Sem Limites - Projeto LISARB

397 visualizações

Publicada em

Titulo: Sem Limites - Projeto LISARB
Alunos:Alessandro Rico,Andressa Taketa,Camila,carlos,Gleisy Kelly Lopes Matta,Guilherme Golin Abrão,Samuel Santos,SARA MERIGUE BERNARDO,
Cidade: Londrina
Disciplina: PMO
Turma: GP2/13
Data:09-06-2015
Hora:22:10
Comentarios:
Publico até ápos a correção

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
397
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
65
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
4
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Sem Limites - Projeto LISARB

  1. 1. SEM LIMITES CONSULTORIA
  2. 2. INTEGRANTES: Alessandro Rico Andressa Taketa Camila Lima Leite Carlos Rodrigues Guilherme Abrão Gleisy Matta Sara Merigue Samuel Santos PROJETO LISARB
  3. 3. Apresentação A SEM LIMITES CONSULTORIA é uma empresa com mais de 10 anos de experiência no mercado de implantação de projetos. Nasceu através de um sonho de 8 amigos que se formaram no MBA em Gerenciamento de Projetos da FGV, com o objetivo de difundir as técnicas de Gerenciamento . Nossa missão é gerenciar, planejar e controlar a execução de projetos de diversas áreas de acordo com as boas praticas do PMBOK, otimizando custos e maximizando lucros para nossos clientes.
  4. 4. LISARB – Nível de Maturidade  Após a aplicação da pesquisa que continha 40 perguntas sobre o grau de conhecimento em Gerenciamento de Projetos na empresa LISARB, chegamos ao diagnóstico que atualmente a organização encontra-se no nível 2, ou seja, houve um investimentos em software de GP e percebe-se que há necessidade de um melhor planejamento e controle padronizado. Pontuação Nível Acima de 160 pontos Nível 5 Entre 121 e 160 pontos Nível 4 Entre 81 e 120 pontos Nível 3 Entre 41 e 80 pontos Nivel 2 Entre 10 e 40 pontos Nivel 1 Classificação PontuaçãoLisarb: 69 - N2
  5. 5. BENEFÍCIOS ESPERADOS NA IMPLANTAÇÃO DE UM PMO EM LISARB  Otimização dos processos;  Aumento na satisfação dos clientes ;  Redução dos riscos;  Padronização dos projetos;  Controle maior no planejamento e consequentemente aumento no lucro.
  6. 6. NÍVEL DE HIERARQUIA NA IMPLANTAÇÃO DO PMO HIERARQUIA 1: Gestão de Projetos como um todo. HIRARQUIA 2: Processos e otimização de recursos em projetos diferentes. HIERARQUIA 3: Projetos Individuais. Dos níveis citados acima, a SEM LIMITES sugeriu o nível H2. Este nível foi escolhido com base nas pesquisas realizadas, aonde percebemos que para um melhor aproveitamento da implantação do PMO, a comunicação seria mais eficaz se envolvêssemos inicialmente os gerentes de cada área, pois como eles encontram-se no meio do fluxograma, a comunicação para baixo (fábrica ) e para cima ( diretoria) seria mais eficiente e consistente. DIRETORIA GERENTE FÁBRICA FÁBRICA GERENTE FÁBRICA
  7. 7. FUNÇÃO DO PMO  Utilizaremos a função de Métodos e Procedimentos. Implementaremos a metodologia de Gerenciamento de Projetos, assim teremos uma base sólida e procedimentada para após desenvolvemos outras funções.
