Ipatinga-GP04-PMO-Six_Talents

146 visualizações

Publicada em

Titulo: Ipatinga-GP04-PMO-Six_Talents
Alunos:Hiroshi Jorge Takahashi,Bruno Ricardo Fernandes,Thiago Pinto Silva,Alberto Hisashi Hibino,Maria Auxiliadora Bomfim,
Cidade: Ipatinga
Disciplina: PMO
Turma: GP04
Data:15-05-2013
Hora:21:23
Comentarios:O aluno José Sérgio de Oliveira faz parte do grupo, porém tem tido problemas de cadastro no site. Problema este já relatado ao suporte e sem solução até o momento
Publico até ápos a correção

1 comentário
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Comentários
    Introdução: ok;
    Objetivo do trabalho: ok;
    Identificação: ok;
    Categorização: ok;
    Avaliação: ok;
    Seleção: ok;
    Priorização: ok;
    Balanceamento: sugere-se que o gráfico de bolhas apresente 4 variáveis;
    Rebalanceamento: ok;
    Nível de maturidade: ok;
    Benefícios do PMO: ok;
    Nível hierárquico: ok;
    Função do PMO: ok;
    Modelo de PMO: ok;
    Etapas de implementação: ok;
    Métricas: ok;
    Fatores críticos de sucesso: sugere-se justificar.
       Responder 
    Tem certeza que deseja  Sim  Não
    Insira sua mensagem aqui
  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
146
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
27
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
1
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Ipatinga-GP04-PMO-Six_Talents

