Implantação de PMO em LISARB
Ministério do Planejamento de LISARB
Alberto Cury
Bruno Rezende
Bruno Pozzani
Christian Marra...
Sobre a Consultoria
A Excelsior foi fundada em 1970 com talvez a meta mais ambiciosa do
mercado lisarbeano: ser a maior co...
1. Nível de Maturidade em Gerenciamento de Projetos
• A pesquisa de maturidade em gerenciamento de projetos do Ministério ...
2. Benefícios da Implantação de um PMO
Os principais benefícios identificados para a implementação do PMO no
cliente (Mini...
3. Nível Hierárquico adotado para implementar o primeiro PMO de LISARB
• O Nível Hierárquico escolhido para implementar o ...
4. Função a ser adotada no primeiro PMO
• A princípio, a Excelsior irá adotar apenas a função de Métodos e
Procedimentos p...
Estação
Meteorológica 1
Torre de Controle
5. Modelo a ser adotado no primeiro PMO.
• O modelo de PMO escolhido pela Excels...
6. Métricas de sucesso à serem adotadas no primeiro PMO
A Excelsior definiu em parceria com o Ministério do Planejamento d...
7. Etapas de Implementação do primeiro PMO do Ministério do
Planejamento de LISARB
Fase I – Preparar o terreno
• Definir a...
7. Etapas de Implementação do primeiro PMO do Ministério do
Planejamento de LISARB
Fase II – Começar com metas de curto pr...
7. Etapas de Implementação do primeiro PMO do Ministério do
Planejamento de LISARB
Fase III – Caminhar com as soluções de ...
7. Etapas de Implementação do primeiro PMO do Ministério do
Planejamento de LISARB
Fase IV – Manter e Aprimorar
Nesta fase...
Objetivos do Planejamento Estratégico
1. Aliança por um LISARB mais justo
2. Política cidadã baseada em princípios e valor...
• Educa Já
• LISARB Esperança
• Água para todos
• Roubo Zero
• Rota Cultural
• Vida Melhor
Gestão de Portfólio
Identificaç...
Gestão de Portfólio
Categorização
Os projetos foram então categorizados por áreas de atuação conforme o
seguinte:
Educação...
CRITÉRIOS PESO 0,0 5,0 10,0
Urgência(tempo) 5 Atraso maiorque 5meses Atraso de 3meses Dentro do Prazo
Abrangência 4 <20% P...
Critérios Peso Nota Média Nota Média Nota Média Nota Média Nota Média Nota Média Nota Média Nota Média Nota Média
Urgência...
Aprovação > 50%
30% < Aprovação < 50%
Aprovação < 30%
Prioridade
Estratégica
Educa Já
Teatro para Todos
Educa Mais
LISARB ...
Gestão de Portfólio
Balanceamento de Portfólio
O balanceamento do portfólio foi feito através de ajustes nos pesos dos
cri...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Implantação de PMO em LISARB

224 visualizações

Publicada em

Titulo: Implantação de PMO em LISARB
Alunos:Alberto Dvid Justus Cury,Bruno Guilmor Pozzani,Bruno Pereira Rezende,Christian Marra,Diovane Daniel Beraldo,Sergio Antonio Pires,
Cidade: Paulista
Disciplina: PMO
Turma: GEEP38
Data:20-02-2015
Hora:13:06
Comentarios:Trabalho referente à disciplina de Gerenciamento de Portfolio e PMO, GEEP-T38, unidade Paulista
Publico até a correção

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
224
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
13
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Implantação de PMO em LISARB

  1. 1. Implantação de PMO em LISARB Ministério do Planejamento de LISARB Alberto Cury Bruno Rezende Bruno Pozzani Christian Marra Diovane Beraldo Sérgio Pires FGV São Paulo - Turma 38
  2. 2. Sobre a Consultoria A Excelsior foi fundada em 1970 com talvez a meta mais ambiciosa do mercado lisarbeano: ser a maior consultoria em Gerenciamento Econômico e Estratégico de Projetos. A Excelsior é composta por Gerentes de Projetos, Mestres e Doutores com larga experiência em Gerenciamento de projetos no Brasil e no exterior, atuando em projetos públicos e privados dos mais diversos segmentos da indústria, bens de consumo e serviços financeiros. A Excelsior também é certificada pelas instituições mais respeitadas do mercado de forma que o seu trabalho representa qualidade e que o esforço de sua equipe acarrete em resultados duradouros e sustentáveis. Bruno Pozzani - CEO
  3. 3. 1. Nível de Maturidade em Gerenciamento de Projetos • A pesquisa de maturidade em gerenciamento de projetos do Ministério do Planejamento de LISARB descreve uma pontuação de 69 pontos, o que se traduz em um Nível 2 de maturidade. • Na opinião da Excelsior o nível de Gerenciamento de Projetos do Ministério Público é muito baixo dado que o nível de excelência máximo é o Nível 5 e que a pesquisa trata-se de uma entidade extremamente importante para o desenvolvimento do LISARB.
