PMO -Projetode Implantaçãodo Escritóriode Gerenciamentode ProjetosemLISARB 
Para um País Melhor!
APRESENTAÇÃO DA EMPRESA 
Numambienteglobalcadavezmaiscompetitivoedinâmico, asinstituiçõesdespertaramparaanecessidadedeseto...
MISSÃO, VISÃO e VALORES da BFK 
•MISSÃO-Oferecer,emtodasasáreasdeatividadeasboaspráticasnaimplantaçãodePMOeGerenciamentode...
GERENTES DE PROJETO 
BFK 
Mª Bethânia P. C. Santana 
Karina P. Toscano 
Fernando Gandra
BENEFÍCIOS DE UM PMO 
•Alinhar a gestão dos projetos às estratégias e objetivos corporativos para obtenção dos resultados ...
MÉTRICAS DE SUCESSO 
Indicadores: 
•Número de alterações de projeto antes e depois do PMO; 
•Índice de felicidade interna ...
OBJETIVOS 
•AtenderaosobjetivosdoplanejamentoestratégicofornecidopeloclienteLISARBpormeiodaimplantaçãodeumPMOquegerenciará...
NIVEL DE MATURIDADE 
•ParasaberoníveldematuridadeemLISARBfoifeitaumapesquisavisandodescobriramedidadoestágioevolutivodaspr...
NIVEL HIERÁRQUICO, FUNÇÃO E MODELO 
•ClassificaçãoLISARBquantoaHIERARQUIA:PMOHierarquia2visandoprocessoseotimizaçãoderecur...
ETAPAS DE IMPLEMENTAÇÃO 
•Avaliarviabilidadeeprepararterreno; 
•Identificarosponsor; 
•Identificarstakeholdersefunções; 
•...
METODOLOGIA 
•Identificação; 
•Categorização; 
•Avaliação; 
•Seleção; 
•Priorização; 
•Balanceamento; 
•Autorização.
IDENTIFICAÇÃO DAS ÁREAS 
•Áreas identificadas após análise do Plano estratégico de LISARB 
Assistência Social 
Segurança 
...
IDENTIFICAÇÃO DOS PROJETOS 
Arte nas Ruas 
Criança Acolhida 
Primeiros Passos 
Reaprender a viver 
Morar Bem 
Música para ...
IDENTIFICAÇÃO DOS PROJETOS 
•Osprojetosescolhidospara atenderosobjetivosestratégicosde Lisarb.
CATEGORIZAÇÃO DOS PROJETOS
CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO DOS PROJETOS 
1. FIB –Felicidade Interna Bruta 
Avalia a satisfação da população com o projeto, qua...
AVALIAÇÃO –CRITÉRIOS E PESOS 
•Definidos os critérios e pesos para avaliação dos projetos identificados, foram definidos o...
AVALIAÇÃO-PONDERAÇÕES 
1. FIB 2. Abrangência3. Infra-estrutura 4. Tempo 5. Risco 6. CustoTotalPeso25%15%10%15%10%25% NotaM...
BALANCEAMENTO DO PORTFOLIO 
ProjetoTempoCustoAbrangênciaP16130%60% P12230%100% P14130%60% P18130%60% P11230%60% P9260%60%
BALANCEAMENTO DO PORTFOLIO 
•O Gráfico de bolhas abaixo mostra no eixo x os projetos priorizados e no eixo Y o tempo. A co...
REBALANCEAMENTO DO PORTFOLIO 
•Lisarbpoderá contratar a BFK também para adequar o portfólio e ajudar na alteração dos cron...
REBALANCEAMENTO DO PORTFOLIO 
•O insucesso é apenas uma oportunidade para recomeçar de novo com mais inteligência. 
Henry ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Projeto de Implantação do Escritório de Gerenciamento de Projetos em LISARB

539 visualizações

Publicada em

Titulo: Projeto de Implantação do Escritório de Gerenciamento de Projetos em LISARB
Alunos:Fernando Jaime Gandra de Carvalho,karina porpino maia toscano,MARIA BETHANIA PAIVA CAVALCANTE SANTANA,
Cidade: São Luiz
Disciplina: PMO
Turma: GP20
Data:12-10-2014
Hora:23:03
Comentarios:
Publico até ápos a correção

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
539
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
14
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
24
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Projeto de Implantação do Escritório de Gerenciamento de Projetos em LISARB