  1. 1. MBA Executivo FGVGerenciamento de ProjetosProject Office & Nível de Maturidade
  2. 2. • Disciplina: Project Office &Nível deMaturidade• Cidade: Ipatinga – MG• Turma: GP04Turma
  3. 3. Logos• Logotipo da empresa• Logotipo do Projeto
  4. 4. • Alberto Hisashi Hibino• Bruno Ricardo Fernandes• Hiroshi Jorge Takahashi• José Sérgio de Oliveira• Maria Auxiliadora Bonfim Marcelino• Thiago Pinto SilvaEquipe
  5. 5. Equipe• The Six Talents Corp. Consulting
  6. 6. Six Talents• A Six talents é líder do mercado de consultoria emimplantação de PMO, tanto para o setor públicoquanto para o privado;• Nosso quadro de consultores é altamentecapacitado e com experiência em implantação dePMO em diversos países nos setores de petróleo,construção civil, siderurgia, indústriaautomobilística, mineração, serviços e nos váriosníveis da administração pública.
  7. 7. Objetivo• Convencer o presidente de LISARB a implantarum PMO para a governança dos projetosatravés da criação de um portfólio de projetosbalanceado e alinhado com o planejamentoestratégico do governo.
  8. 8. Identificação dos Projetos1 – Aliança por um Lisarb mais justo2 – Política cidadã baseada em princípios e valores3 – Educação para a sociedade do conhecimento4 – Economia para uma sociedade sustentável5 – Proteção social6 – Qualidade de vida e segurança para todos os Lisarbeanos7 – Cultura e Fortalecimento da diversidade8 – Política externa para o século XXI9 – Combate à corrupção• Objetivos do Planejamento Estratégico
  9. 9. Identificação dos ProjetosObjetivos do PE Projetos1 Justiça Virtual1 Justiça Para TODOS2 Canal do Povo2 Vote LISARB3 FUTURA Educação3 Biblioteca Virtual3 OLÍMPIA4 Florestas Públicas4 Crédito Rural4 Baixo Carbono5 Droga Mata5 Saúde da Família5 Saúde do Idoso5 Sorriso LISARB
  10. 10. Identificação dos ProjetosObjetivos do PE Projetos6 Bem Viver6 Melhor Esporte6 Valoriza7 Cultural LISARB7 Pró Jovem8 LISARB sem fronteiras8 LISARB XXI9 Gestão Limpa9 Transparência
  11. 11. Categorização dos ProjetosSustentabilidade Educação Saúde JustiçaFlorestas Públicas FUTURA Educação Droga Mata Justiça VirtualCrédito Rural Biblioteca Virtual Saúde da Família Justiça Para TODOSBaixo Carbono OLÍMPIA Saúde do Idoso Canal do PovoLISARB sem fronteiras Cultural LISARB Sorriso LISARB Vote LISARBLISARB XXI Pró Jovem Bem Viver Gestão LimpaMelhor Esporte TransparênciaValoriza• Os projetos foram agrupados em quatro programas de setoresda administração de LISARB. Entendemos que estacategorização permitirá um melhor gerenciamento tanto doportfólio quanto dos programas pelo(s) PMO(s).
  12. 12. Avaliação dos Projetos - Critérios• Popularidadeo Índice de popularidade do projeto. Este critério visa avaliar os projetos com relação aoalcance do mesmo sobre a população. Peso: 40%;• Prazoo Índice que representa a duração do projeto. Os projetos com menor prazo receberão amaior nota. Peso: 20%;• Custoo Índice que representa o risco do projeto. Os projetos que apresentarem menores riscos receberão a maior nota. Peso 20%• Riscoo Índice que representa o impacto do custo do projeto no orçamento. Os projetos queapresentarem menor impacto no orçamento receberão a maior nota. Peso 20%
  13. 13. Avaliação dos Projetos - Critérios• Notao A nota é o resultado de uma avaliação nos graus, Baixo, Médio e Alto• Médiao É o resultado da multiplicação de cada nota pelo seu respectivo peso.• Totalo É o resultado da soma das 4 médias de cada projeto.
  14. 14. ProjetoPopularidade Prazo Custo RiscoTotalPeso Nota Média Peso Nota Média Peso Nota Média Peso Nota MédiaJustiça Virtual 40% 5 2 20% 0 0 20% 0 0 20% 5 1 3Justiça Para TODOS 40% 10 4 20% 0 0 20% 5 1 20% 10 2 7Canal do Povo 40% 5 2 20% 5 1 20% 10 2 20% 10 2 7Vote LISARB 40% 5 2 20% 0 0 20% 5 1 20% 5 1 4FUTURA Educação 40% 10 4 20% 5 1 20% 0 0 20% 5 1 6Biblioteca Virtual 40% 0 0 20% 10 2 20% 10 2 20% 5 1 5OLÍMPIA 40% 5 2 20% 0 0 20% 5 1 20% 5 1 4Florestas Públicas 40% 0 0 20% 0 0 20% 5 1 20% 5 1 2Crédito Rural 40% 5 2 20% 10 2 20% 5 1 20% 5 1 6Baixo Carbono 40% 5 2 20% 0 0 20% 0 0 20% 5 1 3Droga Mata 40% 10 4 20% 5 1 20% 0 0 20% 0 0 5Saúde da Família 40% 10 4 20% 0 0 20% 0 0 20% 5 1 5Avaliação dos Projetos
  15. 15. ProjetoPopularidade Prazo Custo RiscoTotalPeso Nota Média Peso Nota Média Peso Nota Média Peso Nota MédiaSaúde do Idoso 40% 10 4 20% 5 1 20% 0 0 20% 5 1 6Sorriso LISARB 40% 10 4 20% 5 1 20% 0 0 20% 5 1 6Bem Viver 40% 5 2 20% 0 0 20% 5 1 20% 0 0 3Melhor Esporte 40% 5 2 20% 0 0 20% 5 1 20% 0 0 3Valoriza 40% 0 0 20% 5 1 20% 10 2 20% 0 0 3Cultural LISARB 40% 0 0 20% 5 1 20% 5 1 20% 0 0 2Pró Jovem 40% 5 2 20% 5 1 20% 5 1 20% 5 1 5LISARB sem fronteiras 40% 5 2 20% 5 1 20% 5 1 20% 5 1 5LISARB XXI 40% 5 2 20% 0 0 20% 10 2 20% 10 2 6Gestão Limpa 40% 5 2 20% 5 1 20% 10 2 20% 0 0 5Transparência 40% 5 2 20% 5 1 20% 10 2 20% 0 0 5Avaliação dos Projetos
  16. 16. Seleção dos Projetos - Critério• Os projetos abaixo, com Total inferior a 4, foramrejeitadosProjetoPopularidade Prazo Custo RiscoTotalPeso Nota Média Peso Nota Média Peso Nota Média Peso Nota MédiaJustiça Virtual 40% 5 2 20% 0 0 20% 0 0 20% 5 1 3Florestas Públicas 40% 0 0 20% 0 0 20% 5 1 20% 5 1 2Baixo Carbono 40% 5 2 20% 0 0 20% 0 0 20% 5 1 3Bem Viver 40% 5 2 20% 0 0 20% 5 1 20% 0 0 3Melhor Esporte 40% 5 2 20% 0 0 20% 5 1 20% 0 0 3Valoriza 40% 0 0 20% 5 1 20% 10 2 20% 0 0 3Cultural LISARB 40% 0 0 20% 5 1 20% 5 1 20% 0 0 2
