Grupo:
Carolina Perez Gabriel
Fábio Oliveira da Silva
Renata Altemari
Claudia Aratangy
Turma 39 – Gestão Estratégica e Eco...
A Challenge é uma empresa de consultoria especializada em enfrentar desafios.
Temos mais de 10 anos de experiência na impl...
Carol Perez Gabriel
Profissional com extensa experiência em inovação, já implantou PMOS
em empresas como Natura, Unilever ...
Processos de Gestão de Portfólio
do país Lisarb
CONTEXTUALIZAÇÃO
Lisarb é um pequeno país localizado em Plutão, com uma população de
aproximadamente 1 bilhão de habitante...
O processo de Gestão de Portfólio da consultoria Challenge seguirá as seguintes etapas:
Identificação
Categorização
Avalia...
IDENTIFICAÇÃO
Baseado em uma reflexão sobre o país (negócio) e realizando uma análise do ambiente
externo ao país (ameaças...
Objetivos Estratégicos Descrição Projetos
3. Educação para a
sociedade do conhecimento
Para estabelecer uma ponte entre o ...
Objetivos Estratégicos Descrição Projetos
6. Qualidade de vida e
segurança para todos os
Lisarbeanos
Cidades sustentáveis ...
CATEGORIZAÇÃO
Foram criadas 4 categorias para agrupamento dos 30 Projetos identificados, escolhidos
por serem apontados pa...
CATEGORIZAÇÃO
A tabela abaixo mostra o portfólio de projetos sugeridos de Lisarb por categoria:
Objetivos do
Planejamento
...
AVALIAÇÃO
O processo de avaliação coleta informações de cada projetos e programas do portfólio de
Lisarb, para identificar...
SELEÇÃO
Educa Lisarb
(3)
Mais
Educação (3)
Salto para o
Futuro (3)
Minha cidade é
uma escola (6)
Diversifica (7)
LISARB
Cu...
SELEÇÃO
Projetos na categoria Justiça e Segurança
Tolerância
zero (1)
Justiça já! (1)
Justiça para
todos (1)
Cidade justa
...
SELEÇÃO
Projetos na categoria Política e Cidadania
Lisarb The
Flash (1)
Fala Que Eu
Te Escuto (2)
Fazer a
diferença (3)
Co...
SELEÇÃO
Segue o resumo das médias de notas obtidos por todos os projetos propostos para o portfólio de
Lisarb:
Projetos Mé...
PRIORIZAÇÃO
Para priorizar o projeto, foram escolhidos aqueles que possuíam uma nota maior que 7,0.
Dentro desse critério,...
BALANCEAMENTO
Foram colocados os 14 projetos priorizados em um gráfico, a fim de verificar se as estratégias do país,
os 9...
BALANCEAMENTO
Observando o gráfico de portfólio, podemos perceber que:
- Não temos projetos nos objetivos estratégicos 2. ...
BALANCEAMENTO
Para atender o objetivo estratégico 8. Política externa para o século XXI, foi adicionado ao portfólio o
pro...
RE-BALANCEAMENTO
Portanto, o portfólio de Lisarb será composto pela lista de projetos abaixo:
Acima de 1 bilhão
De 500 milhões a
1 bilhão
Abaixo 500 milhões
Legenda
Acima de 1 ano
De 6 meses a 1
ano
Até 6 meses
Custo...
AUTORIZAÇÃO DE PORTFÓLIO
Autorização final do portfólio após avaliação satisfatória do balanceamento dos projetos e
progra...
Processos de Implementação de
PMO (Projeto Management Office)
Os projetos e portfólios do país Lisarb, selecionados através do Processo de Gestão
de Portólio, precisam ser iniciados, p...
O processo de Implementação de um PMO pela consultoria Challenge seguirá as seguintes
etapas:
Nível de maturidade
Benefíci...
Para conhecer o estágio evolutiva das práticas de projeto do país (nível de
maturidade em gestão de projetos), constituída...
NÍVEL DE MATURIDADE
LISARB – Pesquisa de maturidade em Gerenciamento de Projetos
Critério de pontuação adotado pelos admin...
NÍVEL DE MATURIDADE
NÍVEL DE MATURIDADE
NÍVEL DE MATURIDADE
NÍVEL DE MATURIDADE
NÍVEL DE MATURIDADE
A empresa de consultoria Challenge analisam a maturidade da administração de LISARB a partir do
diagnó...
BENEFÍCIOS DO PMO
Por que Lisarb deve implantar um PMO para gerenciar seus projetos e Portfólios?
• Pelo questionário foi ...
NÍVEL HIERÁRQUICO
Dentre as três opções de níveis hierárquico do primeiro PMO a ser implementado em
Lisarb, a empresa de c...
Por que foi escolhido o Nível 3 pela consultoria Challenge para iniciar o PMO em
Lisarb?
