Implantação de PMO em LISARB - Equipe WASE

360 visualizações

Publicada em

Titulo: Implantação de PMO em LISARB - Equipe WASE
Alunos:Alexandre Silva Correia,Eduardo Lemos,Saulo Tremarin,Waender Alvarenga Barros,Wendell Novaes Barreto,Wendell Novaes Barreto,
Cidade: Ribeirão Preto
Disciplina: PMO
Turma: GP19
Data:10-07-2015
Hora:19:38
Comentarios:Caro prof. Marco, boa noite!

Estamos anexando nosso trabalho (equipe Wase) solicitado como parte da avaliação da disciplina de PMO.

Pedimos a gentileza de informar qualquer correção que se faça necessária.

Muito Obrigado,

Alexandre e Equipe.
Publico até ápos a correção

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
360
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
20
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Implantação de PMO em LISARB - Equipe WASE

  1. 1. WASEGlobal Development PROJETO LISARB GERENCIAMENTO DE PROJETOS – TURMA 19 – RIBEIRÃO PRETO
  2. 2. WASE – Global Development Equipe:  Alexandre Correia; Zootecnista pela Universidade Estadual de Londrina, PhD. em Desenvolvimento Econômico pela Business Administration of Zabumba. Conduziu diversos projetos que levaram países subdesenvolvidos a potências globais, sendo condecorado pelos Países Unidos do Mundo;  Eduardo Lemos; Administrador pela Pontifícia Universidade Católica, Msc. em Gestão de Projetos pela Fundação Getúlio Vargas. Revisor do PMI Global, sendo condecorado por diversos países pela sua expertise na condução de projetos;  Saulo Tremarin; Engenheiro pela Universidade Federal de Santa Maria, PhD. em Economática do Crescimento Financeiro pelo Centro de Tradições Gauchescas. Criador do modelo Guerra Econômica que tem levado diversos países a geração de riquezas e Nobel de Economia nos anos de 2012, 2013 e 2014;  Waender Barros; Engenheiro Solar pela Universidade Espacial dos Maias, Especialista em Inovação pela Stanfordshire University. Grande inventor no uso da energia estelar e água lunar, que vem promovendo uma verdadeira revolução na Terra. Personalidade do ano pela FORBES.  Wendell Barreto; Economista Social pela Social University, Msc. Em Engenharia Humanitária pela Human Society of World. Criador dos indicadores globais de sustentabilidade.
  3. 3. WASE – Global Development A WASE é uma empresa sem fins lucrativos que promove o desenvolvimentos de países subdesenvolvidos (ou mal administrados) em grandes potencias globais. Missão Alçar países subdenvolvidos a IDH – Índice de Desenvolvimento Humano das grandes nações nórdicas através das técnicas de gerenciamento de projetos. Visão Fazer do mundo um lugar melhor de se viver, através de nações equilibradas, que entendam o contexto do coletivo.
  4. 4. LISARB LISARB é uma república constitucional federal composta por 10 estados e um distrito federal. A maior parte do país situa-se na região central da América do Leste, formada por 10 estados e Lisarbopólis, o distrito federal da capital. Com 9,37 milhões de km² de área e cerca de 154 milhões de habitantes, o país é o quarto maior em área total, o quinto maior em área contígua e o terceiro em população. LISARB é uma das nações mais multiculturais e etnicamente diversas do