E.E.PROFº LUIZ GONZAGA RIGHINI
PANDA
Profª Maria Teresa Iannaco Grego
@ BIO 2015
• CLASSIFICAÇÃO CIENTÍFICA:
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Mammalia
Ordem: Carnivora
Família: Ursidae
Subfamília: ...
MELANOLEUCA
Os pandas vivem nas florestas da regiões
montanhosas do sudeste da China (esta região é seu
habitat natural).
Vivem em cav...
Ao contrário de outras espécies de ursos, os pandas
não hibernam durante o inverso.
Durante a fase da primavera ocorre o a...
Possuem dentes e mandíbulas muito fortes para
poderem triturar os brotos de bambu.
Em média um urso panda vive durante 12 ...
REPRODUÇÃO
A época de reprodução dá-se na Primavera,
quando os machos competem pela fêmea
fértil.
A gestação é em média de 135 dias.
...
A expectativa de vida de um panda é de 13
anos.
Em 2005, Basi, uma ursa panda chinesa,
comemorou 25 anos de idade, que se
...
Baby boom
O ano de 2005 foi considerado um grande ano para os
projetos em criação da espécie em cativeiro.
25 filhotes nas...
BIBLIOGRAFIA
• pt.wikipedia.org/wiki/Ailuropoda_melanoleuca
COMPONENTES:
• BIANCA MARTINEZ
• ALEXANDRA FERREIRA
• TAINA
• VINICIUS
• 2B
Panda Gigante-2B
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Panda Gigante-2B

338 visualizações

Publicada em

Trabalho projeto 2 BIO 2015

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
338
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
11
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Panda Gigante-2B

  1. 1. E.E.PROFº LUIZ GONZAGA RIGHINI PANDA Profª Maria Teresa Iannaco Grego @ BIO 2015
  2. 2. • CLASSIFICAÇÃO CIENTÍFICA: Reino: Animalia Filo: Chordata Classe: Mammalia Ordem: Carnivora Família: Ursidae Subfamília: Ailurinae Gênero: Ailuropoda Espécie: Ailuropoda melanoleuca
  3. 3. MELANOLEUCA
  4. 4. Os pandas vivem nas florestas da regiões montanhosas do sudeste da China (esta região é seu habitat natural). Vivem em cavernas e no oco de árvores. Apesar de serem carnívoros, alimentam-se principalmente de folhas e brotos de bambu. Comem também alguns insetos e ovos como fontes de proteínas. Possuem um comportamento dócil, tranquilo e tímido. São raros os casos em que um urso panda atacou um ser humano.
  5. 5. Ao contrário de outras espécies de ursos, os pandas não hibernam durante o inverso. Durante a fase da primavera ocorre o acasalamento, sendo que os filhotes, geralmente dois, nascem na época do inverno. As patas do urso panda possuem cinco dedos. Os filhotes de urso panda nascem com, aproximadamente, 2 quilos de peso.
  6. 6. Possuem dentes e mandíbulas muito fortes para poderem triturar os brotos de bambu. Em média um urso panda vive durante 12 anos. Esta espécie encontra-se em situação de extinção provocada, principalmente, pela baixa taxa de natalidade, caça indiscriminada (no passado) e pela destruição das florestas onde vivem. A reprodução em cativeiro ocorre em diversos zoológicos e centros de pesquisa animal espalhados pelo mundo.
  7. 7. REPRODUÇÃO
  8. 8. A época de reprodução dá-se na Primavera, quando os machos competem pela fêmea fértil. A gestação é em média de 135 dias. Normalmente nascem um ou dois filhotes Devido à natureza frágil e delicada dos ursinhos, a mãe opta por criar um único filhote. O filhote rejeitado é abandonado à morte. O desmame dá-se com um ano de idade, mas o panda já é capaz de ingerir o bambu em pequenas quantidades desde os seis meses. O intervalo entre as ninhadas é de dois anos ou mais.
  9. 9. A expectativa de vida de um panda é de 13 anos. Em 2005, Basi, uma ursa panda chinesa, comemorou 25 anos de idade, que se comparam a 100 anos humanos. No mesmo ano, o panda criado em cativeiro mais velho do mundo, uma fêmea chamada Meimei, morreu aos 36, equivalentes a 108 anos humanos, no jardim zoológico da cidade de Guilin.
  10. 10. Baby boom O ano de 2005 foi considerado um grande ano para os projetos em criação da espécie em cativeiro. 25 filhotes nascidos em zoológicos e centros de reprodução sobreviveram. Em 2004, foram 9 os filhotes sobreviventes.
  11. 11. BIBLIOGRAFIA • pt.wikipedia.org/wiki/Ailuropoda_melanoleuca
  12. 12. COMPONENTES: • BIANCA MARTINEZ • ALEXANDRA FERREIRA • TAINA • VINICIUS • 2B

×