  1. 1. PMO -Projetode Implantaçãodo Escritóriode Gerenciamentode ProjetosemLISARB Para um País Melhor!
  2. 2. APRESENTAÇÃO DA EMPRESA Numambienteglobalcadavezmaiscompetitivoedinâmico, asinstituiçõesdespertaramparaanecessidadedesetornaremcadavezmaiságeiseorganizadas.ABFKConsultoriasurgiudestanecessidadeebuscaaformalizaçãoeaprimoramentonaconduçãodeseusprojetos.Oexcepcionalemotivadordesafiodetrabalharduranteestesúltimosanoscomimplementações,consultorias,assessoriasetreinamentosemgerenciamentodeprojetosnospermitiuadquirirvisãoeexperiênciamuitoamplasdesteuniversovalorizadoeéporissoqueestamosaptosparamelhoraraperformanceeresultadosdeseusprojetos.
  3. 3. MISSÃO, VISÃO e VALORES da BFK •MISSÃO-Oferecer,emtodasasáreasdeatividadeasboaspráticasnaimplantaçãodePMOeGerenciamentodeProjetosdeformaprofissionalcomeficiênciaeeficácia; •VISÃO-Serreconhecidaerespeitadacomoumaempresalíder,referêncianaáreadasmelhorespráticasdegestãodeprojetosprofissionalizados; •VALORES-Trabalharcomtransparência,ética,expertise, inovação,excelência,eficáciaedesempenho.
  4. 4. GERENTES DE PROJETO BFK Mª Bethânia P. C. Santana Karina P. Toscano Fernando Gandra
  5. 5. BENEFÍCIOS DE UM PMO •Alinhar a gestão dos projetos às estratégias e objetivos corporativos para obtenção dos resultados esperados; •Potencializar resultados e minimizar incertezas, problemas ou desvios deprazo e custos nos projetos; •Ampliar a visibilidade e controle sobre o portfólio de projetos e programas, auxiliando a tomada de decisões estratégicas; •Promover um modelo de referência, metodologia e boas práticas de gestão de projetos; •Conquistar níveis de maturidade em gerência de projeto, entre outros.
  6. 6. MÉTRICAS DE SUCESSO Indicadores: •Número de alterações de projeto antes e depois do PMO; •Índice de felicidade interna bruta(satisfação da população); •Índice de conformidade no gerenciamento da qualidade; •Quantidade de projetos em execução; •Índice de cumprimento dos prazos.
  7. 7. OBJETIVOS •AtenderaosobjetivosdoplanejamentoestratégicofornecidopeloclienteLISARBpormeiodaimplantaçãodeumPMOquegerenciaráumportfóliodeprojetosdeformaprofissional; •Pré-selecionarosmaisimportantesProjetosnasáreasestratégicasparacomporoportfólioeexecutá-losdeformaprofissionalembenefíciodapopulação.
  8. 8. NIVEL DE MATURIDADE •ParasaberoníveldematuridadeemLISARBfoifeitaumapesquisavisandodescobriramedidadoestágioevolutivodaspráticasdeprojeto, constituídasporprocessosquesãopornaturezarepetitivos¹.LISARBapresentou69pontos,sendoassimclassificadocomonível2ondeaorganizaçãopercebeanecessidadedeseefetuarplanejamentoecontrolepadronizadosdeprojetos.¹Dr.HaroldKerzner
  9. 9. NIVEL HIERÁRQUICO, FUNÇÃO E MODELO •ClassificaçãoLISARBquantoaHIERARQUIA:PMOHierarquia2visandoprocessoseotimizaçãoderecursosemprojetosdiferentes; •ClassificaçãoLISARBquantoaFUNÇÃO:MétodoseProcedimentosvisandoimplementaçãoemanutençãodametodologiadegerenciadeprojetos,avaliaçãodousodametodologiasuaperformance,IntegraçãodametodologiacomosPMIS,incorporaçãodasmelhorespráticas; •ClassificaçãoLISARBquantoaoMODELO:AprincípioaEstaçãoMeteorológicapareceseromaisadequadoporqueoacompanhamentoésimplesedereporteparaaltaadministração, defineparâmetros,frequência,formatoeferramentasdereporte,nãoinfluênciaosprojetosanalisadosepermitecomparaçãoeidentificaçãodemelhorespráticas.
  10. 10. ETAPAS DE IMPLEMENTAÇÃO •Avaliarviabilidadeeprepararterreno; •Identificarosponsor; •Identificarstakeholdersefunções; •Fazeroplanodecomunicação; •Prepararoorçamento; •Avaliarmaturidadedaempresa; •Desenvolveromodelo; •Conduziroprojetopiloto.
  11. 11. METODOLOGIA •Identificação; •Categorização; •Avaliação; •Seleção; •Priorização; •Balanceamento; •Autorização.
  12. 12. IDENTIFICAÇÃO DAS ÁREAS •Áreas identificadas após análise do Plano estratégico de LISARB Assistência Social Segurança Cultura Politica externa Justiça Saúde Politica Interna Educação Meio Ambiente
