BRASIL 
CONSULTORIA 
Projeto LISARB
BRASIL CONSULTORIA 
Equipe Sorocaba-GP13-PMO-Brasil 
Consultoria: 
o Agnaldo Gonçalves 
o Anderson Halcsik 
o José Eduardo...
BRASIL CONSULTORIA 
Missão: 
Agregar valor aos resultados da empresa que 
utiliza boas prática de gerenciamento de 
Projet...
LISARB – PESQUISA DE 
MATURIDADE EM GERÊNCIA 
DE PROJETOS 
A Brasil Consultoria analisou a maturidade da 
administração de...
LISARB – PESQUISA DE 
MATURIDADE EM GERÊNCIA 
DE PROJETOS 
“...É a medida do estágio evolutivo das práticas 
de projeto, c...
Nível de Maturidade em GP 
Critério de classificação 
• Acima de 160 pontos: Nível 5 
• Entre 121 e 160 pontos: Nível 4 
•...
Maturidade nível 2
Nível 2 – Processos Comuns 
Neste nível de maturidade é necessário trabalhar os seguintes 
aspectos: 
 Desenvolver cultur...
Benefícios de implantar PMO 
 Redução de ameaças e do retrabalho 
 Aumento do nível de satisfação com os resultados dos ...
Etapas da Implantação PMO
Hierarquia 3 
 Segundo pesquisa de maturidade em gerenciamento 
de projetos efetuado com presidente de “LISARB”, o 
nível...
Funções PMO 
Para Hierarquia 3, será adota as Funções de 
Integração com Negócio: 
 Políticas 
 Gerência de Portfólio 
...
Modelo PMO 
 O modelo a ser adotado pela Brasil 
Consultoria será de Torre de Controle, por 
definir padrões e implementa...
Métricas de Sucesso 
As métricas de sucesso para “LISARB” serão 
duas categorias: 
 Métricas genéricas 
 Métricas especí...
Métricas genéricas 
 Quantidade de projetos trabalhos pelo PMO 
por mês 
 Quantidade de projetos iniciados ou 
concluído...
Métricas Específicas 
 Escopo 
 Índice de Entregáveis em atraso 
 Índice de alterações (porcentagem do número 
de alter...
Métricas Específicas 
 Custo 
 Índice de cumprimento do custo 
 Porcentagem de proejtos entregues com o 
orçamento prev...
LISARB – Objetivos do 
Planejamento Estratégico 
 Aliança por um Lisarb mais justo 
100% dos lisarbeanos querem um jeito ...
LISARB – Objetivos do 
Planejamento Estratégico 
 Economia para uma sociedade sustentável 
O desenvolvimento na economia ...
LISARB – Objetivos do 
Planejamento Estratégico 
 Cultura e fortalecimento da diversidade 
Promover a diversidade na cent...
Identificação de projetos 
 Foram identificados 47 projetos através de 
brainstorming que atendem os objetivos do 
planej...
Projetos identificados e 
classificados conforme objetivo 
estratégico da Lisarb Objetivo estratégico 1 Objetivo estratégi...
Projetos candidatos classificados 
por categorias 
Categoria 1 
Educação e Cultura 
Categoria 2 
Política sustentável 
Cat...
Projetos selecionados 
Projeto 1 Projeto 2 Projeto 3 Projeto 4 
Diversidade 
democrática 
Escola integral Educação Solidár...
Critério de avaliação 
Foram definidos 5 critérios de avaliação dos 
quais o custo tem o peso maior. 
Lisarb necessita de ...
Critério de avaliação 
Critério de 
Avalição dos 
projetos 
Peso Nota 
% 0 5 10 
Urgência (anos) 20 Acima de 3 de 1 a 3 at...
Critério de avaliação 
Critério de Avalição 
dos projetos 
Peso Nota Projeto 1 Projeto 2 Projeto 3 Projeto 4 Projeto 5 Pro...
