Reciclagem dos Resíduos
da Construção Civil e
Demolições
Gerenciamento de Aquisições em Projetos
São Paulo - Faria Lima – ...
A GRRCC
A GRRCC – Gestão e Reaproveitamento de Resíduos de
Construção Civil, é uma empresa destinada à reciclagem de
resíd...
Equipe
Alexandre de Faria Moreira da Silva
Carolina Louise Teixeira Motta
Fábio Iaconelli
Jorge Luiz Castelo de Carvalho
L...
WBS do Projeto
IMPLANTAÇÃO DA NOVA UNIDADE DE RESÍDUOS SÓLIDOS
1.1 Gerenciamento
1.1.1 Reunião de Kick off
1.1.2 Plano do ...
WBS do Projeto
1.1.3 Monitoramento e Controle
1.1.3.1 Relatórios de Desempenho
1.1.3.2 Reuniões de Acompanhamento
1.1.3.3 ...
WBS do Projeto
1.3 Estudo de Viabilidade Técnico Financeiro
1.3.1 Receita da matéria prima
1.3.2 Preço de venda
1.3.3 Cust...
WBS do Projeto
1.5 Estudo de Mercado
1.5.1 Benchmarking
1.5.2 Estudo dos concorrentes
1.5.3 Estudo da demanda
1.6 Estudo d...
WBS do Projeto
1.8 Estudo da Pré-Operação
1.9 Documentação Legal
• 1.9.1 Licença de funcionamento
• 1.9.2 Licença ambienta...
Critérios Make or Buy
1) O core business da empresa: é a criação de soluções para
problemas ambientais, com foco na recicl...
Critérios Make or Buy
4) Compartilhamento de riscos: por não ser o core business da
empresa é importante transferir o risc...
Critérios Make or Buy
7) Restrições de custo: não se aplica a essa contratação, pois
não é o core business da empresa a el...
Mapa de Aquisições do Projeto
Concorrência Item
a ser
contratado
Número
WBS
Vendor
List
Cronograma Orçamento Critério
Make...
WBS Revisada
1.7 Aquisição
1.7.1 Projeto executivo da planta (Buy)
1.7.2 Fornecimento de equipamentos (Buy)
1.7.3 Construç...
Registro de Risco
Evento de Risco Resposta ao Risco
Momento da Resposta ao
Risco
Falhas na comunicação e
dificuldades de e...
Registro de Risco
Evento de Risco Resposta ao Risco
Momento da Resposta ao
Risco
Perda de informações essenciais
para o pr...
Registro de Risco
Evento de Risco Resposta ao Risco
Momento da Resposta ao
Risco
Atraso na obtenção da licença de
funciona...
Declaração de Trabalho - DT
Habilitação Jurídica
Certidão Negativa, ou positiva com efeito de negativa, de Débitos relativ...
Declaração de Trabalho - DT
Capacidade da Usina
A nova planta deve atender os projetos de referência que serão fornecidos
...
Declaração de Trabalho - DT
Qualidade
Atender as normas técnicas cabíveis e seguir as normas ISO 9001:2008,
ISO 14001:XX, ...
Declaração de Trabalho - DT
Habilitação Técnica
Experiência em projetos similares, no mínimo 3 projetos, comprovada
atravé...
Declaração de Trabalho - DT
Prazo
O prazo máximo para a elaboração dos trabalhos será de 90 dias.
Condições de Pagamento
A...
WBS do Contrato
PROJETO EXECUTIVO DA USINA DE RECICLAGEM DA GRRCC
1. Planejamento do Contrato
1.1 Reunião de Kick off
1.2 ...
WBS do Contrato
3. Elaboração de projetos
3.1 Programa de necessidades
3.2 Arranjo Geral
3.3 Projeto de Arquitetura
3.4 Pr...
WBS do Contrato
4. Apoio Administrativo
4.1Aquisições diversas
4.2 Impressão de desenhos e documentos
4.3 Pagamento de for...
Critérios eliminatórios
• A empresa deve ser certificada pela ISO 9001, ISO 14001 e
OSHAS 18001.
• Certidão Negativa ou po...
Critérios eliminatórios
• Atestado, expedido por Órgão Público, Autarquia, Empresa de
Economia Mista ou Pública, ou por Em...
Critérios classificatórios
• Capacitação da equipe técnica em projetos similares;
• Experiência do Coordenador de Projeto;...
