Imperialismo

9.102 visualizações

Publicada em

0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
9.102
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
105
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
105
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Imperialismo

  1. 1. O Neocolonialismo/Imperialismo do Século XIX Nelton Araújo E.M. Manoel Porto Filho 2011
  2. 2. <ul><li>Você é uma pessoa liberal? </li></ul><ul><li>O que significa isso? </li></ul>
  3. 3. <ul><li>Já entendemos o que é Capitalismo </li></ul><ul><li>Mas o que queremos dizer quando falamos em « Liberal » ? </li></ul>
  4. 4. <ul><li>Mais do que uma filosofia econômica </li></ul><ul><li>Filosofia Global, que significa: </li></ul><ul><ul><li>Sistema completo que tenta responder todos os problemas da sociedade; </li></ul></ul><ul><ul><li>Crença na descoberta progressiva da verdade pela razão individual </li></ul></ul><ul><ul><li>Influencia do Iluminismo </li></ul></ul>
  5. 5. <ul><ul><li>“ Todo poder é mau em si” </li></ul></ul>
  6. 6. <ul><ul><li>“ Todo poder é mau em si” </li></ul></ul><ul><ul><li>Profunda desconfiança do liberalismo com o Estado; </li></ul></ul><ul><ul><li>Rejeição ao Absolutismo no Século XIX; </li></ul></ul><ul><ul><li>Rejeição aos poderes ditatoriais e Totalitários do Século XX </li></ul></ul>
  7. 7. <ul><ul><ul><ul><ul><li>Individualismo </li></ul></ul></ul></ul></ul>
  8. 8. <ul><ul><ul><ul><ul><li>“ Liberdades” </li></ul></ul></ul></ul></ul>
  9. 9. <ul><ul><ul><ul><ul><li>“ Igualdades” </li></ul></ul></ul></ul></ul>
  10. 10. <ul><ul><ul><ul><ul><li>Existência de Constituição </li></ul></ul></ul></ul></ul>
  11. 11. <ul><ul><ul><ul><ul><li>Estado Mínimo </li></ul></ul></ul></ul></ul>
  12. 12. <ul><ul><ul><ul><ul><li>Livre Concorrência </li></ul></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><ul><li>Lei da oferta e da procura </li></ul></ul></ul></ul></ul>
  13. 13. <ul><li>Filosofia predominante no séc. XIX </li></ul><ul><li>Fruto do pensamento Iluminista </li></ul><ul><li>Premissa básica: Todo poder é mau! </li></ul><ul><li>Contra qualquer tipo de poder : absolutismo, Igreja , etc. </li></ul><ul><li>Características do Liberalismo : Individualismo , Liberdade , Igualdade, competitividade , Constituição , Estado Mínimo, livre concorrência ,etc. </li></ul>
  14. 14. <ul><li>Grande desenvolvimento </li></ul><ul><li>da Ciência e Tecnologia </li></ul>
  15. 15. <ul><li>Novas Máquinas e equipamentos </li></ul>
  16. 16. <ul><li>SEGUNDA REVOLUÇÃO INDUSTRIAL </li></ul>
  17. 17. <ul><li>Expansão do Capitalismo </li></ul><ul><ul><li>Mudanças na Livre Concorrência </li></ul></ul>
  18. 18. <ul><li>Situação em que uma só empresa tem o poder de oferecer produtos ao mercado </li></ul>
  19. 19. <ul><li>Acordo comercial entre empresas para fixar preços, cotas de produção e dividir mercados consumidores </li></ul>
  20. 20. <ul><li>Desenvolvimento tecnológico e os investimentos no setor Industrial = </li></ul><ul><li>= Produção cresceu muito além da capacidade de consumo </li></ul>
  21. 21. <ul><li>Crise econômica entre 1870 e 1890 </li></ul>
  22. 22. <ul><li>Procurar novos mercados consumidores </li></ul><ul><li>COMO? Onde? Quando? </li></ul>