  17. 17. Projetos Pj. 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 Pr.Justiça Para TODOS 1 x 1 1 0 1 1 1 0 0 0 1 1 1 1 1 1 11Canal do Povo 2 0 x 0 0 1 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 1Vote LISARB 3 0 1 x 0 1 0 0 0 0 0 0 0 1 0 1 0 4FUTURA Educação 4 1 1 1 x 1 1 1 1 0 0 0 1 1 1 1 1 12Biblioteca Virtual 5 0 0 0 0 x 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0OLÍMPIA 6 0 1 1 0 1 x 0 0 0 0 0 0 1 0 1 0 5Crédito Rural 7 0 1 1 0 1 1 x 0 0 0 1 1 1 1 1 1 10Droga Mata 8 1 1 1 1 1 1 1 x 0 0 1 1 1 1 1 1 13Saúde da Família 9 1 1 1 1 1 1 1 1 x 0 1 1 1 1 1 1 14Saúde do Idoso 10 1 1 1 1 1 1 1 1 1 x 1 1 1 1 1 1 15Sorriso LISARB 11 0 0 1 0 1 0 1 0 0 0 x 0 1 1 1 0 6Pró Jovem 12 0 1 1 0 1 1 1 0 0 0 0 x 1 1 1 1 9LISARB sem fronteiras 13 0 1 0 0 1 0 0 0 0 0 0 0 x 0 1 0 3LISARB XXI 14 0 1 1 0 1 0 1 0 0 0 0 0 1 x 1 1 7Gestão Limpa 15 0 1 0 0 1 0 0 0 0 0 0 0 0 0 x 0 2Transparência 16 0 1 1 0 1 0 1 0 0 0 1 0 1 1 1 x 8Priorização dos Projetos - Critério• Para a priorização cada projeto foi comparado com todos osdemais, apresentando o seguinte resultado:
  18. 18. Balanceamento• O Balanceamento está apresentado no gráfico abaixorepresentado em três variáveis, categoria dos projetos, Custoe Prazo444142333312 1132-0.500.511.522.5-2 0 2 4 6 8 10 12PrazoCustoProjetosCategoria
  19. 19. Iteração com os demais processos• O primeiro exercício de balanceamento realizado não semostrou alinhado com o planejamento estratégico levantadopela equipe.• A partir de uma nova análise dos objetivos estratégicos e umanova Identificação, Categorização, Avaliação, Seleção ePriorização dos componentes foi possível a criação de umnovo portfólio alinhado e distribuído uniformemente dentreos objetivos estratégicos.
  20. 20. Nível de Maturidade• A partir da pesquisa de maturidade fornecida, o total depontos obtido foi 69, o que indica que LISARB encontra-se no nível de Maturidade 2 – Conhecido - de acordocom o MMGP (Modelo de Maturidade emGerenciamento de Projetos).• Neste nível a organização tem investido em capacitaçãoem Gerenciamento de Projetos, há iniciativas isoladas erestritas de padronização, há uma linguagem comum,mas os fracassos persistem.
  21. 21. Benefícios• O PMO disponibilizará informações consolidadas sobre osprojetos, programas e portfólio, permitindo um melhormonitoramento e controle dos mesmos;• O PMO permitirá um grau maior de previsibilidade para a altaadministração da organização;• Com o PMO haverá melhoria geral da performance dosprojetos;• Através das metodologias e práticas implantadas pelo PMOocorrerá a melhoria nos projetos e consequentemente oaumento do nível de satisfação dos clientes.
  22. 22. Níveis Hierárquicos• A Six Talents está propondo dois níveis hierárquicos de PMOs,um PMO de nível 3 e um PMO de nível 2 para cada um dossetores nos quais foram criados os programas;• O PMO de nível 3 – estratégico – deve visar a organizaçãocomo um todo;• O PMO de nível 2 teria como foco os processos e a otimizaçãodos recursos em projetos diferentes.
  23. 23. Implantação dos PMOs• Em função do nível de maturidade identificado, a Six Talentspropõem prioritariamente a implantação do nível 3 com afunção de “Integração com o negócio”, com o objetivo de seestabelecer o “elo-perdido” entre o planejamento estratégicoe a sua concretização através de projetos;• Para os PMOs de nível 2, estes seriam implantados naseqüência e teriam a função de “Métodos e Procedimentos”,uma vez que o nível 2 de maturidade exige a implantação deprocedimentos e metodologia.
  24. 24. Função Adotada• Como já descrito na estratégia de implantação dos PMOs, oPMO de nível 3 teria a função de “Integração com o negócio”e os PMOs de nível 2, implantados na seqüência, teriam afunção de “Métodos e Procedimentos”.
  25. 25. Modelo Adotado• O PMO de nível 3 seria o modelo “Torre de Controle” e osPMOs de nível 2 teriam a função de “Estação Metereológica”.• Os PMOs de nível 2 coletariam as informações e o PMO denível 3 as processaria.
  26. 26. Etapas de Implementação do PMO• Etapas para a implementação do PMO1. Sensibilização – diagnosticar a real necessidade daimplementação do PMO utilizando as vulnerabilidadesidentificadas;2. Definição das metas e os objetivos;3. Estabelecimento de um plano para o projeto;4. Monitoramento e controle;5. Melhoria contínua – aprimoramento.
  27. 27. Métricas de Sucesso• Novamente voltando ao nível de maturidade identificado –Nível 2 - a Six Talents está propondo as métricas: Pesquisa desatisfação antes e após a implementação do PMO e oDesempenho dos projetos com relação ao Escopo, Prazo eCusto dos antes e depois da implementação do PMO
  28. 28. Fatores Críticos de Sucesso• Alguns fatores são destacados pela Six talents como críticospara o sucesso na implementação do PMO:1. Patrocínio executivo;2. Estabelecer objetivos alinhados com as estratégias denegócio;3. Disseminar resultados e lições aprendidas;4. Propor papéis e definir responsabilidades;5. Propor foco e pragmatismo,6. Ter infra-estrutura, recursos e equipamentos.

×