Explicitação dos critérios na DT
A GRRCC optou por explicitar os critérios na DT em virtude da
disponibilidade de tempo at...
Sistema de Pontuação
Sistema de Pontuação
Sistema de Pontuação
Documentos de Aquisição Adotados
Para a contratação deste pacote de trabalho foram utilizados os
seguintes documentos:
• D...
Meio para o envio do convite
O meio para o envio do convite e a divulgação da RFP será o
e-mail. Serão convidadas as empre...
Tipo de Contrato Escolhido
O tipo de contrato escolhido para esta contratação será o de Preço
Fixo ou Global, compreendend...
Fluxograma: Conduzir Aquisição
Atitudes e Fiscalização: controlar
• Diligenciamento: Semanalmente na empresa contratada, o
diligenciador da GRRCC irá ver...
Atitudes e Fiscalização: controlar
• Boletim de Medição: a empresa contratada deverá emitir um
Boletim de Medição demonstr...
Atitudes e Fiscalização: controlar
• Cronograma: a empresa contratada deverá enviar Cronograma
detalhado do projeto execut...
Atitudes e Fiscalização: controlar
• Envio de Documentos: sempre que algum documento for
enviado para a GRRCC, a contratad...
Relatório de Controle de Aquisição
Controle de Documentação:
Nº GRD (Guia de Remessa de Documentos)Data do envio N° Revisão
Relatório de Controle de Aquisição
Relatório de Diligenciamento:
Relatório de Controle de Aquisição
Relatório Quantitativo:
Relatório de Controle de Aquisição
Relatório Quantitativo (continuação):
Relatório de Controle de Aquisição
Boletim de Medição:
Relatório de Controle de Aquisição
Guia de Remessa de Documentos (GRD):
Quantidade de Folhas do Documento
Quantidade de có...
Fluxograma: Controlar Aquisição
Fluxograma: Encerrar Aquisição
Sumário do PGA
1. Planejamento das Aquisições
1.1 WBS do Projeto
1.2 Dicionário da WBS
1.3 Critérios Make or Buy
1.4 Análi...
Sumário do PGA
1.8 Elaboração da RFP
1.8.1 Elaboração da Carta Convite
1.8.2 Modelo de Contrato
1.8.3 Registro de Riscos
1...
Sumário do PGA
3 Controle das aquisições
3.1 Gestão dos contratos
3.1.1 Acompanhamento e análise dos relatórios de
desempe...
Sumário do PGA
4 Encerramento das aquisições
4.1 Realização da auditoria final
4.2 Elaboração do documento de Lições Apren...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Reciclagem dos Resíduos da Construção Civil e Demolições

549 visualizações

Publicada em

Titulo: Reciclagem dos Resíduos da Construção Civil e Demolições
Alunos:Alexandre de Faria Moreira da Silva,Carolina Louise Teixeira Motta,JORGE LUIZ CASTELO DE CARVALHO,Letícia Santos Masini,Rodolfo Casusa Sousa,
Cidade: Faria Lima
Disciplina: Aquisições
Turma: GEEP03
Data:27-10-2015
Hora:21:45
Comentarios:Caro professor, o nosso colega de grupo Fábio Iaconelli não se cadastrou no site.
Publico até ápos a correção

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
549
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
13
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
13
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Reciclagem dos Resíduos da Construção Civil e Demolições

  1. 1. Reciclagem dos Resíduos da Construção Civil e Demolições Gerenciamento de Aquisições em Projetos São Paulo - Faria Lima – GEEP 03 Outubro de 2015
  2. 2. A GRRCC A GRRCC – Gestão e Reaproveitamento de Resíduos de Construção Civil, é uma empresa destinada à reciclagem de resíduos da construção civil que produzirá agregados que serão utilizados em novas obras a um custo menor, reduzindo a produção de entulho, bem como a destinação irregular dos mesmos. Dessa forma, ao atender às necessidades de seus clientes, fornecerá uma opção aos componentes utilizados, com qualidade equivalente e custo inferior ao componente original. A empresa, por intermédio de uma usina de reciclagem, vai gerar renda e benefícios, além de contribuir com um modo de vida mais saudável para a sociedade.
