Jundiaí ge28-gp-grupo-gambi&arra soluções críticas

949 visualizações

Publicada em

André Luis Pacheco, Bruno Ribeiro, Cláudio Burattini, Douglas Marquezin Felippe, Rafael Rodrigues Silva

1 comentário
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
949
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
346
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
6
Comentários
1
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Jundiaí ge28-gp-grupo-gambi&arra soluções críticas

  1. 1. Gambi & Arra Soluções críticas
  2. 2. Gestão de Projetos Jundiaí, SP GE 28Projeto TECON - São Sebastião Implantação do TECON (Terminal de Contêineres) em São Sebastião
  3. 3. Time do Projeto André Luis Pacheco Bruno Ribeiro Cláudio BuratiniDouglas Marquezin Felippe Rafael Rodrigues Silva
  4. 4. Objetivo do TrabalhoEste trabalho tem por objetivo apresentar os documentos gerados durante o gerenciamento do projeto TECON.
  5. 5. SumárioTAP – Termo de Abertura do ProjetoISH – Identificação dos StakeholdersDReq – Declaração de Requisitos do ProdutoDReq – Declaração de Requisitos do ProjetoDE – Declaração do EscopoWBS – Estrutura Analítica do ProjetoD-WBS – Dicionário da WBSLVQ – Lista de Verificação da QualidadeLAtiv – Lista de AtividadesOrçamentoRR – Registro de RiscoRD – Relatório de DesempenhoSM – Solicitação de Mudança
  6. 6. Descrição Implantação do TECON (Terminal de Contêineres) em São Sebastião Justificativa Porto de Santos (maior da América latina) encontra-se saturado e as operações possuem custos altos encarecendo as exportações, importações e serviços de cabotagem realizados pelo mesmo. TAP – Termo de Abertura do Projeto Projeto Objetivo TECON São Sebastião (S) Projeto, implantação e operação de uma estrutura para operar contêineres no Porto de São Sebastião. (M) Apropriar 15% do volume atual operado pelo porto de Santos e ofertar serviços com custos 25% inferiores aos ofertados pelo Porto de Santos. (A) O capital investido pelos acionistas deverá ser remunerado em 5% ao ano. (R) Durante o projeto e construção, deverão ser respeitadas todas as regulamentações ambientais que prezam pela Descrição preservação da biodiversidade local. (T) A construção e início de operações deverão ocorrer em um prazo de até oito anos contados a partir da emissão das licenças ambientais e Implantação do TECON (Terminal de Contêineres) em São Sebastião liberação dos recursos para a construção do terminal. Requisitos 1. O projeto deverá atender aos requisitos de segurança SOLAS (Safety of Life at Sea) estabelecidos pela IMO (International Maritime Organization). Justificativa 2. O projeto levará em consideração operação 100% em contêineres Porto de Santos (maior da América latina) encontra-se saturado e as operações 3. As dimensões dos berços de atracação e profundidade do canal serão compatíveis compossuem custos altos encarecendo as exportações, importações e serviços de cabotagem navios padrão PANAMAX.realizados pelo mesmo. 4. O projeto deverá considerar recursos para movimentação e armazenagem de todos os tipos de contêineres secos e refrigerados Designação Objetivo Eng. Douglas Felippe fica designado como gestor deste projeto, sendo responsável pela elaboração do PGP, gerir os recursos financeiros a serem alocados no projeto, assim (S) Projeto, implantação e operação de uma estrutura para operar contêineres no como comunicar a todos os acionistas o andamento das atividades e acionar o conselho emPorto de São Sebastião. (M) Apropriar 15% do volume atual operado pelo porto de Santos e caso de alterações no plano de desenvolvimento e execução do projeto.ofertar serviços com custos 25% inferiores aos ofertados pelo Porto de Santos. (A) O capitalinvestido pelos acionistas deverá ser remunerado em 5% ao ano. (R) Durante o projeto econstrução, deverão ser respeitadas todas as regulamentações ambientais que prezam pelapreservação da biodiversidade local. (T) A construção e início de operações deverão ocorrerem um prazo de até oito anos contados a partir da emissão das licenças ambientais eliberação dos recursos para a construção do terminal. Requisitos