• Nesse primeiro momento, o país ...
FUNÇÕES DO PMO
Dentre as funções de um PMO, a consultoria Challenge decidiu-se por implementar a
Integração com o Negócio:
Por que foi escolhido Integração com o Negócio pela consultoria Challenge para ser
adotado no primeiro PMO em Lisarb?
• Ne...
MODELO DO PMO
Dentre modelos existentes de um PMO, a consultoria Challenge decidiu-se por implantar
a Torre de Controle:
Por que foi escolhido o Modelo Torre de Controle apela consultoria Challenge para
ser adotado no primeiro PMO em Lisarb?
•...
• Ajudará a reforçar os padrões definidos para todos os gerentes de projetos;
• Será responsável pela consultoria interna,...
Realizar avaliação
de interesse na
implementação do
PMO
Realizar diagnostico
de maturidade em
GP
Escopo:
Hierarquia
Função...
• Fase I – Go no Go: na primeira fase, deve ser definido o interesse de Lisarb em
implementar um escritório de projetos (P...
MÉTRICAS DE SUCESSO
Para avaliar se os projetos estão sendo bem sucedidos com a implementação do PMO pela
consultoria Chal...
FATORES CRÍTICOS DE SUCESSO
Para implantação do PMO em Lisarb, a consultoria Challenge considerou os
seguintes fatores par...
FIM
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Equipe - Consultoria em PMO Challenge - PMO em LISARB

460 visualizações

Publicada em

Titulo: Equipe - Consultoria em PMO Challenge - PMO em LISARB
Alunos:Carolina Perez Gabriel,Claudia Aratangy,Fabio Oliveira da Silva,Renata Valdo Altemari,
Cidade: Paulista
Disciplina: PMO
Turma: GEEP39
Data:16-12-2014
Hora:16:21
Comentarios:Turma:
T39 – Gestão Estratégica e Econômica de Projetos
São Paulo - Unidade Paulista

Grupo:
Carolina Perez Gabriel
Fábio Oliveira da Silva
Renata Altemari
Claudia Aratangy

Publico até ápos a correção

  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Equipe - Consultoria em PMO Challenge - PMO em LISARB

  1. 1. Grupo: Carolina Perez Gabriel Fábio Oliveira da Silva Renata Altemari Claudia Aratangy Turma 39 – Gestão Estratégica e Econômica de Projetos São Paulo - Unidade Paulista Gerenciamento de Portfólio e PMO País Lisarb Consultoria em PMO Challenge Professor: Dr. Marco Antônio Coghi
  2. 2. A Challenge é uma empresa de consultoria especializada em enfrentar desafios. Temos mais de 10 anos de experiência na implantação de PMOs e na gestão de portfólios tanto em empresas privadas quanto no setor público. Atuamos nos quatro continentes, nos dois hemisférios sempre atentos aos interesses dos nossos clientes e atuando com ética, transparência e responsabilidade. Nossa Missão Compreender a necessidades dos clientes e fornecer serviços que atendam às suas expectativas, com os profissionais mais competentes do mercado e as melhores e mais atualizadas ferramentas de implantação de PMOs e de gerenciamento de portfólios. Nossa Visão Ser referência em Lisarb e no mundo, por nossa excelência em implantação de PMOs e no gerenciamento de portfólios. QUEM SOMOS
  3. 3. Carol Perez Gabriel Profissional com extensa experiência em inovação, já implantou PMOS em empresas como Natura, Unilever e atuou junto aos governos do Canadá e Colômbia. Claudia Aratangy Especialista em gestão pública, participou da elaboração e do projeto “Reading and Writing” na Nova Zelândia, e coordenou a implantação de PMOs junto à UNICEF em países da África. Fabio Oliveira Conhecedor da área de gestão corporativa, especializado em otimização de processos, atendeu empresas como Rhodia, Hyunday e os governos do Japão e Holanda. Renata Altemari Consultora com vasta vivência em arquitetura da informação, multimídia e criação de aplicativos com foco em gestão. Atuou junto à Google, Instagran e Wikipedia e junto aos governos da Índia e Rússia. QUEM SOMOS - DIRETORIA
  4. 4. Processos de Gestão de Portfólio do país Lisarb
  5. 5. CONTEXTUALIZAÇÃO Lisarb é um pequeno país localizado em Plutão, com uma população de aproximadamente 1 bilhão de habitantes. Seu presidente, preocupado com as próximas eleições, gostaria que seus projetos e portfólios fossem implantados com sucesso nos próximos 4 anos, para garantir sua reeleição. Dessa forma, convida várias consultorias em PMO para uma concorrência, a fim de implantar em Lisarb um escritório de projetos, que o ajudasse na difícil missão de implantação do seu possível portfólio durante sua gestão. A primeira missão de todas as consultoria será rodar seus processos de gerenciamento de portfólio e dizer ao presidente quais projetos e programas o país deveria ter em sua carteira de investimentos (Portfólio de Projetos), para em seguida, ajudá-lo na implantação dos mesmos.
