SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 7
André Fonseca nº2 7ºA
 Disciplina de E.M.R.C
A Pedra Filosofal
• Segundo a lenda, era um objeto que poderia
  aproximar o homem de Deus. Com ela o
  alquimista poderia transmutar qualquer metal
  inferior em ouro, como também obter o Elixir
  da Longa Vida que permitiria prolongar a vida
  indefinidamente. O trabalho relacionado com
  a pedra filosofal era chamado pelos
  alquimistas de "A Grande Obra" (ou "Opus
  Magna", em latim). A lenda da pedra filosofal
  não existe na alquimia chinesa.
A pedra filosofal poderia não só efetuar a
transmutação, mas também elaborar o Elixir da Longa
Vida, uma panaceia universal, que prolongaria a vida
indefinidamente. Isto demonstra as preocupações dos
alquimistas com a saúde e a medicina. Vários
alquimistas são considerados precursores da moderna
medicina, e dentre eles destaca-se Paracelso.
A busca por esta pedra filosofal é, em certo
sentido, semelhante a busca pelo Santo Graal das
lendas arturianas. Em seu romance Parsifal, Wolfram
von Eschenbach associa o Santo Graal não a um
cálice, mas a uma pedra que teria sido enviada dos céus
por seres celestiais e teria poderes inimagináveis.
Pedra Filosofal


Eles não sabem que o sonho
é uma constante da vida
tão concreta e definida
como outra coisa qualquer,
como esta pedra cinzenta
em que me sento e descanso,
como este ribeiro manso
em serenos sobressaltos,
como estes pinheiros altos
que em verde e oiro se agitam,
como estas aves que gritam
em bebedeiras de azul.
eles não sabem que o sonho
é vinho, é espuma, é fermento,
bichinho álacre e sedento,
de focinho pontiagudo,
que fossa através de tudo
num perpétuo movimento.


Eles não sabem que o sonho
é tela, é cor, é pincel,
base, fuste, capitel,
arco em ogiva, vitral,
pináculo de catedral,
contraponto, sinfonia,
máscara grega, magia,
que é retorta de alquimista,
mapa do mundo distante,
rosa-dos-ventos, Infante,
caravela quinhentista,
que é cabo da Boa Esperança,
ouro, canela, marfim,
florete de espadachim,
bastidor, passo de dança,
Colombina e Arlequim,
passarola voadora,
pára-raios, locomotiva,
barco de proa festiva,
alto-forno, geradora,
cisão do átomo, radar,
ultra-som, televisão,
desembarque em foguetão
na superfície lunar.
Eles não sabem, nem sonham,
que o sonho comanda a vida,
que sempre que um homem sonha
o mundo pula e avança
como bola colorida
entre as mãos de uma criança.


In Movimento Perpétuo, 1956
Cada um de nós é um verdadeiro
colaborador da Criação!

Mais conteúdo relacionado

Destaque

Manual de Fabricação de Ouro Monoatômico Ormes Ormus Pedra Filosofal Mana- P...
 Manual de Fabricação de Ouro Monoatômico Ormes Ormus Pedra Filosofal Mana- P... Manual de Fabricação de Ouro Monoatômico Ormes Ormus Pedra Filosofal Mana- P...
Manual de Fabricação de Ouro Monoatômico Ormes Ormus Pedra Filosofal Mana- P...Talmidim Do Santo
 
António Gedeão - Vida e Obra
António Gedeão - Vida e ObraAntónio Gedeão - Vida e Obra
António Gedeão - Vida e ObraDaniel Montenegro
 
António Gedeão - Vida e Obra (Lágrima de Preta)
António Gedeão - Vida e Obra (Lágrima de Preta)António Gedeão - Vida e Obra (Lágrima de Preta)
António Gedeão - Vida e Obra (Lágrima de Preta)Daniel Montenegro
 
Capa menina do mar
Capa menina do marCapa menina do mar
Capa menina do marJosé Palma
 
Lagrima de preta
Lagrima de pretaLagrima de preta
Lagrima de pretaisamarib
 
Pedra Filosofal: As Pedras e as Palavras (maio 2015)
Pedra Filosofal: As Pedras e as Palavras (maio 2015)Pedra Filosofal: As Pedras e as Palavras (maio 2015)
Pedra Filosofal: As Pedras e as Palavras (maio 2015)Biblioteca Torga
 
Artigo publicado essências vibracionais e hidrozonoterapia
Artigo publicado essências vibracionais e hidrozonoterapiaArtigo publicado essências vibracionais e hidrozonoterapia
Artigo publicado essências vibracionais e hidrozonoterapiaKborobia
 
