EM.

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.916
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
18
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
74
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide
  • Os objetivos que deverão ser atingidos com o estudo desta unidade: - Compreender que há diferentes usos da água.- Distinguir os elementos que envolvem cada tipo de demanda da água.- Diferenciar contaminação e poluição da água.- Relacionar as principais causas da contaminação e da poluição da água.- Identificar as características da água. Compreender a geração de energia elétrica por meio de hidrelétricas.A escala dos mapas que estão sendo apresentados nos slides foi calculada para a versão impressa do livro didático, segundo um tamanho predefinido. Quando o mapa é projetado em meio digital, não há como recalcular e ajustar a proporção automaticamente. Assim, explicar aos alunos que, conforme o tamanho da tela utilizada na projeção, a escala gráfica poderá estar com mais ou com menos de um centímetro de intervalo, o que não é o correto. Os alunos terão a oportunidade de visualizar o mapa no livro didático, para que tenham noção da escala utilizada.
  • Privest - Cap. 08 - Formas de uso da água

    1. 1. AUTORIA: Eliane Regina FerrettiEDIÇÃO DE CONTEÚDO: Carina Merlin EDIÇÃO: Miriam Conforto CRÉDITO DA IMAGEM NASA/Refo Stockli & Alan Nelson DE ABERTURA: PROJETO GRÁFICO: O2 Design Gráfico, Claudia Bordin Rodrigues, Daniel Miranda Editora Positivo, 2012.
    2. 2. Algum alimento que consumimosutiliza água para ser produzido? Shutterstock/LianeM
    3. 3. Quantos litros de água uma pessoa precisa por dia?Shutterstock/auremar
    4. 4. Distribuição relativa do uso da água por regiãoBORGHETTI, Nádia R. B.; BORGHETTI, José R.; ROSA FILHO, Ernani F. Aquífero Guarani: a verdadeira Figura ilustrativa, representação sem escala.integração dos países do Mercosul. Curitiba: Gia, 2004. p. 83.
    5. 5. Evolução histórica do consumo per capita deáguaMACÊDO, Jorge Antônio Barros de. Águas & águas. São Paulo: Livraria Verela, 2001. p. 2.
    6. 6. Distribuição relativa do uso da água no mundoBORGHETTI, Nádia R. B.; BORGHETTI, José R.; ROSA FILHO, Ernani F. Aquífero Guarani: a verdadeiraintegração dos países do Mercosul. Curitiba: Gia, 2004. p. 80. Figura ilustrativa, representação sem escala.
    7. 7. Disponibilidade e demanda hídrica no Brasil Luciano Daniel Tulio AGÊNCIA Nacional de Águas. Disponível em: <http://www.ana.gov.br/pnrh_novo/ Mapas/MP%20 Disponibilidade%20Hidrica.jpg>. Acesso em: 9 jul. 2010.
    8. 8. Demanda agropecuária
    9. 9. Demanda agropecuária © Creative Commons/Otávio Nogueira Uso da água na agricultura e naProdução de criação de animaisalimentos é aatividade quemais consome água Principalutilização é na agricultura Chapada do Araripe (CE)
    10. 10. Distribuição relativa do uso da água na agricultura por regiãoBORGHETTI, Nádia R. B.; BORGHETTI, José R.; ROSA FILHO, Ernani F. Aquífero Guarani: averdadeira integração dos países do Mercosul. Curitiba: Gia, 2004. p. 82. Figura ilustrativa, representação sem escala.
    11. 11. Uso da água na agricultura por região do mundoBORGHETTI, Nádia R. B.; BORGHETTI, José R.; ROSA FILHO, Ernani F. Aquífero Guarani: a verdadeira integração dos países do Mercosul. Curitiba: Gia, 2004. p. 80.
    12. 12. Demanda agropecuária por região hidrográfica brasileira (% do total da região hidrográfica)AGÊNCIA Nacional de Águas. Disponível em: <http://www.ana.gov.br/pnrh/DOCUMENTOS/5Textos/5PanoramaporRH4_04_03.pdf>. Acesso em: 19 mar. 2010. Figura ilustrativa, representação sem escala.
    13. 13. Demanda agropecuária por região hidrográficabrasileira AGÊNCIA Nacional de Águas. Disponível em: <http://www.ana.gov. br/pnrh/ DOCUMENTOS/5Textos/5PanoramaporRH4_04_03.pdf>. Acesso em: 19 mar. 2010.
    14. 14. Demanda residencial Demanda e comercialagropecuária
    15. 15. Demanda residencial e comercial Consumo de água nas cidades São Paulo (SP) Desde a captação, o tratamento, a distribuição e o lançamento de esgotos O consumo urbano estáEstação de diretamenteTratamento de relacionado aoEsgotos deCarapicuíba/Barueri. crescimentoBarueri (SP) populacional e à taxa de urbanização