  6. 6. O processo de Gestão de Portfólio da consultoria Challenge seguirá as seguintes etapas: Identificação Categorização Avaliação Seleção Priorização Balanceamento CONTEXTUALIZAÇÃO Autorização
  7. 7. IDENTIFICAÇÃO Baseado em uma reflexão sobre o país (negócio) e realizando uma análise do ambiente externo ao país (ameaças e oportunidades) e do ambiente interno (forças e fraquezas de Lisarb), alinhado com a missão e visão do país, Lisarb chegou em 9 Objetivos Estratégicos para serem alcançados. A partir desses 9 objetivos, foram identificados um portfólio de 30 projetos para atingir as estratégias do presidente de Lisarb: Objetivos Estratégicos Descrição Projetos 1. Aliança por um Lisarb mais justo 100% dos lisarbeanos querem um jeito melhor de fazer as coisas, de cuidar do país, de uma justiça pública mais ágil. 1. Viva Vida 2. Tolerância zero 3. Justiça Já 4. Justiça para todos 5. Lisarb The Flash 2. Política cidadã baseada em princípios e valores É preciso uma nova prática no modo de fazer política do país, ouvir as opiniões das pessoas em todas as partes geográficas que queiram participar para colocar em prática seus princípios e valores. 6. Cidade justa 7. Fala que eu te escuto
  8. 8. Objetivos Estratégicos Descrição Projetos 3. Educação para a sociedade do conhecimento Para estabelecer uma ponte entre o Lisarb do presente e o Lisarb do futuro, é imprescindível uma educação de qualidade, formadora de cidadãos comprometidos com uma vida social solidária e preparados para os desafios de uma sociedade cada vez mais demandante de informação e conhecimento. 8. Educa Lisarb 9. Mais Educação 10. Salto para o Futuro 11. Fazer a diferença 4. Economia para uma sociedade sustentável O desenvolvimento na economia sustentável tem que ser compatível com a absorção de novas tecnologias de baixo carbono e o aumento contínuo da qualidade de vida para todos lisarbeanos. 12. Carbônus 13. Verde de Verdade 14. Presídio sustentável 5. Proteção Social Olhar a proteção social, saúde e previdência como um conjunto de políticas públicas integradas e complementares. A reconstrução das redes de proteção social é um passo necessário para orientar um conjunto de valores que afirmam a nova cultura social da sustentabilidade. O combate as drogas e outras práticas que degradem os lisarbeanos também entram nesse item. 15. Lisarb Seguro 16. Protege Lisarb 17. Comunidade Presente
  9. 9. Objetivos Estratégicos Descrição Projetos 6. Qualidade de vida e segurança para todos os Lisarbeanos Cidades sustentáveis e democráticas fazem parte dos grandes desafios do século 21, onde a garantia de mobilidade e direito à cidade para todos os seus habitantes, a valorização da diversidade sociocultural e a busca de padrões sustentáveis para uso dos recursos naturais devem ser valores centrais. 18.Viva Cidade 19. Mais Vida 20.Movimenta Lisarb 21. Minha cidade é uma escola 7. Cultura e fortalecimento da diversidade Promover a diversidade na centralidade das políticas públicas é investir no aprofundamento da democracia e na sustentabilidade do Lisarb. 22. Lisarb Cultural 23. Diversifica 24. Diversão é diversificação 25. Inclusão sem discriminação 8. Política externa para o século XXI A política externa lisarbeana deverá ser pautada por princípios fundamentais, como a manutenção e a promoção da paz, que devem ser defendidos e respeitados nas relações internacionais. 26. Pacifica 27. Brazuca 28. Política do futuro 9. Combate a corrupção Tomar atitudes práticas em todos os setores sociais e orgânicos do país para o extermínio de qualquer prática ou ato ilícito envolvendo a corrupção. 29. Coisa Certa 30. Transparência Radical
  10. 10. CATEGORIZAÇÃO Foram criadas 4 categorias para agrupamento dos 30 Projetos identificados, escolhidos por serem apontados para prioridade para o desenvolvimento de Lisarb. • Saúde e Meio Ambiente: Categoria criada para atender os objetivos do Planejamento Estratégico de Lisarb números 1, 4 e 6. • Educação e Cultura: Categoria criada para atender os objetivos do Planejamento Estratégico de Lisarb números 3, 6 e 7. • Justiça e Segurança: Categoria criada para atender os objetivos do Planejamento Estratégico de Lisarb números 1, 2, 4 , 5, 8 e 9. • Política e Cidadania: Categoria criada para atender os objetivos do Planejamento Estratégico de Lisarb números 1, 2, 3, 5, 7, 8 e 9. A criação dessas categorias ajuda a organizar e priorizar os projetos e programas, pulverizar orçamento e recursos do país.
