PMO em Lisarb

499 visualizações

Publicada em

Titulo: PMO em Lisarb
Alunos:Juliana Giamberardino Zaruch,
Cidade: Curitiba
Disciplina: PMO
Turma: GP21
Data:09-08-2012
Hora:22:02
Comentarios:Prezado Prof. Marco,

Estamos enviando o trabalho sobre PMO, somos da turma do ISAE GPJ 2/11, não sei ao certo o numero da nossa turma, acredito que seja GP21.

Nem todos os integrantes do grupo estão cadastrados no seu site, o farão na sequencia.

Gostariamos de receber uma confirmação de recebimento, se possivel.

Obrigada.

Juliana Zaruch

Publico até ápos a correção

1 comentário
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Comentários
    Introdução: ok;
    Objetivo do trabalho: ok;
    Identificação: ok;
    Categorização: ok;
    Avaliação: ok;
    Seleção: ok;
    Priorização: ok;
    Balanceamento: sugere-se identificar no gráfico de bolhas os projetos priorizados;
    Rebalanceamento: sugere-se mostrar o resultado final do rebalanceamento;
    Nível de maturidade: ok;
    Benefícios do PMO: ok;
    Nível hierárquico: ok;
    Foco de implementação: ok;
    Função do PMO: ok;
    Modelo de PMO: ok;
    Profissionais: ok;
    Etapas de implementação: ok;
    Métricas: ok;
    Fatores críticos de sucesso: ok;
       Responder 
    Tem certeza que deseja  Sim  Não
    Insira sua mensagem aqui
  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
499
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
190
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
1
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

