PMO EM LISARB

174 visualizações

Publicada em

Titulo: PMO EM LISARB
Alunos:valadaresch,
Cidade:
Disciplina:
Turma:
Data:17-03-2014
Hora:23:57
Comentarios:
Publico até ápos a correção

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
174
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
22
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

PMO EM LISARB

  1. 1. MBA EM GERENCIAMENTO DE PROJETOS – FGV CAMPINAS – TURMA PROJ36 11terça-feira, 18 de março de 2014 MBA em Gestão de ProjetosMBA em Gestão de Projetos Project Office e Nível de MaturidadeProject Office e Nível de Maturidade Turma: PROJ36 – CAMPINAS/SPTurma: PROJ36 – CAMPINAS/SP MARÇO/2014MARÇO/2014 rojeto: PMO EM LISARBrojeto: PMO EM LISARB
  2. 2. MBA EM GERENCIAMENTO DE PROJETOS – FGV CAMPINAS – TURMA PROJ36 22terça-feira, 18 de março de 2014  QUEM SOMOSQUEM SOMOS A Partner Consultoria é  uma  empresa  especializada  em  gerenciamento de portfólios e projetos.  Atua no mercado à anos, implantando escritórios de projetos em  empresas dos mais variados portes, desde micro empresas até  empresas de grande porte.  Cuidamos para adaptar as melhores práticas em gerenciamento  de projetos a realidade de cada organização e em qualquer nível  da empresa.
  3. 3. MBA EM GERENCIAMENTO DE PROJETOS – FGV CAMPINAS – TURMA PROJ36 33terça-feira, 18 de março de 2014  NOSSA EQUIPENOSSA EQUIPE Nossa equipe é formada por gerentes de projetos certificados PMP, altamente qualificados e experientes. Charles Valadares da SilvaCharles Valadares da Silva João Bento Barizon JrJoão Bento Barizon Jr Julio Vaz de SiqueiraJulio Vaz de Siqueira Leandro Nunes AzevedoLeandro Nunes Azevedo Luciano de Paula CandidoLuciano de Paula Candido Marcelo M.Alves da CruzMarcelo M.Alves da Cruz
  4. 4. MBA EM GERENCIAMENTO DE PROJETOS – FGV CAMPINAS – TURMA PROJ36 44terça-feira, 18 de março de 2014  DEFINIÇÃO DOS OBJETIVOSDEFINIÇÃO DOS OBJETIVOS Propor a implantação de um Escritório de Gerenciamento de  Projetos  em  LISARB,  desde  a  sua  concepção  até  sua  implantação,  através  da  análise  dos  objetivos  do  planejamento  estratégicos  e  identificação  dos  projetos  e  programas  que  o  país  deverá  ter  em  sua  carteira  de  investimentos.
  5. 5. MBA EM GERENCIAMENTO DE PROJETOS – FGV CAMPINAS – TURMA PROJ36 55terça-feira, 18 de março de 2014  IDENTIFICAÇÃOIDENTIFICAÇÃO Iniciamos a elaboração de nossa proposta utilizando a técnica  de Brainstorm, onde identificamos uma lista de projetos que  atendem aos objetivos do planejamento estratégico de Lisarb.
  6. 6. MBA EM GERENCIAMENTO DE PROJETOS – FGV CAMPINAS – TURMA PROJ36 66terça-feira, 18 de março de 2014  CATEGORIZAÇÃOCATEGORIZAÇÃO Com  a  lista  de  projetos  candidatos  finalizada,  o  próximo  passo é a criação de categorias para separar os projetos em  grupos.
  7. 7. MBA EM GERENCIAMENTO DE PROJETOS – FGV CAMPINAS – TURMA PROJ36 77terça-feira, 18 de março de 2014  AVALIAÇÃOAVALIAÇÃO  Nesta fase definimos quais são os critérios que iremos utilizar para organizar e avaliar os projetos, determinando uma forma para calcular as notas e seu respectivo peso.