  11. 11. CATEGORIZAÇÃO A tabela abaixo mostra o portfólio de projetos sugeridos de Lisarb por categoria: Objetivos do Planejamento Estratégico Categorias Saúde e Meio Ambiente Educação e Cultura Justiça e Segurança Política e Cidadania 1. Aliança por um Lisarb mais justo 1. Viva Vida 2. Tolerancia zero 5. Lisarb The Flash3. Justiça Já 4. Justiça para todos 2. Política cidadã baseada em princípios e valores 6. Cidade justa 7. Fala que eu te escuto 3. Educação para a sociedade do conhecimento 8. Educa Lisarb 11. Fazer a diferença 9. Mais Educação 10.Salto para o Futuro 4. Economia para uma sociedade sustentável 12. Carbônus 14. Presídio sustentável 13. Verde de Verdade 5. Proteção Social 15. Lisarb Seguro 17. Comunidade Presente16. Protege Lisarb 6. Qualidade de vida e segurança para todos os Lisarbeanos 18. Viva Cidade 21. Minha cidade é uma escola 19. Mais Vida 20. Movimenta Lisarb 7. Cultura e fortalecimento da diversidade 22. Lisarb Cultural 25. Inclusão sem discriminação 23. Diversifica 24. Diversão é diversificação 8. Política externa para o século XXI 26. Pacifica 27. Brazuca 28. Política do futuro 9. Combate a corrupção 30.Coisa Certa 29. Transparência Radical
  12. 12. AVALIAÇÃO O processo de avaliação coleta informações de cada projetos e programas do portfólio de Lisarb, para identificar critérios e seus respectivos pesos: - Ter apoio da base parlamentar: Interesse do parlamento (stakeholders) na execução do Projeto; - Tempo de iniciação da implantação: Tempo para iniciar a implantação do Projeto, O prefeito de Lisarb tem interesse que o mesmo seja implantado ainda em seu mandata para colher os frutos nas próximas eleições; - Compatibilidade com dotação orçamentária: Ter orçamento reservado para realização do Projeto; - Projetos com público-alvo que beneficia classes D e E: Os projetos devem priorizar o favorecimento das classes mais necessitadas; - Visibilidade no país: Capacitada de população de Lisarb em reconhecer o Projeto implantado; - Orçamento do Projeto: Custo do Projeto para o país.
  13. 13. SELEÇÃO Educa Lisarb (3) Mais Educação (3) Salto para o Futuro (3) Minha cidade é uma escola (6) Diversifica (7) LISARB Cultural (7) Diversão é diversificação (7) Critérios Peso Nota Média Nota Média Nota Média Nota Média Nota Média Nota Média Nota Média Ter apoio da base parlamentar 5% 10 0,5 10 0,5 10 0,5 10 0,5 0 0 5 0.25 5 0,25 Tempo de iniciação da Implantação 10% 5 0,5 10 1 10 1 10 1 10 1 5 0.5 0 0 Compatibilidade com dotação orçamentária 10% 10 1 10 1 10 1 5 0,5 10 1 10 1 0 0 Projetos com público- alvo que beneficia classes D e E 25% 5 1,25 10 2,5 0 0 5 1,25 5 1,25 5 1.25 5 1,25 Visibilidade no país 25% 5 1,25 5 1,25 10 2,5 10 2,5 5 1,25 10 2.5 5 1,25 Orçamento Projeto 25% 10 2,5 5 1,25 0 0 0 0 5 1,25 5 1.25 10 2,5 Nota 100% 45 7 50 7,5 40 5 40 5,75 35 5,75 40 6.75 25 5,25 Projetos na categoria Educação e Cultura
  14. 14. SELEÇÃO Projetos na categoria Justiça e Segurança Tolerância zero (1) Justiça já! (1) Justiça para todos (1) Cidade justa (2) Presídio sustentável (4) LISARB Seguro (5) Protege Lisarb (5) Pacifica (8) Coisa certa (9) Critérios Peso Nota Média Nota Média Nota Média Nota Média Nota Média Nota Média Nota Média Nota Média Nota Média Ter apoio da base parlamentar 5% 0 0 0 0 0 0 5 0,25 10 0,5 10 0,5 10 0,5 5 0,25 0 0 Tempo de iniciação da Implantação 10% 10 1 5 0,5 5 0,5 0 0 0 0 5 0,5 10 1 10 1 5 0,5 Compatibilidad e com dotação orçamentária 10% 10 1 10 1 5 0,5 5 0,5 10 1 5 0,5 5 0,5 0 0 10 1 Projetos com público-alvo que beneficia classes D e E 25% 5 1,25 5 1,25 0 0 5 1,25 10 2,5 5 1,25 5 1,25 5 1,25 10 2,5 Visibilidade no país 25% 10 2,5 10 2,5 10 2,5 10 2,5 10 2,5 10 2,5 10 2,5 5 1,25 10 2,5 Orçamento Projeto 25% 10 2,5 0 0 5 1,25 5 1,25 10 2,5 5 1,25 5 1,25 10 2,5 5 1,25 Nota 100% 45 8,25 30 5,25 25 4,75 30 5,75 50 9 40 6,5 45 7 35 6,25 40 7,75
