Sorielisarb

388 visualizações

Publicada em

Titulo: Sorielisarb
Alunos:Bruno de Souza Cruz,Ennio Augusto Vaccaro Martins,Fernando Ferreira,LUIZ GUSTAVO CALDEIRA DE CASTRO,Mara Ferraz,Tássia Leal,
Cidade: Vitória
Disciplina: PMO
Turma: GP02
Data:03-10-2014
Hora:21:53
Comentarios:
Publico até ápos a correção

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
388
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
20
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Sorielisarb

  1. 1. Trabalho de Gerenciamento de PMO e Portfólio Prof. Marco Coghi Turma: GP02 – Vitória da Conquista/BA
  2. 2. •EMPRESA: SORIELISARB •EQUIPE DE PROJETO: Bruno de Souza Cruz Ênnio Augusto Martins Fernando Ferreira Luiz Gustavo de Castro Mara Silva Ferraz Tássia Leal de Azevedo
  3. 3. •A Sorielisarb é uma empresa dinâmica, que atua há 10 anos em consultoria para Implementação de PMO. Focamos nossos esforços no desenvolvimento de soluções customizadas, ajustadas as necessidades dos nossos clientes. Nosso time conta com profissionais especializados na gestão de projeto, prontos para atender organizações públicas de grande porte. Histórico da Empresa
  4. 4. . NEGÓCIO Consultoria para implementação de PMO . MISSÃO Oferecer as melhores soluções em gestão de projetos para organizações públicas . VISÃO Ser a melhor alternativa para implementação de PMO no mercado . VALORES Ética profissional; Compromisso com o cliente; Foco nos resultados. Identidade Organizacional
  5. 5. . LOGOMARCA Logomarca-padrão que será utilizada nos Projetos de Lisarb:
  6. 6. ÍNDICE 1. Objetivo 2. Identificação 3. Categorização 4. Avaliação 5. Seleção 7. Balanceamento do portfólio 6. Priorização 8. Nível de Maturidade 9. Benefícios 10. Nível de Hierarquia 11. Funções 12. Modelo Adotado 13. Métricas 14. Implementação
  7. 7. O trabalho tem como objetivo apresentar ao Presidente da República Federativa de Lisarb uma proposta de implementação de PMO, seguindo as melhores práticas, identificando projetos que deverão compor um portifólio, que atenda aos objetivos do planejamento estratégico de Lisarb. 1. Objetivo
  8. 8. O planejamento estratégico de Lisarb se baseará nos seguintes objetivos: 1. Objetivo 1- Aliança por uma Lisarb mais justo 2- Política cidadã baseada em princípios e valores 3- Educação para a sociedade do conhecimento 4- Economia para uma sociedade sustentável 5- Proteção social 6- Qualidade de vida e segurança para todos os Lisarbeanos 7- Cultura e fornecimento da diversidade 8- Política externa para século 21 9- Combate a corrupção
  9. 9. Para atendimento dos objetivos do planejamento estratégico de Lisarb foram identificados 22 (vinte e dois) projetos: 2. Identificação 1- Cidadão Justiça 2- Justiça Rápida 3- Aliança e paz 4- Cidadão nota 10 5- Corrupção zero 6- País amigo 7- Energias renováveis 8- Lisarb pró saúde 9- Biblioteca da vida 10- Cidadão show 11- Aluno nota 10 12- Educação para todos 13- Cidade Justiça 14- Arma zero 15- Meus país, minha vida 16- Ficha limpa 17- Soprando Forte 18- Mais vida 19- Viver Mais 20- Melhor idade 21- Som da cidade 22- Teatro popular
  10. 10. Os projetos identificados foram separados em 7 categorias que estão diretamente ligadas aos objetivos estratégicos de Lisarb. As categorias foram criadas para que fosse possível agrupar projetos de natureza semelhante e que busquem resultados ligados as justificativas de cada categoria listadas abaixo: 3. Categorização Justiça •Abrange projetos cujo objetivo está relacionado ao acesso da população ao poder judiciário e aumento da eficiência do poder judiciário Política •Abrange projetos relacionadas ao fortalecimento da cidadania, combate a corrupção e fortalecimento da política interna e externa de Lisarb Educação •Abrange projetos relacionados a melhoria da educação em Lisarb Energia •Abrange projetos relacionados ao desenvolvimento de fontes de energia sustentáveis Saúde •Abrange projetos relacionados ao atendimento a saúde e bem estar em todas as faixas etárias Segurança •Abrange projetos relacionados a melhoria dos serviços públícos de segurança e redução da criminalidade Cultura •Abrange projetos relacionados ao incentivo da cultura através da música, arte e outras formas de expressão
