Infarto 1C

467 visualizações

Publicada em

Trabalho de biologia
@ BIO 2015

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Infarto 1C

  1. 1. E.E.PROFº LUIZ GONZAGA RIGHINI INFARTO 2015
  2. 2. ∗O que é Infarto? ∗ Um ataque cardíaco ocorre quando o fluxo de sangue que leva ao miocárdio (músculo cardíaco) é bloqueado por um tempo prolongado, de modo que parte do músculo cardíaco seja danificado ou morra. Os médicos chamam isso de infarto do miocárdio. ∗ Também chamado de infarto agudo do miocárdio ou ataque cardíaco, o infarto pode ser fatal. Com tratamento adequado, é possível evitar danos significativos no músculo cardíaco e isso é primordial para que o paciente possa viver muitos anos sentindo-se bem. Por isso, é crucial chamar a emergência ou correr para o hospital nos primeiros sinais do problema. ∗ As doenças cardiovasculares são líderes em morte no mundo, sendo responsáveis por quase 30% das mortes no Brasil. Dentre estas, o infarto é uma das principais causas. ∗ INFARTO
  3. 3. ∗ A presença de placas de gordura no sangue é chamada de aterosclerose (placa de colesterol). O paciente que possui placas de aterosclerose com algum grau de obstrução na luz de uma artéria tem a chamada DAC – doença arterial coronariana. Conforme a placa de gordura (ateroma) cresce, ela leva à obstrução cada vez maior da coronária e pode levar ao sintoma de dor no peito aos esforços (angina). Em geral, uma pessoa tem sintoma de dor no peito aos esforços quando a obstrução é maior que 70%. ∗ O infarto ocorre quando uma ou mais artérias que levam oxigênio ao coração (chamadas artérias coronárias) são obstruídas abruptamente por um coágulo de sangue formado em cima de uma placa de gordura (ateroma) existente na parede interna da artéria. ∗ Causas Do Infarto
  4. 4. Antigamente acreditava-se que o infarto agudo do miocárdio ocorria quando estas placas cresciam progressivamente até fechar completamente o vaso. Hoje sabemos que não é isso que ocorre. O fechamento do vaso ocorre devido a uma ruptura na parede da placa de gordura, levando à formação de um coágulo que obstrui abruptamente a artéria e ocasiona o infarto agudo do miocárdio. Outra descoberta importante foi que esta ruptura, formação de coágulo e fechamento do vaso pode ocorrer em placas de aterosclerose pequenas que causavam 20% a 30% de obstrução e, por isso, eram assintomáticas. Então, é possível que alguém que não sinta nada em caminhadas ou até em corridas possa sofrer um infarto agudo do miocárdio? A resposta é sim! Cerca de 50% a 60% dos infartos ocorrem em pessoas previamente assintomáticas. Por conta disso, o check-up é tão importante. Outra causa comum de infarto são espasmos de uma artéria coronária, que podem ser capazes de interromper o fluxo de sangue a uma parte do músculo cardíaco. Drogas, como a cocaína, podem causar tal espasmo. Um ataque cardíaco também pode ocorrer devido a uma ruptura na artéria do coração, ou tumores que viajaram de outras partes do corpo pelo sangue. Infarto também pode ocorrer se o fluxo sanguíneo para o coração é severamente diminuído, em situações como a pressão arterial muito baixa (choque).
  5. 5. Fatores de risco Fatores de risco de infarto incluem: • Idade: homens acima dos 45 anos e mulheres com 55 anos ou mais tem maior propensão ao infarto • Tabagismo • Hipertensão • Colesterol elevado • Diabetes • Histórico familiar de infarto • Sedentarismo • Obesidade • Estresse • Alcoolismo • Uso de drogas ilegais estimulantes, como cocaína