  7. 7. Orçamento Investimento previsto de U$2.000.000.000,00 no projeto e construção do terminal. TAP – Termo de Abertura do Projeto Lista de Milestones • Entrega do Estudo de Viabilidade: 14/12/2012 • Entrega do Projeto Preliminar: 12/07/2013 Riscos • Entrega do Projeto Final: 19/12/2014 • Finalização das Contratações para as Obras: 15/05/2015 1. Entraves devido à política ambiental • Fim das Obras: Abril/2.022 2. Atrasos na liberação de recursos pelo BNDES • Início de Operações: Maio/2.022 3. Atrasos na conclusão das obras de acesso rodo e ferroviário ao porto 4. Queda no volume de comércio exterior 5. Imposições por parte dos sindicatos 6. Atrasos na conclusão das obras por fatores ambientais 7. Atrasos na conclusão das obras por falta de mão-de-obra qualificada Data, Assinatura do Sponsor Local: ________________ Data: ___/____/____ Cláudio Burattini: _________________________ Orçamento Investimento previsto de U$2.000.000.000,00 no projeto e construção do terminal. Riscos1. Entraves devido à política ambiental2. Atrasos na liberação de recursos pelo BNDES3. Atrasos na conclusão das obras de acesso rodo e ferroviário ao porto
  8. 8. ISH – Identificação de Stakeholder Cadastro Qualificação Influência Interesse Poder Stakeholder Posição Papel no projeto Classificação Outras característicasCompanhias de Interesse econômico Cliente A A Gerenciar com Usuários dos serviços PositivaNavegação atençãoCapitania dos portos Órgão do governo Validador dos produtos do A M Manter satisfeito Entidade militar Negativa projeto em atendimento a fiscalizadora (Marinha normas e interesses do Brasil) governamentaisExportadores e Interesse econômico Cliente A A Gerenciar com Usuários dos serviços Positivaimportadores atençãoConcessionárias de Interesse econômico Prestador de serviços B A Manter informado Parcerias estratégicas Positivarodovias e ferrovias complementaresIbama Órgão do governo Validador dos produtos do A A Gerenciar com Entidade reguladora Negativa projeto em atendimento a atenção normas e interesses governamentais
  9. 9. ISH – Identificação de Stakeholder Cadastro Qualificação Influência Interesse Poder Stakeholder Posição Papel no projeto Classificação Outras característicasCorpo de Bombeiros Órgão do governo Validador dos produtos do A M Manter satisfeito Atendimento a normas Negativa projeto em atendimento a de segurança para normas e interesses obtenção de licenças e governamentais alvarásPolícia Federal Órgão do governo Usuário B A Manter informado Execução de atividades Negativa de fiscalização e investigaçãoReceita Federal Órgão do governo Usuário B A Manter informado Execução de atividades Negativa de fiscalizaçãoPrefeitura Governo Verificador do escopo por A A Gerencias com Concessão de Negativa parte da população atenção incentivos, liberação de residente no Município licenças, impacto urbanoSindicatos Representação Verificador do escopo por M A Gerenciar com Definição de acordos Negativa setorial parte das categorias atenção coletivos, negociações profissionais envolvidas salariais e dissídio anual (ex: estivadores)
  10. 10. DE - Declaração do Escopo PremissasIncio das operações em 2020; Custo da movimentação de 33$/unid; Utilizar 100% derecurso BNDES; Integração com ferrovias; Manutenção ou redução da estrutura tributária. RestriçõesMovimentações de cargas exclusivas em containeres; Orçamento não pode ultrapassar R$2Bi; Circulação de Navio até o padrão Panamax ( 4000 a 4500 tus; Adequação da malhaviária para movimentação terrestre; Adequação/Expansão das ferrovias.