  15. 15. SELEÇÃO Projetos na categoria Política e Cidadania Lisarb The Flash (1) Fala Que Eu Te Escuto (2) Fazer a diferença (3) Comunidade Presente (5) Inclusão sem discriminação (7) Brazuca (8) Política do futuro (8) Transparência Radical (9) Critérios Peso Nota Média Nota Média Nota Média Nota Média Nota Média Nota Média Nota Média Nota Média Ter apoio da base parlamentar 5% 0 0 10 0 0 0 10 0,5 0 0 10 0,5 0 0 0 0 Tempo de iniciação da Implantação 10% 10 1 5 0,5 5 0,5 5 0,5 5 0,5 5 0,5 10 1 10 1 Compatibilidade com dotação orçamentária 10% 5 0,5 10 1 0 0 10 1 0 0 0 0 0 0 10 1 Projetos com público-alvo que beneficia classes D e E 25% 10 2,5 5 1,25 5 1,25 10 2,5 5 1,25 10 2,5 5 1,25 5 1,25 Visibilidade no país 25% 10 2,5 0 0 5 1,25 5 1,25 5 1,25 5 1,25 10 2,5 10 2,5 Orçamento Projeto 25% 5 1,25 10 2,5 0 0 10 2,5 0 0 10 2,5 10 2,5 5 1,25 Nota 100% 40 7,75 40 5,25 15,0 3 50 8,25 15 3 40 7,25 35 7,25 40 7
  16. 16. SELEÇÃO Segue o resumo das médias de notas obtidos por todos os projetos propostos para o portfólio de Lisarb: Projetos Média 14. Presídio sustentável 9,00 12. Carbônus 8,50 20. Movimenta Lisarb 8,50 2. Tolerância zero 8,25 17. Comunidade Presente 8,25 5. Lisarb The Flash 7,75 30. Coisa Certa 7,75 9. Mais Educação 7,50 1. Viva Vida 7,25 27. Brazuca 7,25 28. Política do futuro 7,25 8. Educa Lisarb 7,00 16. Protege Lisarb 7,00 29. Transparência Radical 7,00 22. Lisarb Cultural 6,75 Projetos Média 15. Lisarb Seguro 6,50 18.Viva Cidade 6,25 19. Mais Vida 6,25 26. Pacifica 6,25 6. Cidade justa 5,75 21. Minha cidade é uma escola 5,75 23. Diversifica 5,75 3. Justiça Já 5,25 7. Fala que eu te escuto 5,25 24. Diversão é diversificação 5,25 10. Salto para o Futuro 5,00 4. Justiça para todos 4,75 13. Verde de Verdade 4,50 11. Fazer a diferença 3,00 25. Inclusão sem discriminação 3,00
  17. 17. PRIORIZAÇÃO Para priorizar o projeto, foram escolhidos aqueles que possuíam uma nota maior que 7,0. Dentro desse critério, foram selecionados os seguintes projetos: Projetos Média 14. Presídio sustentável 9,00 12. Carbônus 8,50 20. Movimenta Lisarb 8,50 2. Tolerância zero 8,25 17. Comunidade Presente 8,25 5. Lisarb The Flash 7,75 30. Coisa Certa 7,75 9. Mais Educação 7,50 1. Viva Vida 7,25 27. Brazuca 7,25 28. Política do futuro 7,25 8. Educa Lisarb 7,00 16. Protege Lisarb 7,00 29. Transparência Radical 7,00
  18. 18. BALANCEAMENTO Foram colocados os 14 projetos priorizados em um gráfico, a fim de verificar se as estratégias do país, os 9 objetivos estratégicos escolhidos por Lisarb, os 6 critérios de gerenciamento de portfólio adotados, as 4 categorias principais escolhidas, as restrições de capacidade de desempenho e financeiras estão em harmonia com os projetos selecionados. Acima de 1 bilhão De 500 milhões a 1 bilhão Abaixo 500 milhões Legenda Acima de 1 ano De 6 meses a 1 ano Até 6 meses Custo Tempo para início de implantação
  19. 19. BALANCEAMENTO Observando o gráfico de portfólio, podemos perceber que: - Não temos projetos nos objetivos estratégicos 2. Política cidadã baseada em princípios e valores e 8. Política externa para o século XXI; - Todas as 4 categorias já estão sendo atendidas com o portfólio atual; - Os projetos são de baixo e médio custos, o que permitiu a priorização uma maior quantidade de projetos para o país; - Apenas um projeto possui o tempo para início de implantação acima de 1 ano, sendo que o restante são de médio-curto prazo. O tempo de implantação dos projetos era um critério super importante para o presidente de Lisarb, uma vez que gostaria de colher os resultados positivos provenientes dele para sua próxima eleição. Para re-balancear o portfólio, foram retirados dois projetos e para a entrada de outros dois de custos de mesma ordem de grandeza, de forma a atender os objetivos estratégicos 2 e 8: - Projetos Retirados do Portfólio: 8. Educa Lisarb e 27. Brazuca - Projetos Adicionados ao Portfólio: 7. Fala que eu te escuto e 22. Lisarb Cultural