PMO em Lisarb

  1. 1. Project Office e Nível de Maturidade  Curitiba, Paraná  Turma GP21 *Turma Isae/FGV GPJ 2/11
  2. 2. PMO - Lisarb
  3. 3. 2. O NegócioO grupo JPHOK foi criado em 2012 paraoferecer soluções em projetos que geramresultados reais, reduzindo custos emantendo a qualidade das entregas aolongo de projetos públicos e privados.
  4. 4. Logomarca
  5. 5. 2.Logomarca Cada letra representa o nome de um dos fundadores da empresa.
  6. 6. 3. IntegrantesAnna Karolina Venturi Henrique Giacomitti Juliana Zaruch Marcelo Valieri Osvaldo Lovato Paulo Correa
  7. 7. 4. Conteúdo Visual Projeto DetentoParticipa Portal Projeto Clínica no língua LISARB Cidadão on line solta Federal “trampo” Aproveite Vá de Educa Bolsa Energia Carona “bonde” a águaLISARB estudo Eólica coletiva
  8. 8. 4. Conteúdo Visual Saneamento Projeto ProjetoLISARB Projeto social contra Clínica integração básico para saúde todos segurança as drogas Federal Plano Transporte LISARB Difusão Comuna LISARB culturalprevidência coletivo sustentável e saúde limpa Social
  9. 9. 4. Conteúdo VisualFolclore Bolsa Identidade Estrutura Paz na Políticas raiz esporte cultural de governo Terra externas Politicaladrão na Exonera Xô Corrupto prisão corrupção ladrão! não!
  10. 10. 4. Conteúdo Visual CRITÉRIOS PESO Visibilidade 3 Credibilidade 4 Custo 5 Tempo 5 Impacto 5 Interação com outras áreas 4 Identidade cultural 3 Riscos 3 Estrutura Politica Saneamento ProjetoEnergia Projeto social contra de governo ladrão na básico para Eólica prisão todos segurança as drogas
  11. 11. 4. Conteúdo Visual Áreas do governo 1 2 3 4 5 6 7 8 9 Benefícios = objetivos Alto Risco Médio Risco Alto Impacto Médio Impacto Baixo Impacto Baixo Risco
  12. 12. 4. Conteúdo Visual
  13. 13. 4. Conteúdo Visual
  14. 14. 5. Objetivo LISARB – Objetivos do Planejamento Estratégico1. Aliança por um Lisarb mais justo;2. Poliítica cidadã baseada em principios e valores;3. Educação para a sociedade do conhecimento;4. Economia para uma sociedade sustentável;5. Proteção social;6. Qualidade de vida e segurança para todos os Lisarbeanos;7. Cultura e fortalecimento da diversidade;8. Política externa para o século XXI;9. Combate a corrupção;
  15. 15. 6. Identificação6.1 ALIANÇA POR UM LISARB MAIS JUSTO:Participa! LISARB;6.2 POLITICA CIDADÃ BASEADA EM PRINCIPIOS E VALORES: Portal do cidadão; Projeto online; Projeto língua solta; Clinica Federal; Detento no “trampo”;6.3 EDUCAÇÃO PARA A SOCIEDADE DO CONHECIMENTO:Educa LISARB;Bolsa estudo;
  16. 16. 6. Identificação6.4 ECONOMIA PARA UMA SOCIEDADE SUSTENTAVEL : Energia Eólica ; Aproveite e água; Carona coletiva; Vá de “bonde”;6.5 PROTEÇÃO SOCIAL: LISARB saúde; Saneamento basico para todos; Projeto segurança; Projeto social contra as drogas; Projeto integração; Plano previdencia e saúde; Comuna limpa; LISARB social;
  17. 17. 6. Identificação6.6 QUALIDADE DE VIDA E SEGURANÇA PARA TODOS OS LISARBEANOS: Transporte coletivo; LISARB sustentável;6.7 CULTURA E FORTALECIMENTO DA DIVERSIDADE: Difusão cultural; Folclore raiz, Bolsa esporte; Identidade cultural;
  18. 18. 6. Identificação6.8 POLITICA EXTERNA PARA O SECULO 21: Estrutura de governo; Paz na terra; Politicas externas;6.9 COMBATE E CURRUPÇÃO: Politica ladrão na prisão; Exonera corrupção; Xô ladrão; Corrupto não;
  19. 19. 7. Categorizar7.1 POLÍTICO Participa! LISARB; Projeto online; Portal do cidadão; Projeto língua solta; Estrutura de governo; Paz na terra; Politica ladrão na prisão; Exonera corrupção; Xô ladrão; Corrupto não;
  20. 20. 7. Categorizar7.2 ECONÔMICA Politicas externas;7.3 SOCIAL Detento no “trampo”; Saneamento básico para todos; Projeto segurança; Projeto social contra as drogas; Projeto integração; Plano previdência e saúde; Comuna limpa; LISARB social; Clinica Federal; LISARB saúde; Educa LISARB; Bolsa estudo; LISARB sustentável; Bolsa esporte;
  21. 21. 7. Categorizar7.4 CULTURAL Difusão cultural; Folclore raiz, Identidade culturar;7.5 SUSTENTAVEL Energia Eólica ; Aproveite e água; Carona coletiva; Vá de “bonde”; Transporte coletivo;
  22. 22. 8. Avaliação 8.1 VISIBILIDADE – PESO 8% - Este critério é relacionado quanto ao marketing gerado para LISARB através do projeto proposto. Proporcionando ampliar mercados, parcerias politicas e credibilidade junto a demais órgãos governamentais. 8.2 CREDIBILIDADE – PESO 12% - Credibilidade é gerar confiabilidade através dos projetos propostos para LISARB, possibilitando investimentos externos e de órgãos privados para concretizar projetos e ações do governo. 8.3 CUSTO – PESO 15% - Ao custo necessário para concretizar o projeto. 8.4 TEMPO - PESO 15% Ao tempo necessário para concretizar o projeto. 8.5 IMPACTO – PESO 20% Este critério avalia o impacto gerado em todas as áreas envolvidas e também ao impacto positivo gerado a LISARB. 8.6 INTEGRAÇÃO COM OUTRAS ÁREAS – PESO 12% Este critério avalia o impacto gerado em todas as áreas envolvidas. 8.7 IDENTIDADE CULTURAL – PESO 10% Projetos que exaltem a identidade cultural de LISARB. 8.8 RISCOS – PESO 8% Aos riscos envolvidos no projeto para concretizar o projeto.
