Por que as luzes de natal piscam

870 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
870
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
205
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Por que as luzes de natal piscam

  1. 1. Por que as luzes de Natal piscam? By Verinh@
  2. 3. Estamos nos aproximando do Natal. Já começam a aparecer nas casas, varandas e ruas as árvores de Natal; umas grandes, outras menores, umas sofisticadas, outras simples, mas todas lindas e reluzentes. As luzes da árvore de Natal sempre me fascinaram. Quando era criança, ficava pensando: por que elas piscam? Uma vez, eu vi uma verdinha muito bonita e quis apertá-la para ver se ficava só acesa. Coisa de criança! Ela queimou-se e nunca mais acendeu. Eu fiz de tudo para que ela acendesse de novo, mas, teimosa e pirracenta, nem deu bola. Fiquei com muita pena. Olhei para ela apagada, com remorso.
  3. 5. Remorso é uma dor que fica lá no cantinho da consciência da gente depois de ter feito alguma coisa errada. O remorso é teimoso e pirracento igual à luzinha que queimou. Ele se instala dentro da gente e fica lá remoendo. Ele só não gosta é do perdão. Quando o perdão chega, o remorso vai embora. Então nossos olhinhos piscam felizes iguais às luzinhas de Natal. Acho que é por esse motivo que eu gosto delas. Elas me fazem lembrar o perdão. Quando a gente perdoa, tudo muda. Seja quando a gente perdoa alguém, seja quando a gente se perdoa.
  4. 7. Engraçado, tem pessoas que conseguem perdoar os outros, mas não conseguem perdoar a si mesmas. Então, ficam sofrendo. E o remorso fica lá no cantinho, machucando, tirando a alegria. Acho que é por isso que as luzinhas piscam no Natal, para nos alertar que é tempo de perdoar, de jogar fora a mágoa, o rancor, o ódio... É tempo de desinstalar o remorso. As luzinhas trabalham nos alertando e não cobram nada. Elas se acendem e apagam generosamente. É a forma que elas têm de se doar. E são felizes!
  5. 9. Nesse Natal, quando você montar sua árvore ou quando você encontrar alguma com as luzes piscando, siga o conselho: perdoe alguém e se doe a alguém. Você verá como as luzinhas ficam alegres e brilham com mais intensidade, com mais beleza ainda. Não perca tempo, faça uma luzinha brilhar neste Natal!
  6. 11. Texto: Pe. Genésio Zeferino da Silva Filho Formatação: Vera Lúcia de Siqueira [email_address] Receba belos slides clicando: Castelo dos Sonhos

×