  23. 23. <ul><li>2ª Revolução Industrial: eletricidade, combustão, automóveis, industria farmaceutica; </li></ul><ul><li>Modificação no Capitalismo : Monopólios e Cartéis </li></ul><ul><li>Desenvolvimento tecnológico= Crescimento descontrolado = crise </li></ul><ul><li>Solução: Procura de Novos Mercados Consumidores </li></ul><ul><li>Formação de Impérios europeus fora da Europa; </li></ul>
  24. 24. <ul><li>Política de expansão e domínio territorial e/ou econômico de uma nação sobre outras. </li></ul>
  25. 25. <ul><li>Procura por áreas fora da Europa em busca de: </li></ul><ul><li>Mercados Consumidores </li></ul><ul><li>Fornecedores de Matérias-primas </li></ul><ul><li>Colônias para seu excedente populacional </li></ul>
  26. 26. <ul><li>Na Europa </li></ul><ul><li>Em 1500 – 70 milhões </li></ul><ul><li>No início do Séc. XIX – 190 milhões </li></ul><ul><li>No final do Séc. XIX – 423 milhões </li></ul><ul><li>Mundialmente </li></ul><ul><li>900 milhões para 1,6 bilhão (XIX p/o XX) </li></ul><ul><li>1,6 bilhão para 6 bilhões (XX p/o XXI) </li></ul>
  27. 27. <ul><li>Interesse em matérias-primas, sobretudo aquelas usadas na Industria pesada </li></ul>
  28. 28. <ul><li>Bens de Produção </li></ul>
  29. 29. <ul><li>Base das práticas neocolonialistas </li></ul><ul><li>Resultou na partilha da </li></ul><ul><li>África e da Ásia </li></ul><ul><li>Sentido Negativo </li></ul><ul><li>Sinônimo de Saque e Exploração </li></ul>
  30. 30. <ul><li>Alvo: AMÉRICA </li></ul><ul><li>Quando? XV e XVI </li></ul><ul><li>Quem fez? BURGUESIA COMERCIAL E ESTADOS EUROPEUS </li></ul><ul><li>Objetivos: GARANTIA DE MERCADO CONSUMIDOR PARA A PRODUÇÃO ECONOMICA EUROPÉIA </li></ul><ul><li>GARANTIA DE FORNECIMENTO DE PRODUTOS COLONIAIS, COMO ARTIGOS TROPICAIS E METAIS PRECIOSOS </li></ul><ul><li>Justificativa: EXPANSÃO DA FÉ CRISTÃ </li></ul><ul><li>Alvo: ÁFRICA E ÁSIA </li></ul><ul><li>Quando? XIX e XX </li></ul><ul><li>Quem fez? BURGUESIA FINANCEIRO-INDUSTRIAL E ESTADOS DA EUROPA, EUA </li></ul><ul><li>Objetivos: </li></ul><ul><li>MERCADO CONSUMIDOR </li></ul><ul><li>MERCADO FORNECEDOR DE MATÉRIA-PRIMA </li></ul><ul><li>MERCADO FORNECEDOR DE MÃO-DE-OBRA BARATA </li></ul><ul><li>Justificativa: O HOMEM BRANCO TEM A MISSÃO CIVILIZADORA DE ESPALHAR O PROGRESSO TÉCNICO-CIENTÍFICO PELO MUNDO </li></ul>
  31. 32. <ul><li>Competitividade: disputa do mundo entre as grandes potências se tornou frenética </li></ul><ul><li>Corrida Imperialista: </li></ul><ul><ul><li>Venda de mais Manufaturados </li></ul></ul><ul><ul><li>Busca de mais matérias-primas </li></ul></ul><ul><ul><li>Áreas de Investimentos </li></ul></ul>
  32. 33. <ul><li>Entre 1880 e 1914 , a maior parte do mundo, à exceção da Europa e das Américas, foi formalmente dividida em territórios sob governo direto ou sob política indireta de um ou outro estado de um pequeno grupo : </li></ul><ul><li>Principalmente Grã-Bretanha, França, Alemanha, Itália, Holanda, Bélgica, EUA e Japão. </li></ul>
  33. 34. INGLATERRA: ¼ do Mundo ta sob seu controle. Logo depois : França Belgica e Holanda
  34. 35. <ul><li>O Colonialismo imperialista do século XIX foi resultado dos interesses econômicos capitalistas, óbvio. </li></ul><ul><li>Porém, o ambiente intelectual-religioso da época permitiu e influenciou essa dominação. </li></ul>