Classificação dos projetos 
Projetos Classificação Custo do projeto Prazo de execução 
Projeto 1 - Diversidade democrática...
Seleção dos projetos 
Os projetos com pontuação igual ou maior que 5 
foram selecionados para análise de 
balanceamento.
Balanceamento do Portifólio
Interação com os demais 
processos anteriores 
 O diagrama de bolhas apresenta um portifólio 
desbalanceado. 
 No objeti...
Readequando o balanceamento 
Foram selecionados 4 projetos que atendem ao objetivo 
estratégico 8 que não possui projeto, ...
Nova priorização dos projetos 
Projetos Classificação Custo do projeto Prazo de execução 
Projeto 1 - Diversidade democrát...
Gráfico de Bolhas 
Portifólio Balanceado
Conclusão 
Foram selecionados dois projetos que 
permitiram o balanceamento do portifólio. 
O projeto 17 é de longo prazo ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Brasil Consultoria: Projeto LISARB

295 visualizações

Publicada em

Titulo: Brasil Consultoria: Projeto LISARB
Alunos:Agnaldo Gonçalves,Anderson Halcsik Vieira,Ione Hayashida,Jose Eduardo Sabino,Marcelo Henrique Tonin,Marcos Seiji Tsuzuke,
Cidade: Sorocaba
Disciplina: PMO
Turma: GP13
Data:01-12-2014
Hora:21:52
Comentarios:
Publico até ápos a correção

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
295
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
11
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
4
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Brasil Consultoria: Projeto LISARB

  1. 1. BRASIL CONSULTORIA Projeto LISARB
  2. 2. BRASIL CONSULTORIA Equipe Sorocaba-GP13-PMO-Brasil Consultoria: o Agnaldo Gonçalves o Anderson Halcsik o José Eduardo Sabino o Ione Hayashida o Marcelo Henrique Tonin o Marcos Seiji Tsuzuke
  3. 3. BRASIL CONSULTORIA Missão: Agregar valor aos resultados da empresa que utiliza boas prática de gerenciamento de Projetos. Visão: Ser referência global na consultoria de implantação de PMO.
  4. 4. LISARB – PESQUISA DE MATURIDADE EM GERÊNCIA DE PROJETOS A Brasil Consultoria analisou a maturidade da administração de LISARB a partir do diagnóstico acima fornecido.  Somando-se os pontos das 40 questões da pesquisa de maturidade em gerenciamento de projetos que foram realizadas, obteve-se 60 pontos.
  5. 5. LISARB – PESQUISA DE MATURIDADE EM GERÊNCIA DE PROJETOS “...É a medida do estágio evolutivo das práticas de projeto, constituídas por processos que são por natureza repetitivos.” Dr. Harold Kerzner
  6. 6. Nível de Maturidade em GP Critério de classificação • Acima de 160 pontos: Nível 5 • Entre 121 e 160 pontos: Nível 4 • Entre 81 e 120 pontos: Nível 3 • Entre 41 e 80 pontos: Nível 2 • Entre 10 e 41 pontos: Nível 1 Nível de Maturidade em GP de LISARB: Nível 2
  7. 7. Maturidade nível 2
  8. 8. Nível 2 – Processos Comuns Neste nível de maturidade é necessário trabalhar os seguintes aspectos:  Desenvolver cultura de gerenciamento de projetos quantitativo e comportamental;  Reconhecer a necessidade e os benefícios que podem ser alcançados através do GP:  Definir Processo/metodologia de gerenciamento de projetos para alcançar esses benefícios;  Fazer um programa de treinamento contínuo em GP;
  9. 9. Benefícios de implantar PMO  Redução de ameaças e do retrabalho  Aumento do nível de satisfação com os resultados dos projetos  Maior previsibilidade de resultados de projetos  Maior racionalidade na alocação de recursos estratégicos  Melhor alinhamento com a estratégia de negócios  Gerenciar adequadamente falta de critérios para categorizar projetos, aprovar ou modificar suas prioridades  Melhorar consolidação dos dados e transferência de conhecimento;
  10. 10. Etapas da Implantação PMO
  11. 11. Hierarquia 3  Segundo pesquisa de maturidade em gerenciamento de projetos efetuado com presidente de “LISARB”, o nível de maturidade atingida foi Nível 2.  A Brasil Consultoria irá adotar a Hierarquia 3 em PMO, tendo como visão estratégica do todo da organização em “LISARB” para atingir objetivos solicitados e visando oportunidades de crescimento.