mundo, produto da forte imigração vinda de muitos países. Sua geografia e sistemas climáticos também são extremamente diversificados, com desertos, planícies, florestas e montanhas (Fonte: Wikipédia). No último referendo realizado pelo governo, 90% da população está insatisfeita com os rumos do país. Os serviços públicos e privados, em geral, são de péssima ou ruim qualidade: saúde, educação, segurança, infra estrutura, há muitas falhas na gestão social, econômico e ambiental. O governo de LISARB deseja promover uma verdadeira revolução na qualidade de vida da população desta grande nação, durante o mandato do atual presidente, o sr. Marcus Corghius.
  5. 5. LISARB – Pesquisa de Maturidade Nivel 1 Linguagem Comum Nivel 2 Processos Comuns Nivel 3 Metodologia Singular Nivel 4 Benchmarkin g Nível 5 Melhoria Contínua Nível 2 – Processos Comuns Foi aplicado um questionário para identificar o nível de maturidade de LISARB, e o resultado a classificou como: N2. * Reconhecimento da necessidade de processo; * Há iniciativas isoladas de padronização de procedimentos; * Processos para projetos são muitas vezes reativos;
  6. 6. Benefícios PMO para LISARB Aumento na satisfação dos clientes; Otimização dos processos; Redução do risco; Alinhamento dos projetos com a Estratégia de LISARB; Otimização dos recursos; Desenvolvimento da carreira dos GPs de LISARB;
  7. 7. Nível Hierárquico H3 • Nível Estratégico; H2 • Nível Tático; H1 • Nível Operacional; H3 A implantação do PMO começará com o nível hierárquico 3, visando a organização como um todo. Também acreditamos que a força do presidente, dará sustentação necessário para um efeito de mudança em cascata.
  8. 8. Funções do PMO Métodos e Procedimentos Gerência de Infra-estrutura Gerência de Recursos Gerência Técnica Integração com o Negócio Métodos e Procedimentos, foi escolhida justamente por possibilitar um padrão das práticas e metodologia, de modo que, possa haver um alinhamento com a estratégia de LISARB. • Processos do ciclo de vida e da empresa; • Metodologia; • Comunicação e reporte; • Gerência de stakeholders; • Gerencia de mudanças; Métodos e Procedimentos
  9. 9. Modelos PMO O modelo escolhido, foi a Torre de Controle, porém com evolução planejada para Estaçoes Metereólogicas, e Pool de Recursos ligada diretamente a Torre de Controle. Este modelo possibilita o gerenciamento de projetos como um processo integrado e repetitivo, além de dar as diretrizes das práticas a serem seguidas Funções básicas: criação, implantação, suporte, reforço e melhoria de padrões para a gerencia de projetos. Pool de Recursos
  10. 10. Métricas % Mudanças de Escopo % de Retrabalho % de Projetos com Cumprimento do Orçamento Quantidade de Projetos em Execução % de Satisfação da População
  11. 11. Etapas de Implementação Fase 1 •Metas e Objetivos; •Reuniões Stakeholders; •Funçoes da Equipe; •Estratégia Comunicação; Fase 2 •Catalogação dos Projetos; •Suporte Novos Projetos; •Treinamentos; •Modelos; •Relatórios de Indicadores; Fase 3 •Ger. de Recursos; •Plano de Carreira para GP; •Ger. Estr. De Portfólio; •Planj. De Mudanças; Fase 4 •Melhoria Contínua;