  3. 3. Equipe Alexandre de Faria Moreira da Silva Carolina Louise Teixeira Motta Fábio Iaconelli Jorge Luiz Castelo de Carvalho Letícia Santos Masini Rodolfo Casusa Sousa Da esquerda para direita: Fábio, Letícia, Jorge, Carolina, Rodolfo e Alexandre
  4. 4. WBS do Projeto IMPLANTAÇÃO DA NOVA UNIDADE DE RESÍDUOS SÓLIDOS 1.1 Gerenciamento 1.1.1 Reunião de Kick off 1.1.2 Plano do Projeto 1.1.2.1 Declaração de Escopo 1.1.2.2 EAP 1.1.2.3 Plano de Gerenciamento de Risco 1.1.2.4 Cronograma 1.1.2.5 Matriz de Responsabilidade 1.1.2.6 Plano de Gerenciamento de Stakeholders 1.1.2.7 Plano de Gerenciamento da Comunicação
  5. 5. WBS do Projeto 1.1.3 Monitoramento e Controle 1.1.3.1 Relatórios de Desempenho 1.1.3.2 Reuniões de Acompanhamento 1.1.3.3 Gerenciamento da Construção 1.1.4 Projeto Técnico da Operação 1.1.4.1 Estudo dos produtos a serem produzidos 1.1.4.2 Estudo dos materiais a serem recebidos 1.1.4.3 Definição do processo de reciclagem 1.1.4.4 Destinação de resíduos aproveitáveis 1.1.4.5 Descarte de material não aproveitável
  6. 6. WBS do Projeto 1.3 Estudo de Viabilidade Técnico Financeiro 1.3.1 Receita da matéria prima 1.3.2 Preço de venda 1.3.3 Custo da operação 1.3.4 Definição de Equipamentos 1.3.5 Definição da equipe operacional 1.4 Plano de Investimento 1.4.1 Pesquisa 1.4.2 Definição 1.4.3 Captação
  7. 7. WBS do Projeto 1.5 Estudo de Mercado 1.5.1 Benchmarking 1.5.2 Estudo dos concorrentes 1.5.3 Estudo da demanda 1.6 Estudo de Alternativas de Locais de Implantação 1.6.1 Aluguel 1.6.2 Compra de terreno 1.7 Aquisição 1.7.1 Projeto executivo da planta (Buy) 1.7.2 Fornecimento de equipamentos (Buy) 1.7.3 Construção da Planta (Buy)
  8. 8. WBS do Projeto 1.8 Estudo da Pré-Operação 1.9 Documentação Legal • 1.9.1 Licença de funcionamento • 1.9.2 Licença ambiental 1.10 Formalização de Convênios com Universidades 1.11 Encerramento
  9. 9. Critérios Make or Buy 1) O core business da empresa: é a criação de soluções para problemas ambientais, com foco na reciclagem de resíduos sólidos da construção civil e demolições. 2) Necessidade de fornecimento especializado: a GRRCC não elabora projetos executivos de plantas de usinas de reciclagem, pois não possui conhecimento acerca da legislação vigente e das normas a serem cumpridas, dos critérios de projeto e das melhores práticas do mercado. 3) Existência de fornecedores confiáveis: A oferta de empresas confiáveis é grande no mercado. Elas possuem capacidade e tecnologia para a elaboração de projetos executivos para uma usina de reciclagem de Resíduos da Construção Civil e Demolições.
  10. 10. Critérios Make or Buy 4) Compartilhamento de riscos: por não ser o core business da empresa é importante transferir o risco do projeto executivo para a empresa projetista a ser contratada, evitando assim o aumento da contingência da GRRCC. 5) Necessidade em garantir a eficiência energética, do uso da água e a sustentabilidade da planta: As empresas de projetos normalmente utilizam conceitos de sustentabilidade e eficiência dos recursos naturais em seus projetos, podendo incluir essas questões de maneira rápida e com o menor custo, com base em suas experiências anteriores. 6) Responsabilidade técnica: A GRRCC não possui em seu quadro de funcionários, colaboradores com possibilidade de aprovação técnica nos órgãos competentes, e com os pré- requisitos necessários para ser o responsável pelo projeto.
  11. 11. Critérios Make or Buy 7) Restrições de custo: não se aplica a essa contratação, pois não é o core business da empresa a elaboração de um projeto executivo e, portanto, deverá ser contratado. 8) Restrições de prazo: não se aplica a essa contratação, pois não é o core business da empresa e deverá ser contratado. 9) Absorção de tecnologia: a empresa poderá absorver a tecnologia do subcontratado e utilizá-la internamente, sem a necessidade de subcontratação.
