BH-GP39-GEP-Grupo2

899 visualizações

Publicada em

Flávio Andrade Costa, Daniel Rezende, Eduardo Castilho, Willian Vasconcelos, Raulison Perges

1 comentário
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • TAP: justificativa não foi contemplada; Objetivo SMART muito amplo e com certa confusão com os requisitos do projeto;
    ISH: Ok;
    DReq Produto e Projeto: em 'entrega onde se manifesta' sugere-se identificar o Pacote de Trabalho que o requisito se materializa;
    WBS: Ok;
    D-WBS: sugere-se que a D-WBS esteja totalmente coerente com a WBS (erros pontuais com relação à ordem dos PT´s e nomes) ;
    DE: OK;
    LVQ: Idem D-WBS;
    SM: OK.
       Responder 
    Tem certeza que deseja  Sim  Não
    Insira sua mensagem aqui
  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
899
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
197
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
12
Comentários
1
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

BH-GP39-GEP-Grupo2

  1. 1. Março de 2012 Gerenciamento do Escopo – PROJ 39 FGV MBA em Gerenciamento de Projetos Cup System Auto Cup Auto Cup Automação do Mineirão para a Copa de 2014
  2. 2. Março de 2012 Gerenciamento do Escopo – PROJ 39 FGV MBA em Gerenciamento de Projetos Cup System Auto Cup Disciplina: Gerenciamento de Escopo em Projetos Professor: Marco Antonio Coghi Turma: Proj 39 - IBS FGV BH Alunos: Flávio Andrade Daniel Rezende Eduardo Castilho Willian Vasconcelos Raulison Perges
  3. 3. Março de 2012 Gerenciamento do Escopo – PROJ 39 FGV TAP Cup System Auto Cup TAP – Termo de Abertura de Projeto
  4. 4. Março de 2012 Gerenciamento do Escopo – PROJ 39 FGV TAP Cup System Auto Cup Projeto: Automação do Mineirão para Copa de 2014. Descrição: Automatizar o estádio do Mineirão até dezembro de 2013, garantindo aumento de 20% do publico, com sistema de iluminação moderno, estacionamento com vigilância eletrônica, vendas de ingresso online e sistema de áudio e vídeo de alta definição. O sistema totalmente integrado será o CupSystem, que estará 100% testado e em funcionamento até o inicio da copa. O CupSystem garantirá que o sistema de iluminação terá uma economia de 30% e aumentará a segurança em aproximadamente 40 %, melhorando o público presente em 25 %. O acompanhamento poderá ser feito com base nos históricos e estatísticas da polícia durante as partidas de futebol e com o público presente.
  5. 5. Março de 2012 Gerenciamento do Escopo – PROJ 39 FGV TAP Cup System Auto Cup <ul><li>Objetivos (SMART): </li></ul><ul><ul><li>Melhoria no sistema de venda de ingressos com portal de vendas digital, automatizar catracas, com ganho de 20 % na redução dos custos; </li></ul></ul><ul><ul><li>Áudio e vídeo – transmissão em FULL HD das transmissões de vídeo, áudio digital, ganho na qualidade de 70%; </li></ul></ul><ul><ul><li>Iluminação – economia na troca dos sistemas de iluminação por lâmpadas a LED e com controle por software, economia de 40 %; </li></ul></ul><ul><ul><li>Segurança – automatização do estacionamento com sistema de câmeras, iluminação, controle de entrada e saída por cartão personalizado de liberação de cancela ; </li></ul></ul>
  6. 6. Março de 2012 Gerenciamento do Escopo – PROJ 39 FGV TAP Cup System Auto Cup <ul><li>Objetivos (SMART): </li></ul><ul><ul><li>Instalação de sistema multimídia nas salas de imprensa; </li></ul></ul><ul><ul><li>Ganhar o edital e ter os projetos aprovados pela FIFA; </li></ul></ul><ul><ul><li>Executar o projeto junto as normas e diretrizes vigentes; </li></ul></ul><ul><ul><li>Emitir junto aos órgão fiscalizadores o time report; </li></ul></ul><ul><ul><li>Cumprir com ética, e de acordo com os objetivos da organização; </li></ul></ul><ul><ul><li>Ter todos os processos aprovados para medição e aferidos conforme procedimentos; </li></ul></ul><ul><ul><li>Entregar o sistema 100% funcionando até 31/12/2013; </li></ul></ul><ul><ul><li>Executar medições mensais. </li></ul></ul>
