Evolução humana rafael

588 visualizações

Publicada em

Projeto @ BIO
Profª Maria Teresa Iannaco Grego

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
588
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
6
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
9
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Evolução humana rafael

  1. 1. Evolução Humana
  2. 2. Evolução humana  Classificação do homem: • REINO : Animalia • FILO :Chordata • CLASSE : Mammalia • ORDEM : Primata • FAMÍLIA :Hominidae • GÊNERO : Homo • ESPÉCIE : Homo sapiens
  3. 3. Inicialmente primatas • Cinco dedos nas patas (antes do surgimento da postura ereta, mãos e pés são genericamente chamados patas); • Polegar disposto em ângulo de 90° em relação aos demais dedos (polegar opositor), permitindo a esses animais segurarem objetos e agarrarem-se firmemente aos galhos das árvores; • Grande mobilidade dos membros posteriores e anteriores em relação ao tronco, conferindo ampla gama de movimentos, o que possibilitou aos primatas pular de galho em galho;
  4. 4. Inicialmente primatas • Visão tridimensional (binocular ou estereoscopia), que lhes proporcionou a noção de profundidade, fundamental para a vida nas árvores, pois um erro de percepção pode provocar uma queda e até mesmo a morte; • Comportamento social, com intenso cuidado com a prole, principalmente nos primeiros anos de vida. A complexidade do comportamento social que surgiu no grupo dos primatas foi um importante fator em sua evolução, pois relaciona-se com o desenvolvimento do encéfalo.
  5. 5. Tendências evolutivas entre os primatas  Visão binocular (tridimensional) que lhes proporciona a noção de profundidade.
  6. 6. Exemplos de primatas Lêmures Lóris Társios Gibão Orangotango
  7. 7. Postura bípede • Movimentação entre as árvores da savana. • Possibilidade de carregar objetos. • Capacidade de enxergar os predadores/presas por cima da vegetação.
  8. 8. Etapas da evolução  Ao todo foram cerca de 11 etapas na evolução da espécies para que se chegasse em nos os “homo-sapiens-sapiens” 1º etapa - sahelanthropus tchadensis: Os mais antigos viveram há cerca de 70 milhões de anos. Esses mamíferos de pequeno porte habitavam as árvores das florestas e alimentavam-se de olhas e insetos.   2°etapa - orrorin tugenensis: Lentamente o andar ereto foi praticado pelos primatas e mesmo se passando 1 milhão de anos, ele ainda não havia se consolidado, porem libera gradualmente as mãos para realização de atividades mais nobres, iniciando assim a habilidade manual.  3º etapa -- ardipithecus kadabba: A alimentação foi um fato importante durante a evolução dos primatas analisando-se os dentes e mandíbulas dos fosseis podemos determinar qual o tipo de alimentação que a espécie consumia e dessa forma saber como era o estilo de vida. No caso dos primatas há 5 milhões de anos atrás, a evolução provocou uma redução gradual dos caninos, resultando em uma menor agressividade e maior facilidade no convívio social.  4°etapa - ardipithecus ramidus: Há 4.5 milhões de anos atrás, mudanças morfológicas nos pés auxiliares na evolução do andar ereto. A estrutura corporal também se tornou mais ereta, facilitando o equilíbrio do corpo durante o caminhar e mudanças faciais tornaram o rosto mais plano, dando características mais humanoides a esses primatas.
  9. 9.  5º etapa – Australopitecos anamensis: depois de passados 500 mil anos (há cerca de 4 milhões de anos atrás), o andar ereto passa a predominar nesse ramo da família dos primatas e com isso as mãos se tornaram livres para executarem diversas tarefas, para potencializar essa habilidade, iniciou-se o desenvolvimento do maior diferencial dessa família, o cérebro.  6º etapa– Australopithecus bahrelghazali; Australopithecus afarensis; Kenyanthropus platyops: Os primatas de 3 milhões de anos atrás foram sujeitados a diversos tipos de ambientes, conforme a região em que estavam habitando, eram obrigados a se adaptar há um estilo de vida diferente e se adaptaram muito bem a esses outros ambientes. Cada hominídeo então começou a evoluir de forma distinta, proporcionando assim pela primeira vez no planeta a existência de varias espécies de hominídeos ao mesmo tempo.  7º etapa – paranthropus aethiopicus; Australopithecus garhi; Australopithecus africanus: Durante o processo de adaptação ao meio ambiente, as espécies acabam trilhando caminhos específicos, se generalizando e estando preparados para diversas situações (porem sem conseguir aproveitar todas as oportunidades oferecidas pela natureza, estando assim sujeito a dificuldades que poderiam levar a extinção) ou então se especializando e tirando o máximo proveito de um determinado recurso da natureza (porém quando este recurso so tornava escasso, a espécie passava por imensas dificuldades que também poderiam levar a extinção). Há 2.5 milhões de anos atrás a África possuía diversos hominídeos enfrentando diferentes situações.  8º etapa– paranthropus boisei; paranthropus robustos; Australopithecus sediba; homo habilis; homo rudolfensis: 5 milhões de anos de evolução, o aparecimento e desaparecimento de várias espécies, surge então dentre os primatas as primeiras espécies do gênero Homo, a qual pertencemos. Nesse período existiam diversas espécies de hominídeos convivendo e competindo por espaço e alimento, gerando conflitos e impulsionando o processo de seleção natural, onde triunfaram novamente as espécies melhores adaptadas, porém desta vez a seleção atuou de forma diferente, sendo determinada pela capacidade intelectual dos seres. O processo de confecção de ferramentas lhes ajudou a se adaptar ao meio, diversas ferramentas foram confeccionadas por diversas espécies, sendo as melhores pertencentes ao gênero Homo, tornando-os assim os melhores sucedidos.