  11. 11. GAMBI & ARRA - SOLUÇÕES CRÍTICAS1.1 Estudo de Vibilidade 1.2 Estudo Preliminar 1.3 Revisão 1.4 Execução 1.5 Operação 1.1.1 Estudo 1.2.1 Definição 1.3.1 Alterações 1.4.1 Implatação 1.5.1 Clientes preliminar da área de atividades do Escopo da obra 1.2.2 1.3.2 Revisão 1.1.2 Pré estudo 1.4.2 Levantametno dos riscos e 1.5.2 Tarifas Financeiro Fornecedores de recursos recursos 1.2.3 Detalhamento 1.3.3 Revisão 1.4.2 SLA 1.5.3 KPI´s do projeto 1.2.4 Levantamento 1.5.4 M.O. de impactos 1.5.5 Fornecedores
  12. 12. D-WBS Dicionário WBS Fase: Estudo de Viabilidade Entrega: Estudo Financeiro da área C.C. PT Descrição Entrega do PT Critério de Aceitação OK Relatório detalhado Estudo preliminar da Elaboração das plantas para da área de Revisão e validação dos diretores de qualidade e 1.1.1 área construção do porto implementação do industrial. projeto Relatório detalhado Elaboração de todos os 1.1.2 Pré estudo financeiro dos indicadores Revisão e validação do diretor financeiro indicadores financeiros financeiros
  13. 13. LVQ - Lista de Verificação da Qualidade Fase: Preliminar Entrega:Proj. Preliminar C.C. PT Descrição Entrega do PT Critério de Validação OK Elaboração das listas de Definições de Fluxograma das2.1 atividades e definições dos Aprovação do G.P Atividades atividades escopos. Elaboração das listas de Levantamento de2.2 recursos materiais e Lista de Recursos Aprovação do G.P Recursos humanos. Detalhamento do Definições das fases do2.3 Escopo do Projeto NBR 9782 Projeto Projeto. Estudo e descrições Levantamento de2.4 Laudos e licenças da área. de impactos Normas e Leis Cetesb e Ibama. Impactos Ambientais.
  14. 14. LAtv - Lista de Atividades PT: 1.1.1 Estudo preliminar da área. P1 P2 P3 P4 Custo da Atividade Duração Custo Duração Custo Duração Custo Duração Custo atividade [R$] [T] [R$] [T] [R$] [T] [R$] [T] [R$]Levantar estudo topográfico da 720 30,00 720 15,00 720 15,00 43.200,00áreaAnalisar restrições ambientais. 900 20,00 900 30,00 45.000,00Analisar vias de acesso ao 300 125,00 300 125,00 75.000,00portoElaborar relatório preliminar do 450 40,00 450 40,00 450 20,00 450 40,00 45.000,00estudo da área Custo do Pacote de Trabalho 208.200,00
  15. 15. LAtv - Lista de Atividades PT: 1.2.4 Levantamento de impactos P1 P2 P3 P4 Custo da Atividade Duração Custo Duração Custo Duração Custo Duração Custo atividade [R$] [T] [R$] [T] [R$] [T] [R$] [T] [R$]Levantar Impactos Ambientais 500 35,00 500 35,00 280 35,00 280 35,00 54.600,00Levantar Impactos Geográficos 500 28,00 500 28,00 300 30,00 300 30,00 46.000,00Levantar impactos operacionais 320 45,00 320 45,00 28.800,00Elaborar relatória de impactos 200 70,00 200 48,00 23.600,00 Custo do Pacote de Trabalho 153.000,00
  16. 16. LAtv - Lista de Atividades PT: 1.3.1 Alteração do Escopo P1 P2 P3 P4 Custo da Atividade Duração Custo Duração Custo Duração Custo Duração Custo atividade [R$] [T] [R$] [T] [R$] [T] [R$] [T] [R$]Elaborar lista de alterações na 80 50,00 80 35,00 40 35,00 8.200,00DE e DreqAtualizar DE e Dreq conforme 40 50,00 40 50,00 4.000,00alteraçõesSubmeter documentosalterados para aprovação dos 6 100,00 600,00acionistas Custo do Pacote de Trabalho 12.800,00
  17. 17. LAtv - Lista de Atividades PT: 1.5.2 Tarifas P1 P2 P3 P4 Custo da Atividade Duração Custo Duração Custo Duração Custo Duração Custo atividade [R$] [T] [R$] [T] [R$] [T] [R$] [T] [R$]Elaborar tabela tarifária 150 80,00 150 80,00 150 40,00 30.000,00Definir preços por 120 80,00 120 40,00 120 60,00 21.600,00complexidade de cargaElaborar tabela de desconto de 100 45,00 100 45,00 120 35,00 13.200,00operação para bons pagadores Custo do Pacote de Trabalho 64.800,00