  7. 7. Março de 2012 Gerenciamento do Escopo – PROJ 39 FGV TAP Cup System Auto Cup <ul><li>REQUISITOS: </li></ul><ul><ul><ul><li>Fornecedores definidos e cadastrado; </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Lista de materiais a serem utilizados levantados e orçados; </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Equipe especializada com treinamentos contínuos dos processos a serem utilizados; </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Engenheiro com experiência no acompanhamento de toda obra; </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Ter um responsável por medição com experiência em obras públicas; </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Conclusão das obras civis de acordo com o cronograma; </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Projetos definidos e alinhados com projetos civis e de instalações; </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Reuniões mensais com equipes envolvidas. </li></ul></ul></ul>
  8. 8. Março de 2012 Gerenciamento do Escopo – PROJ 39 FGV TAP Cup System Auto Cup <ul><li>Designação: </li></ul><ul><li>O engenheiro Flávio Andrade, fica designado como gerente do projeto para: </li></ul><ul><ul><li>Autoridade para aplicar metodologias conforme os processos; </li></ul></ul><ul><ul><li>Gerir o recurso e integração entre as equipes para obter as entregas conforme cronograma; </li></ul></ul><ul><ul><li>Autonomia pelo gerenciamento do orçamento; </li></ul></ul><ul><ul><li>Autonomia para contratação e formação da equipe do projeto. </li></ul></ul>
  9. 9. Março de 2012 Gerenciamento do Escopo – PROJ 39 FGV TAP Cup System Auto Cup <ul><li>Lista de Milestones: </li></ul><ul><li>Após assinatura do contrato, a AutoCup terá 15 dias para mobilização e início das obras; </li></ul><ul><li>30 dias após assinatura do contrato, haverá uma reunião para apresentação dos projetos em maquete eletrônica e simulações; </li></ul><ul><li>60 dias após assinatura do contrato todas as ordens de compras de material terão que estar finalizadas; </li></ul>
  10. 10. Março de 2012 Gerenciamento do Escopo – PROJ 39 FGV TAP Cup System Auto Cup <ul><li>Orçamento: </li></ul><ul><li>Dever ser gerenciado conforme Estatuto da FIFA e governo do estado, sendo que os gastos serão reportados mensalmente para o representante do designado no contrato assinado através de reunião. </li></ul><ul><li>A previsão dos gastos para este projeto é de R$ 1.000.000,00. </li></ul>
  11. 11. Março de 2012 Gerenciamento do Escopo – PROJ 39 FGV TAP Cup System Auto Cup <ul><li>Riscos: </li></ul><ul><li>Contratação de mão-obra qualificada em 30 dias após assinatura do contrato; </li></ul><ul><li>Compra dos materiais importantes em 45 dias; </li></ul><ul><li>Atraso da entrega das obras civis conforme cronograma; </li></ul><ul><li>Greve dos funcionários contratados da obra civil da reforma do estádio; </li></ul><ul><li>Aprovação dos projetos básicos pela FIFA e governo em 45 dias após assinatura do contrato; </li></ul><ul><li>Falta da liberação da verba do governo Federal; </li></ul><ul><li>Falta dos repasses do recurso liberado pela união pelo governo estadual e municipal. </li></ul>
  12. 12. Março de 2012 Gerenciamento do Escopo – PROJ 39 FGV ISH Cup System Auto Cup ISH – Identificação dos Stakeholders
  13. 13. Março de 2012 Gerenciamento do Escopo – PROJ 39 FGV ISH Cup System Auto Cup Nome Poder Interesse Influência Requisitos superficiais SH1-Governo Alto Alto Positivo Acompanhamento mensal do cronograma. SH2-Prefeitura Baixo Alto Positivo Início rápido, cumprir o cronograma, fiscalização SH3-FIFA Alto Alto Positivo Cumprir os prazos, participar do marketing SH4-Torcedor Baixo Alto Positivo Espetáculo bonito, usufruir do espaço SH5-Mídia Baixo Alto Positivo Participar do projeto do sistema de áudio e vídeo dando noticias do andamento da obra. SH6-Cambista Baixo Baixo Negativo Ter participação no comércio com a venda de ingresso.