  11. 11. Após definição das categorias os projetos identificados estes foram agrupados em programas conforme abaixo: 3. Categorização Justiça Cidadão Justiça Justiça Rápida Cidade Justiça Política Cidadão nota 10 Corrupção zero País amigo Meus país, minha vida Ficha limpa Educação Biblioteca da vida Aluno nota 10 Educação para todos Energia Energias renováveis Soprando Forte Saúde Lisarb pró saúde Mais vida Viver Mais Melhor idade Segurança Aliança e paz Arma zero Cultura Cidadão show Som da cidade Teatro Popular
  12. 12. Para a etapa de avaliação dos projetos foram definidos 5 critérios com seus respectivos pesos e justificativas conforme abaixo: 4. Avaliação CRITÉRIOS Custo de implantação Duração Risco Abrangência Social Complexidade Técnica JUSTIFICATIVA Necessário avaliar devido as restrições orçamentárias Projetos de duração estendida não trarão resultados imediatos ao povo e nem benefício políticos ao Sponsor Projetos de risco muito elevado podem fracassar comprometendo o orçamento e prazo de entrega total além da imagem do governo perante a população. Projetos que possam atender ao maior número possível de pessoas tem maior relevância Projetos de maior complexidade técnica devem ser deixados para segundo plano devido a pouca disponibilidade de mão de obra qualificada em Lisarb PESOS 15% 25% 15% 30% 15%
  13. 13. Definidos os critérios e pesos para avaliação dos projetos identificados, foram definidos os critérios para atribuição das notas aos projetos: 4. Avaliação CRITÉRIOS Custo de implantação Duração Risco Abrangência Social Complexidade Técnica PESOS 15% 25% 15% 30% 15% Nota 0 > 200MM > 6 anos Alto < 10MM Alta Nota 5 > 100MM e < 200MM > 4 anos e < 6 anos Médio > 10MM e < 50MM Média Nota 10 < 100 MM < 4 anos Baixo > 50MM Baixa
  14. 14. Definidos os valores de referência para cada nota a ser dada para os critérios escolhidos, foram definidas as regras para inicio da avaliação dos projetos: 4. Avaliação Regras para avaliação Podem ser atribuídos apenas as notas 0; 5 e 10 conforme valores referência para atribuição de notas informados no slide anterior; Não existe notas fracionadas ou diferentes de 0; 5 e 10; O valor da nota será multiplicado pelo peso do critério para que se tenha a média ; Serão somadas as médias dos 5 critérios adotados para que se tenha o valor da média final; Projetos com média final igual ou superior a 7 serão selecionados /aprovados; Projetos com média final inferior a 7 serão armazenados no banco de ideias para que possam ser reavaliados em momento apropriado;
  15. 15. 5. Seleção Categoria Justiça Critério Peso Cidadão Justiça Justiça Rápida Cidade Justiça Nota Média Nota Média Nota Média Custo de implantação 15% 10 1,5 5 0,75 0 0 Duração 25% 10 2,5 10 2,5 5 1,25 Risco 15% 5 0,75 10 1,5 0 0 Abrangência social 30% 5 1,5 10 3 10 3 Complexidade Técnica 15% 10 1,5 10 1,5 10 1,5 Média Final 7,75 9,25 5,75 Resultado APROVADO APROVADO REPROVADO Categoria Política Critério Peso Cidadão nota 10 Corrupção zero País amigo Meus país, minha vida Ficha limpa Nota Média Nota Média Nota Média Nota Média Nota Média Custo de implantação 15% 5 0,75 10 1,5 0 0 0 0 5 0,75 Duração 25% 10 2,5 5 1,25 10 2,5 5 1,25 10 2,5 Risco 15% 10 1,5 5 0,75 10 1,5 10 1,5 5 0,75 Abrangência social 30% 5 1,5 10 3 10 3 5 1,5 0 0 Complexidade Técnica 15% 5 0,75 5 0,75 5 0,75 5 0,75 5 0,75 Média Final 7 7,25 7,75 5 4,75 Resultado APROVADO APROVADO APROVADO REPROVADO REPROVADO
  16. 16. 5. Seleção Categoria Educação Critério Peso Biblioteca da vida Aluno nota 10 Educação para todos Nota Média Nota Média Nota Média Custo de implantação 15% 5 0,75 0 0 5 0,75 Duração 25% 10 2,5 10 2,5 0 0 Risco 15% 0 0 5 0,75 10 1,5 Abrangência social 30% 10 3 10 3 10 3 Complexidade Técnica 15% 10 1,5 0 0 5 0,75 Média Final 7,75 6,25 6 Resultado APROVADO REPROVADO REPROVADO Categoria Energia Critério Peso Energias renováveis Soprando Forte Nota Média Nota Média Custo de implantação 15% 0 0 5 0,75 Duração 25% 10 2,5 5 1,25 Risco 15% 10 1,5 5 0,75 Abrangência social 30% 5 1,5 0 0 Complexidade Técnica 15% 10 1,5 10 1,5 Média Final 7 4,25 Resultado APROVADO REPROVADO