  18. 18. 1.3.2 Revisão dos riscos e recursos 42.000,00 1.3.3 Revisão 28.909,00 Orç - Orçamento do Projeto 1,4 Execução 872.689,00 1.4.1 Implantação da Obra 818.989,00C.C. WBS PV - Planned Value 1.4.2 Fornecedores 11.700,00 1.4.3 SLA 42.000,001,1 Estudo de Viabilidade 208.000,00 1.1.1 Estudo Preliminar da área 153.000,00 1,5 Operação 587.600,00 1.1.2 Pré estudo Preliminar 55.000,00 1.5.1 Clientes 25.000,001,2 Estudo Preliminar 248.002,00 1.2.1 Definição de atividades 12.000,00 1.5.2 Tarifas 64.800,00 1.2.2 Levantamentos de recursos 27.802,00 1.5.3 KPIs 47.800,00 1.2.3 Detalhamento do projeto 55.200,00 1.5.4 M.O 378.000,00 1.2.4 Levantamento de impactos 153.000,00 1.5.5 Fornecedores 72.000,001,3 Revisão 83.709,00 TOTAL DAS FASES 2.000.000,00 1.3.1 Alteração do escopo 12.800,00 VERBA DE CONTINGÊNCIA 200.000,00 1.3.2 Revisão dos riscos e recursos 42.000,00 TOTAL DO ORÇAMENTO 2.200.000,00 1.3.3 Revisão 28.909,001,4 Execução 872.689,00 1.4.1 Implantação da Obra 818.989,00 1.4.2 Fornecedores 11.700,00 1.4.3 SLA 42.000,001,5 Operação 587.600,00 1.5.1 Clientes 25.000,00 1.5.2 Tarifas 64.800,00 1.5.3 KPIs 47.800,00 1.5.4 M.O 378.000,00 1.5.5 Fornecedores 72.000,00 TOTAL DAS FASES 2.000.000,00
  19. 19. RR - Registro de Riscos Categoria na Data de Qualitativo Qualitativo Id Risco Identificado Tipo P I Semáforo RBS Registro Probabilidade de Impacto Riscos ao meio ambiente- reformulação doK- Risco Político 1 Am 17/05/2012 Quase certa 0,90 Muito grande 0,80 0,72 projeto por violar normas ambientaisK- RiscosEconômicos- Medidas econômicas que dificutem oincerteza 2 Am 17/05/2012 Improvável 0,30 Grande 0,40 0,12 investimento do BNDES.financeira-executantek- Riscos deExecução- 3 Falta de mão de obra Am 17/05/2012 Provável 0,70 Muito grande 0,80 0,56DisponibilidadeW- Externosprevisíveis- Diminuição na profundidade do canal de 4 Am 17/05/2012 Média 0,50 Grande 0,40 0,2riscos navegação.operacionais.K- execução-incerteza no Equipamentos de produção com má 5 Am 17/05/2012 improvável 0,3 Média 0,20 0,06equipamento - qualidadequalidade
  20. 20. RR - Registro de Riscos V.M.E. antes V.M.E. depoisId da resposta Resposta da resposta Sinal de alerta Proprietário Ação a tomar [R$] [R$] RIMA x Adequar planos ou normas do1 300.000,00 Mitigar 150.000,00 Legislação do Ibama. Plano de mitigação de Ibama impostos ambientais. Alteração da Acompanhar posicionamento dos2 100.000,00 Aceitar 100.000,00 política agentes políticos e econômicos. econômica. Crescimento Investir em treinamento para3 380.000,00 Mitigar 180.000,00 da construção capacitação de funcionários. civil. Monitorar a profundidade do canal Profundidade de navegação mensalmente.4 1.000.000,00 Mitigar 350.000,00 do canal Atingindo medida X efetuar inferior a 10m dragagem do canal. Equipamento Requisitar a substituição do não equipamento, efetuando a troca5 100.000,00 Aceitar 100.000,00 funcionando somente quando o equipamento como substitudo estiver operando. especificado
  21. 21. RD - Relatório de Desempenho Período: Mês 6 Pacotes de Trabalho realizados no período1.1.1 Estudo preliminar da área. / 1.1.2 Pré estudo Financeiro /1.2.1 Definição de atividades / 1.2.2 Levantametno de recursos / 1.2.3 Detalhamento do projeto / 1.2.4 Levantamento de impactos / 1.3.1 Alterações do Escopo / 1.3.2 Revisão dos riscos e recursos / 1.3.3 Revisão Pacotes de Trabalho pendentes ou acumulados no período 1.4.1 Implatação da obra / 1.4.2 Fornecedores / 1.4.2 SLA / 1.5.1 Clientes / 1.5.2 Tarifas / 1.5.3 KPI´s / 1.5.4 M.O. / 1.5.5 Fornecedores Avanços físicos acima do planejado No sexto mês não foi observado avanços físicos acima do planejado Análise do DesempenhoCV = EV-AC [R$] = $597.760 - $639.980 = (-$42.220) => Estouro de orçamentoSV = EV-PV [R$] = $597.760 - $659.400 = (-$61.640) => Cronograma atrasadoCPI=EV/AC = $597.760/$639.980=0,93 => Gasto acima do orçamento em 7%SPI= EV/PV = $597.760/$659.400=0,9065 => Cronograma atrasadado em 9,35%