  10. 10.  9° etapa - homo georgicos; homo ergaste: Pela primeira vez uma espécie do gênero Homo deixa a África, demonstrando uma habilidade nata para esse gênero em efetuar migrações e se adaptar a novos ambientes, mesmo não conseguindo efetuar longas migrações e sucumbindo ao longo do caminho, ela deixou para a posteridade seu espírito aventureiro. As espécies do gênero Homo que se mantiveram na África continuaram sua estória de sucesso, se impondo sobre as demais espécies e praticamente levando-as a extinção.  10º etapa – homo erectus; homo antecessor; homo cepranensis; homo heidelbergensis: Após restarem somente espécies de hominídeos do gênero homo, a seleção passou a atuar entre essas espécies, impulsionando-as a novas descobertas. Surge então uma das maiores conquistas da humanidade, o controle do fogo, o qual permitiu preparar melhor os alimentos, iluminação durante os períodos noturnos, aquecimento durante períodos mais frios, entre outras diversas facilidades. Neste contexto há 1 milhão de anos atrás, a migração em grande escala começou, chegando primeiramente ao Oriente médio, em seguida o sul Asiático e sudeste Europeu. Quando essas espécies chegavam em locais novos, ficavam sujeitas a diversos desafios diferentes (ambientais, competições com novas espécies e alimentos), forçando assim a se adaptarem, os levando a evoluir a novos patamares e proporcionando assim o surgimento de novas espécies.  11º etapa – homo floresiensis; homo rhodesiensis; homo neanderthalensis; homo sapiens : As diversas espécies de hominídeos existentes continuavam a trilhar seus caminhos evolutivos, desenvolvendo ferramentas, armas e vestimentas cada vez melhores. Seus cérebros já possuíam tamanhos consideráveis, até que surge na África uma espécie nova, com características físicas frágeis, que se destacou por uma qualidade fantástica, a criatividade. Ela foi usada para fazer as coisas que sempre foram feitas a milênios, porém de formas diferentes e a cada resultado bem sucedido, a informação era passada aos descendentes. Sua evolução foi esplêndida, em pouco tempo mudaram a forma de ver o mundo, revolucionaram nas mais diversas áreas e aos poucos conquistaram o mundo, eliminando de forma gradativa todas as dificuldades que encontravam (porém entre essas dificuldades estavam outras espécies de animais e de hominídeos). Essa espécie foi denominada de “homo sapiens” , pois “eles sabem”.
  11. 11. Características de alguns Hominídeos Primitivos Australopithecus afarensis Viviam na África. Baixa estatura (machos 1,50m e fêmeas 1,10m). Pesavam entre 30 e 40 Kg. Crânio com pequeno volume (380 a 450 cm3). Fóssil mais conhecido Lucy.
  12. 12. Australopithecus afarensis - Lucy
  13. 13. Australopithecus africanus • Viviam na África. • Massa de cerca de 40kg. • Volume do crânio de 440 cm3. • Postura ereta. • O primeiro fóssil encontrado foi de uma criança de aproximadamente 6 anos.
  14. 14. Australopithecus robustus • Viviam na África. • Maior que os demais. • Massa de 40 kg. • Mandíbula proeminente • Volume do crânio 500 cm3.
  15. 15. Homo habilis (ou A. Habilis) • Capacidade de fazer instrumentos de pedras e ossos. •Volume do crânio 700 cm3. • Originou o Homo ergaster.
  16. 16. Homo erectus • Expansão pela Eurásia. • Sofisticada “cultura”: fabricava ferramentas, usava o fogo, morava em cabanas ou grutas, usava roupas de peles de animais. • Não suportaram a era glacial (Pleistoceno). • Originaram o Homem de Neandertal.
  17. 17. Homo sapiens sapiens - Surgidos entre 150 e 100 mil anos de grupos de Homo ergaster. - Mais altos e mais ágeis que os anteriores. - Comportamento social mais complexo. - Linguagem e simbologia. - Arte.
  18. 18. Homo sapiens neaderthalensis ou Homo neanderthalensis - Volume do crânio 1450 cm3. - Postura moderna. - Queixo pequeno. - Testa pequena. - Cérebro um pouco maior. - Baixo, forte e hábil construtor de ferramentas. - Formavam grupo de caça. - Enterravam os mortos. - Teorias para o desaparecimento: extintos por condições climáticas e/ou conflitos com outras populações.
  19. 19. Eva Mitocondrial  A variação no DNA nas populações humanas é muito pequena devido ao surgimento recente na escala de tempo geológico.  Os africanos apresentam a maior taxa de de variabilidade de DNA mitocondrial indicando que trata- se da população mais antiga e reforçando a hipótese de que os homens teriam vindo da África.
  20. 20. Historia da evolução
  21. 21. Turma 3º B JONATHAN DA SILVA RIBEIRO Nº 13 MATHEUS ARCANJO Nº 25 MATHEUS HENRIQUE Nº 26 RAFAEL JOSÉ Nº 28 RODRIGO SCHAEFER Nº 30 STEPHANIE CAROLINE Nº 31

×