  17. 17. 5. Seleção Categoria Saúde Critério Peso Lisarb pró saúde Mais vida Viver Mais Melhor idade Nota Média Nota Média Nota Média Nota Média Custo de implantação 15% 5 0,75 5 0,75 10 1,5 5 0,75 Duração 25% 5 1,25 5 1,25 10 2,5 10 2,5 Risco 15% 10 1,5 0 0 0 0 5 0,75 Abrangência social 30% 10 3 10 3 0 0 5 1,5 Complexidade Técnica 15% 10 1,5 5 0,75 5 0,75 5 0,75 Média Final 8 5,75 4,75 6,25 Resultado APROVADO REPROVADO REPROVADO REPROVADO Categoria Segurança Critério Peso Aliança e paz Arma zero Nota Média Nota Média Custo de implantação 15% 10 1,5 0 0 Duração 25% 10 2,5 5 1,25 Risco 15% 5 0,75 5 0,75 Abrangência social 30% 5 1,5 0 0 Complexidade Técnica 15% 10 1,5 5 0,75 Média Final 7,75 2,75 Resultado APROVADO REPROVADO
  18. 18. 5. Seleção Categoria Cultura Critério Peso Cidadão show Som da cidade Teatro Popular Nota Média Nota Média Nota Média Custo de implantação 15% 5 0,75 0 0 10 1,5 Duração 25% 5 1,25 5 1,25 10 2,5 Risco 15% 10 1,5 5 0,75 5 0,75 Abrangência social 30% 10 3 5 1,5 0 0 Complexidade Técnica 15% 10 1,5 10 1,5 5 0,75 Média Final 8 5 5,5 Resultado APROVADO REPROVADO REPROVADO
  19. 19. 5. Seleção Após aplicação dos critérios de seleção em cada um dos projetos avaliados foram selecionados os projetos abaixo que obtiveram média final superior a 7. Justiça Cidadão Justiça Justiça Rápida Política Cidadão nota 10 Corrupção zero País amigo Educação Biblioteca da vida Energia Energias renováveis Saúde Lisarb pró saúde Segurança Aliança e paz Cultura Cidadão show
  20. 20. 6. Priorização Os projetos selecionados serão priorizados em função do valor da média final atingido (Maior prioridade = Maior média final) Projetos aprovados que tenham atingido a mesma média final terão o desempate definido em função do grau de carência de investimentos da categoria em que está inserido. (Maior carência = Maior prioridade) Lista de categorias com maior carência de investimentos (MAIOR PARA MENOR): Justiça, política, educação, energia, saúde, segurança, cultura;
  21. 21. 6. Priorização Projetos 1°- Justiça Rápida 2°- Lisarb pró saúde 3°- Cidadão show 4°- Cidadão Justiça 5°- País amigo 6°- Biblioteca da vida 7°- Aliança e paz 8°- Corrupção zero 9°- Cidadão nota 10 10°- Energias renováveis Média Final 9,25 8 8 7,75 7,75 7,75 7,75 7,25 7 7 Categoria JUSTIÇA SAÚDE CULTURA JUSTIÇA POLÍTICA EDUCAÇÃO SEGURANÇA POLÍTICA POLÍTICA ENERGIA
  22. 22. 7. Balanceamento Memória de Cálculo Projeto Categoria Objetivo Estratégico Custo Duração Cidadão e Justiça Justiça 1 10 10 Justiça Rápida Justiça 1 5 10 Cidadão nota 10 Política 2 5 10 Corrupção zero Política 9 10 5 País Amigo Política 8 0 10 Biblioteca da Vida Educação 3 5 10 Energias Renováveis Energia 4 0 10 Lisarb pró-saúde Saúde 5 5 5 Aliança e paz Segurança 6 10 10 Cidadão Show Cultura 7 5 5
  23. 23. 7. Balanceamento Obj. 1 - Aliança por um Lisarb mais Justo Obj. 2 - Política cidadã baseada em principios e valores Obj. 3 - Educação para sociedade do conhecimento Obj. 4 - Economia para sociedade sustentável Obj. 5 - Proteção Social Obj. 6 - Qualidade e Segurança para todos Lisarbeanos Obj. 7 - Cultura e fortalecimento da diversidade Obj. 8 - Política externa século 21 Obj. 9 - Combate a Corrupção Justiça Política Educação Energia Saúde Segurança Cultura Orçamento Prazo < 4 anos > 4 anos e < 6 anos > 6 anos < 100 MM > 100 MM e < 200 MM > 200MM
  24. 24. 7. Balanceamento Análise  O Diagrama de Bolhas apresentado encontra-se balanceado;  Os 10 (dez) projetos selecionados e priorizados contemplam os 09 (nove) objetivos estratégicos, sendo que a categoria justiça é composto por 02 (dois) projetos e a categoria política é composto por 03 (três) projetos.