  12. 12. Funções PMO Para Hierarquia 3, será adota as Funções de Integração com Negócio:  Políticas  Gerência de Portfólio  Interfaces funcionais  Gerência de Clientes  Melhoria Contínua
  13. 13. Modelo PMO  O modelo a ser adotado pela Brasil Consultoria será de Torre de Controle, por definir padrões e implementar auditoria para que estes estejam nos conformes e na melhoria contínua, bem como o suporte e reforços de implementação.  Será responsável pela consultoria passar as instruções para minimizar acidentes com projetos.
  14. 14. Métricas de Sucesso As métricas de sucesso para “LISARB” serão duas categorias:  Métricas genéricas  Métricas específicas
  15. 15. Métricas genéricas  Quantidade de projetos trabalhos pelo PMO por mês  Quantidade de projetos iniciados ou concluídos por mês  Pesquisas de Satisfação  Quantidade de acessos na base de conhecimento
  16. 16. Métricas Específicas  Escopo  Índice de Entregáveis em atraso  Índice de alterações (porcentagem do número de alterações em relação ao número de projetos)  Tempo  Índice de cumprimento de prazo  Duração média dos projetos
  17. 17. Métricas Específicas  Custo  Índice de cumprimento do custo  Porcentagem de proejtos entregues com o orçamento previsto  Qualidade  Índice de conformidade no gerenciamento da qualidade (porcentagem de itens satisfatórios em relação aos itens verificados)
  18. 18. LISARB – Objetivos do Planejamento Estratégico  Aliança por um Lisarb mais justo 100% dos lisarbeanos querem um jeito melhor de fazer as coisas, de cuidar do país, de uma justiça pública mais ágil.  Política cidadã baseada em princípios e valores É preciso uma nova prática no modo de fazer política do país, ouvir as opiniões das pessoas em todas as partes geográficas que queiram participar para colocar em prática seus princípios e valores.  Educação para a sociedade do conhecimento Para estabelecer uma ponte entre o Lisarb do presente e o Lisarb do futuro, é imprescindível uma educação de qualidade, formadora de cidadãos comprometidos com uma vida social solidária e preparados para os desafios de uma sociedade cada vez mais demandante de informação e conhecimento.
  19. 19. LISARB – Objetivos do Planejamento Estratégico  Economia para uma sociedade sustentável O desenvolvimento na economia sustentável tem que ser compatível com a absorção de novas tecnologias de baixo carbono e o aumento contínuo da qualidade de vida para todos lisarbeanos.  Proteção social Olhar a proteção social, saúde e previdência como um conjunto de políticas públicas integradas e complementares. A reconstrução das redes de proteção social é um passo necessário para orientar um conjunto de valores que afirmam a nova cultura social da sustentabilidade. O combate as drogas e outras práticas que degradem os lisarbeanos também entram nesse item.  Qualidade de vida e segurança para todos os Lisarbeanos Cidades sustentáveis e democráticas fazem parte dos grandes desafios do século 21, onde a garantia de mobilidade e direito à cidade para todos os seus habitantes, a valorização da diversidade sociocultural e a busca de padrões sustentáveis para uso dos recursos naturais devem ser valores centrais.