Palestra Online baralho cigano spectrum
Palestra Online baralho cigano spectrumPalestra Online baralho cigano spectrum
Palestra Online baralho cigano spectrumMarcela Alves
 
Transcrição da ata da pedra fundamental do são pedro
Transcrição da ata da pedra fundamental do são pedroTranscrição da ata da pedra fundamental do são pedro
Transcrição da ata da pedra fundamental do são pedroACSHospitais
 

Destaque (20)

Manual de Fabricação de Ouro Monoatômico Ormes Ormus Pedra Filosofal Mana- P...
 Manual de Fabricação de Ouro Monoatômico Ormes Ormus Pedra Filosofal Mana- P... Manual de Fabricação de Ouro Monoatômico Ormes Ormus Pedra Filosofal Mana- P...
Manual de Fabricação de Ouro Monoatômico Ormes Ormus Pedra Filosofal Mana- P...
 
António Gedeão
António GedeãoAntónio Gedeão
António Gedeão
 
António Gedeão
António GedeãoAntónio Gedeão
António Gedeão
 
António Gedeão Pedra Filosofal
António Gedeão Pedra FilosofalAntónio Gedeão Pedra Filosofal
António Gedeão Pedra Filosofal
 
António Gedeão - Vida e Obra
António Gedeão - Vida e ObraAntónio Gedeão - Vida e Obra
António Gedeão - Vida e Obra
 
António Gedeão - Vida e Obra (Lágrima de Preta)
António Gedeão - Vida e Obra (Lágrima de Preta)António Gedeão - Vida e Obra (Lágrima de Preta)
António Gedeão - Vida e Obra (Lágrima de Preta)
 
António gedeão
António gedeãoAntónio gedeão
António gedeão
 
Ana Assunção
Ana AssunçãoAna Assunção
Ana Assunção
 
Parque dos Poetas, Oeiras
Parque dos Poetas, OeirasParque dos Poetas, Oeiras
Parque dos Poetas, Oeiras
 
Capa menina do mar
Capa menina do marCapa menina do mar
Capa menina do mar
 
APRESENTAÇÃO DE POEMAS
APRESENTAÇÃO DE POEMAS APRESENTAÇÃO DE POEMAS
APRESENTAÇÃO DE POEMAS
 
Lagrima de preta
Lagrima de pretaLagrima de preta
Lagrima de preta
 
Expansão Marítima
Expansão MarítimaExpansão Marítima
Expansão Marítima
 
28 pedro e-a_pedra
28 pedro e-a_pedra28 pedro e-a_pedra
28 pedro e-a_pedra
 
Pedra Filosofal: As Pedras e as Palavras (maio 2015)
Pedra Filosofal: As Pedras e as Palavras (maio 2015)Pedra Filosofal: As Pedras e as Palavras (maio 2015)
Pedra Filosofal: As Pedras e as Palavras (maio 2015)
 
Artigo publicado essências vibracionais e hidrozonoterapia
Artigo publicado essências vibracionais e hidrozonoterapiaArtigo publicado essências vibracionais e hidrozonoterapia
Artigo publicado essências vibracionais e hidrozonoterapia
 
O manto da invisibilidade
O manto da invisibilidadeO manto da invisibilidade
O manto da invisibilidade
 
Palestra Online baralho cigano spectrum
Palestra Online baralho cigano spectrumPalestra Online baralho cigano spectrum
Palestra Online baralho cigano spectrum
 
Transcrição da ata da pedra fundamental do são pedro
Transcrição da ata da pedra fundamental do são pedroTranscrição da ata da pedra fundamental do são pedro
Transcrição da ata da pedra fundamental do são pedro
 
Mina e umbanda
Mina e umbandaMina e umbanda
Mina e umbanda
 

Semelhante a Pedra filosofal

Nova Atlântida Francis Bacon 13
Nova Atlântida Francis Bacon 13Nova Atlântida Francis Bacon 13
Nova Atlântida Francis Bacon 13pedrohlsobre
 
Antniorodrigues radiestesiaclassicaecabalistica-130414130341-phpapp02
Antniorodrigues radiestesiaclassicaecabalistica-130414130341-phpapp02Antniorodrigues radiestesiaclassicaecabalistica-130414130341-phpapp02
Antniorodrigues radiestesiaclassicaecabalistica-130414130341-phpapp02Carlos Quaresma
 