  8. 8. MBA EM GERENCIAMENTO DE PROJETOS – FGV CAMPINAS – TURMA PROJ36 88terça-feira, 18 de março de 2014  SELEÇÃOSELEÇÃO  Ao efetuar a seleção dos projetos, identificamos que alguns deles não atendiam muitos dos critérios definidos anteriormente, e por esse motivo serão excluídos da lista os projetos que obtiveram mais de 2 notas “zeros”.
  9. 9. MBA EM GERENCIAMENTO DE PROJETOS – FGV CAMPINAS – TURMA PROJ36 99terça-feira, 18 de março de 2014  SELEÇÃOSELEÇÃO  Após a análise da lista de projetos, destacamos em vermelho todos aqueles que serão excluídos.
  10. 10. MBA EM GERENCIAMENTO DE PROJETOS – FGV CAMPINAS – TURMA PROJ36 1010terça-feira, 18 de março de 2014  PRIORIZAÇÃOPRIORIZAÇÃO  Com base nos objetivos estratégicos, categorias e pesos, os projetos foram selecionados e priorizados.
  11. 11. MBA EM GERENCIAMENTO DE PROJETOS – FGV CAMPINAS – TURMA PROJ36 1111terça-feira, 18 de março de 2014  BALANCIAMENTOBALANCIAMENTO Eixo “X” => Custo Eixo “Y” => Prazo Tamanho da Bolha => Numero de Beneficiários Cor da Bolha => Projeto Selecionado
  12. 12. MBA EM GERENCIAMENTO DE PROJETOS – FGV CAMPINAS – TURMA PROJ36 1212terça-feira, 18 de março de 2014  ITERAÇÃOITERAÇÃO  Os projetos constantes no gráfico anterior já foram organizados, priorizados e balanceados para que sejam atendidos os objetivos estratégicos de Lisarb.  São projetos que atendem a um grande número de beneficiários e o prazo dos mesmos estão distribuídos de uma forma que sempre terá um projeto em destaque no decorrer do tempo. Mantendo constante a visibilidade dos projetos e a satisfação dos beneficiários.
  13. 13. MBA EM GERENCIAMENTO DE PROJETOS – FGV CAMPINAS – TURMA PROJ36 1313terça-feira, 18 de março de 2014  NÍVEL DE MATURIDADENÍVEL DE MATURIDADE  Após analisar o resultado da pesquisa que foi fornecida, identificamos que Lisarb possui um nível 2 de maturidade em gerenciamento de projetos.  Diante disso concluímos que Lisarb possui um nível de maturidade muito baixo e que a mesma não está aplicando as boas práticas em gerenciamento de projetos (as vezes – aplicável para mais de 10% e menos de 50% dos projetos).
  14. 14. MBA EM GERENCIAMENTO DE PROJETOS – FGV CAMPINAS – TURMA PROJ36 1414terça-feira, 18 de março de 2014  BENEFÍCIOSBENEFÍCIOS Lisarb ganhará inúmeros benefícios com a implantação do escritório de projetos, dentre ele podemos destacar:  Melhor alinhamento com as estratégias de negócios  Suporte à tomada de decisão  Melhor visibilidade dos projetos  Maior racionalidade na alocação de recursos estratégicos  Melhoria continua
  15. 15. MBA EM GERENCIAMENTO DE PROJETOS – FGV CAMPINAS – TURMA PROJ36 1515terça-feira, 18 de março de 2014  NÍVEL HIERÁRQUICO ADOTADONÍVEL HIERÁRQUICO ADOTADO Para o caso de Lisarb indicamos como ideal a adoção do nível hierárquico PMO nível 3. Neste nível o PMO é estratégico e visará a organização como um todo.