  8. 8. MODELO DO PMO Modelo de Pool de Recursos  Desenvolvimento dos Gerentes;  Banco de dados de experiência e habilidades dos GPS.
  9. 9. MODELO DO PMO Após o Pool de Recursos, adotaremos o modelo da Torre de Controle, para melhorar o planejamento e na sequencia Estação Meteorológica para monitoramento e controle.
  10. 10. MÉTRICAS DE SUCESSO Devido ao baixo grau de maturidade de Lisarb, utilizaremos algumas medições relacionadas ao escopo, custo e tempo tais como:  Orçamento;  Tempo;  Urgência;  Relevância para população;  Abrangência Territorial;  Risco.
  11. 11. IMPLEMENTAÇÃO DO PMO
  12. 12. IDENTIFICAÇÃO DE PORTIFÓLIO Aliança por um Lisarb mais justo Política cidadã baseada em princípios e valores Educação para a sociedade do conhecimento Economia para uma sociedade sustentável Proteção Social Qualidade de vida e segurança para todos Cultura e fortalecimento da diversidade Política externa para o século 21 Combate a corrupção PROJETO COMPARTILHAR PROJETO FALA QUE EU TE ESCUTO PROJETO PÁTRIA EDUCADORA PROJETO ECONOMIA VERDE PROJETO MADRE TEREZA DE CALCUTÁ PROJETO MIRAGEM PROJETO MECENAS PROJETO GHANDI PROJETO JOAQUIM BARBOSA PROJETO LIGA DA JUSTIÇA PROJETO TELEFONE SEM FIO PROJETO EDUCAR PROJETO ÁGUA VIVA PROJETO TIO PATINHAS PROJETO MUNDO ENCANTADO DISNEYLÂNDIA PROJETO MISS PROJETO ELITE BRANCA PROJETO WHAT´S LISARB PROJETO MARCO COGHI PROJETO RECICLANDO PROJETO VIDA LONGA PROJETO RENOVANDO
  13. 13. CATEGORIZAÇÃO DO PORTIFÓLIO Com base na análise dos objetivos dos projetos levantados na fase de identificação, foi possível dividir o portfólio em 5 categorias:  INOVAÇÃO – PROJETOS QUE BUSCAM RENOVAÇÃO, APERFEIÇOAMENTO OU IMPLEMENTAÇÃO DE PROCESSOS E/OU ATIVIDADES VISANDO O USO DE NOVAS TECNOLOGIAS DISPONÍVEIS;  MELHORIAS DE PROCESSO – PROJETOS QUE VISAM MELHORIAS NOS PROCESSOS /ATIVIDADES JÁ IMPLEMENTADAS BUSCANDO OTIMIZAÇÃO DE RESULTADOS PARA A POPULAÇÃO;  MELHORIAS DE EFICIÊNCIA – PROJETOS QUE BUSCAM MELHORAR A EFICIÊNCIA DOS PROCESSOS/ ATIVIDADES, VISANDO A REDUÇÃO DE CUSTO, PRAZO E/OU TEMPO;  SATISFAÇÃO DE CLIENTES – PROJETOS QUE VISAM MELHORAR AS NECESSIDADES EFETIVAS DOS LISARBIANOS, BUSCANDO UMA POPULAÇÃO MAIS FELIZ;  OBRIGAÇÕES LEGAIS – PROJETOS QUE VISAM ADEQUAR OU IMPLEMENTAR PROCESSOS/ ATIVIDADES SEGUNDO AS LEIS E NORMAS DE LISARB.
  14. 14. CATEGORIZAÇÃO DO PORTIFÓLIO INOVAÇÃO MELHORIA DE PROCESSO MELHORIA EFICIÊNCIA SATISFAÇÃO DOS CLIENTES OBRIGAÇÕES LEGAIS PROJETO EDUCAR PROJETO TIO PATINHAS PROJETO RECICLANDO PROJETO GHANDI PROJETO ELITE BRANCA PROJETO MARCO COGHI PROJETO MADRE TEREZA DE CALCUTÁ PROJETO ECONOMIA VERDE PROJETO TELEFONE SEM FIO PROJETO WHAT´S LISARB PROJETO COMPARTILHAR PROJETO LIGA DA JUSTIÇA PROJETO MIRAGEM DISNEYLÂNDIA PROJETO RENOVANDO PROJETO ÁGUA VIVA PROJETO MISS PROJETO JOAQUIM BARBOSA PROJETO FALA QUE EU TE ESCUTO PROJETO MECENAS PROJETO PÁTRIA EDUCADORA PROJETO MUNDO ENCANTADO PROJETO VIDA LONGA