AULA 3_ Material complementar_ Escola de Mistérios.pdf
AULA 3_ Material complementar_ Escola de Mistérios.pdfAULA 3_ Material complementar_ Escola de Mistérios.pdf
AULA 3_ Material complementar_ Escola de Mistérios.pdfGarantiaCorujonda
 
O que significa o simbolo na capa FMA
O que significa o simbolo na capa FMAO que significa o simbolo na capa FMA
O que significa o simbolo na capa FMAAlberto Medeiros
 
Francis X. King - O Livro de Ouro 04- As Profecias de Nostradamus - ssrj-musi...
Francis X. King - O Livro de Ouro 04- As Profecias de Nostradamus - ssrj-musi...Francis X. King - O Livro de Ouro 04- As Profecias de Nostradamus - ssrj-musi...
Francis X. King - O Livro de Ouro 04- As Profecias de Nostradamus - ssrj-musi...JNR
 
“Assim é Trindade em Unidade, e Unidade em Trindade, pois onde estão Espíri...
  “Assim é Trindade em Unidade, e Unidade em Trindade, pois onde estão Espíri...  “Assim é Trindade em Unidade, e Unidade em Trindade, pois onde estão Espíri...
“Assim é Trindade em Unidade, e Unidade em Trindade, pois onde estão Espíri...RODRIGO ORION
 

Semelhante a Pedra filosofal (13)

Lápis Exilis Catalogue Exhibition
Lápis Exilis Catalogue Exhibition Lápis Exilis Catalogue Exhibition
Lápis Exilis Catalogue Exhibition
 
Antigo Egito
Antigo EgitoAntigo Egito
Antigo Egito
 
Nova Atlântida Francis Bacon 13
Nova Atlântida Francis Bacon 13Nova Atlântida Francis Bacon 13
Nova Atlântida Francis Bacon 13
 
Antniorodrigues radiestesiaclassicaecabalistica-130414130341-phpapp02
Antniorodrigues radiestesiaclassicaecabalistica-130414130341-phpapp02Antniorodrigues radiestesiaclassicaecabalistica-130414130341-phpapp02
Antniorodrigues radiestesiaclassicaecabalistica-130414130341-phpapp02
 
AULA 3_ Material complementar_ Escola de Mistérios.pdf
AULA 3_ Material complementar_ Escola de Mistérios.pdfAULA 3_ Material complementar_ Escola de Mistérios.pdf
AULA 3_ Material complementar_ Escola de Mistérios.pdf
 
O que significa o simbolo na capa FMA
O que significa o simbolo na capa FMAO que significa o simbolo na capa FMA
O que significa o simbolo na capa FMA
 
Elementais da natureza
Elementais da naturezaElementais da natureza
Elementais da natureza
 
Francis X. King - O Livro de Ouro 04- As Profecias de Nostradamus - ssrj-musi...
Francis X. King - O Livro de Ouro 04- As Profecias de Nostradamus - ssrj-musi...Francis X. King - O Livro de Ouro 04- As Profecias de Nostradamus - ssrj-musi...
Francis X. King - O Livro de Ouro 04- As Profecias de Nostradamus - ssrj-musi...
 
Liber 418 port comentado
Liber 418 port comentadoLiber 418 port comentado
Liber 418 port comentado
 
“Assim é Trindade em Unidade, e Unidade em Trindade, pois onde estão Espíri...
  “Assim é Trindade em Unidade, e Unidade em Trindade, pois onde estão Espíri...  “Assim é Trindade em Unidade, e Unidade em Trindade, pois onde estão Espíri...
“Assim é Trindade em Unidade, e Unidade em Trindade, pois onde estão Espíri...
 
Magtertexto
MagtertextoMagtertexto
Magtertexto
 
Magnetismo terrestre
Magnetismo terrestreMagnetismo terrestre
Magnetismo terrestre
 
Tutankamon
TutankamonTutankamon
Tutankamon
 

Mais de profmoralebicc

Religião moral (amizade) gaspar fonseca
Religião moral (amizade)  gaspar fonsecaReligião moral (amizade)  gaspar fonseca
Religião moral (amizade) gaspar fonsecaprofmoralebicc
 
O abecedário da amizade francisco
O abecedário da amizade   franciscoO abecedário da amizade   francisco
O abecedário da amizade franciscoprofmoralebicc
 
Abecedário da amizade gonçalo e guilherme 6ºano
Abecedário da amizade gonçalo e guilherme 6ºanoAbecedário da amizade gonçalo e guilherme 6ºano
Abecedário da amizade gonçalo e guilherme 6ºanoprofmoralebicc
 