  14. 14. Março de 2012 Gerenciamento do Escopo – PROJ 39 FGV ISH Cup System Auto Cup Papel no projeto Outras Caracterícas Classificação Quando Estratégia (o que fazer) SH1-Financiador Investidor e facilitador do projeto Gerenciar com atenção Reunião Quinzenal Convidar para reuniões de decisão e alteração de tecnologia, envolvê-lo no desenvolvimento do projeto e anti-projeto, reunião para mostrar os resultados, chamar para participação de eventos e inauguração de etapas SH2-Financiador Investidor e facilitador do projeto Manter Informado Reunião Quinzenal Convidar para reuniões de decisão e alteração de tecnologia, reunião de desenvolvimento do projeto. Anti projeto, reportes períodos, chamar para participação de eventos e inauguração de etapas. SH3-Financiador Investidor e facilitador do projeto Manter Informado Reunião Quinzenal Convidar para reuniões de decisão e alteração de tecnologia, envolvê-lo no de desenvolvimento do projeto e anti-projeto, reunião para mostrar os resultados, chamar para participação de ventos e inauguração de etapas .
  15. 15. Março de 2012 Gerenciamento do Escopo – PROJ 39 FGV ISH Cup System Auto Cup Papel no projeto Outras Caracterícas Classificação Quando Estratégia (o que fazer) SH4-Avaliador minoritário Formador de opinião quanto a imagem do resultado do projeto Mínimo esforço Reunião trimestral Envolvê-lo nas reuniões de decisão de segurança, desenvolvimento do conforto áudio e vídeo, dando espaço para sentir importante SH5-Veiculo publicitário Formador de opinião de massa quanto a imagem do resultado do projeto Manter informado Participar da cobertura das reuniões divulgação das melhorias e criação de um canal de comunicação de mídias que ilustre os novos sistemas, e ouvidoria para as melhorias propostas . SH6-Varejista Vendas dos produtos da copa Mínimo esforço Reunião trimestral Marcar reuniões para negociação e criação de nova renda para os cambistas. Informando a proibição de vendas de ingresso pelo mesmos. .
  16. 16. Março de 2012 Gerenciamento do Escopo – PROJ 39 FGV DReq Cup System Auto Cup DReq – Declaração de Requisitos
  17. 17. Março de 2012 Gerenciamento do Escopo – PROJ 39 FGV DReq – Declaração de Requisitos do Projeto Cup System Auto Cup Requisitos do Projeto Rastreabilidade do Projeto SH Requisito detalhado Classificação Prioridade Objetivo Relacionado Entrega onde se manifesta Governo Ter o Custo baixo da obra, confiabilidade de 99,99% ( redundância física e lógica), garantia de no mínimo 2 anos Gerenciar com atenção 1 M,T,S   Validação na entrega dos orçamentos dos projetos e aceite final Prefeitura Estádio chamativo, garantia de 2 anos, manutenção com baixo custo, facilidade de acesso para manutenção Manter informado 2 T,M,A   Aceite final FIFA Transmissão em vários idiomas simultâneos, sistema com segurança aprova de invasão por hacker, tradução simultânea nas salas de multimídia, alta disponibilidade Gerenciar com atenção 1 R,S   Testes de Validação do sistema
  18. 18. Março de 2012 Gerenciamento do Escopo – PROJ 39 FGV DReq – Declaração de Requisitos do Projeto Cup System Auto Cup Requisitos do Projeto Rastreabilidade do Projeto SH Requisito detalhado Classificação Prioridade Objetivo Relacionado Entrega onde se manifesta Torcedor Facilidade de compra, rapidez nas compras de ingressos e produtos da copa, imagem nítida em full HD nos telões e nos canais de transmissão, áudio nítido em todo o estádio, segurança nos estacionamentos Mínimo esforço 4 S,R   Realização dos testes de validação do projeto Mídia Alta disponibilidade do sistema, rede rápida, boa iluminação, sala de impressa com equipamentos de vídeo conferência, sistema de tradução simultânea nas salas de multimídia da impressa Manter informado 3 M,A,R,S Realização dos testes de validação do projeto Cambista Oportunidade de renda, produtos com preços acessíveis para revenda. Baixo 4 S,R   Realização dos testes de validação do projeto.