  12. 12. Objetivos Estratégicos de LISARB 1. Aliança por uma LISARB mais justa 2. Politíca cidadã baseada em princípios e valores 3. Educação para a sociedade do conhecimento 4. Economia para uma socidade sustentável 5. Proteção social 6. Qualidade de vida e segurança para todos lisarbeanos 7. Cultura e fortalecimento da diversidade 8. Politíca externa para o século 21 9. Combate a corrupção
  13. 13. Gerenciamento de Portfólio Identificação Categorização Avaliação Seleção Priorização Balanceamento
  14. 14. Identificação dos Projetos Libera Liserb 100% Justiça Ágil Custo Zero Conta Limpa Show da Vida Parceria 1000 Saber + ZapZap para Todos Tecnologia ao Alcance de Todos Robin Hood Sem Limite P.O.C Sus. Econômica Cristo Redentor Democracia Sustentabilidade Mobilidade Total - Guerra, + Paz Olhar Social Stop Drogas Hip na Veia Qualidade Vida Total Sol para Todos Futuro Verde Viva Matusálem
  15. 15. Identificação dos Projetos Durante a Fase de Identificação, foram indicados 31 projetos para compor o Portfólio indicado pela WASE, com base nos objetivos estratégicos de LISARB. Aplaude Arte na Rua C.P.P LISERB Global LISERB no Trilho Anjos da Lei Edu Real
  16. 16. Categorização dos Projetos Os 31 projetos foram agrupados em 7 categorias macro, escolhidas por estarem plenamente alinhadas com os Objetivos Estratégicos de LISARB. Social Econômico EducaçãoAmbiental Infra- Estrutura Politíco Cultura
  17. 17. Categorização dos Projetos Social Libera LISERB Cristo Redentor - Guerra, + Paz Olhar Social Show da Vida Anjos da Lei P.O.C Stop Drogas Educação Sem Limite Edu Real Saber + Parceria 1000 Ambiental Robin Hood Sol para Todos Futuro Verde Viva Matuasalém Econômico C.P.P LISERB Global Sust. Econômica Qualidade Vida Total Conta Limpa Infra- Estrutura Mobilidade Total LISERB no Trilho Tecnologia ao Alcance de Todos Político 100% Justiça Ágil Custo Zero Democracia Sustentabilidade Cultura Aplaude Arte na Rua Hip na Veia ZapZap para Todos
  18. 18. Avaliação Foram definidos 5 critérios de avaliação dos quais o custo tem o peso maior. Os projetos serão avaliados conforme os critérios técnicos, conforme abaixo: LISARB necessita de vários projetos para alcançar seus objetivos estratégicos, mas não deve estourar as contas públicas. LISARB Impacto e Abrangência Melhor Performance Qualificação para execução Disponibilidade de Recurso Custo
  19. 19. Critério de Avaliação Peso Nota % 0 5 10 Custo 35 >10% >3% <10 Melhor Performance 25 <50% <70%< >=90% Impacto e Abrangência 20 <30% <50%< >90% Disponibilidade de recurso 15 <80% 0,8 1 Qualificação para Execução 5 <5 5<10 >10 Total % 100
  20. 20. Seleção - Critérios Projeto 1 Projeto 2 Projeto 3 Projeto 4 Projeto 5 Projeto 6 Projeto 7 Projeto 8 Projeto 9 Libera Liserb Cristo Redentor - Guerra, + Paz Olhar Social Show da Vida Anjos da Lei Stop Drogas P.O.C Sem Limite 5 1,75 0 0 10 3,5 5 1,75 0 0 10 3,5 5 1,75 0 0 10 3,5 5 1,25 0 0 10 2,5 5 1,25 0 0 0 0 0 0 5 1,25 10 2,5 10 2 5 1 0 0 10 2 5 1 10 2 0 0 5 1 10 2 0 0 5 0,75 10 1,5 5 0,75 5 0,75 10 1,5 5 0,75 10 1,5 0 0 0 0 5 0,25 10 0,5 0 0 0 0 10 0,5 0 0 10 0,5 5 0,25 20 5 15 2 40 8 25 5,75 10 1,75 40 7,5 10 2,5 30 4,25 35 8,25