  12. 12. Mapa de Aquisições do Projeto Concorrência Item a ser contratado Número WBS Vendor List Cronograma Orçamento Critério Make or buy RFP - 01 Projeto Executivo da planta 1.7.1 Empresas pré- qualificadas 90 dias R$ 48.600 1, 2, 3, 6 RFP - 02 Fornecimento de equipamentos 1.7.2 Empresas pré- qualificadas 60 dias R$ 314.175 1, 2, 4 RFP - 03 Construção da planta 1.7.3 Empresas pré- qualificadas 240 dias R$ 324.000 1, 2, 3, 4 RFP - 04 Licença de funcionamento 1.9.1 Empresas a serem convidadas 30 dias R$ 10.000 1, 3 RFP-05 Licença ambiental 1.9.2 Empresas a serem convidadas 60 dias R$ 30.000 1, 3
  13. 13. WBS Revisada 1.7 Aquisição 1.7.1 Projeto executivo da planta (Buy) 1.7.2 Fornecimento de equipamentos (Buy) 1.7.3 Construção da Planta (Buy) 1.7.4 Licença de funcionamento (Buy) 1.7.5 Licença Ambiental (Buy)
  14. 14. Registro de Risco Evento de Risco Resposta ao Risco Momento da Resposta ao Risco Falhas na comunicação e dificuldades de entendimento, em função da falta de conhecimento técnico especializado da contratada.  Solicitação de atestados de capacidade técnica;  Rigor na pré-qualificação;  Reuniões periódicas de acompanhamento;  Multa contratual. PLAN ESP PQ SEL CONT ADM Falha na elaboração dos projetos complementares, como resultado da escolha de empresa despreparada para a elaboração do Projeto Executivo.  Solicitação de atestados de capacidade técnica;  Rigor na pré-qualificação;  Reuniões periódicas de acompanhamento;  Equipe multidisciplinar interna capacitada para analisar os projetos complementares;  Solicitação da revisão de documentos, sempre que se fizer necessário;  Multa contratual. PLAN ESP PQ SEL CONT ADM ENC
  15. 15. Registro de Risco Evento de Risco Resposta ao Risco Momento da Resposta ao Risco Perda de informações essenciais para o projeto e desalinhamento na condução dos trabalhos, em virtude da comunicação falha entre construtora e gerenciadora. Reuniões periódicas de acompanhamento;  Obrigatoriedade de comparecimento do responsável técnico de cada disciplina e coordenador geral do projeto, nas reuniões.  Multa contratual. PLAN ADM ENC Desalinhamento de objetivos, como resultado da comunicação falha entre equipe interna e fornecedores.  Reuniões periódicas de acompanhamento;  Equipe multidisciplinar interna capacitada para acompanhar o andamento dos projeto;  Atas de reunião.  Multa contratual. PLAN CONT ADM ENC
  16. 16. Registro de Risco Evento de Risco Resposta ao Risco Momento da Resposta ao Risco Atraso na obtenção da licença de funcionamento em função do não cumprimento do cronograma pela contratada. Reuniões periódicas de acompanhamento;  Obrigatoriedade de comparecimento do responsável pelo projeto nas reuniões de acompanhamento.  Multa contratual ou bônus por antecipação. PLAN ADM ENC Atraso na obtenção da licença ambiental em função do não cumprimento do cronograma pela contratada. Reuniões periódicas de acompanhamento;  Obrigatoriedade de comparecimento do responsável pelo projeto nas reuniões de acompanhamento.  Multa contratual ou bônus por antecipação. PLAN ADM ENC
  17. 17. Declaração de Trabalho - DT Habilitação Jurídica Certidão Negativa, ou positiva com efeito de negativa, de Débitos relativos às Contribuições Previdenciárias e as de Terceiros, expedida pela Secretaria da Receita Federal do Brasil (antiga CND - Certidão Negativa de Débitos do INSS); Certificado de regularidade para com o Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS), expedido pela Caixa Econômica Federal; Certidão negativa de falência ou de processo de recuperação judicial ou extrajudicial expedida pelo distribuidor da sede da pessoa jurídica;
  18. 18. Declaração de Trabalho - DT Capacidade da Usina A nova planta deve atender os projetos de referência que serão fornecidos pela Contratante. E dimensionar o projeto para atender a capacidade e a entrada e saída da produção da planta. Garantia A empresa a ser contratada deverá garantir a qualidade de seu trabalho e se responsabilizar por quaisquer erros ou omissões a serem detectados na fase da execução das obras ou em até cinco anos após a entrega dos serviços. Local de entrega Todos os trabalhos serão executados na sede da contratada e os serviços básicos de campo serão realizados na área destinada à implantação da usina de reciclagem.