  23. 23. 9. SeleçãoForam atribuídas notas de 1 a 5 para cada critério e as notas finais de cadaprojeto foram calculadas através da fórmula:Total = 3*NVis + 4*NCred + 5*NCusto + 5*NTempo + 5*NImp + 4*NInt + 3*NIdC + 3*NRisco.O critério Custo tem como nota 1 o maior custo e como nota 5 o menorcusto, a mesma lógica foi aplicada para os critérios Tempo e Riscos.A nota de corte para os projetos foi 100. Os projetos selecionados podemser vistos na tabela a seguir.
  24. 24. 9. Seleção Critérios Peso 1 a 5 Notas 1 a 5Obetivos Projetos Visibilidade (3) Credibilidade (4) Custo (5) Tempo (5) Impacto (5) Integração áreas (4) Identidade Cultural (3) Riscos (3) Total 1 0 2 Portal do Cidadão 2 4 5 5 3 5 2 5 128 Projeto Língua Solta 1 2 3 3 2 2 3 5 83 Clínica Federal 5 4 1 1 4 3 3 2 88 Detento no Trampo 4 3 3 3 4 2 2 2 94 3 Educa Lisarb 5 4 1 1 5 4 5 2 103 4 Aproveite a água 3 3 3 3 5 3 3 4 109 Vá de Ônibus 5 3 4 4 5 3 4 4 128 Vale Mercado 5 5 4 4 5 4 4 4 140 5 Projeto Integração 2 3 1 3 3 5 3 3 91 Plano Previdência e Saúde 4 4 1 1 5 3 4 3 96 Comunidade Limpa 4 4 4 3 5 3 3 2 115 Lisarb Social 3 3 2 2 5 4 4 3 103 Integração Social 3 3 2 2 5 4 4 3 103 Lisarb Saúde 5 4 1 1 5 4 4 2 100 Projeto Segurança 4 4 1 1 5 5 4 2 101 Projeto Social Contra as Drogas 3 3 1 1 5 4 4 2 90 6 Transporte Coletivo 4 4 1 1 5 4 4 3 100 Energia Eólica 3 3 1 1 5 3 3 1 80 Saneamento Básico para Todos 5 4 1 1 5 5 4 1 101 7 Difusão Cultural 2 2 3 3 3 2 5 4 94 Folclore Raiz 1 2 3 3 3 2 4 4 88 Esporte Bolsa 2 2 4 4 4 4 4 3 111 8 Paz na Terra 1 2 3 3 3 2 4 3 85 Políticas Externas 3 4 2 4 4 2 2 2 95 Estrutura do Governo 2 2 3 3 5 5 4 2 107 9 Exonera Corrupção 3 2 2 2 5 3 4 2 92 Xô Ladrão 3 3 1 1 5 4 3 1 84 Corrupto Não 3 2 2 2 5 3 4 2 92 Projeto Online 2 4 5 5 3 5 2 5 128 Políticas Ladrão na Prisão 3 3 1 1 5 4 3 1 84
  25. 25. 10. PriorizaçãoA priorização dos projetos foi feita através das notas atribuídas a cadaprojeto sendo o projeto mais prioritário o que recebeu maior pontuação emenos prioritário o que recebeu menor pontuação. Projetos semelhantesforam desconsiderados.Obetivos Projetos Visibilidade (3) Credibilidade (4) Custo (5) Tempo (5) Impacto (5) Integração áreas (4) Identidade Cultural (3) Riscos (3) Total 4 Vale Mercado 5 5 4 4 5 4 4 4 140 2 Portal do Cidadão 2 4 5 5 3 5 2 5 128 4 Vá de Ônibus 5 3 4 4 5 3 4 4 128 5 Comunidade Limpa 4 4 4 3 5 3 3 2 115 7 Esporte Bolsa 2 2 4 4 4 4 4 3 111 4 Aproveite a água 3 3 3 3 5 3 3 4 109 8 Estrutura do Governo 2 2 3 3 5 5 4 2 107 3 Educa Lisarb 5 4 1 1 5 4 5 2 103 5 Lisarb Social 3 3 2 2 5 4 4 3 103 5 Projeto Segurança 4 4 1 1 5 5 4 2 101 6 Saneamento Básico para Todos 5 4 1 1 5 5 4 1 101 5 Lisarb Saúde 5 4 1 1 5 4 4 2 100 6 Transporte Coletivo 4 4 1 1 5 4 4 3 100
  26. 26. 11. Balanceamento de portfólioO eixo X do gráfico representa os objetivos de planejamento estratégicode Lisarb.O eixo Y do gráfico representa as áreas do Governo responsáveis e quetocarão os projetos. Áreas do Governo (Ministérios) 1 Ministério Saúde 2 Ministério Educação 3 Ministério Segurança Pública 4 Ministério da Integração Nacional 5 Ministério dos esportes 6 Mnistério das CidadesO tamanho da bolha representa a nota no critério impacto do projeto e acor da sombra de cada bolha representa o risco do projeto sendo que a corvermelha representa riscos altos com notas 1 ou 2, a cor verde riscos baixoscom notas 4 ou 5 e a cor azul riscos médios com nota 3.
  27. 27. 11. Balanceamento de portfólio Balanceamento Projetos 7 6 5 Áreas do Governo 4 3 2 1 0 0 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Objetivos Lisarb
  28. 28. 12. InteraçãoPara readequar o portfólio de projetos e conseguir o seumelhor balanceamento serão adotadas as seguintesestratégias (listadas em ordem de implementação): Reavaliar projetos que não atingiram a nota de corte mas que abrangem objetivos não contemplados pelos projetos selecionados na primeira etapa. Criar novos projetos para as áreas específicas e objetivos que ainda não foram contemplados.
  29. 29. 13. Nível de maturidade Pela somatória dos aspectos do gerenciamento de projeto LISARB atualmente se encontra em nível 2 de maturidade.