  21. 21. Seleção - Critérios Projeto 10 Projeto 11 Projeto 12 Projeto 13 Projeto 14 Projeto 15 Projeto 16 Projeto 17 Projeto 18 Projeto 19 Projeto 20 Projeto 21 Edu Real Saber + Robin Hood Sol para Todos Futuro Verde Viva Matusalém C.P.P Liserb Global Sust. Economica Qualidade Vida Total Mobilidade Total Liserb no Trilho 5 1,75 0 0 10 3,5 5 1,75 0 0 10 3,5 5 1,75 0 0 10 3,5 5 1,75 0 0 10 3,5 0 0 10 2,5 0 0 10 2,5 0 0 5 1,25 10 2,5 0 0 5 1,25 10 2,5 10 2,5 5 1,25 0 0 5 1 0 0 10 2 0 0 10 2 5 1 0 0 10 2 0 0 5 1 0 0 0 0 0 0 10 1,5 0 0 5 0,75 0 0 10 1,5 0 0 5 0,75 0 0 10 1,5 5 0,75 10 0,5 0 0 10 0,5 0 0 10 0,5 0 0 10 0,5 0 0 0 0 10 0,5 0 0 5 0,25 15 2,25 15 3,5 30 5,5 25 6,25 15 1,25 25 6,75 40 7,25 0 0 30 7,5 25 4,75 25 5 25 5,75
  22. 22. Seleção - Critérios Projeto 22 Projeto 23 Projeto 24 Projeto 25 Projeto 26 Projeto 27 Projeto 28 Projeto 29 Projeto 30 Projeto 31 Tecnologia Alcance de Todos ZapZap para Todos 100% Justiça Ágil Custo Zero Conta Limpa Parceria 1000 Democracia Sustentabilidade Aplaude Arte na Rua Hip na Veia 5 1,75 0 0 10 3,5 5 1,75 0 0 10 3,5 5 1,75 0 0 10 3,5 5 1,75 10 2,5 10 2,5 5 1,25 0 0 10 2,5 5 1,25 10 2,5 0 0 5 1,25 0 0 10 2 0 0 5 1 0 0 10 2 5 1 0 0 0 0 5 1 10 2 0 0 5 0,75 10 1,5 5 0,75 0 0 10 1,5 5 0,75 0 0 10 1,5 10 1,5 10 0,5 0 0 10 0,5 5 0,25 10 0,5 10 0,5 0 0 10 0,5 5 0,25 10 0,5 35 6,75 15 3,25 40 7,75 15 2,75 30 5 40 7,75 20 5 10 0,5 35 7,5 35 5,75
  23. 23. Priorização dos Projetos Projetos Classificação Custo do projeto Prazo de execução Projeto 9 - Sem Limite 8,25 alto médio Projeto 3 - Menos Guerra, Mais Paz 8 alto médio Projeto 24 - 100% Justica Agil 7,75 alto médio Projeto 27 - Parceria Mil 7,75 alto curto Projeto 18 - Sust. Economica 7,5 alto médio Projeto 30 - Arte na Rua 7,5 alto curto Projeto 6 - Anjos da Lei 7,5 alto longo Projeto 16 - C.P.P 7,25 médio longo Projeto 15 - Viva Matusalem 6,75 alto curto Projeto 22 - Tecnlogia Alcence de Todos 6,75 médio longo Projeto 13 - Sol para Todos 6,25 médio longo Projeto 21 - Liserb no trilho 5,75 alto médio Projeto 31 - Hip na Veia 5,75 médio médio Projeto 4 - Olhar Social 5,75 médio médio Projeto 12 - Robin Hood 5,5 alto médio Projeto 1 - Libera Liserb 5 médio curto Projeto 20 - Mobilidade Total 5 baixo curto Projeto 26 - Conta Limpa 5 baixo curto Projeto 28 - Democracia Sustentabilidade 5 médio médio Os projetos com pontuação igual ou maior que 5 foram selecionados para análise de balanceamento.
  24. 24. Balanceamento dos Projetos Custo Alto 50 Custo Médio 30 Custo Baixo 20 Curto Prazo 20 Médio Prazo 30 Longo Prazo 50 LEGENDA O processo de balanceamento do portfólio é o processo de organização de componentes priorizados num agrupamento de componentes que apresente o melhor potencial para apoiar e proporcionar o alcance coletivo das metas estratégicas. Ao lado se encontra a legenda do gráfico de bolha elaborado para os projetos priorizados.
