Implantação do PMO -JJLAVC

214 visualizações

Publicada em

Titulo: Implantação do PMO -JJLAVC
Alunos:AmoraVieira,Ana Cristiane Cesário,Juan Alberto ,Jupira Nunes,
Cidade: Natal
Disciplina: PMO
Turma: GP06
Data:03-06-2014
Hora:22:56
Comentarios:LARISSA VERAS
VICTOR BARBOSA
Publico até ápos a correção

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
214
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
5
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Implantação do PMO -JJLAVC

  1. 1. PMO Turma GPJ06 Natal 2014
  2. 2. JJLAVC soluções em processos e implantação de PMO  Apresentação: Criada em 1995, a JJLAVC iniciou as suas atividades atuando na proposição de solução de processos de gestão e implantação de sistemas de gestão da qualidade. Em 2004 a partir da visão estratégica de seus administradores a JJLAVC ampliou o seu portfólio passando a atuar na implantação de PMO à luz dos requisitos definidos no PMBOK com foco no setor público, uma vez que foi identificado relevante potencial e necessidade desse segmento.  Missão  “ Desenvolver soluções customizadas à luz do PMBOK para implantação de PMO maximizando valor para clientes e acionistas”  Visão  “Ser reconhecida como empresa de referência e excelência na implantação de PMO até 2030.
  3. 3.  A JJLAVC já foi laureada com vários prêmios relevantes para a área, destacando- se:   Excelência em Implantação de PMO – 2008, dado pela Project Management Institute  Prêmio Finep - Etapa Nacional – 2010 na categoria Processo, com o projeto “Implantação de PMO, um projeto viável”.   A sua moderna estrutura física, distribuída em de 5.000 m², conta com 6 colaboradores, sala de vídeo conferência, sala de reunião e biblioteca especializada no tema.   Excelência: A JJLAVC é uma empresa estabelecida no mercado atuando há 19 anos com equipe de especialistas fixa, expertise e infraestrutura necessária para atuação em todo o território nacional. Possui certificação ISO 9001 e todos os seus especialistas possuem certificação do PMI.   Experiência: A JJLAVC possui notório saber e uma equipe técnica especializada com expertise sobre o tema.  Podemos destacar a nossa atuação na implantação de PMO nas seguintes organizações/empresas:  PETROLEOGÁS  Organizações Glob  Governo do Estado do PR  Governo do Estado de SP  Governo do Estado de SC
  4. 4. A equipe é multidisciplinar, sendo composta de: Administradores, Engenheiros, Contador e Químico. • Amora Vieira Cavalcante • Ana Cristiane Cesário • Jupira Nunes de Carvalho • Juan Alberto Chavez Juiz • Larissa Veras Tavares • Victor Barbosa
  5. 5.  Padronizar processos de gerenciamento de projetos utilizando as melhores práticas, desenvolvendo habilidades, selecionando ferramentas de produtividades e otimizando os recursos disponíveis.  Ajudar a estabelecer prioridades nas ações governamentais.  Otimizar recursos, dá suporte na tomada de decisão, fornecer controles e garantir que os objetivos estratégicos do governo sejam alcançados.  Implantar o PMO e acompanhar o 1º ciclo PDCA propondo sugestões e os ajustes necessários.
  6. 6. Planejamento estratégico de LISARB: • Aliança para uma LISARB mais justo; • Política cidadã baseada em princípios e valores; • Educação para um sociedade do conhecimento; • Economia para uma sociedade sustentável; • Proteção social; • Qualidade de vida e segurança para todos os Lisarbianos; • Cultura e fortalecimento da diversidade; • Política externa para o século 21 • Combate a corrupção; Após identificação e análise das principais questões do planejamento estratégico deste país, levamos a conhecimento do sponsor (Presidente) alguns projetos que vão levar melhorias para o povo de LISARB como também o crescimento do país.
  7. 7.  LISARB NOTA 10;  LISARB DIGITAL;  LISARB ZERO;  FICHA LISARB;  LISARB LIVRE;  LISARB 100 FRONTEIRAS;  LISARBOOK;  UPA’S LISARB;  MINHA CASA LISARB;  LISARB CONTRA DROGAS;  TOLERÂNCIA ZERO;  ECOLISARB;  MOBILISARB;  SOCIALISARB;  LISARB CONTRA AS DROGAS;  LISARB SAUDÁVEL;  HIGH-TECHSARB;  PAC LISARB;  LISARB EXTERIOR;  CULTI LISARB;  LISARB CIDADÃO;  LISARB CUCA 100%;  LISARB SOCIETY;
  8. 8. Seguem abaixo os critérios usados para avaliação dos projetos a serem implantados em LISARB:  Saúde;  Educação;  Moradia;  Desenvolvimento Sustentável;  Tecnologia;  Laser;  Segurança;  Mobilidade.