    16. 16. Distribuição relativa do uso da água no setor urbano por regiãoBORGHETTI, Nádia R. B.; BORGHETTI, José R.; ROSA FILHO, Ernani F. Aquífero Guarani: averdadeira integração dos países do Mercosul. Curitiba: Gia, 2004. p. 83. Figura ilustrativa, representação sem escala.
    17. 17. Uso doméstico da água por regiãoBORGHETTI, Nádia R. B.; BORGHETTI, José R.; ROSA FILHO, Ernani F. Aquífero Guarani: a verdadeira integração dos países do Mercosul. Curitiba: Gia, 2004. p. 80.
    18. 18. Demanda residencial e comercial por região hidrográfica brasileira (% do total da região hidrográfica)AGÊNCIA Nacional de Águas. Disponível em: <http://www.ana.gov.br/pnrh/DOCUMENTOS/5Textos/5PanoramaporRH4_04_03.pdf>. Acesso em: 19 mar. 2010. Figura ilustrativa, representação sem escala.
    19. 19. Demanda residencial e comercial por regiãohidrográfica brasileira AGÊNCIA Nacional de Águas. Disponível em: <http://www.ana.gov.br/pnrh/DOCUMENTOS/ 5Textos/5PanoramaporRH4_04_03.pdf>. Acesso em: 19 mar. 2010.
    20. 20. DemandaDemanda industrialagropecuária
    21. 21. Demanda industrial Limpeza e Processo de Matéria-prima resfriamento produção e (alimentação, papel e de máquinas manutenção água mineral) Secom-MT/Manu Dias Usina de Álcool, Lajedão (MT)
    22. 22. Distribuição relativa do uso da água na indústria por continentesBORGHETTI, Nádia R. B.; BORGHETTI, José R.; ROSA FILHO, Ernani F. Aquífero Guarani: a verdadeiraintegração dos países do Mercosul. Curitiba: Gia, 2004. p. 82. Figura ilustrativa, representação sem escala.
    23. 23. Uso industrial da água por região no mundoBORGHETTI, Nádia R. B.; BORGHETTI, José R.; ROSA FILHO, Ernani F. Aquífero Guarani: a verdadeira integração dos países do Mercosul. Curitiba: Gia, 2004. p. 82 .
    24. 24. Demanda industrial por região hidrográfica brasileira (% do total da região hidrográfica)AGÊNCIA Nacional de Águas. Disponível em: <http://www.ana.gov.br/pnrh/DOCUMENTOS/5Textos/5PanoramaporRH4_04_03.pdf>. Acesso em: 19 mar. 2010. Figura ilustrativa, representação sem escala.
    25. 25. Demanda industrial por região hidrográfica brasileiraAGÊNCIA Nacional de Águas. Disponível em: <http://www.ana.gov.br/pnrh/DOCUMENTOS/5Textos/5PanoramaporRH4_04_03.pdf>. Acesso em: 19 mar. 2010.
    26. 26. Geração de energia
    27. 27. Estrutura da oferta de energia do mundoTEIXEIRA, Wilson et al. (Org.). Decifrando a Terra. 2. ed. São Paulo: Companhia EditoraNacional, 2009. p. 487. Figura ilustrativa, representação sem escala.
    28. 28. Matriz energética brasileiraTEIXEIRA, Wilson et al. (Org.). Decifrando a Terra. 2. ed. São Paulo: Companhia EditoraNacional, 2009. p. 487. Figura ilustrativa, representação sem escala.
    29. 29. Principais elementos de uma usina hidrelétrica Marcos GomesEletrobrás Termonuclear. S/A. Disponível em: <http://www.eletronuclear.gov.br>.Acesso em: 20 mar. 2010. Figura ilustrativa, representação sem escala.
    30. 30. Principais elementos de uma usina hidrelétrica Marcos GomesEletrobrás Termonuclear. S/A. Disponível em: <http://www.eletronuclear.gov.br>.Acesso em: 20 mar. 2010. Figura ilustrativa, representação sem escala.
    31. 31. Usina de Tucuruí – Pará Usina de Tucuruí
    32. 32. GERAÇÃO DE ENERGIAQuestões ambientais
    33. 33. Questões ambientaisPoluição (do latim polluere) – sujarPoluição – trata-se de substâncias poluidoras, não necessariamente nocivas, comorestos de alimentos que causam mudanças no © Creative Commons/Thomas Widmannequilíbrio ambiental Glasgow – Escócia
    34. 34. Poluição dos recursos hídricos É a alteração das características do© Wikimedia Commons/Jonathan McIntosh ambiente aquático que o torna prejudicial às formas de vida, dificultando ou impedindo o seu uso benéfico Jacarta – Indonésia
    35. 35. Questões ambientais Shutterstock/Antonio V. Oquias Manila – Filipinas
    36. 36. Questões ambientais Contaminação: introdução, no ambiente, de substâncias nocivas, tóxicas ou patogênicas, transmitidas diretamente aos peixes ou a quem beba a água, causando mortes ou doençasPlacilla – Chile

    ×