  20. 20. LISARB – Objetivos do Planejamento Estratégico  Cultura e fortalecimento da diversidade Promover a diversidade na centralidade das políticas públicas é investir no aprofundamento da democracia e na sustentabilidade do Lisarb.  Política externa para o século 21 A política externa lisarbeana deverá ser pautada por princípios fundamentais, como a manutenção e a promoção da paz, que devem ser defendidos e respeitados nas relações internacionais.  Combate a corrupção Tomar atitudes práticas em todos os setores sociais e orgânicos do país para o extermínio de qualquer prática ou ato ilícito envolvendo a corrupção.
  21. 21. Identificação de projetos  Foram identificados 47 projetos através de brainstorming que atendem os objetivos do planejamento estratégico de Lisarb.
  22. 22. Projetos identificados e classificados conforme objetivo estratégico da Lisarb Objetivo estratégico 1 Objetivo estratégico 2 Objetivo estratégico 3 Objetivo estratégico 4 Objetivo estratégico 5 1 Justiça Ágil 1 Política cidadã 1 Educação para todos 1 Desenvolvimento sustentável 1 Saúde sem burocracia 2 Justiça para as inocentes 2 Cidadão na Política 2 Escola integral 2 Transporte sustentável 2 Remédio popular 3 Mais ação menos papel 3 Nova política 3 Educação Solidária 3 Menos gás carbônico, menos impostos 3 Saúde ao dependente 4 Advogados para todos 4 Seus valores na Política 4 Informação é cultura 4 Mais oxigênio 4 Atendimento ao doente imediato 5 Justiça para todos 5 Os princípios da política 5 Universidade ao alcance 5 Plante um árvore 5 Anti droga 6 Novas tecnologias 6 Polícia nas escolas Objetivo estratégico 6 Objetivo estratégico 7 Objetivo estratégico 8 Objetivo estratégico 9 1 Mobilidade com segurança 1 Diversidade no parlamento 1 Paz Mundial 1 Corrupção investigada 2 Democracia e sustentabilidade 2 Diversidade cultural 2 Política pacificadora 2 Punição aos corruptos 3 Igualdade social 3 Diversidade democrática 3 Desenvolvimento política social internacional 3 Abaixo a Corrupção 4 Revitalização do recursos naturais 4 Respeito as diferenças 4 Política integradora internacional 4 Investigação aberta 5 Século 21 Desenvolvimento sustentável 5 Sustentabilidade através da diversidade 5 Diplomacia Política externa 5 Extermínio do ato ilícito
  23. 23. Projetos candidatos classificados por categorias Categoria 1 Educação e Cultura Categoria 2 Política sustentável Categoria 3 Segurança Categoria 4 Saúde Categoria 5 Meio Ambiente Escola integral Corrupção investigada Mobilidade com segurança Saúde ao dependente Menos gás carbônico, menos impostos Diversidade democrática Diversidade no parlamento Advogados para todos Atendimento ao doente imediato Plante um árvore Educação Solidária Política integradora internacional Mais ação menos papel Remédio popular Revitalização do recursos naturais Universidade ao alcance Política cidadã Justiça Ágil Saúde sem burocracia Sustentabilidade através da diversidade Igualdade social Cidadão na Política Justiça para as inocentes Anti droga Novas tecnologias Educação para todos Nova política Justiça para todos Desenvolvimento sustentável Informação é cultura Seus valores na Política Investigação aberta Transporte sustentável Diversidade cultural Os princípios da políticaExtermínio do ato ilícito Mais oxigênio Polícia nas escolas Desenvolvimento política social internacional Punição aos corruptos Democracia e sustentabilidade Política pacificadora Abaixo a Corrupção Século 21 Desenvolvimento sustentável Paz Mundial Respeito as diferenças Diplomacia Política Novas tecnologias externa
  24. 24. Projetos selecionados Projeto 1 Projeto 2 Projeto 3 Projeto 4 Diversidade democrática Escola integral Educação Solidária Corrupção investigada Projeto 5 Projeto 6 Projeto 7 Projeto 8 Projeto 9 Projeto 10 Projeto 11 Projeto 12 Projeto 13 Projeto 14 Projeto 15 Projeto 16 Atendimento ao doente imediato Menos gás carbônico, menos impostos Plante um árvore Revitalização do recursos naturais Advogados para todos Mais ação menos papel Extermínio do ato ilícito Saúde ao dependente Política integradora internacional Política cidadã Política pacificadora Mobilidade com segurança Foram selecionados 16 projetos pelo método brainstorming
  25. 25. Critério de avaliação Foram definidos 5 critérios de avaliação dos quais o custo tem o peso maior. Lisarb necessita de vários projetos para alcançar seus objetivos estratégicos, mas não deve estourar as contas públicas.