  20. 20. BALANCEAMENTO Para atender o objetivo estratégico 8. Política externa para o século XXI, foi adicionado ao portfólio o projeto 22. Lisarb Cultural. Como o projeto 22 pertence à mesma categoria dos projetos 8. Educa Lisarb e 9. Mais Educação, decidiu-se pela retirada do projeto 8. Educa Lisarb, por apresentar maior tempo de implantação no país. Para atender o objetivo estratégico 2. Política cidadã baseada em princípios e valores, foi adicionado o projeto 7. Fala que eu te escuto. Como o projeto 7 pertence à mesma categoria dos projetos 27. Brazuca e 28. Política do futuro, a decisão foi pela retirado do projeto 27. Brazuca, por também apresentar o maior prazo de implantação. Foi escolhido o projeto 22. Lisarb Cultural para a atender ao objetivo estratégico 8. Política externa para o século XXI, por ser o próximo da lista de priorização com nota de 6,75. Foi escolhido o projeto 7. Fala que eu te escuto para atender o objetivo estratégico 2. Política cidadã baseada em princípios e valores em relação ao projeto 6. Cidade Justa. Apesar do projeto 7 ter uma pontuação menor (5,25) em relação ao projeto 6 (5,75), ele foi escolhido pois seu tempo de implantação era bem menor.
  21. 21. RE-BALANCEAMENTO Portanto, o portfólio de Lisarb será composto pela lista de projetos abaixo:
  22. 22. Acima de 1 bilhão De 500 milhões a 1 bilhão Abaixo 500 milhões Legenda Acima de 1 ano De 6 meses a 1 ano Até 6 meses Custo Tempo para início de implantação RE-BALANCEAMENTO Com o re-balanceamento, temos projetos atendendo todos os objetivos estratégicos e categoria dos portfólio
  23. 23. AUTORIZAÇÃO DE PORTFÓLIO Autorização final do portfólio após avaliação satisfatória do balanceamento dos projetos e programa, o que favorece de forma importante o trabalho de gerenciamento de porfólio, buscando alcançar os objetivos relacionados ao planejamento estratégico para Lisarb.
  24. 24. Processos de Implementação de PMO (Projeto Management Office)
  25. 25. Os projetos e portfólios do país Lisarb, selecionados através do Processo de Gestão de Portólio, precisam ser iniciados, planejados, executados e monitorados e encerrados, para assim trazer benefícios sustentáveis para a população de seu país. Dessa forma, o escritório de Projetos Challenge agendou uma reunião com o prefeito de Lisarb para que ele entendesse os benefícios de um PMO (Project Management Office) para execução dos projetos e portfólios de seu país, da necessidade de medir o nível de maturidade em gerenciamento de projetos de Lisarb e das circunstâncias que cercam a criação e evolução do PMO no país. A missão do PMO é identificar, estimular e apoiar a utilização das melhores práticas de gerenciamento de projeto de tal forma que a organização possa implementar suas estratégias e alcançar seus objetivos, além de facilitar a aplicação das melhores práticas de gerenciamento de projeto. CONTEXTUALIZAÇÃO
  26. 26. O processo de Implementação de um PMO pela consultoria Challenge seguirá as seguintes etapas: Nível de maturidade Benefícios do PMO Hierarquia de Implementação Função do PMO Modelo de Implantação Indicadores CONTEXTUALIZAÇÃO Fatores Críticos de Sucesso
  27. 27. Para conhecer o estágio evolutiva das práticas de projeto do país (nível de maturidade em gestão de projetos), constituídas por seus processos, o tempo em que essas práticas vem sendo aplicadas e o resultados efetivos para o negócio, foi aplicado um questionário: NÍVEL DE MATURIDADE
  28. 28. NÍVEL DE MATURIDADE LISARB – Pesquisa de maturidade em Gerenciamento de Projetos Critério de pontuação adotado pelos administradores do LISARB quando responderam a cada uma das questões: 0 -> Questão sem marcação (não aplicável) 1 -> Quase nunca (aplicável para até 10% dos projetos) 2 -> Às vezes (aplicável para mais de 10% e menos de 50% dos projetos) 3 -> 50% das ocasiões (aplicável para 50% dos projetos) 4 -> A maioria das ocasiões (aplicável para mais de 50% e menos de 80% dos projetos) 5 -> Em quase todas as ocasiões (aplicável para mais de 80% dos projetos)
  29. 29. NÍVEL DE MATURIDADE
  30. 30. NÍVEL DE MATURIDADE
  31. 31. NÍVEL DE MATURIDADE
  32. 32. NÍVEL DE MATURIDADE
  33. 33. NÍVEL DE MATURIDADE A empresa de consultoria Challenge analisam a maturidade da administração de LISARB a partir do diagnóstico acima fornecido: Total de pontos: 69 Classificação (nível de maturidade aproximado): • Acima de 160 pontos: Nível 5 • Entre 121 e 160 pontos: Nível 4 • Entre 81 e 120 pontos: Nível 3 • Entre 41 e 80 pontos: Nível 2 • Entre 10 e 41 pontos: Nível 1