  9. 9. Item Projeto Categoria 1 MINHA CASA LISARB Moradia 2 LISARB CONTRA AS DROGAS Saúde 3 TOLERÂNCIA ZERO 4 SAÚDE DA MULHER 5 LISARB SAUDÁVEL 6 LISARB CIDADÃO Educação 7 LISARB CUCA 100% 8 LISARB EXTERIOR 9 LISARB BOOK 10 100 FRONTEIRAS 11 CULTI LISARB 12 ECOLISARB Sustentabilidade13 LISARB SUSTENTAVEL 14 PAC LISARB 15 CARONA SOLIDÁRIA LISARB Mobilidade 16 MOBILISARB 17 SOCIALISARB Laser 18 LISARB SOCIETY 19 HIGH-TECHSARB Tecnologia 20 UPA’S LISARB Segurança
  10. 10. Dentre os projetos previstos no portfólio de LISARB destacamos abaixo os que serão avaliados com base nos critérios a seguir: 1. LISARB CUCA 100%; 2. LISARB SOCIETY; 3. LISARB CIDADÃO 4. SOCIALISARB; 5. LISARB EXTERIOR; 6. MINHA CASA LISARB; 7. TOLERÂNCIA ZERO; 8. ECOLISARB; 9. HIGH-TECH LISARB; 10. CULT LISARB; 11. LISARB CONTRA AS DROGAS; 12. LISARB SAUDÁVEL; 13. MOBILISARB; 14. PAC LISARB; 15. UPA’S LISARB
  11. 11. Os seguintes critérios foram aplicados para avaliação dos projetos: CRITÉRIO PESO NOTA 0 5 10 CUSTO 25 > 1.0 Bilhão <1200 >400 Milhões < 200 Milhões VISIBILIDADE 35 < 10% >30% > 60% ALCANCE 30 <10% >30% > 60% SUSTENTABILIDADE 10 5 ANOS 10 ANOS 20 ANOS
  12. 12. CRITÉRIOS PESO LISARB CUCA 100% LISARB SOCIETY LISARB CIDADÃO SOCIALISARB LISARB EXTERIOR MINHA CASA LISARB TOLERÂNCIA ZERO ECOLISARB HIGH-TECH LISARB NOTA MÉDIA NOTA MÉDIA NOTA MÉDIA NOTA MÉDIA NOTA MÉDIA NOTA MÉDIA NOTA MÉDIA NOTA MÉDIA NOTA MÉDIA CUSTOS 2,5 5 12,5 10 25 10 25 10 25 5 12,5 5 12,5 10 25 5 12,5 0 0 VISIBILIDADE 3,5 10 35 5 17,5 10 35 10 35 5 17,5 10 35 10 35 5 17,5 5 17,5 ALCANCE 3 10 30 10 30 10 30 10 30 5 15 10 30 10 30 5 15 10 30 SUSTENTABILIDADE 1 5 5 10 10 5 5 5 5 10 10 5 5 10 10 10 10 5 5 30 82,5 35 82,5 35 95 35 95 25 55 30 82,5 40 100 25 55 20 52,5 CRITÉRIOS PESO CULT LISARB LISARB CONTRA AS DROGAS LISARB SAUDÁVEL MOBILISARB PAC LISARB UPA’S LISARB NOTA MÉDIA NOTA MÉDIA NOTA MÉDIA NOTA MÉDIA NOTA MÉDIA NOTA MÉDIA CUSTOS 2,5 5 12,5 5 12,5 5 12,5 5 12,5 0 0 0 0 VISIBILIDADE 3,5 5 17,5 5 17,5 5 17,5 5 17,5 10 35 10 35 ALCANCE 3 5 30 5 15 10 30 5 15 10 30 10 30 SUSTENTABILIDADE 1 5 5 5 5 5 5 5 5 5 5 10 10 20 65 20 50 25 65 20 50 25 70 30 75
  13. 13. Após priorização seguem abaixo os projetos selecionados:  LISARB CUCA 100%;  LISARB SOCIETY;  LISARB EXTERIOR;  HIGH-TECH LISARB;  CULT LISARB;  UPA’S LISARB
  14. 14. 60% 30% 10% 2 1 15 5 9 10 Educ Just. Polit. Ext. CET Cultura 5 anos 10anos 20 anos
  15. 15.  Visando analisar qual o nível de maturidade existente na gestão pública de LISARB a empresa JJLAVC soluções em processos e implantação de PMO fez uma pesquisa e analisando os dados observamos o grau de maturidade de LISARB em nível 1, linguagem comum, o governo sente a necessidade de adotar uma formalização de como gerencia os projetos.
  16. 16. Ao decidir implantar um PMO LISARB poderá observar melhorias: 1. Perfomance de seus projetos; 2. Controle sobre o que realmente está acontecendo; 3. Uma correta aplicação de recursos; 4. Dar visibilidade do andamento dos projetos, principalmente tendo em vista que serão usados recursos financeiros da união.
  17. 17.  Será implantado um PMO nível 3 – buscando um alinhamento estratégico visando o governo como um todo. Nível 1 Nível 2 Nível 3
  18. 18. PRESIDÊNCIA Ministério Ministério Ministério PMO Nível 3 Governo Governo Governo PMO Nível 2 PMO Nível !
  19. 19. As funções do PMO a ser implantado em LISARB em função de seu nível de maturidade ser 1 serão:  Implantação de metodologias e procedimentos;  Gerenciar a infraestrutura;  Gerenciar Recursos;  Gerenciar Técnica;  Integração com o negócio.
  20. 20. O modelo a ser usado será inicialmente a torre de controle, que desempenhará 04 funções básicas: 1. Estabelecimento de padrões; 2. Reforçar os padrões definidos; 3. Suporte de como seguir estes padrões; 4. Promover melhorias continuas nos mesmos; 5. Desempenha ainda o papel de auditoria.
  21. 21.  Número de projetos acompanhados pelo PMO;  Número de falhas de projetos antes e depois do PMO;  Quantidade de projetos encerrados dentro dos prazos;  Acompanhamento do desvio: Previsto x Realizado;  Quantidade de acesso na base de conhecimento do PMO;
  22. 22.  Divulgação das boa práticas de gerenciamento de projetos;  Disseminar resultados e lições aprendidas;  Propor projetos prioritários;  Ter um software para gerenciamento da carteira de projetos;
  23. 23.  Fase I – Preparar o terreno;  Fase II – Começar com metas de curto prazo;  Fase III – Caminhar com as soluções de longo prazo;  Fase IV – Mante e aprimorar.
  24. 24.  FIM

×