  19. 19. Março de 2012 Gerenciamento do Escopo – PROJ 39 FGV DReq – Declaração de Requisitos do Produto Cup System Auto Cup Requisitos do Produto Rastreabilidade do Produto SH Requisito detalhado Classificação Prioridade Objetivo Relacionado Entrega onde se manifesta Governo Ter as características especificadas em cada escopo dos subprojetos(elétricos, automação, mecânico e software) funcionais na entrega da reforma concluída. Gerenciar com atenção 1 M,T,S   Validação na entrega dos orçamentos dos projetos e aceite final Prefeitura Ter a maior parte dos equipamentos nacionais com desempenho requerido e peças de reposição a custo baixo Manter informado 2 T,M,A Validação do projeto báiso, aceite final FIFA Ter as características especificadas em cada escopo dos sub projetos(elétricos, mecânico, software e automação) com as funcionalidades operantes na entrega da reforma concluída. Gerenciar com atenção 1 R,S   Testes de Validação do sistema, aceite final
  20. 20. Março de 2012 Gerenciamento do Escopo – PROJ 39 FGV DReq – Declaração de Requisitos do Produto Cup System Auto Cup Requisitos do Produto Rastreabilidade do Produto SH Requisito detalhado Classificação Prioridade Objetivo Relacionado Entrega onde se manifesta Torcedor Sistemas com facilidade de uso, e alta disponibilidade nos guinches, sistema de segurança confiável Mínimo esforço 4 S,R   Realização dos testes de validação do projeto Mídia Sistema de áudio e vídeo com facilidade de uso, características técnicas de disponibilidade e trafego de informações atendidas conforme escopo e funcionalidade operante sem interrupção Manter informado 3 M,A,R,S Realização dos testes de validação do projeto Cambista Produtos chamativos e exclusivos para venda, Baixo 4 S,R Realização dos testes e atas de reunião
  21. 21. Março de 2012 Gerenciamento do Escopo – PROJ 39 FGV Cup System Auto Cup Restrições e Premissas
  22. 22. Março de 2012 Gerenciamento do Escopo – PROJ 39 FGV Restrições e Premissas Cup System Auto Cup <ul><li>Restrições: </li></ul><ul><ul><li>Falta de mão-obra especializada; </li></ul></ul><ul><ul><li>Falta de material e equipamento para montagem na obra; </li></ul></ul><ul><ul><li>Falta da aprovação do projeto pelo CREA; </li></ul></ul><ul><ul><li>Aprovação do TAP após 03/2012; </li></ul></ul><ul><ul><li>Contratação de mão de obra local; </li></ul></ul><ul><ul><li>Cliente deve nomear responsável para dar aceite necessário ao projeto; </li></ul></ul><ul><li>Premissas: </li></ul><ul><ul><li>Instalações com obra civil pronta; </li></ul></ul><ul><ul><li>Suporte para acesso simultâneo limitados a 10.000 usuários; </li></ul></ul><ul><ul><li>Equipamentos entregues conforme cronograma e especificação; </li></ul></ul><ul><ul><li>Instalações elétricas prontas em 210 dias após assinatura do TAP; </li></ul></ul><ul><ul><li>Não haverá atraso nas obras civis; </li></ul></ul>
  23. 23. Março de 2012 Gerenciamento do Escopo – PROJ 39 FGV WBS Cup System Auto Cup WBS – Work Breakdown Structure
  24. 24. WBS Março de 2012 Gerenciamento do Escopo – PROJ 39 FGV Cup System Auto Cup
  25. 25. Março de 2012 Gerenciamento do Escopo – PROJ 39 FGV D-WBS Cup System Auto Cup D-WBS – Dicionário da WBS
  26. 26. D -WBS Dicionário WBS Fase:Concepção Entrega: Projeto Básico Março de 2012 Gerenciamento do Escopo – PROJ 39 FGV Cup System Auto Cup C.C PT Descrição Entrega do PT Critério de Aceitação) 1.1.1 Projeto Elétrico Elaboração dos desenhos de ligação, lista de aquisições, rota de cabos Caderno de desenhos Aceite parcial no caderno de desenho, através de documento de entrega. 1.1.2 Projeto Automação Elaboração da lógica e supervisorios de controle programa do supervisorio Aceite parcial através de testes de plataforma, através de ata de entrega. 1.1.3 Projeto de Rede Elaboração da rota de cabos, instalações dos switches, caderno de desenhos das rotas e lista de material Caderno de desenhos Aceite parcial no caderno de desenho, através de documento de entrega. 1.1.4 Projeto de Software Elaboração do software de controle da venda de bilhetes, liberação de portaria Programa de controle das bilheterias Teste de plataforma, e documento de validação do programa 1.1.5 Projeto Mecânico Elaboração dos projetos de estrutura de suporte aos cabos, e montagem das cancelas e catracas Caderno de desenhos das estruturas de infra-estrutura Validação do caderno de desenho atarvés de ata.