  26. 26. Critério de avaliação Critério de Avalição dos projetos Peso Nota % 0 5 10 Urgência (anos) 20 Acima de 3 de 1 a 3 até 1 Custo 25 Alto Médio Baixo Risco 20 Alto Médio Baixo Impacto Social (população) 20 até 30 % de 30% a 80% maior que 80 % Desenvolvimento socioeconômico 15 IDH até 0,5 IDH 0,6 até 0,85 IDH 0,9 até 1
  27. 27. Critério de avaliação Critério de Avalição dos projetos Peso Nota Projeto 1 Projeto 2 Projeto 3 Projeto 4 Projeto 5 Projeto 6 Projeto 7 Projeto 8 % 0 5 10 Diversidade democrática Escola integral Educação Solidária Corrupção investigada Política integradora internacional Política cidadã Política pacificadora Mobilidade com segurança Urgência (anos) 20 Acima de 3 de 1 a 3 até 1 5 1 10 2 5 1 10 2 0 0 5 1 0 0 10 2 Custo 25 Alto Médio Baixo 10 2,5 0 0 5 1,25 5 1,25 5 1,25 10 2,5 10 2,5 5 1,25 Risco 20 Alto Médio Baixo 5 1 5 1 0 0 5 1 5 1 5 1 5 1 5 1 Impacto Social (população) 20 até 30 % de 30% a 80% maior que 80 % 10 2 10 2 10 2 5 1 0 0 0 0 5 1 10 2 Desenvolvimento socioeconômico 15 IDH até 0,5 IDH 0,6 até 0,85 IDH 0,9 até 1 10 1,5 10 1,5 10 1,5 5 0,75 0 0 5 0,75 0 0 5 0,75 Total % 100 40 8 35 6,5 30 5,75 30 6 10 2,25 25 5,25 20 4,5 35 7 Critério de Avalição dos projetos Peso Nota Projeto 9 Projeto 10 Projeto 11 Projeto 12 Projeto 13 Projeto 14 Projeto 15 Projeto 16 % 0 5 10 Advogados para todos Mais ação menos papel Extermínio do ato ilícito Saúde ao dependente Atendimento ao doente imediato Menos gás carbônico, menos impostos Plante um árvore Revitalização do recursos naturais Urgência (anos) 20 Acima de 3 de 1 a 3 até 1 5 1 5 1 10 2 5 1 10 2 10 2 0 0 5 1 Custo 25 Alto Médio Baixo 0 0 5 1,25 0 0 0 0 0 0 5 1,25 10 2,5 5 1,25 Risco 20 Alto Médio Baixo 5 1 5 1 0 0 0 0 5 1 10 2 10 2 5 1 Impacto Social (população) 30 até 30 % de 30% a 80% maior que 80 % 5 1,5 5 1,5 5 1,5 10 3 10 3 5 1,5 0 0 5 1,5 Desenvolvimento socioeconômico 5 IDH até 0,5 IDH 0,6 até 0,85 IDH 0,9 até 1 0 0 10 0,5 5 0,25 10 0,5 10 0,5 5 0,25 0 0 5 0,25 Total % 100 15 3,5 30 5,25 20 3,75 25 4,5 35 6,5 35 7 20 4,5 25 5
  28. 28. Classificação dos projetos Projetos Classificação Custo do projeto Prazo de execução Projeto 1 - Diversidade democrática 8 baixo curto Projeto 14 - Menos gás carbônico, menos impostos 7 médio curto Projeto 8 - Mobilidade com segurança 7 médio médio Projeto 2 - Escola integral 6,5 alto médio Projeto 13 - Atendimento ao doente imediato 6,5 alto alto Projeto 4 - Corrupção investigada 6 médio médio Projeto 3 - Educação Solidária 5,75 médio curto Projeto 10 - Mais ação menos papel 5,25 médio curto Projeto 6 - Política cidadã 5,25 baixo curto Projeto 16 - Revitalização do recursos naturais 5 médio alto Projeto 12 - Saúde ao dependente 4,5 alto curto Projeto 7 - Política pacificadora 4,5 baixo curto Projeto 15 - Plante um árvore 4,5 baixo curto Projeto 11 - Extermínio do ato ilícito 3,75 alto médio Projeto 9 - Advogados para todos 3,5 alto médio Projeto 5 -Política integradora internacional 2,25 médio médio
  29. 29. Seleção dos projetos Os projetos com pontuação igual ou maior que 5 foram selecionados para análise de balanceamento.