  19. 19. Declaração de Trabalho - DT Qualidade Atender as normas técnicas cabíveis e seguir as normas ISO 9001:2008, ISO 14001:XX, OSHA 18001:XX, além de atender todas as exigências dos órgãos municipais, estaduais e federais. Realizar a compatibilização do projeto em suas diferentes áreas de aplicação. Atender aos formatos e padrões da GRRCC. O manual com as informações necessárias será fornecido pela Contratante. Número de revisões. Serão tantas quanto necessário para aprovação pela Equipe de Projeto
  20. 20. Declaração de Trabalho - DT Habilitação Técnica Experiência em projetos similares, no mínimo 3 projetos, comprovada através dos Atestados de Responsabilidade Técnica (ARTs), emitidos pelo Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (CREA). Experiência mínima do Engenheiro Técnico responsável de 15 anos e possuidor de certificado PMP. A empresa deve ser certificada pela ISO 9001, ISO 14001 e OSHAS 18001.
  21. 21. Declaração de Trabalho - DT Prazo O prazo máximo para a elaboração dos trabalhos será de 90 dias. Condições de Pagamento A empresa a ser contratada deverá realizar medições mensais a serem submetidas à contratante para aprovação e pagamento em até 15 dias após o recebimento da nota fiscal. Suporte A empresa deverá prestar assistência técnica na fase de execução das obras, trabalho a ser remunerado de acordo com os valores pré- determinados por tabela de preços unitários e de acordo com as quantidades a serem acordadas.
  22. 22. WBS do Contrato PROJETO EXECUTIVO DA USINA DE RECICLAGEM DA GRRCC 1. Planejamento do Contrato 1.1 Reunião de Kick off 1.2 Plano do Projeto 1.3 Monitoramento e Controle 1.4 Encerramento 2. Levantamentos Básicos 2.1 Levantamento planialtimétrico 2.2 Sondagens 2.3 Levantamento de serviços básicos disponíveis (água, esgotos, energia, telefone, internet, etc.)
  23. 23. WBS do Contrato 3. Elaboração de projetos 3.1 Programa de necessidades 3.2 Arranjo Geral 3.3 Projeto de Arquitetura 3.4 Projeto de Estrutura 3.5 Projeto Elétrico 3.6 Projeto de Utilidades 3.7 Orçamento 3.8 Especificações Técnicas
  24. 24. WBS do Contrato 4. Apoio Administrativo 4.1Aquisições diversas 4.2 Impressão de desenhos e documentos 4.3 Pagamento de fornecedores 4.4 Faturamento
  25. 25. Critérios eliminatórios • A empresa deve ser certificada pela ISO 9001, ISO 14001 e OSHAS 18001. • Certidão Negativa ou positiva com efeito de negativa, de Débitos relativos às Contribuições Previdenciárias e às de Terceiros, expedida pela Secretaria da Receita Federal do Brasil (antiga CND - Certidão Negativa de Débitos do INSS); • Certificado de regularidade para com o Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS), expedido pela Caixa Econômica Federal; • Certidão negativa de falência ou de processo de recuperação judicial ou extrajudicial expedida pelo distribuidor da sede da pessoa jurídica;
  26. 26. Critérios eliminatórios • Atestado, expedido por Órgão Público, Autarquia, Empresa de Economia Mista ou Pública, ou por Empresas Privadas, em nome da licitante, devidamente registrado no órgão competente do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia - CREA, que comprove o fornecimento, para quaisquer das entidades mencionadas neste item, da execução projeto executivo de usina de reciclagem ou qualquer tipo de planta industrial com, no mínimo, 600 m²; • Experiência mínima do Engenheiro Técnico responsável de 15 anos e possuidor de certificado PMP. • Experiência em projetos similares, no mínimo 3 projetos, comprovada através dos Atestados de Responsabilidade Técnica (ARTs), emitidos pelo Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (CREA).
