COM EXPERIÊNCIA ADQUIRIDA EM MULTINACIONAIS E EM VÁRIOS PAÍSES A HENMAR
CONSULTORIA ATUA NA IMPLANTAÇÃO DE ESCRITÓRIOS DE ...
HENRIMAR CONSULTORIA
PROPOSTRA DE IMPLEMENTAÇÃO DO ESCRITÓRIO DE PROJETOS –
PMO
UNIDOS POR UMA LISARB MELHOR
COM EXPERIÊNCIA ADQUIRIDA EM MULTINACIONAIS E EM VÁRIOS PAÍSES A HENMAR
CONSULTORIA ATUA NA IMPLANTAÇÃO DE ESCRITÓRIOS DE ...
NÍVEL DE MATURIDADE ATUAL
A partir da aplicação de questionário para
encontrar o nível de maturidade em
gerenciamento de p...
BENEFÍCIOS DE IMPLANTAÇÃO DE UM
PMO
Entre os benefícios da implantação de um PMO,
podemos citar:
 Criação de um padrão pa...
NÍVEL HIERÁRQUICO DE
IMPLEMENTAÇÃO DO PMO
São três os níveis de implantação do PMO: o
nível “3” é o estratégico, que visa ...
NÍVEL HIERÁRQUICO DE
IMPLEMENTAÇÃO DO PMO
Para Lisarb, a melhor opção de implementação
do PMO é pelo nível “1”, visto que ...
MODELO DE PMO
Dentre os três modelos
disponíveis, Lisarb deve
começar com o modelo de
PMO “Pool de Recursos”, que
busca pr...
MODELO DE PMO
Em segunda etapa, Lisarb
terá que implementar um
PMO “Estação
Meteorológica” para
acompanhamento e
reporte p...
MODELO DE PMO
Em outra etapa, Lisarb
implementará PMO do tipo
“Torre de Controle”. Este
modelo desempenha quatro
funções b...
INDICADORES DE SUCESSO DO PMO
Inicialmente, propõe-se a
medição de três indicadores,
pela simplicidade de coleta,
facilida...
INDICADORES DE SUCESSO DO PMO
A medição dos dois primeiros indicadores será
mensal e a medição do último indicador será
se...
ETAPAS DE IMPLEMENTAÇÃO DO PMO
 Diagnóstico inicial de Lisarb (nível de
maturidade, identificar prioridades, etc);
 Estr...
ETAPAS DE IMPLEMENTAÇÃO DO PMO
 Plano de Comunicação;
 Parcerias com fornecedores;
 Treinamentos;
 Definir aquisições;...
IDENTIFICAÇÃO DOS PROJETOS
A partir dos objetivos estratégicos de Lisarb,
foram definidos 14 projetos que foram
agrupados ...
IDENTIFICAÇÃO DOS PROJETOS
Categoria CULTURA E EDUCAÇÃO
SOCIAL E
DESENVOLVIMENTO
JUSTIÇA E
SEGURANÇA
Projetos
1. Educação ...
AVALIAÇÃO DOS PROJETOS
Para a priorização dos projetos foram definidos cinco
critérios de relevância, com pesos diversos q...
AVALIAÇÃO DOS PROJETOS
 População atendida: Lisarb deve olhar sempre para
todos os seus nacionais e quanto maior for a
po...
CRITÉRIOS PARA ATRIBUIÇÃO DAS
NOTAS
CRITÉRIOS PESO
ATRIBUIÇÃO DAS NOTAS
0 5 10
Aceitação 3 Até 10% da população aceita Ent...
AVALIAÇÃO DOS PROJETOS
 Aplicados os critérios, os projetos obtiveram as
seguintes notas:
Categoria
CULTURA E
EDUCAÇÃO
NO...
BALANCEAMENTO DO PORTIFÓLIO
O gráfico a seguir demonstra como está o
balanceamento atual do portifólio e pode ser lido da
...
BALANCEAMENTO DO PORTIFÓLIO
P1P2
P3
P4
P5
P6
P7
P8
P9
P10
P11
P12
P13
P14
40
45
50
55
60
65
70
75
80
85
0 5 10 15 20 25
No...