  4. 4. 2. Benefícios da Implantação de um PMO Os principais benefícios identificados para a implementação do PMO no cliente (Ministério do Planejamento de LISARB) são os seguintes: • Aumento do nível de satisfação com os resultados dos projetos • Desenvolver melhores critérios para categorizar, aprovar ou modificar as prioridades de projetos • Desenvolvimento e disseminação das práticas/métodos de GP • Consolidação de dados governamentais e assim se tornar guardião do histórico dos projetos Posteriormente com a adoção de novos modelos de PMO, a Excelsior também acredita que o próprio Governo de LISARB será beneficiado com a melhoria contínua na performance de seus projetos.
  5. 5. 3. Nível Hierárquico adotado para implementar o primeiro PMO de LISARB • O Nível Hierárquico escolhido para implementar o primeiro PMO no Ministério do Planejamento foi o de Hierarquia 2, visando processos e otimização de recursos em diferentes projetos. • A razão desta escolha foi baseada na própria pesquisa de maturidade em Gerenciamento de Projetos do Ministério Público que mostra claramente a falta de documentos e procedimentos bem definidos para desenvolvimento de projetos tais como a elaboração e utilização da WBS, cronogramas, linhas de base, reservas gerenciais, avaliações periódicas, e apoio de profissionais capacitados.
  6. 6. 4. Função a ser adotada no primeiro PMO • A princípio, a Excelsior irá adotar apenas a função de Métodos e Procedimentos para o seu primeiro PMO no Ministério do Planejamento, pois o mesmo carece dos processos mais fundamentais para a elaboração e implementação de bons projetos dentro do LISARB. • Depois de obter resultados significativos com o primeiro PMO a consultoria pretende adotar as demais funções de PMO, tais como a Gerência de Recursos e Gerência de Infraestrutura de modo a garantir a sustentabilidade de suas políticas e análises mais elaboradas para a tomada de decisão, respectivamente.