  16. 16. MBA EM GERENCIAMENTO DE PROJETOS – FGV CAMPINAS – TURMA PROJ36 1616terça-feira, 18 de março de 2014  FOCO ADOTADOFOCO ADOTADO Considerando que utilizaremos o PMO estratégico, o foco será a Identificação. As informações dos projetos serão analisadas de forma a identificar as relações entre elas e a permitir uma visão a partir do prisma da estratégia corporativa. Serão identificadas oportunidades, ameaças, iniciativas, duplicidades, impactos e as relações entre iniciativas estratégicas, projetos e recursos organizacionais.
  17. 17. MBA EM GERENCIAMENTO DE PROJETOS – FGV CAMPINAS – TURMA PROJ36 1717terça-feira, 18 de março de 2014  FUNÇÃO ADOTADAFUNÇÃO ADOTADA A função adotada será a Integração com o Negócio, que possibilitará:  Gerenciamento de conflitos;  Tomada de decisões;  Visão comum dos projetos;  Atingir os objetivos estratégicos;  Acesso as informações relativas aos projetos.
  18. 18. MBA EM GERENCIAMENTO DE PROJETOS – FGV CAMPINAS – TURMA PROJ36 1818terça-feira, 18 de março de 2014  MODELO ADOTADOMODELO ADOTADO O modelo adotado será a Torre de Controle, uma vez que o gerenciamento de projetos será tratado como um processo de negócio que deverá ser nutrido e protegido. O escritório de projetos será responsável por passar as instruções de vôo, pouso e decolagem para minimizar acidentes com projetos.
  19. 19. MBA EM GERENCIAMENTO DE PROJETOS – FGV CAMPINAS – TURMA PROJ36 1919terça-feira, 18 de março de 2014  PROFISSIONAIS ENVOLVIDOSPROFISSIONAIS ENVOLVIDOS Considerando que o PMO será estratégico, o presidente de Lisarb deve ser envolvido diretamente com o escritório de projetos e deve ser equiparado a um parceiro do Gerente de Projetos. Além do Presidente de Lisarb e do Gerente de Projetos (diretor), deverão ser envolvidos os seguintes profissionais. • 4 gerentes de projetos • 8 analistas de projetos • 2 analistas de documentação
  20. 20. MBA EM GERENCIAMENTO DE PROJETOS – FGV CAMPINAS – TURMA PROJ36 2020terça-feira, 18 de março de 2014  ETAPAS DE IMPLEMENTAÇÃOETAPAS DE IMPLEMENTAÇÃO As etapas de implementação serão: • Identificar, categorizar, priorizar, balancear portfólio, modelos de maturidade, benefícios, Modelos, Funções, Níveis Hierárquicos, Fatores Críticos de Sucesso, Métricas de Sucesso, Propor Mudanças de Planejamento, Análise de Viabilidade (go, no go).
  21. 21. MBA EM GERENCIAMENTO DE PROJETOS – FGV CAMPINAS – TURMA PROJ36 2121terça-feira, 18 de março de 2014  MÉTRICAS DE SUCESSO ADOTADASMÉTRICAS DE SUCESSO ADOTADAS Utilizaremos como métricas de sucesso: • Número de falhas de projeto antes e depois do PMO; • Pesquisas de satisfação / avaliação geral; • Quantidade de projetos iniciados / concluídos (ano). • Quantidade de requisições feitas ao PMO (ano).
  22. 22. MBA EM GERENCIAMENTO DE PROJETOS – FGV CAMPINAS – TURMA PROJ36 2222terça-feira, 18 de março de 2014  FATORES CRÍTICOS DE SUCESSOFATORES CRÍTICOS DE SUCESSO Fatores essenciais para o sucesso do PMO: • Ter patrocínio do presidente de Lisarb; • Ter equipamentos, infraestrutura e recursos dedicados; • Propor projetos prioritários e metas atingíveis; • Disseminar resultados e lições aprendidas; • Estabelecer objetivos alinhados a estratégia da empresa

×