  22. 22. Análise das PrevisõesPAC = 365 diasTAC = 365 / 0,9065 = 403 diasDAC = 38 diasBAC = $ 1.300.000 => orçamento planejado para o projetoEAC = $ 1300.000 / 0,93 = $ 1.397.849 => previsão de custo total para o projetoETC = $ 1.397.849 - $ 639.988 = $ 757.861 => custo do trabalho restanteVAC = $ 1.300.000 - $ 1.397.849 = -$ 97.849 => variação do orçamento para conclusão doprojeto Desvios em foco para o próximo períodoAjustar orçamento conforme planejado.Ajustar atividades para ficar em linha com o planejado. Plano de ação O que Quem QuandoRevisão dos recursos para ajustar as atividades D. Felippe Junho / 2012conforme cronograma B. Ribeirto Junho / 2012Revisão do orçamento
  23. 23. SM – Solicitação de Mudança SM – Solicitação de Mudança Número da SM Dara da abertura Solicitante Parecer do GP Impactos identificados – Escopo do projeto 001 15/10/2013 Eng. Caio Pinto (IBAMA) Não implicará em riscos no escopo do projeto Endereço DDD Telefone Av. Flores Cunha 012 3345-9021 Impactos identificados – Tempo do projeto Ameaça de atraso na entrega do projeto final em função da necessidade de novas simulações quanto a manobrabilidade das embarcações. Oportunidade de redução do prazo Descrição da Mudança Solicitada de construção, devido à redução do tamanho de algumas estruturas. Alteração da distância do cais offshore em relação às instalações inshore. Redução docomprimento da rampa que conecta os cais offshore ao restante do porto. Impactos identificados – Custo do projeto Oportunidade de redução de custos em função de menor uso de materiais. Impactos identificados – Qualidade do projeto Ameaça de aumento dos tempos de operação devido a maiores dificuldades para se atracar navios de grande porte com menos espaço na área de evolução. Justificativa da solicitação A redução da distância da rampa reduzirá os riscos de alteração da velocidade devazão das correntes que fluem no sentido norte/sul no trecho compreendido entre o os caisoffshore e a face oeste da Ilhabela. O eventual aumento da velocidade de vazão das correntes Impactos identificados – Recursos Humanos do projetopossibilitará uma redução no processo de sedimentação de nutrientes orgânicos no leito docanal, possibilitando a redução de espécies vegetais e animais característicos desta região do Não implicará em ameaças e oportunidades.Litoral Norte de SP. Impactos identificados – Comunicações do projeto Ameaça de perda de alinhamento com áreas técnicas e não identificação de riscos adicionais que poderiam comprometer capacidade operacional inicialmente planejada. Assinatura do Solicitante
  24. 24. SM – Solicitação de Mudança Impactos identificados – Riscos do projeto (Wideman) Riscos técnicos: ameaça de perda de performance. (Wideman) Riscosinternos não técnicos: perda de potencial de receitas em função da perda de interesse dosarmadores em operar com menos restrição de manobras. (Kangari) Riscos de segurança:ameaça de acidentes em função da redução da área de evolução do porto. (Wideman) Riscosambientais: oportunidade de redução do impacto ambiental negativo Impactos identificados – Aquisições do projeto Oportunidade: risco de renegociação das propostas enviadas no RFP em função daredução dos tempos e materiais empregados na obra. Impactos identificados – outros projetos concorrentes Ameaça de perda de mercado em função de propostas de implantação de terminaisde contêineres nos portos de Angra dos Reis/RJ e Ponta da Areia/RJ (em construção). Data, Nome, Assinatura do GPEng. Douglas Felippe ____________________Data: ____/_____/_____ Parecer do Sponsor ou CCB Data, Nome do Autorizador, AssinaturaSr. Cláudio Burattini __________________________Data: ____/_____/_____

×