  34. 34. BENEFÍCIOS DO PMO Por que Lisarb deve implantar um PMO para gerenciar seus projetos e Portfólios? • Pelo questionário foi possível verificar que já houve um investimento em Gerenciamento de Projeto, que não deveria ser desperdiçado; • Ao implementar um PMO, as chances de fracasso dos projetos e portfólios se minimizam, ou seja, aumentam as chances do projeto ser finalizado no prazo, dentro do orçamento, dentro do escopo e qualidade programados; • Como a quantidade e complexidade de projetos são grandes, uma vez que devem ser implementados em cadeia nacional, um PMO ajudará na implementação das estratégias e alcance dos objetivos; • Ajudará a criar um repositório de conhecimento para o país, através da estruturação de bases históricas e lições aprendidas, que poderão ser consultadas posteriormente para novos projetos, enriquecendo e facilitando os novos Projetos do país; • O PMO dará suporte a todos os projetos para unificação dos esforços; • Disseminará as boas práticas e metodologias de Gerenciamento de Projetos com base no guia PMBOK.
  35. 35. NÍVEL HIERÁRQUICO Dentre as três opções de níveis hierárquico do primeiro PMO a ser implementado em Lisarb, a empresa de consultoria Challenge escolheu o nível 3:
  36. 36. Por que foi escolhido o Nível 3 pela consultoria Challenge para iniciar o PMO em Lisarb? • Nesse primeiro momento, o país necessita de uma “visão mais estratégica” de seus projetos, alinhados com o seu Planejamento Estratégico e a organização como um todo; • O entendimento e disseminação das boas práticas em gestão de projetos deve ser primeiro implementada em sua mais alta hierarquia para ser difundida e cobrada dos outros níveis do país; • A alta administração necessita dar o exemplo para o restante dos profissionais do país sobre a importância em implementar às metodologias de Gerenciamento de Projetos; • O PMO deve nesse primeiro momento ter mais autonomia, sendo responsáveis por auditoria de propostas, contratos e projetos, gerência de recursos, análise e desenvolvimento e aperfeiçoamento de sistemas e processos ao longo do país e aumentar a integração com as demais áreas. NÍVEL HIERÁRQUICO
  37. 37. FUNÇÕES DO PMO Dentre as funções de um PMO, a consultoria Challenge decidiu-se por implementar a Integração com o Negócio:
  38. 38. Por que foi escolhido Integração com o Negócio pela consultoria Challenge para ser adotado no primeiro PMO em Lisarb? • Nesse primeiro momento, o PMO deve influenciar o país a atingir seus objetivos corporativos; • Facilitar o acesso a informações relativas a projetos, criando uma base de conhecimento, pontuado como 1 no questionário de maturidade; • Criar uma visão comum entre os diversos projetos e portfólios do país; • Facilitar a tomada de decisão da alta administração do país; • Ajudar no Gerenciamento dos possíveis conflitos que possam vir a surgir durante os projetos; • Criar interfaces com a gerências funcionais para cascateamento da metodologia em Gestão de Projetos; • Dar suporte para os Gerentes de Projeto nas boas práticas de Gestão de Projeto, pontuado como 1 no questionário de maturidade; FUNÇÕES DO PMO
  39. 39. MODELO DO PMO Dentre modelos existentes de um PMO, a consultoria Challenge decidiu-se por implantar a Torre de Controle:
  40. 40. Por que foi escolhido o Modelo Torre de Controle apela consultoria Challenge para ser adotado no primeiro PMO em Lisarb? • Pelo questionário de Maturidade em Gerenciamento de Projetos de Lisarb, pode perceber que quase nunca é aplicável (pontuação 1): treinamento nas práticas de GP, boas práticas em gerenciamento de projetos do PMI, metodologia formal e unificada em gerenciamento de projetos, suporte de um grupo experiente nas técnicas de gerenciamento de projetos, entre outras, e às vezes (pontuação 2) o patrocinador tem ciência de suas responsabilidades e os projetos não são suportados por uma estrutura de governança. Nesse caso, o Modelo Torre de Controle é a mais adequado. • Dessa forma o PMO dará a direção e instrução para os gerentes de projetos de como deverá gerenciar seus projetos e portfólios; • O PMO estabelecerá as metodologias de gerenciamento de projetos, incluindo gerenciamento de riscos, definição de papéis e responsabilidades, comunicação, festão de escopo, lições aprendidas, ferramentas e processos de gerenciamento para acomodar os diferentes portes de projetos. MODELO DO PMO