RESULTADO DO BALANCEAMENTO
Conforme gráfico anterior,
identificamos que será
necessário um
rebalanceamento, pois o
program...
HENRIMAR CONSULTORIA
UNIDOS POR UMA LISARB MELHOR
OBRIGADO!
ALUNOS: Marcos Rogério P. Olivieira e Henrique Masson Vital
Tu...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Henrimar Consultoria - Proposta de implantação de um PMO em Lisarb

407 visualizações

Publicada em

Titulo: Henrimar Consultoria - Proposta de implantação de um PMO em Lisarb
Alunos:Henrique Masson Vital,Marcos Rogério Pinto de Oliveira,
Cidade: Foz do Iguaçu
Disciplina: PMO
Turma: GP05
Data:27-12-2014
Hora:20:05
Comentarios:
Publico até a correção

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
407
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
7
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Henrimar Consultoria - Proposta de implantação de um PMO em Lisarb

  1. 1. COM EXPERIÊNCIA ADQUIRIDA EM MULTINACIONAIS E EM VÁRIOS PAÍSES A HENMAR CONSULTORIA ATUA NA IMPLANTAÇÃO DE ESCRITÓRIOS DE PROJETOS, PORTFÓLIOS E NO DESENVOLVIMENTO EM METODOLOGIAS DE GERENCIAMENTO DE PROJETOS ADEQUADAS Á REALIDADE DE CADA EMPRESA OU INSTITUIÇÃO. OS PROFISSIONAIS ESTÃO CAPACITADOS PARA AVALIAREM , SELECIONAREM OS MELHORES PROJETOS E PROPORCIONAR TREINAMENTO PARA TODAS PESSOAS DAS EQUIPES DOS PROJETOS. Informações de nossa Consultoria
  2. 2. HENRIMAR CONSULTORIA PROPOSTRA DE IMPLEMENTAÇÃO DO ESCRITÓRIO DE PROJETOS – PMO UNIDOS POR UMA LISARB MELHOR
  3. 3. COM EXPERIÊNCIA ADQUIRIDA EM MULTINACIONAIS E EM VÁRIOS PAÍSES A HENMAR CONSULTORIA ATUA NA IMPLANTAÇÃO DE ESCRITÓRIOS DE PROJETOS, PORTFÓLIOS E NO DESENVOLVIMENTO EM METODOLOGIAS DE GERENCIAMENTO DE PROJETOS ADEQUADAS Á REALIDADE DE CADA EMPRESA OU INSTITUIÇÃO. OS PROFISSIONAIS ESTÃO CAPACITADOS PARA AVALIAREM , SELECIONAREM OS MELHORES PROJETOS E PROPORCIONAR TREINAMENTO PARA TODAS PESSOAS DAS EQUIPES DOS PROJETOS. Informações de nossa Consultoria
  4. 4. NÍVEL DE MATURIDADE ATUAL A partir da aplicação de questionário para encontrar o nível de maturidade em gerenciamento de projetos, verificou-se que Lisarb está com o nível de maturidade “2”, em escala que vai de 1 a 5. Esta avaliação deve-se, entre outros fatores, a:  Falta de planos de gerenciamento de projetos  Falta de suporte aos GPs (não há base de conhecimento, grupo apoiador nem treinamento adequado)  Controles ineficientes de custo/tempo
  5. 5. BENEFÍCIOS DE IMPLANTAÇÃO DE UM PMO Entre os benefícios da implantação de um PMO, podemos citar:  Criação de um padrão para gerenciamento de projetos  Monitorar e controlar os projetos em andamento, mantendo o corpo estratégico informado dos avanços e dificuldades dos projetos  Aprimorar as estimativas de tempo e custo, permitindo tomadas de decisão mais precisas e que alcancem melhores resultados
  6. 6. NÍVEL HIERÁRQUICO DE IMPLEMENTAÇÃO DO PMO São três os níveis de implantação do PMO: o nível “3” é o estratégico, que visa a organização como um todo, o “2”, intermediário, visa processos e otimização de recursos em projetos diferentes e o “1”, mais de base, que visa projetos e/ou programas individuais.