  7. 7. Estação Meteorológica 1 Torre de Controle 5. Modelo a ser adotado no primeiro PMO. • O modelo de PMO escolhido pela Excelsior foi o de Estação Meteorológica devido à sua simplicidade de implementação e definição de parâmetros de controle. O mesmo modelo também não exerce influência nos projetos analisados, e assim acredita-se que seria algo menos invasivo para se iniciar uma nova política no Ministério do Planejamento. • Posteriormente as estações meteorológicas serão conectadas à uma Torre de Controle de forma à complementar suas funções e criar processos cada vez mais para o gerenciamento dos projetos públicos Estação Meteorológica 2
  8. 8. 6. Métricas de sucesso à serem adotadas no primeiro PMO A Excelsior definiu em parceria com o Ministério do Planejamento de LISARB, que as melhores métricas de sucesso à serem adotadas para qualificar os projetos são: Métricas Genéricas • A quantidade de projetos Iniciados vs Concluídos por trimestre • O número de falhas de projeto antes e depois do PMO Métricas Específicas • Índice de alterações no escopo dos projetos • Índice de cumprimento no prazo dos projetos • Índice de cumprimento do custo dos projetos • Quantidade de projetos em execução
  9. 9. 7. Etapas de Implementação do primeiro PMO do Ministério do Planejamento de LISARB Fase I – Preparar o terreno • Definir as iniciativas de curto prazo e os objetivos de longo prazo – segregar de fato o que poderá ser obtido no curto prazo e o que não • Definir metas e objetivos – neste caso, o que é esperado com o PMO • Estudar a organização em relação ao modelo de maturidade – razão do atual nível e como conseguirá progredir • Reuniões com as partes interessadas – sponsor, diretoria e equipe operacional • Determinar as funções da equipe – quem, quando e como deverá atuar • Preparar a estratégia de comunicação – como será feita a comunicação do andamento dos projetos dentro e fora do MP
  10. 10. 7. Etapas de Implementação do primeiro PMO do Ministério do Planejamento de LISARB Fase II – Começar com metas de curto prazo • Catalogação dos projetos – desde os mais recentes aos mais antigos • Suporte para novos projetos – o que de fato auxilia na tomada de decisão • Treinamentos para as equipes de projetos – dado o seu nível de maturidade em gerenciamento de projetos • Identificação e implementação de tecnologias – informação e relação custo x benefício das mesmas • Estabelecimento de modelos (fluxo de trabalho) – da maneira mais pragmática o possível • Consolidação de relatórios de indicadores – sistemas, formatos, periodicidade das informações • Elaboração de modelos e padrões – baseado nos modelos e padrões já utilizados no MP, porém melhores
  11. 11. 7. Etapas de Implementação do primeiro PMO do Ministério do Planejamento de LISARB Fase III – Caminhar com as soluções de longo prazo • Desenvolvimento e customização contínua dos processos – simplificação de sistemas e processos • Desenvolvimento de um programa fixo de treinamento – de forma a disseminar o conhecimento para os colaboradores • Gerenciamento de recursos – seja capital humano e/ou financeiro • Desenvolvimento de relatórios e métricas detalhadas – à partir das necessidades das partes envolvidas • Implantação de ferramentas – considerando escopo, tempo e custo • Criação de planos de carreira para a área de gerência de projetos – retenção de talentos e desenvolvimento dos profissionais • Gerenciamento estratégico de portfólio – nesta fase a equipe já possui maturidade para exercer o mesmo • Planejamento de mudanças organizacionais e de transição – alterações necessárias frente aos recursos disponíveis e realidade da organização
  12. 12. 7. Etapas de Implementação do primeiro PMO do Ministério do Planejamento de LISARB Fase IV – Manter e Aprimorar Nesta fase o escritório de projetos do MP do Planejamento já estará funcionando adequadamente dentro de modelos e padrões pré- estabelecidos, num processo de melhoria contínua e alinhado às estratégias do governo de LISARB.