Abecedário da amizade matilde e mafalda
Abecedário da amizade matilde e mafaldaAbecedário da amizade matilde e mafalda
Abecedário da amizade matilde e mafaldaprofmoralebicc
 
O meu papel na família
O meu papel na família O meu papel na família
O meu papel na família profmoralebicc
 
O meu papel na familia
O meu papel na familiaO meu papel na familia
O meu papel na familiaprofmoralebicc
 
O meu papel na família
O meu papel na famíliaO meu papel na família
O meu papel na famíliaprofmoralebicc
 
O meu papel na família
O meu papel na famíliaO meu papel na família
O meu papel na famíliaprofmoralebicc
 
As tradições da páscoa
As tradições da páscoa As tradições da páscoa
As tradições da páscoa profmoralebicc
 
a origem dos anos bissextos ricardo
a origem dos anos bissextos ricardoa origem dos anos bissextos ricardo
a origem dos anos bissextos ricardoprofmoralebicc
 
A origem dos anos bissextos - Marta
A origem dos anos bissextos - Marta A origem dos anos bissextos - Marta
A origem dos anos bissextos - Marta profmoralebicc
 
A origem dos anos bissestos - Carolina
A origem dos anos bissestos - CarolinaA origem dos anos bissestos - Carolina
A origem dos anos bissestos - Carolinaprofmoralebicc
 

Mais de profmoralebicc (20)

sou pessoa - mafalda
sou pessoa - mafalda sou pessoa - mafalda
sou pessoa - mafalda
 
Religião moral (amizade) gaspar fonseca
Religião moral (amizade)  gaspar fonsecaReligião moral (amizade)  gaspar fonseca
Religião moral (amizade) gaspar fonseca
 
O abecedário da amizade francisco
O abecedário da amizade   franciscoO abecedário da amizade   francisco
O abecedário da amizade francisco
 
Abecedário da amizade gonçalo e guilherme 6ºano
Abecedário da amizade gonçalo e guilherme 6ºanoAbecedário da amizade gonçalo e guilherme 6ºano
Abecedário da amizade gonçalo e guilherme 6ºano
 
Abecedário da amizade matilde e mafalda
Abecedário da amizade matilde e mafaldaAbecedário da amizade matilde e mafalda
Abecedário da amizade matilde e mafalda
 
O meu papel na família
O meu papel na família O meu papel na família
O meu papel na família
 
A fome
A fome   A fome
A fome
 
O meu papel na familia
O meu papel na familiaO meu papel na familia
O meu papel na familia
 
A família
A família  A família
A família
 
O meu papel na família
O meu papel na famíliaO meu papel na família
O meu papel na família
 
O meu papel na família
O meu papel na famíliaO meu papel na família
O meu papel na família
 
As tradições da páscoa
As tradições da páscoa As tradições da páscoa
As tradições da páscoa
 
A familia
A familiaA familia
A familia
 
A familia
A familiaA familia
A familia
 
a origem dos anos bissextos ricardo
a origem dos anos bissextos ricardoa origem dos anos bissextos ricardo
a origem dos anos bissextos ricardo
 
A origem dos anos bissextos - Marta
A origem dos anos bissextos - Marta A origem dos anos bissextos - Marta
A origem dos anos bissextos - Marta
 
A origem dos anos bissestos - Carolina
A origem dos anos bissestos - CarolinaA origem dos anos bissestos - Carolina
A origem dos anos bissestos - Carolina
 
Anne frank
Anne frankAnne frank
Anne frank
 
promover a concórdia
promover a concórdiapromover a concórdia
promover a concórdia
 
Sentimentos
SentimentosSentimentos
Sentimentos
 

Último

Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco LeiteReligiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leiteprofesfrancleite
 
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSSFormação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSSPedroMatos469278
 
[2.3.3] 100%_CN7_CAP_[FichaAvaliacao3].docx
[2.3.3] 100%_CN7_CAP_[FichaAvaliacao3].docx[2.3.3] 100%_CN7_CAP_[FichaAvaliacao3].docx
[2.3.3] 100%_CN7_CAP_[FichaAvaliacao3].docxSílvia Carneiro
 
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º anoNós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º anoIlda Bicacro
 
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdfHistória concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdfGisellySobral
 
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentesMaio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentesMary Alvarenga
 
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.ppt
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.pptAs teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.ppt
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.pptorlando dias da silva
 
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptxnelsontobontrujillo
 
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande""Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"Ilda Bicacro
 
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantilPower Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantilMariaHelena293800
 
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptxSlides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisNós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisIlda Bicacro
 