  7. 7. NÍVEL HIERÁRQUICO DE IMPLEMENTAÇÃO DO PMO Para Lisarb, a melhor opção de implementação do PMO é pelo nível “1”, visto que apresenta as seguintes vantagens:  Começar pela base facilitará a disseminação da cultura de um PMO  A escolha de alguns projetos com grande visibilidade permitirá demonstrar os resultados positivos e incentivar sua ampliação  Com a função inicial de treinamento, poderá formar especialistas para replicar os conhecimentos teóricos e práticos.
  8. 8. MODELO DE PMO Dentre os três modelos disponíveis, Lisarb deve começar com o modelo de PMO “Pool de Recursos”, que busca preencher as lacunas encontradas ligadas a contratação, desenvolvimento e retenção de GPs que o país apresenta. O PMO inicial será responsável por manter um banco de dados de experiências e habilidades dos GPs e indicará os gerentes conforme cada tipo de projeto.
  9. 9. MODELO DE PMO Em segunda etapa, Lisarb terá que implementar um PMO “Estação Meteorológica” para acompanhamento e reporte para a alta administração do andamento dos projetos. Este não exerce influência nos projetos analisados e permitirá a comparação e identificação de melhores práticas em projetos.
  10. 10. MODELO DE PMO Em outra etapa, Lisarb implementará PMO do tipo “Torre de Controle”. Este modelo desempenha quatro funções básicas: estabelecimento de padrões para gerência de projetos, suporte de como seguir estes padrões, reforçar os padrões definidos e promover a melhoria continua. Este escritório desempenhará o papel de auditoria dos projetos.
  11. 11. INDICADORES DE SUCESSO DO PMO Inicialmente, propõe-se a medição de três indicadores, pela simplicidade de coleta, facilidade de percepção e divulgação, são eles:  Quantidade de projetos iniciados/concluídos  Quantidade de acessos na base de conhecimento  Pesquisas de satisfação/avaliação geral
  12. 12. INDICADORES DE SUCESSO DO PMO A medição dos dois primeiros indicadores será mensal e a medição do último indicador será semestral. Estes indicadores propostos são genéricos, para todos os projetos e a medida que a implantação do PMO avance, serão propostos outros indicadores para a medição de desempenho específica de cada projeto.
  13. 13. ETAPAS DE IMPLEMENTAÇÃO DO PMO  Diagnóstico inicial de Lisarb (nível de maturidade, identificar prioridades, etc);  Estruturar o PMO;  Definir o escopo;  Buscar apoio do sponsor;  Identificar stakeholders;  Verificar custos e definir prazos;  Determinar funções e competências das equipes
  14. 14. ETAPAS DE IMPLEMENTAÇÃO DO PMO  Plano de Comunicação;  Parcerias com fornecedores;  Treinamentos;  Definir aquisições;  Catalogar os projetos;  Planejamento de riscos;  Planejamento de recursos humanos;  Implementar processo de monitoramento e controle.
  15. 15. IDENTIFICAÇÃO DOS PROJETOS A partir dos objetivos estratégicos de Lisarb, foram definidos 14 projetos que foram agrupados em três categorias, para facilitar a organização e o entendimento dos objetivos de cada projeto. As categorias são: “Cultura e Educação”, “Social e Desenvolvimento” e “Justiça e Segurança”. Os projetos estão assim listados:
  16. 16. IDENTIFICAÇÃO DOS PROJETOS Categoria CULTURA E EDUCAÇÃO SOCIAL E DESENVOLVIMENTO JUSTIÇA E SEGURANÇA Projetos 1. Educação para o futuro 4. A voz do povo 9. Drogas jamais 2. Diversidade é vida 5. Saúde a todos 10. Justiça justa 3. Cultura sustentável 6. Lisarb cidadã 11. Polícia amiga 7. Integração para o desenvolvimento 12. Transparência é tudo 8. Desenvolvimento sustentável 13. Mãos limpas 14. Bairro unido
  17. 17. AVALIAÇÃO DOS PROJETOS Para a priorização dos projetos foram definidos cinco critérios de relevância, com pesos diversos que somados chegam a 10. São eles:  Aceitação: A aceitação que o projeto possui é relevante para manter a população unida em torno do grande projeto que é construir uma Lisarb melhor, pois servirá de suporte para eventuais medidas difíceis e impopulares que podem ser tomadas. Peso 3.  Disponibilidade de recursos: Os recursos não só financeiros, mas de pessoal e tecnologia não são infinitos e devem ser utilizados com equilíbrio para o atingimento dos resultados. Peso 1,5.