  30. 30. Balanceamento do Portifólio
  31. 31. Interação com os demais processos anteriores  O diagrama de bolhas apresenta um portifólio desbalanceado.  No objetivo estratégico 8 não consta nenhum projeto, enquanto que no objetivo estratégico 3 constam 2 projetos de alto custo.  A categoria de investimento 2 possui um único projeto de baixo custo e prazo de execução curto
  32. 32. Readequando o balanceamento Foram selecionados 4 projetos que atendem ao objetivo estratégico 8 que não possui projeto, e ao objetivo estratégico 3 que apresenta altos custos. Seguindo o mesmo critério de corte, mínimo 5 pontos, foram selecionados os projetos 17 e 20. Critério de Avalição dos projetos Peso Nota Projeto 17 Projeto 8 Projeto 19 Projeto 20 % 0 5 10 Educação para todos Universidade ao alcance Política pacificadora Diplomacia Política externa Urgência (anos) 20 Acima de 3 de 1 a 3 até 1 10 2 10 2 5 1 10 2 Custo 25 Alto Médio Baixo 5 1,25 0 0 5 1,25 5 1,25 Risco 20 Alto Médio Baixo 0 0 0 0 5 1 0 0 Impacto Social (população) 30 até 30 % de 30% a 80% maior que 80 % 10 3 5 1,5 0 0 5 1,5 Desenvolvimento socioeconômico 5 IDH até 0,5 IDH 0,6 até 0,85 IDH 0,9 até 1 10 0,5 10 0,5 0 0 5 0,25 Total % 100 35 6,75 25 4 15 3,25 25 5
  33. 33. Nova priorização dos projetos Projetos Classificação Custo do projeto Prazo de execução Projeto 1 - Diversidade democrática 8 baixo curto Projeto 14 - Menos gás carbônico, menos impostos 7 médio curto Projeto 8 - Mobilidade com segurança 7 médio médio Projeto 17 - Educação para todos 6,75 médio alto Projeto 2 - Escola integral 6,5 alto médio Projeto 13 - Atendimento ao doente imediato 6,5 alto alto Projeto 4 - Corrupção investigada 6 médio médio Projeto 3 - Educação Solidária 5,75 médio curto Projeto 10 - Mais ação menos papel 5,25 médio curto Projeto 6 - Política cidadã 5,25 baixo curto Projeto 16 - Revitalização do recursos naturais 5 médio alto Projeto 20 - Diplomacia Política externa 5 médio médio
  34. 34. Gráfico de Bolhas Portifólio Balanceado
  35. 35. Conclusão Foram selecionados dois projetos que permitiram o balanceamento do portifólio. O projeto 17 é de longo prazo de execução e o custo pode ser diluído ao longo do tempo. Portanto permite a execução paralelamente com o projeto 3. O projeto 20 veio a preencher a falta de projeto para o objetivo estratégico 8.

×