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - material
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - materialFUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - material
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - materialDouglasVasconcelosMa
 
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptxSlides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdfUFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdfManuais Formação
 
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdfSQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdfAndersonW5
 
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVASAPRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVASricardo644666
 
Acróstico - Maio Laranja
Acróstico  - Maio Laranja Acróstico  - Maio Laranja
Acróstico - Maio Laranja Mary Alvarenga
 
transcrição fonética para aulas de língua
transcrição fonética para aulas de línguatranscrição fonética para aulas de língua
transcrição fonética para aulas de línguaKelly Mendes
 

Último (20)

Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco LeiteReligiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
 
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSSFormação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
 
[2.3.3] 100%_CN7_CAP_[FichaAvaliacao3].docx
[2.3.3] 100%_CN7_CAP_[FichaAvaliacao3].docx[2.3.3] 100%_CN7_CAP_[FichaAvaliacao3].docx
[2.3.3] 100%_CN7_CAP_[FichaAvaliacao3].docx
 
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º anoNós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
 
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdfHistória concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
 
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentesMaio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
 
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.ppt
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.pptAs teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.ppt
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.ppt
 
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
 
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande""Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
 
Poema - Aedes Aegypt.
Poema - Aedes Aegypt.Poema - Aedes Aegypt.
Poema - Aedes Aegypt.
 
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantilPower Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
 
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptxSlides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
 
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisNós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
 
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - material
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - materialFUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - material
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - material
 
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptxSlides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
 
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdfUFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
 
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdfSQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
 
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVASAPRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
 
Acróstico - Maio Laranja
Acróstico  - Maio Laranja Acróstico  - Maio Laranja
Acróstico - Maio Laranja
 
transcrição fonética para aulas de língua
transcrição fonética para aulas de línguatranscrição fonética para aulas de língua
transcrição fonética para aulas de língua
 

Pedra filosofal

  • 1. André Fonseca nº2 7ºA Disciplina de E.M.R.C
  • 2. A Pedra Filosofal • Segundo a lenda, era um objeto que poderia aproximar o homem de Deus. Com ela o alquimista poderia transmutar qualquer metal inferior em ouro, como também obter o Elixir da Longa Vida que permitiria prolongar a vida indefinidamente. O trabalho relacionado com a pedra filosofal era chamado pelos alquimistas de "A Grande Obra" (ou "Opus Magna", em latim). A lenda da pedra filosofal não existe na alquimia chinesa.
  • 3. A pedra filosofal poderia não só efetuar a transmutação, mas também elaborar o Elixir da Longa Vida, uma panaceia universal, que prolongaria a vida indefinidamente. Isto demonstra as preocupações dos alquimistas com a saúde e a medicina. Vários alquimistas são considerados precursores da moderna medicina, e dentre eles destaca-se Paracelso. A busca por esta pedra filosofal é, em certo sentido, semelhante a busca pelo Santo Graal das lendas arturianas. Em seu romance Parsifal, Wolfram von Eschenbach associa o Santo Graal não a um cálice, mas a uma pedra que teria sido enviada dos céus por seres celestiais e teria poderes inimagináveis.
  • 4. Pedra Filosofal Eles não sabem que o sonho é uma constante da vida tão concreta e definida como outra coisa qualquer, como esta pedra cinzenta em que me sento e descanso, como este ribeiro manso em serenos sobressaltos, como estes pinheiros altos que em verde e oiro se agitam, como estas aves que gritam em bebedeiras de azul.
  • 5. eles não sabem que o sonho é vinho, é espuma, é fermento, bichinho álacre e sedento, de focinho pontiagudo, que fossa através de tudo num perpétuo movimento. Eles não sabem que o sonho é tela, é cor, é pincel, base, fuste, capitel, arco em ogiva, vitral, pináculo de catedral, contraponto, sinfonia, máscara grega, magia, que é retorta de alquimista, mapa do mundo distante, rosa-dos-ventos, Infante, caravela quinhentista, que é cabo da Boa Esperança, ouro, canela, marfim, florete de espadachim,
  • 6. bastidor, passo de dança, Colombina e Arlequim, passarola voadora, pára-raios, locomotiva, barco de proa festiva, alto-forno, geradora, cisão do átomo, radar, ultra-som, televisão, desembarque em foguetão na superfície lunar. Eles não sabem, nem sonham, que o sonho comanda a vida, que sempre que um homem sonha o mundo pula e avança como bola colorida entre as mãos de uma criança. In Movimento Perpétuo, 1956
  • 7. Cada um de nós é um verdadeiro colaborador da Criação!