  18. 18. AVALIAÇÃO DOS PROJETOS  População atendida: Lisarb deve olhar sempre para todos os seus nacionais e quanto maior for a população que o projeto atender, mais importante será. Peso 3.  Conformidade legal: Projetos que necessitarem de grandes alterações legais e constitucionais podem levar mais tempo para serem iniciados ou até mesmo necessitarem de alterações no seu escopo. Peso 1.  Impactos/riscos: Projetos que carregam em si grandes riscos ou que podem causar impactos negativos na população devem ser avaliados criteriosamente para se prevenir problemas futuros. Peso 1,5.
  19. 19. CRITÉRIOS PARA ATRIBUIÇÃO DAS NOTAS CRITÉRIOS PESO ATRIBUIÇÃO DAS NOTAS 0 5 10 Aceitação 3 Até 10% da população aceita Entre 10 e 80% aceita Acima de 80% aceita Disponibilidade de recursos 1,5 Recursos insuficientes Recursos parcialmente suficientes Recursos disponíveis População atendida 3 Até 10% da população é atendida Entre 10 e 80% é atendida Acima de 80% é atendida Conformidade legal 1 Constituição proíbe Pouca/Fácil alteração legal Legislação atual permite Impactos/riscos 1,5 Muitos impactos/alto risco Alguns impactos/médio risco Sem impactos/baixo risco
  20. 20. AVALIAÇÃO DOS PROJETOS  Aplicados os critérios, os projetos obtiveram as seguintes notas: Categoria CULTURA E EDUCAÇÃO NOTA SOCIAL E DESENVOLVIMENTO NOTA JUSTIÇA E SEGURANÇA NOTA Projetos 1. Educação para o futuro 62,5 4. A voz do povo 65 9. Drogas jamais 45 2. Diversidade é vida 62,5 5. Saúde a todos 62,5 10. Justiça justa 75 3. Cultura sustentável 77,5 6. Lisarb cidadã 57,5 11. Polícia amiga 72,5 7. Integração para o desenvolvimento 72,5 12. Transparência é tudo 75 8. Desenvolvimento sustentável 77,5 13. Mãos limpas 50 14. Bairro unido 57,5
  21. 21. BALANCEAMENTO DO PORTIFÓLIO O gráfico a seguir demonstra como está o balanceamento atual do portifólio e pode ser lido da seguinte forma: Eixo X: Nota recebida pelos critérios de avaliação Eixo Y: Tempo do projeto previsto, em anos. Tamanho da bola: Custo do Projeto, até 5 milhões para a bola menor, de 5 a 10 milhões para a bola intermediária e de 10 a 20 milhões para bola maior. Cor da bola: De acordo com a categoria do projeto, tom vermelho para projetos da categoria “Cultura e educação”, tom verde para projetos da categoria “Social e desenvolvimento” e tom azul para projetos da categoria “justiça e segurança”.
  22. 22. BALANCEAMENTO DO PORTIFÓLIO P1P2 P3 P4 P5 P6 P7 P8 P9 P10 P11 P12 P13 P14 40 45 50 55 60 65 70 75 80 85 0 5 10 15 20 25 NotadoProjeto Tempo em anos previsto
  23. 23. RESULTADO DO BALANCEAMENTO Conforme gráfico anterior, identificamos que será necessário um rebalanceamento, pois o programa “Social e Desenvolvimento”, embora de suma o Projeto “Saúde a Todos”, que prevê um orçamento alto, está previsto para 15 anos após o inicio do programa. Propomos a implementação imediata desse projeto, realocando dois projetos com orçamentos intermediários o “Mãos Limpas” e o “Bairro Unido”. Demostrado ao LADO
  24. 24. HENRIMAR CONSULTORIA UNIDOS POR UMA LISARB MELHOR OBRIGADO! ALUNOS: Marcos Rogério P. Olivieira e Henrique Masson Vital Turma GP05 - Foz do Iguaçu

×