  27. 27. Critérios classificatórios • Capacitação da equipe técnica em projetos similares; • Experiência do Coordenador de Projeto; • Tempo de existência da empresa; • Prazo proposto; • Preço e condições de pagamento propostos; • Possuir PMO.
  28. 28. Explicitação dos critérios na DT A GRRCC optou por explicitar os critérios na DT em virtude da disponibilidade de tempo até a realização da concorrência. No planejamento das aquisições foi reservado um período para a elucidação de quaisquer esclarecimentos que se fizerem necessários. Esta fase contribuirá para tornar o processo mais transparente e possibilitará, às concorrentes, a adequação das propostas às necessidades da GRRCC e, conseqüentemente, tornará a etapa de seleção mais rápida e objetiva.
  29. 29. Sistema de Pontuação
  30. 30. Sistema de Pontuação
  31. 31. Sistema de Pontuação
  32. 32. Documentos de Aquisição Adotados Para a contratação deste pacote de trabalho foram utilizados os seguintes documentos: • Declaração de Trabalho • Modelo de Contrato • Registro de Risco Esses documentos formam a RFP (Request for Proposal) da contratação. Portanto o produto solicitado aos participantes é uma Proposta Técnica e Comercial para a elaboração do Projeto Executivo da planta da nova usina de reciclagem. A GRRCC optou pela RFP, mesmo possuindo o projeto básico, porque está aberta a discutir novas tecnologias e otimização do cronograma do projeto, que, por ventura, possam ser sugeridas pelas empresas participantes.
  33. 33. Meio para o envio do convite O meio para o envio do convite e a divulgação da RFP será o e-mail. Serão convidadas as empresas que fazem parte da Vendor list da GRRCC. Por tratar de uma concorrência privada e pelo fato das empresas convidadas estarem na Vendor list e terem prestado serviços semelhantes à GRRCC, o convite pode ser feito por e-mail, sem necessidade de publicação da RFP em alguns meios de comunicação ou qualquer outra formalidade.
  34. 34. Tipo de Contrato Escolhido O tipo de contrato escolhido para esta contratação será o de Preço Fixo ou Global, compreendendo a possibilidade de realização de eventuais serviços adicionais a serem acordados entre as partes, baseados em tabela de preços unitários definidos antes da assinatura do contrato. Esta escolha justifica-se pela definição de escopo bem detalhada, pois serão entregues às empresas concorrentes o projeto básico e as especificações técnicas, fato que possibilita a utilização deste tipo de contrato. Além de permitir à GRRCC transferir a maior parte do risco para o fornecedor, pois tem clareza sobre o escopo e sobre os objetivos de prazo, custo e qualidade.
  35. 35. Fluxograma: Conduzir Aquisição
  36. 36. Atitudes e Fiscalização: controlar • Diligenciamento: Semanalmente na empresa contratada, o diligenciador da GRRCC irá verificar o status da documentação, com apresentação por parte da contratada da Lista de Documentos atualizada e verificação se os envios e revisões pela contratada e comentários/aprovação da GRRCC estão dentro dos prazos acordados em contrato. A Lista de Documentos deverá ser enviada semanalmente para a GRRCC e o Diligenciador elaborará um Relatório de Diligenciamento. • Relatório Quantitativo: A empresa contratada deverá enviar Relatório semanalmente contendo quais e quantos documentos estão: pendentes de emissão, aguardando comentários ou aprovação pela GRRCC, aguardando revisão e envio certificado pela empresa contratada.
  37. 37. Atitudes e Fiscalização: controlar • Boletim de Medição: a empresa contratada deverá emitir um Boletim de Medição demonstrando o percentual de avanço dos Milestones do Projeto e eventos de pagamentos. Assim que obtido 100% do evento, após a aprovação do GP da GRRCC, a empresa contratada deverá emitir a respectiva Nota Fiscal de Serviço, e conforme prazo contratual a GRRCC deverá efetuar o pagamento do evento. • Controle do Escopo: qualquer dúvida ou mudança de escopo no projeto, será realizada reunião(s) nas dependências da GRRCC para alinhar as responsabilidades, custos adicionais e impactos no cronograma do projeto se aplicável. Uma ATA de reunião deverá ser emitida e assinada pelos envolvidos.