  13. 13. Objetivos do Planejamento Estratégico 1. Aliança por um LISARB mais justo 2. Política cidadã baseada em princípios e valores 3. Educação para a sociedade do conhecimento 4. Economia para uma sociedade sustentável 5. Proteção Social 6. Qualidade de vida e segurança para todos os lisarbeanos 7. Cultura e fortalecimento da diversidade 8. Política externa para o século 21 9. Combate à corrupção
  14. 14. • Educa Já • LISARB Esperança • Água para todos • Roubo Zero • Rota Cultural • Vida Melhor Gestão de Portfólio Identificação Diversos projetos foram levantados para atender os objetivos provindos do planejamento estratégico do atual governo: • LISARB Global • Avaça LISARB • Bolso Cheio • LISARB em Ação • Teatro para todos • Educa +
  15. 15. Gestão de Portfólio Categorização Os projetos foram então categorizados por áreas de atuação conforme o seguinte: Educação e Cultura • Educa Já • Rota Cultural • Teatro para Todos • Educa + Ação Social • LISARB Esperança • Vida Melhor • LISARB em Ação Desenvolvimento • Água para todos • LISARB Global • Bolso Cheio Políticas • Roubo Zero • Avança LISARB
  16. 16. CRITÉRIOS PESO 0,0 5,0 10,0 Urgência(tempo) 5 Atraso maiorque 5meses Atraso de 3meses Dentro do Prazo Abrangência 4 <20% População 40% População 80% População Tempo de Retorno (payback) 4 >24meses 24meses 12meses Prioridade Estratégica 3 Aprovação <30% 30%<Aprovação<50% Aprovação>50% Apelo Social (IDH) 3 IDHpermanece igual IDH>2% IDH>5% Recursos 5 >1% PIB 1% PIB <1% PIB LEGENDA Gestão de Portfólio Avaliação Diferentemente de projetos privados, a avaliação de projetos governamentais não pode ser vista apenas como uma questão de investimento x retorno. Assim a Excelsior e o Ministério do Planejamento elegeram os seguintes critérios para a análise dos mesmos:
  17. 17. Critérios Peso Nota Média Nota Média Nota Média Nota Média Nota Média Nota Média Nota Média Nota Média Nota Média Urgência (tempo) 5 10 50,00 5 25,00 5 25,00 10 50,00 5 25,00 0 0,00 10 50,00 0 0,00 0 0,00 Abrangência 4 5 20,00 5 20,00 10 40,00 0 0,00 5 20,00 10 40,00 5 20,00 5 20,00 0 0,00 Tempo de Retorno (payback) 4 10 40,00 5 20,00 5 20,00 5 20,00 5 20,00 10 40,00 10 40,00 10 40,00 10 40,00 Prioridade Estratégica 3 10 30,00 5 15,00 0 0,00 0 0,00 0 0,00 10 30,00 10 30,00 5 15,00 10 30,00 Apelo Social (IDH) 3 10 30,00 10 30,00 10 30,00 10 30,00 10 30,00 10 30,00 5 15,00 5 15,00 5 15,00 Recursos 5 5 25,00 10 50,00 5 25,00 10 50,00 10 50,00 5 25,00 10 50,00 10 50,00 10 50,00 8 9PRIORIZAÇÃO DO PROJETO 2 4 7 5 6 3 1 140,00 135,00TOTAL 195,00 160,00 140,00 150,00 145,00 165,00 205,00 AvançaLISARBVidaMelhor LISARBem AçãoÁguaparaTodosBolso CheioEducaJá Teatro paraTodosEducaMais LISARBEsperança Gestão de Portfólio Seleção/Priorização Após atribuir as notas dos critérios para os diversos projetos levantados pela equipe do Ministério do Planejamento a Excelsior priorizou os projetos de acordo com as suas médias ponderadas:
  18. 18. Aprovação > 50% 30% < Aprovação < 50% Aprovação < 30% Prioridade Estratégica Educa Já Teatro para Todos Educa Mais LISARB Esperança Vida Melhor LISARB em Ação Água para Todos Bolso Cheio Avança LISARB Objetivo Objetivo 1 Objetivo 2 Objetivo 3 Objetivo 4 Objetivo 5 Objetivo 6 Objetivo 7 Objetivo 8 Objetivo 9 Objetivo 10 Objetivo 11 0 1 2 3 4 ObjetivosEstratégicos Área de Aplicação Implantação de PMO em LISARB Orçamento do Projeto Dado pelo tamanho da bolha
  19. 19. Gestão de Portfólio Balanceamento de Portfólio O balanceamento do portfólio foi feito através de ajustes nos pesos dos critérios, pois a princípio os mesmos estavam muito restritivos. A Excelsior ressalta que ao eleger mais critérios de análise, o Ministério do Planejamento de LISARB terá maior confiança em sua tomada de decisão e a população terá maior receptividade para com os projetos à serem implementados. Iteração com os demais processos anteriores O Portfólio foi readequado inúmeras vezes através de simulações aleatórias e análise crítica dos projetos identificados na primeira etapa de forma que a maior quantidade de objetivos estratégicos fossem atendidos e o orçamento otimizado.

×