  13. 13. IDENTIFICAÇÃO DOS PROJETOS Arte nas Ruas Criança Acolhida Primeiros Passos Reaprender a viver Morar Bem Música para todos SIP-infort. de processos Intercâmbio sem fronteiras Pesquisa Vacinas Presidio produtivo Esporte p/ melhor idade Voz ativa Gestão transparente Saúde preventiva Policiamento cidadão Ar Limpo Coleta Seletiva Casa da cidadania •Proposta para projetos identificados na reunião de Brainstorming com auxílio dos stakeholders
  14. 14. IDENTIFICAÇÃO DOS PROJETOS •Osprojetosescolhidospara atenderosobjetivosestratégicosde Lisarb.
  15. 15. CATEGORIZAÇÃO DOS PROJETOS
  16. 16. CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO DOS PROJETOS 1. FIB –Felicidade Interna Bruta Avalia a satisfação da população com o projeto, quanto mais a nota, maior a satisfação; 2. Investimento Avalia o quanto será gasto -quanto maior o investimento maior a nota; 3. Abrangência Avalia a visibilidade e amplitude do projeto; 4. RH Avalia o quanto de recursos humanos será gasto no projeto; 5. Infra-estrutura Avalia o quanto de infraestrutura e tecnologia será gasto no projeto, quanto menos necessidade melhor; 6. Tempo Avalia o tempo que o projeto espera para estar disponível para a população, quanto menor tempo, maior nota no critério; 7. Risco Avalia o grau de risco do projeto, quanto maior mais risco; 8. Custo Quanto menos recursos maior a nota.
  17. 17. AVALIAÇÃO –CRITÉRIOS E PESOS •Definidos os critérios e pesos para avaliação dos projetos identificados, foram definidos os critérios para notas. CritérioPeso05101. FIB – Felicidade Interna Bruta25%<20% aceitação20% < x < 50%>50% de aceitação 2. Abrangência15%< 10%10% < x < 60%> 60% 3. Infra-estrutura 10%> 60% recurso30% < x < 60%< 30% recurso4. Tempo 15%> 2 anos1 ano < x < 2 anos< 1 ano5. Risco 10%< 10%10% < x < 60%> 60% 6. Custo25%> 60% recurso30% < x < 60%< 30% recurso100% Legenda para nota
  18. 18. AVALIAÇÃO-PONDERAÇÕES 1. FIB 2. Abrangência3. Infra-estrutura 4. Tempo 5. Risco 6. CustoTotalPeso25%15%10%15%10%25% NotaMédiaNotaMédiaNotaMédiaNotaMédiaNotaMédiaNotaMédiaP1102,550,7550,50050,551,255,5P251,2550,7550,550,7550,551,255P351,2550,7550,550,7550,551,255P4102,550,7550,550,7550,551,256,25P551,2550,7550,550,7510151,255,5P6102,5101,50000101005P7102,550,750050,75101005P851,25101,50050,7550,5004P9102,550,7550,550,7550,551,256,25P10102,550,7550,50010151,256P1151,2550,7510150,7550,5102,56,75 P12102,5101,510150,7500102,58,25P1351,25101,550,550,7550,551,255,75P1451,2550,75101101,550,5102,57,5P15102,550,7500101,550,5005,25P16102,550,75101101,500102,58,25P1751,2500101101,500102,56,25P1851,2550,75101101,500102,57
  19. 19. BALANCEAMENTO DO PORTFOLIO ProjetoTempoCustoAbrangênciaP16130%60% P12230%100% P14130%60% P18130%60% P11230%60% P9260%60%
  20. 20. BALANCEAMENTO DO PORTFOLIO •O Gráfico de bolhas abaixo mostra no eixo x os projetos priorizados e no eixo Y o tempo. A cor da bolha indica a abrangência e o tamanho da bola indica o custo. •Dessa forma percebemos que o projeto P12 Música para todos é o único que atende 100% da população e o projeto P9 Primeiros passos é o que apresenta custo mais elevado. Em relação ao tempo os projetos P16, P14 e P18 possuem duração menor que os demais. TempoProjetos00,511,522,501234567P16P12P14P18P11P9
  21. 21. REBALANCEAMENTO DO PORTFOLIO •Lisarbpoderá contratar a BFK também para adequar o portfólio e ajudar na alteração dos cronogramas, diminuindo assim o prazo de execução dos projetos P12, P11 e P9; poderá rever o orçamento e baixar o custo do projeto P9; fazer mais propaganda dos projetos e assim aumentar sua abrangência. Dessa forma teremos um balanceamento equilibrado, conforme abaixo. TempoProjetos00,20,40,60,811,201234567P16P12P14P18P11P9
  22. 22. REBALANCEAMENTO DO PORTFOLIO •O insucesso é apenas uma oportunidade para recomeçar de novo com mais inteligência. Henry Ford

×