  27. 27. D -WBS Dicionário WBS Fase:Estruturação Entrega: Projeto Executivo Março de 2012 Gerenciamento do Escopo – PROJ 39 FGV Cup System Auto Cup C.C PT Descrição Entrega do PT Critério de Aceitação) 1.2.1 Compatibilização Elaboração de especificação elétrica, através de testes do fornecedor de interferência eletromagnética. Laudo de teste dos equipamentos Documento de aceitação dos testes nos equipamentos 1.2.2 Detalhamento dos projetos Elaboração das descrições de montagem Lista de montagens referenciadas com os projetos Validação do caderno de montagem através de ata. 1.2.3 Especificação Descrição técnica dos equipamentos a ser adquiridos Lista dos equipamentos Validação da lista de equipamentos, através de ata
  28. 28. D-WBS Dicionário WBS Fase: Implantação Entrega: Montagem dos Sistemas Março de 2012 Gerenciamento do Escopo – PROJ 39 FGV Cup System Auto Cup C.C PT Descrição Entrega do PT Critério de Aceitação) 1.3.1 Sistema de Segurança Montagem dos sistema de filmagem, gravação, catracas e cancelas automática Conclusão das montagens Aceitação através de teste dos equipamentos montados em campo, através de relatório de testes 1.3.2 Sistema de Áudio e Vídeo Montagem dos equipamentos de filmagem HD e aparelhos de son. Conclusão das montagens Aceitação através de teste dos equipamentos montados em campo, através de relatório de testes 1.3.3 Sistema de Bilhetagem Montagem do site de venda, instalações do programa e maquinas de venda dos bilhetes Conclusão das montagens Aceitação através de teste dos equipamentos montados em campo, através de relatório de testes 1.3.4 Sistema Iluminação Montagem das luminárias LED Conclusão das montagens Aceitação através de teste dos equipamentos montados em campo, através de relatório de testes
  29. 29. D-WBS Dicionário WBS Fase: Acompanhamento Entrega: Validação Março de 2012 Gerenciamento do Escopo – PROJ 39 FGV Cup System Auto Cup C.C PT Descrição Entrega do PT Critério de Aceitação) 1.4.1 Pre-testes Realização dos pré-testes conforme cronograma. Relatório de execução Ata de validação dos pre-testes 1.4.2 Medições Verificação com auditoria dos serviços realizados para faturamento Relatórios de trabalhos executados Liberação das fichas de aprovação do serviço para pagamento 1.4.3 Relatórios
  30. 30. D-WBS Dicionário WBS Fase: Finalização Entrega: Aceite final Março de 2012 Gerenciamento do Escopo – PROJ 39 FGV Cup System Auto Cup C.C PT Descrição Entrega do PT Critério de Aceitação) 1.5.1 Treinamento Elaboração de treinamentos de manutenção e operação Realização dos treinamentos Lista de presença com carga horária de 20 h 1.5.2 Manuais Elaboração de manuais dos serviços entregues Manuais impressos e gravados em mídia Documento de entrega assinado pelo representante, termo de recebimento 1.5.3 Documentação Pasta com todos os datasheet, especificações dos equipamentos Pastas com documentação Documento de entrega assinado pelo representante, termo de recebimento 1.5.4 Relatório final Relatório contendo das as fases entregues. Relatório assinado Validação completa do projeto, termo de recebimento
  31. 31. Março de 2012 Gerenciamento do Escopo – PROJ 39 FGV LVQ Cup System Auto Cup LVQ – Lista de Verificação da Qualidade