  35. 36. <ul><li>Imperialismo: Política de domínio político, social, econômico e até cultural sobre outra região </li></ul><ul><li>Interesse em Matéria-Prima para a formação de Bens de produção : ferro, aço, carvão, eletricidade, ferrovias </li></ul><ul><li>Sentido Negativo : sinônimo de exploração </li></ul><ul><li>Partilha da África e da Ásia </li></ul><ul><li>Diferenças entre o Colonialismo do Século XVI e o Neocolonialismo do Século XIX </li></ul><ul><li>Colonialismo: Século XVI/ Alvo: América/ Patrocinado pelos Estados e Burguesia/ Objetivos : mercado consumidor e especiarias/ Justificativa Ideológica : Expansão da Fé Católica </li></ul><ul><li>Neocolonialismo: Século XIX/ Alvo: África e Ásia/ Patrocinado pela burguesia financeira da Europa e dos EUA/ Objetivos : Consumidores/ Matéria-Prima/Lugares p/a População/ Justificativa: Missão civilizatória do Homem Branco </li></ul>
  36. 37. <ul><li>Corrida Imperialista - Aumento da Competitividade entre as nações imperialistas </li></ul><ul><li>Interesse também em Áreas de Investimentos: empréstimos bancários, ou realização de grandes obras </li></ul><ul><li>A ERA DOS IMPÉRIOS : período entre 1880 a 1914 em que a maior parte do mundo foi formalmente dividida entre algumas nações européias e o EUA. </li></ul><ul><li>Maior beneficiada: Inglaterra - tem o domínio de ¼ da superfície terrestre </li></ul><ul><li>Outras potencias envolvidas : França, Alemanha, Itália, Holanda, Bélgica, EUA e Japão. </li></ul><ul><li>Imperialismo: necessidade econômica , porém, só foi possível por conta do ambiente intelectual da época </li></ul>
  37. 40. <ul><li>O que é Raça? </li></ul>
  38. 41. <ul><li>Será que essa palavra sempre significou a mesma coisa? </li></ul>
  39. 42. <ul><li>Até o Século XVIII era associada à origem do Indivíduo, sua família. </li></ul><ul><li>Sentido Pejorativo </li></ul>Povos Infiéis: Judeus E Muçulmanos
  40. 43. <ul><li>Até o Século XVIII era associada à origem do Indivíduo, sua família. </li></ul><ul><li>Sentido Pejorativo </li></ul>Povos Pagãos: Índios E Africanos
  41. 44. <ul><li>Carlos Lineu, “lineuzinho” </li></ul><ul><li>Além de criar a Taxonomia </li></ul><ul><li>(Animal, vegetal, Mineral) </li></ul><ul><li>Definiu raça segundo sua cor e proveniência </li></ul>
  42. 45. <ul><li>Carlos Lineu, “lineuzinho” </li></ul><ul><li>Século XVIII </li></ul><ul><li>Além de criar a Taxonomia </li></ul><ul><li>(Animal, vegetal, Mineral) </li></ul><ul><li>Definiu raça segundo sua cor e proveniência </li></ul>
  43. 46. Branco - Europa Moreno - Americano Negro - Africa Amarelo - Ásiático
  44. 47. <ul><li>A evolução dos seres vivos se dá a partir da sobrevivência dos mais fortes e capazes de se adaptar ao meio natural </li></ul>Principal Obra: A Origem das Espécies (1859) Principal Ideia: a da Seleção Natural
  45. 48. <ul><li>É possível que se usasse as idéias da seleção natural para explicar as sociedades? </li></ul><ul><li>Sim, é, isso se chama... </li></ul>
  46. 49. <ul><li>Sociedades foram classificadas como mais ou menos evoluídas </li></ul><ul><li>As raças seriam desiguais : algumas geneticamente superiores às outras. </li></ul><ul><li>E advinha quem eram os mais evoluídos? </li></ul>
  47. 50. Caucasiano - Europa Negroide - Africa Mongoloide – Asiatico e Ameríndios Modelo de superioridade genética Modelo de Inferioridade genética