  41. 41. • Ajudará a reforçar os padrões definidos para todos os gerentes de projetos; • Será responsável pela consultoria interna, no sentido de garantir que a metodologia será seguida, e pelo constante aprimoramento dos processos (melhoria contínua); • O gerenciamento de projetos será tratado como um processo de negócio a ser nutrido e protegido; • Seu modelo terá suas funções combinadas com a Estação Meteorológica e Pool de Recursos. Torre de Controle Estações Meteorológi cas Estações Meteorológi cas Estações Meteorológi cas Pool de Recursos MODELO DO PMO
  42. 42. Realizar avaliação de interesse na implementação do PMO Realizar diagnostico de maturidade em GP Escopo: Hierarquia Função Modelo Indicadores Orçamento Cronograma Equipe Obter fundos e pessoas Validar modelo Conduzir piloto Avaliar implementação do piloto Go no Go OK Planejamento Execução Monitoramento Fim Análise NOK ETAPAS DE IMPLANTAÇÃO DO PMO
  43. 43. • Fase I – Go no Go: na primeira fase, deve ser definido o interesse de Lisarb em implementar um escritório de projetos (PMO) em seu país; • Fase II – Análise: Realizar diagnóstico de maturidade em Gerenciamento de Projetos em Lisarb, para saber em que nível o país está para orçamentação e prazo; • Fase III – Planejamento: Com base no resultado da pesquisa de maturidade de Lisarb, será definido o escopo, hierarquia, função, modelo e indicadores do PMO. Após essas definições, será preparado o orçamento, cronograma e definida a equipe para a implantação do PMO juntamente com o presidente de Lisarb; • Fase IV – Execução: Nessa fase, o prefeito de Lisarb obtera fundos e pessoas para implantação do PMO, o modelo sugerido será validado pelo presidente, governadores e prefeitos de Lisarb, para, em seguida, ser implantado. Do momento da implantação em diante, todos os projetos serão conduzidos com o direcionamento e apoio do escritório. • Fase IV – Monitoramento: Com base nos indicadores propostos, o piloto será validado para em seguida ser implementado em novos projetos de Lisarb ou será realizado um replanejamento para aprimoramento, como um fluxo PDCA para melhoria contínua. ETAPAS DE IMPLANTAÇÃO DO PMO
  44. 44. MÉTRICAS DE SUCESSO Para avaliar se os projetos estão sendo bem sucedidos com a implementação do PMO pela consultoria Challenge, foi proposta a utilização de três indicadores inicialmente em todos os projetos do país: 1. Medir a quantidade de projetos com resposta aos riscos (ameaças e oportunidades) em relação aos que não apresentam; 2. Medir a quantidade de projetos que contenham indicadores de performance de tempo e custo baseados nas técnicas de Earned Vallue em relação aos que não apresentam; 3. Medir a quantidade de projetos que contenham que apliquem os processos da Garantia e Controle da Qualidade com relação aos que não possuam ; Sinalização dos indicadores ● Até 30%: sinal vermelho ● De 30 a 80%: sinal amarelo ● Acima de 80%: sinal verde
  45. 45. FATORES CRÍTICOS DE SUCESSO Para implantação do PMO em Lisarb, a consultoria Challenge considerou os seguintes fatores para sucesso: • Ter o patrocínio do presidente da república, governadores e prefeitos das cidades; • Estabelecer objetivos alinhados com as estratégias do país; • Disseminar resultados e lições aprendidas para todos os níveis hierárquico para ajudar na disseminação das boas práticas em gerenciamento de projetos; • Propor papéis e definir responsabilidades sincronizadas com as habilidades compatíveis; • Propor foco e pragmatismo (ter foco nos projetos prioritários, com metas factíveis e indicadores pertinentes) • Ter infraestrutura, recursos e equipamentos dedicados (software, hardware e recursos humanos capacitados) para implementação do PMO.
  46. 46. FIM

×