  38. 38. Atitudes e Fiscalização: controlar • Cronograma: a empresa contratada deverá enviar Cronograma detalhado do projeto executivo após 10 dias da assinatura do contrato, evidenciando os principais envios e emissões de documentos, indicando os recursos e responsaveis por cada cada atividade, inclusive aquelas que dependerão da aprovação ou ação da GRRCC que impactarão no Cronograma. O Cronograma deve ser atualizado e enviado para a GP toda segunda-feira, acompanhado pela Curva “S”. • Revisões: caso os comentários da GRRCC não sejam atendidos nas revisões dos desenhos e documentos, a empresa contratada deverá esclarecer o não atendimento e caso a GRRCC não concorde, será convocada reunião na GRRCC ou nas dependências da contratada para alinhar e discutir o assunto.
  39. 39. Atitudes e Fiscalização: controlar • Envio de Documentos: sempre que algum documento for enviado para a GRRCC, a contratada deverá enviar em anexo também a Guia de Remessa de Documentos, contendo quais os documentos estão sendo enviados e providências do envio. A GRRCC também deverá sempre que enviar documento para a contratada anexar a respectiva Guia de Remessa de Documentos. • Conformidade: a qualquer momento durante a execução do projeto, um fiscal do departamento de suprimentos da GRRCC, poderá agendar com 01 dia de antecedência uma visita nas dependências da contratada, afim de verificar se as boas práticas do PMO são aplicadas para o gerenciamento do projeto e se as metodologias são utilizadas.
  40. 40. Relatório de Controle de Aquisição Controle de Documentação: Nº GRD (Guia de Remessa de Documentos)Data do envio N° Revisão
  41. 41. Relatório de Controle de Aquisição Relatório de Diligenciamento:
  42. 42. Relatório de Controle de Aquisição Relatório Quantitativo:
  43. 43. Relatório de Controle de Aquisição Relatório Quantitativo (continuação):
  44. 44. Relatório de Controle de Aquisição Boletim de Medição:
  45. 45. Relatório de Controle de Aquisição Guia de Remessa de Documentos (GRD): Quantidade de Folhas do Documento Quantidade de cópias enviadas
  46. 46. Fluxograma: Controlar Aquisição
  47. 47. Fluxograma: Encerrar Aquisição
  48. 48. Sumário do PGA 1. Planejamento das Aquisições 1.1 WBS do Projeto 1.2 Dicionário da WBS 1.3 Critérios Make or Buy 1.4 Análise Make or Buy 1.5 Vendor List 1.6 Mapa de Aquisições 1.7 Declaração de trabalho 1.7.1 Critérios Eliminatórios 1.7.2 Critérios Classificatórios 1.7.3 Sistema de Pontuação 1.7.4 Definição do tipo do documento de aquisição 1.7.5 Meio de divulgação 1.7.6 Tipo de Contrato
  49. 49. Sumário do PGA 1.8 Elaboração da RFP 1.8.1 Elaboração da Carta Convite 1.8.2 Modelo de Contrato 1.8.3 Registro de Riscos 1.8.4 Declaração de Trabalho Consolidada 2. Condução das aquisições 2.1 Selecionar fornecedores da vendor list 2.2 Divulgar a RFP 2.3 Reunião com os licitantes 2.4 Recebimento das propostas 2.5 Avaliação das propostas 2.6 Escolha dos fornecedores 2.7 Divulgação interna e externa dos vencedores 2.8 Elaboração do contrato 2.9 Assinatura do contrato 2.10 KoM
  50. 50. Sumário do PGA 3 Controle das aquisições 3.1 Gestão dos contratos 3.1.1 Acompanhamento e análise dos relatórios de desempenho 3.1.2 Acompanhamento e análise dos boletins de medições 3.1.3 Acompanhamento dos pagamentos 3.2 Acompanhamento, análise e registro das solicitações de mudança 3.3 Acompanhamento, análise e registro dos claims 3.4 Interface com as outras áreas da empresa, equipe de projeto e outros fornecedores 3.5 Revisão dos documentos de aquisição 3.6 Revisão dos documentos do projeto
  51. 51. Sumário do PGA 4 Encerramento das aquisições 4.1 Realização da auditoria final 4.2 Elaboração do documento de Lições Aprendidas 4.3 Divulgação para a empresa das lições aprendidas 4.4 Encerramento do Contrato 4.5 Revisão dos documentos de aquisição 4.6 Revisão dos documentos do projeto 4.7 Arquivamento da documentação das aquisições

×