  15. 15. Os projetos foram previamente avaliados antes de serem enviados para avaliação mais detalhada. Os projetos que tiverem algum critério definido como 0 (zero) eram desclassificados para o processo de seleção. Dessa forma os projetos que passarão pelos processos de seleção estão descritos abaixo: PROJETOS PRÉ AVALIADOS A) PROJETO WHAT´S LISARB B) PROJETO PÁTRIA EDUCADORA C) PROJETO ÁGUA VIVA D) PROJETO VIDA LONGA E) PROJETO GHANDI F) PROJETO JOAQUIM BARBOSA
  16. 16. AVALIAÇÃO E SELEÇÃO DE PROJETOS CRITÉRIO PESO LEGENDA PROJETOS 0,0 5,0 10,0 A B C D E F ORÇAMENTO (MILHÕES) 30% ≥ 500 100 < OÇ < 500 ≤ 100 5 15 5 15 10 30 5 15 5 15 10 30 TEMPO (ANOS) 15% ≥ 4 1< TP < 5 ≤ 1 10 15 5 7,5 10 15 10 15 5 7,5 5 7,5 URGÊNCIA (% DE POPULAÇÃO QUE NECESSITA DO PROJETO) 20% ≤ 10 10 < UR < 50 ≥ 50 5 10 10 20 5 10 10 20 10 20 10 20 RELEVÂNCIA PARA A POPULAÇÃO (% população) 20% ≤ 10 10 < RP < 60 ≥ 60 10 20 10 20 5 10 10 20 10 20 10 20 ABRANGÊNCIA TERRITORIAL (% territorial) 5% ≤ 15 15 < AT< 70 ≥ 70 10 5 10 5 5 2,5 10 5 10 5 10 5 RISCO (% valor do projeto) 10% ≥ 50 15 < RC < 50 ≤ 15 5 5 5 5 10 10 5 5 5 5 5 5 TOTAL 100% 6 4 3 2 5 1
  17. 17. PROJETOS PRIORIZADOS PROJETO JOAQUIM BARBOSA (F) PROJETO VIDA LONGA (D) PROJETO ÁGUA VIVA (C) PROJETO PÁTRIA EDUCADORA (B) PROJETO GHANDI (E) PROJETO WHAT´S LISARB (A) (-)ORDEMDEPRIORIZAÇÃO(+)
  18. 18. BALANCEAMENTO DO PORTIFÓLIO CATEGORIAS OBJETIVOS ESTRATÉGICOS INOVAÇÃO MELHORIA DE PROCESSO MELHORIA DE EFICIÊNCIA SATISFAÇÃO DO CLIENTE OBRIGAÇÃO LEGAIS 1 2 3 4 5 6 7 8 9 F D B C E A
  19. 19. CRITÉRIOS - LEGENDA  ORÇAMENTO – TAMANHO DO CÍRCULO PEQUENO ORÇAMENTO MÉDIO ORÇAMENTO GRANDE ORÇAMENTO  DURAÇÃO DA ATIVIDADE – COR VERDE – DURAÇÃO CURTA VERMELHO – DURAÇÃO MÉDIA AZUL– DURAÇÃO LONGA
  20. 20. ANÁLISE DE BALANCEAMENTO  PROJETOS PRIORIZADOS ESTÃO MAL DISTRIBUIDOS EM RELAÇÃO AS CATEGORIAS.  POSSÍVEIS CAUSAS PARA DESBALANCEAMENTO:  IDENTIFICAÇÃO PRECÁRIA DOS PROJETOS DE LISARB;  CRITÉRIOS ESTABELECIDOS NA FASE DE AVALIAÇÃO FORAM MUITO RÍGIDOS;  SER REALIZADO A SELEÇÃO POR CATEGORIA SÓ ENTÃO PRIORIZAR.
  21. 21. BALANCEMENTO MODIFICADO  Para melhor distribuir recursos e atender aos objetivos estratégicos de LISARB foi reanalisadas as etapas de implementação do PMO. IDENTIFICAÇÃO CATEGORIZAÇÃO AVALIAÇÃO SELEÇÃO PRIORIZAÇÃO BALANCEAMENTO AUTORIZAÇÃO DO PORTIFÓLIO PDCA
  22. 22. BALANCEAMENTO MODIFICADO  AÇÕES REALIZADAS PARA BALANCEAMENTO:  NOVA IDENTIFICAÇÃO DE PROJETOS PARA O PORTIFÓLIO DE LISARB  PROJETO CULTURA ESTUDANTIL (H)  ESCOLA PARA TODOS (I)  JUSTIÇA LEGAL (J)  REANÁLISE DA CATEGORIA DOS PROJETOS  PROJETO MIRAGEM (G) – NOVA CATEGORIA – MELHORIA DE EFICIÊNCIA  ALTERAÇÃO DO CRITÉRIO DE ELIMINAÇÃO DOS PROJETOS PARA O ITEM DE AVALIAÇÃO  OS PROJETOS QUE TIVEREM ACIMA DE 70% CRITÉRIO CLASSIFICADOS COMO DIFERENTES DE ZERO SERÃO ENVIADOS PARA SELEÇÃO
  23. 23. BALANCEAMENTO MODIFICADO CATEGORIAS OBJETIVOS ESTRATÉGICOS INOVAÇÃO MELHORIA DE PROCESSO MELHORIA DE EFICIÊNCIA SATISFAÇÃO DO CLIENTE OBRIGAÇÃO LEGAIS 1 2 3 4 5 6 7 8 9 F D B E A J C H G I
  24. 24. OBRIGADO!

×