  48. 51. <ul><li>E caberia aos povos “evoluídos” levar sua cultura aos mais “primitivos” </li></ul><ul><li>Era o “Fardo do homem branco” </li></ul>
  49. 52. <ul><li>Na verdade ele nunca </li></ul><ul><li>defendeu tais argumentos </li></ul><ul><li>Apropriação deturpada de suas idéias </li></ul><ul><li>Justificativas para impor o domínio imperialista </li></ul>
  50. 53. <ul><li>Intensificação das ações missionárias na África </li></ul><ul><li>Objetivo : converter e doutrinar as populações </li></ul>
  51. 54. <ul><li>Inúmeras expedições de pesquisa científica se realizaram </li></ul><ul><li>Recolher informações sobre a fauna , a flora e os povos africanos </li></ul>
  52. 55. <ul><li>Antes da Conferencia de Berlim (1880) </li></ul><ul><li>Depois da Conferencia de Berlim (1880) </li></ul>
  53. 56. <ul><li>Na verdade, todas essas “Missões”, eram “estratégias de dominação” </li></ul><ul><li>Quanto mais se conhece uma região, mais se pode explorar </li></ul>
  54. 57. <ul><li>Século XVIII – Mudança no conceito de raça </li></ul><ul><li>Charles Darwin – Origem das espécies (1859) </li></ul><ul><li>Principal ideia: Seleção Natural – “A evolução dos seres vivos se dá a partir da sobrevivência dos mais fortes e capazes de se adaptar ao meio natural” </li></ul><ul><li>Adoção da ideia de Seleção Natural para a análise das sociedades = darwinismo social </li></ul><ul><li>As raças seriam desiguais : algumas geneticamente superiore s às outras, sobretudo quanto à inteligencia </li></ul><ul><li>Sociedades foram classificadas como mais ou menos evoluídas. </li></ul><ul><ul><li>Caucasianos – modelo de superioridade genética </li></ul></ul><ul><ul><li>Negroide – modelo de inferioridade genética </li></ul></ul><ul><li>“ Fardo do Homem Branco” – Missão de civilizar as raças menos evoluídas, os primitivos </li></ul><ul><li>Ideias de Darwin deturpadas – Usadas para a justificar o imperialismo </li></ul><ul><li>Missões Religiosas e Missões Científicas – Saber mais sobre o continente para melhor explorá-lo </li></ul>
  55. 58. <ul><li>África/ Ásia – Dominação direta/ Indireta </li></ul><ul><li>América – Dominação Indireta </li></ul><ul><ul><li>Empréstimos bancários </li></ul></ul><ul><ul><li>Imigração Européia </li></ul></ul><ul><ul><li>Ou mesmo a interferência dos EUA </li></ul></ul>
  56. 59. <ul><li>Final do Século XIX = Força Econômica </li></ul><ul><li>Área de Influencia – América Latina </li></ul>
  57. 60. <ul><li>“ América para os Ameri canos ” </li></ul><ul><li>Defesa da Soberania Americana </li></ul><ul><ul><li>Proibição de novas colônias </li></ul></ul><ul><ul><li>Não Intervenção da Europa em Problemas Americanos </li></ul></ul><ul><ul><li>Não intervenção Americana em problemas europeus </li></ul></ul><ul><ul><li>= Política Isolacionista </li></ul></ul>
  58. 61. <ul><li>Radicalização da Doutrina Monroe </li></ul><ul><li>Afirmação de que os EUA deveriam assumir o papel de polícia internacional no hemisfério ocidental . </li></ul>
  59. 62. <ul><li>O que fazem os Americanos se sentirem tão... Digamos... SUPERIORES? </li></ul>
  60. 64. <ul><li>Crença de que o povo dos EU A foi eleito por Deus para comandar o mundo </li></ul><ul><li>Expansionismo americano é apenas o cumprimento da vontade Divina. </li></ul><ul><li>Assim, expansão não só era boa , mas que era óbvia (&quot;manifesto&quot;) e inevitável (&quot;destino&quot;) </li></ul>