  30. 30. 14.BenefíciosA implatação de um PMO agiliza e organizatrabalhos de forma que: Aumenta a velocidade de implantação; Reduz gastos; Facilita o monitoramento e prestação de contas.
  31. 31. 15. Nível HierárquicoO nível hierárquico foi o PMO nível 2, em função deexistirem diferentes distritos que necessitam de ummesmo modelo de gestão e gerenciamento para osprocessos envolvidos no gerenciamento dosdiferentes projetos que serão executados.O foco principal será suporte e desenvolvimento desistemas.
  32. 32. 16. Foco adotadoO foco de implementação adotado foi ResourseManagement, pois sendo o nível hierárquico nível 2 ofoco será no suporte e desenvolvimento de sistemaspara o gerenciamento dos diferentesprojetos, portanto serão necessárias reuniões paraacompanhamento e gerenciamento dos recursosadotados para que no fim tenhamos processospadronizados.
  33. 33. 17. Função adotadaDentre as funções de um PMO, adotamos a deMétodos e Procedimentos, para que no final doprojeto tenhamos uma padronização de todos osprojetos com o objetivo de alcançar um nível dematuridade acima de 3, focando e adotando asmelhores práticas desenvolvidas por todos osdistritos.
  34. 34. 18. Modelo adotadoO modelo adotado foi de torre de controle para queseja possível estabelecer padrões para ogerenciamento e suporte dos projetos e buscar asmelhores práticas realizando auditorias paraverificação do uso dos procedimentos padrõesestabelecidos.
  35. 35. 19. Profissionais envolvidosProfissionais Dedicados Full-Time ao PMO Um Diretor de Projetos; Responsável geral pelo Escritório de Projetos e responsável pelos reportes para a altadireção. Quatro Gerentes de Projetos Seniors; Responsáveis pela condução dos principais projetos estratégicos da empresa, colocadoscomo TOP 10. Dois Gerentes de Projetos Pleno; Responsável por projetos estratégicos, mas de menor magnitude, não menosimportante. Dois Gerentes de Projetos Junior; Responsável por Projetos menores e auxilio aos Gerentes de Projetos Seniors nacondução e controle das atividades envolvidas Dois Especialistas em Documentação; Responsável por prover toda a documentação dos projetos do escritório, realizados deforma interna ou externa ao escritório. Uma Secretária Administrativa; Responsável pelo suporte administrativo envolvido no escritório de projetos.
  36. 36. 19. Profissionais envolvidosProfissionais Dedicados Part-Time ao PMO Um Especialista em Treinamento de GP; Responsável por prover treinamentos necessários ao recursos do escritórios envolvidosdireta ou indiretamente em projetos. Um Especialista em Metodologia; Responsável por assegurar a correta aplicação da metodologia para execução dosprojetos do escritório.
  37. 37. 20. Etapas de implementação1. Determinação do Sponsor - patrocinador e responsável por apoiar a implementação do Escritório de Projetos;2. Diagnóstico – Nível de Maturidade da Empresa em Projetos. Determinação do Foco, Função e Modelo;3. Infra & Pessoal – Determinação da Infra-Estrutura física, ferramentas de trabalho e de RH para o desempenho das funções da área;4. Plano de Comunicação – Determinação dos meios de comunicação das decisões da área e como está estará impactando as demais áreas da organização;5. Plano & Orçamento – Levantamento do orçamento para o estabelecimento de um PMO e os custos x benefícios que o escritório trará para a organização;6. Piloto – Seleção de um projeto de curto prazo e aplicação das diretrizes do PMO para posterior avaliação;7. Roll Out – Após o piloto e ajustes necessários, buscar a implantação em demais áreas da organização;
  38. 38. 21. Métricas de sucessoPara avaliar a eficácia da implementação do PMO em Lisarb, é deextrema importância a avaliação dos indicadores abaixo os quaisauxiliarão nas evidências positivas ou negativas da implantação doescritório de projetos. Índice de desempenho de Cronograma e Custos dos projetos; Índice de satisfação dos clientes desses projetos; Percentual de Retrabalho; Índice de Solicitações de Mudanças nos projetos; Índice de satisfação das pessoas nos projetos; Índice de utilização de Metodologia nos projetos; Índice de Popularidade dos Gerentes de Projetos; Índice de aceitação do PMO em Lisarb;
  39. 39. 22. Fatores Críticos de sucessoSão fatores críticos para o sucesso no estabelecimento doPMO:1. Apoio incondicional do Sponsor;2. Alinhamento dos Projetos as estratégias da Empresa;3. Propagar boas práticas para gestão eficaz de projetos;4. Infraestrutura adequada com instalações, equipamentos, softwares para a Gestão dos Projetos;5. Avaliações rigorosas de projetos no processo de priorizações;6. Processo de Lições Aprendidas para melhorar a gestão dos projetos;7. Etc.
  40. 40. Obrigado

×