  25. 25. Objetivo Estratégico 1 Libera Liserb 100% Justica Agil Objetivo Estratégico 2 Parceria Mil Conta Limpa Objetivo Estratégico 3 SemLimite Tecnlogia Alcence de Todos Objetivo Estratégico 4 Robin Hood Sust. Economica Democracia Sustentabilidade Mobilidade Total Menos Guerra, Mais Paz Olhar Social Sol para Todos Viva Matusalem Arte na Rua Hip na Veia Objetivo Estratégico 8 C.P.P Objetivo Estratégico 9 Anjos da Lei Lisarb no trilho CulturalSocial Educacional Ambiental Economico Infra- Estrutura Politico Objetivo Estratégico 7 Objetivo Estratégico 5 Objetivo Estratégico 6 O diagrama de bolhas apresenta um portifólio desbalanceado. No objetivo estratégico 4 e 9 constam 2 projetos de alto custo e de longa duração. A categoria de Social temos 2 projetos para o mesmo objetivo estratégico.
  26. 26. (Re)Balanceamento No caso de projetos com classificação igual na mesma categoria, será selecionado aquele com o menor custo uma vez que esse critério é o de maior peso na avaliação dos projetos. Com essa novo critério os projetos Arte na Rua, Viva Matusalém e Olhar Social foram desclassificados.
  27. 27. (Re)Balanceamento – Nova Priorização Projetos Classificação Custo do projeto Prazo de execução Projeto 9 - Sem Limite 8,25 alto médio Projeto 3 - Menos Guerra, Mais Paz 8 alto médio Projeto 24 - 100% Justiça Ágil 7,75 alto médio Projeto 27 - Parceria Mil 7,75 alto curto Projeto 6 - Anjos da Lei 7,5 alto longo Projeto 18 - Sust. Economica 7,5 alto médio Projeto 16 - C.P.P 7,25 médio longo Projeto 22 - Tecnologia Alcance de Todos 6,75 médio longo Projeto 13 - Sol para Todos 6,25 médio longo Projeto 21 - Lisarb no trilho 5,75 alto médio Projeto 31 - Hip na Veia 5,75 médio curto Projeto 12 - Robin Hood 5,5 alto médio Projeto 1 - Libera Lisarb 5 médio curto Projeto 20 - Mobilidade Total 5 baixo médio Projeto 26 - Conta Limpa 5 baixo curto Projeto 28 - Democracia Sustentabilidade 5 médio médio
  28. 28. Objetivo Estratégico 1 Libera Liserb 100% Justica Agil Objetivo Estratégico 2 Parceria Mil Conta Limpa Objetivo Estratégico 3 SemLimite Tecnlogia Alcence de Todos Objetivo Estratégico 4 Robin Hood Sust. Economica Democracia Sustentabilidade Objetivo Estratégico 5 Menos Guerra, Mais Paz Mobilidade Total Objetivo Estratégico 6 Sol para Todos Objetivo Estratégico 7 Hip na Veia Objetivo Estratégico 8 C.P.P Objetivo Estratégico 9 Anjos da Lei Lisarb no trilho CulturalSocial Educacional Ambiental Economico Infra- Estrutura Politico Custo Alto 50 Custo Médio 30 Custo Baixo 20 Curto Prazo 20 Médio Prazo 30 Longo Prazo 50 LEGENDA
  29. 29. Conclusão (Re)Balanceamento Foram excluídos 3 projetos que possuíam um custo alto para implantação com um prazo de médio a longo prazo para execução, os mesmos estavam ocupando a mesma categoria. O projeto 06 é de longo prazo de execução e o custo pode ser diluído ao longo do tempo. Portanto permite a execução paralelamente com o projeto 1 e 3. Ficou definido que para a categoria Cultural somente o projeto 31 será executado uma vez que possuí um custo médio e prazo médio.
  30. 30. Considerações Finais  A implantação de um PMO em LISARB conforme proposto irá auxiliar o governo a se reestabelecer com a população ao implantar projetos que atendam melhor a sua expectativa.  A estruturação para o gerenciamento de portfólio foi elaborado de modo a atender todos os objetivos estratégicos.  A equipe WASE acredita que pode contribuir significativamente para o desenvolvimento de LISARB e fica totalmente à disposição do sr. Marcus Corghius para ajudá-lo nessa empreitada.

×