  6. 6. Sintomas De Infarto A dor do infarto pode ser típica ou atípica. Casos de dor atípica podem ser mais difíceis de caracterizar. Em geral se diz que a dor do infarto pode se alojar em qualquer local entre o lábio inferior e a cicatriz umbilical. A dor típica tem como características ser no meio do peito, em aperto, espalhando para o braço esquerdo, acompanhada de sudorese, náusea e palidez cutânea. As características do infarto em mulheres são muito menos típicas, com queixas de queimação ou agulhadas no peito ou ainda falta de ar sem dor. Qualquer dor nessas regiões que se mantêm por mais de 20 minutos deve ser investigada e considerada doença grave, especialmente se associada aos seguintes sintomas: • Vômitos • Suor frio • Fraqueza Intensa • Palpitações • Falta de ar • Sensação de ansiedade • Fadiga • Sonolência • Tontura ou vertigem. Nem todas as pessoas que tem um infarto sofrem os mesmo sintomas ou os mesmos danos ao coração. Muito infarto não são graves nem dramáticos, podendo não apresentar sintomas ou sinais pouco específicos, como dor no queixo.
  7. 7. Tratamento de Infarto O tratamento de infarto em um hospital varia de acordo com a situação. Você pode ser tratado com medicamentos, ser submetido a um procedimento invasivo ou ambos - dependendo da gravidade do seu estado e da quantidade de danos ao seu coração. Medicamentos indicados para tratar um ataque cardíaco incluem: • Ácido acetilsalicílico • Trombolíticos • Medicamentos semelhantes ao ácido acetilsalicílico para ajudar a prevenir a formação de coágulos novos, incluem clopidogrel e outros, chamados inibidores da agregação plaquetária • Outros medicamentos para afinar o sangue • Analgésicos • Nitroglicerina • Betabloqueadores • Inibidores de ECA • Medicamentos para baixar o colesterol.
  8. 8. Medicamentos para Infarto Os medicamentos mais usados para o tratamento e prevenção de infarto são: • Aradois • Captopril • Clexane • Clopidogrel • Genfibrozila • Somente um médico pode dizer qual o medicamento mais indicado para o seu caso, bem como a dosagem correta e a duração do tratamento. Siga sempre à risca as orientações do seu médico e NUNCA se automedique. Não interrompa o uso do medicamento sem consultar um médico antes e, se tomá-lo mais de uma vez ou em quantidades muito maiores do que a prescrita, siga as instruções na bula. Além de medicamentos, você pode passar por um dos seguintes procedimentos para o tratamento de seu ataque cardíaco: • Angioplastia coronária com implante de stent • Cirurgia de revascularização miocárdica.
  9. 9. Prevenção Nunca é tarde demais para tomar medidas para prevenir um infarto - mesmo se você já teve um. Tomar medicamentos pode reduzir o risco de um ataque cardíaco subsequente e ajudar a sua função cardíaca danificada melhor. Mudanças no estilo de vida também desempenham um papel fundamental na prevenção e recuperação de coração ataque.
  10. 10. Além de medicamentos, as mesmas mudanças de estilo de vida que podem ajudar você a se recuperar de um ataque cardíaco também pode ajudar a prevenir futuros ataques cardíacos. Estes incluem: ∗ Não fumar ∗ Controlar a pressão arterial e o colesterol ∗ Evitar o fumo passivo ∗ Fazer check-ups médicos regulares ∗ Fazer exercícios regularmente ∗ Manter o peso ideal ∗ Ter uma dieta saudável ∗ Controlar o diabetes ∗ Controlar o estresse ∗ Não ingerir álcool em excesso. ∗ Mudanças no estilo de vida
  11. 11. ∗ http://www.minhavida.com.br/saude/temas/infarto ∗ ∗ http://cienciaemsuasmaos.blogspot.com.br/2014_10_01_archive.html ∗ ∗ https://www.facebook.com/permalink.php? id=1376210862608276&story_fbid=1599290740300286 ∗ BIBLIOGRAFIA
  12. 12. ∗ Julimar Lemos Coutinho Junior Nº 19 ∗ 1º C ∗ ∗ ∗ ∗ ∗ ∗ ∗

×