  61. 65. Nao houve anexações territoriais Influencia Econômica Pós-1945 – Influencia Cultural
  62. 67. <ul><li>Metrópoles imperialistas : </li></ul><ul><ul><li>Lucros e intensificação do desenvolvimento; </li></ul></ul><ul><ul><li>Solução parcial para crise (de mercado, de superpopulação...) </li></ul></ul><ul><ul><li>Amenizou lutas sociais internas (classe operária)... </li></ul></ul><ul><li>Mundo colonizado: </li></ul><ul><ul><li>Desestruturação econômica, política, social e cultural; </li></ul></ul><ul><ul><li>Fomes, lutas nacionalistas; </li></ul></ul><ul><ul><li>Segregação racial e social... </li></ul></ul>
  63. 68. <ul><li>Ocidentalizou </li></ul><ul><li>grande parte do mundo, destruindo , modificando ou inferiorizando a cultura de muitos povos </li></ul>
  64. 69. <ul><ul><li>CONDUZIU O MUNDO A 1ª Grande GUERRA </li></ul></ul>
  65. 70. <ul><li>Formas de domínio: Direto x Indireto = controle x influencia </li></ul><ul><li>EUA no final do XIX – potencia </li></ul><ul><li>Principal Alvo : América Latina </li></ul><ul><li>Justificativa: Doutrina Monroe – “A América para os Americanos (do norte)” </li></ul><ul><li>Big Stick – Afirmação de que os EUA deveriam assumir o papel de polícia internacional no hemisfério ocidental </li></ul><ul><li>Destino Manifesto – EUA no domínio do mundo por vontade divina </li></ul><ul><li>Característica do Imperialismo: Sem anexações territoriais/Influencia econômica </li></ul><ul><li>Pós 1945 – Influencia Cultural – “American Way of life” (O jeito Americano de se viver) </li></ul><ul><li>Resultado do Imperialismo: </li></ul><ul><ul><li>Para as Metrópoles : lucro, soluçãoda crise econômica, diminuição das lutas sociais </li></ul></ul><ul><ul><li>Para as Colônias: Desestruturação econômica, política, social e cultural/ Segregação racial/ lutas nacionalistas </li></ul></ul><ul><ul><li>Ocidentalização do mundo: destruiu, modificou ou inferiorizou a cultura dos outros </li></ul></ul><ul><ul><li>Conduziu o mundo para a 1ª Grande Guerra </li></ul></ul>
  66. 71. <ul><li>“ Na verdade, a África, como unidade, não existe, é uma invenção nossa. O que existe são numerosos povos de culturas diferentes, que, da mesma maneira que os europeus, possuem alguns elementos culturais básicos comuns. (...) No século XVIII começaram a ser trazidas para a América grandes massas de escravos, na maior migração forçada da história da humanidade. (...) A África era como uma laranja, e os europeus foram picando a casca. Só a partir do século XVIII eles começaram a entrar na polpa branca da laranja. E foi somente no fim do século XIX que eles entraram nos gomos da fruta.” </li></ul><ul><li>O desafio é explicar, Historicamente, a metáfora (vc sabe o que é uma metáfora, né?) utilizada pelo autor. </li></ul><ul><li>Data de entrega: até 01/04/2011 / Pode ser feito em duplas </li></ul>
  67. 72. <ul><li>O cartum inglês abaixo (1892) representa o mapa da África e o inglês Cécil Rhodes, ferrenho defensor do imperialismo britânico. Faça uma pesquisa sobre Cécil Rhodes e responda às questões </li></ul><ul><li>Interprete a imagem, relacionando-a com os interesses britânicos </li></ul><ul><li>O que significa a linha que Cécil Rhodes segura nas mãos? </li></ul>

×