  25. 25. 8. Nível de Maturidade O resultado da Pesquisa de Maturidade em Gerenciamento de Projetos do LISARB, aplicado através de questionário de 40 perguntas, foi 69 pontos, sendo classificada como nível 2 (conhecimento básico em GP). A gestão dos projetos da LISARB não completavam os processos por falta de monitoramento e controle. Inexistência do ciclo PDCA. Desta forma, os procedimentos não eram aplicados e ações isoladas eram desenvolvidas. Assim, as metas gerenciais nunca balanceava. E a LISARB necessitou de implementar um PMO para estruturar as estratégias organizacionais e desta maneira obter êxito.
  26. 26. 9. Benefícios  Aperfeiçoamento de processos;  Monitoramento full-time dos projetos;  Novas ferramentas de gestão;  Análise de riscos;  Memória dos projetos;  Melhoria na tomada de decisões;  Melhoria organizacional das instituições do Lisarb.
  27. 27. 10. Nível de Hierarquia  O modelo de Hierarquia definido no inicio do PMO, é o modelo PMO Hierarquia 2, visando processos e otimização de recursos em projetos diferentes.  À medida que a maturidade da equipe for elevada gradativamente o PMO Hierarquia 3, será implantado, também gradativamente. Um modelo estratégico visando a organização como um todo é o objetivo final em termos de hierarquia.
  28. 28. 11. Funções A escolha das funções de um PMO de gerência de infraestrutura foi baseada no nível de maturidade em gerenciamento de projetos encontrado. A necessidade de implementações básicas que fundamentarão os passos seguintes, nos levou a optar pela organização e determinação de uma estrutura. A integração dos sistemas envolvidos no processo, também é ponto focal neste primeiro momento, visto que isto trará coordenação e alinhamento entre os diversos setores.
  29. 29. 11. Funções Além disso, a fundamentação de uma base de conhecimentos centralizada será o ponto do partida de uma prática sólida de gerenciamento do conhecimento.  Gerência de Infraestrutura: •Desenvolvimento de Estrutura organizacional e Organização dos modelos exeistentes; •Implementação de Sistemas; •Análises (monitoramento e controle); •Implementação de Métricas e Padrões; •Equipamentos e facilidades.
  30. 30. 12. Modelo Adotado Considerando a busca para preencher a lacuna ligada a contratação, desenvolvimento e retenção do gerentes de projetos e programas e a necessidade de indicar os gerentes que devem ser designados para os projetos, é necessário ter um PMO baseado no Modelo “Resouce Pool”. Este modelo condiz com as necessidades inicias de Lisarb pois baseia-se no estabelecimento, fundamentação e reforço de padrões para gerência e promove melhoria contínua nos mesmos.
  31. 31. 13. Métricas Para avaliar a relevância e representatividade do Escritório de Projetos em Lisarb, a Sorielisarb indica a utilização dos indicadores/métricas abaixo:  Índice de performance do cronograma;  % de projetos entregues no prazo previsto;  Índice de cumprimento dos orçamento;  % de projetos entregues com orçamento previsto;  Quantidade de requisições feitas ao PMO (mês);  Número de falhas de projetos antes e depois do PMO;  Pesquisa de Satisfação.
  32. 32. 14. Implementação

×