  32. 32. LVQ –Lista Verificação Qualidade Fase:Concepção Entrega: Projeto Básico Março de 2012 Gerenciamento do Escopo – PROJ 39 FGV Cup System Auto Cup C.C PT Descrição Entrega do PT Critério de Validação 1.1.1 Projeto Elétrico Elaboração dos desenhos de ligação, lista de aquisições, rota de cabos Caderno de desenhos NBR 5410, NR10 1.1.2 Projeto Automação Elaboração da lógica e supervisorios de controle programa do supervisorio Descritivo funcional 1.1.3 Projeto de Rede Elaboração da rota de cabos, instalações dos switches, caderno de desenhos das rotas e lista de material Caderno de desenhos Validação das redes Norma IEC 1.1.4 Projeto de Software Elaboração do software de controle da venda de bilhetes, liberação de portaria Programa de controle das bilheterias Descritivo funcional, teste integrado 1.1.5 Projeto Mecânico Elaboração dos projetos de estrutura de suporte aos cabos, e montagem das cancelas e catracas Caderno de desenhos das estruturas de infra-estrutura Normas NBR
  33. 33. LVQ –Lista Verificação Qualidade Fase:Estruturação Entrega: Projeto Executivo Março de 2012 Gerenciamento do Escopo – PROJ 39 FGV Cup System Auto Cup C.C PT Descrição Entrega do PT Critério de Aceitação) 1.2.1 Compatibilização Elaboração de especificação elétrica, através de testes do fornecedor de interferência eletromagnética. Laudo de teste dos equipamentos Norma ISA, Norma IEEE 1.2.2 Detalhamento dos projetos Elaboração das descrições de montagem Lista de montagens referenciadas com os projetos Norma interna IT51 1.2.3 Especificação Descrição técnica dos equipamentos a ser adquiridos Lista dos equipamentos Norma Interna IT 102, e descritivo técnico do cliente
  34. 34. LVQ –Lista Verificação Qualidade Fase: Implantação Entrega: Montagem dos Sistemas Março de 2012 Gerenciamento do Escopo – PROJ 39 FGV Cup System Auto Cup C.C PT Descrição Entrega do PT Critério de Aceitação) 1.3.1 Sistema de Segurança Montagem dos sistema de filmagem, gravação, catracas e cancelas automática Conclusão das montagens Norma interna do cliente IT 145, descritivo funcional 1.3.2 Sistema de Áudio e Vídeo Montagem dos equipamentos de filmagem HD e aparelhos de son. Conclusão das montagens Norma interna do cliente IT 65, It 67, It 89, descritivo funcional 1.3.3 Sistema de Bilhetagem Montagem do site de venda, instalações do programa e maquinas de venda dos bilhetes Conclusão das montagens Norma interna do cliente IT 98, It 34, It 29, descritivo funcional 1.3.4 Sistema Iluminação Montagem das luminárias LED Conclusão das montagens Norma NBR
  35. 35. LVQ –Lista Verificação Qualidade Fase: Acompanhamento Entrega: Validação Março de 2012 Gerenciamento do Escopo – PROJ 39 FGV Cup System Auto Cup C.C PT Descrição Entrega do PT Critério de Aceitação) 1.4.1 Pre-testes Realização dos pré-testes conforme cronograma. Relatório de execução Norma interna do cliente IT 123, 124 1.4.2 Medições Verificação com auditoria dos serviços realizados para faturamento Relatórios de trabalhos executados Norma interna do cliente RE 23
  36. 36. LVQ –Lista Verificação Qualidade Fase: Finalização Entrega: Aceite final Março de 2012 Gerenciamento do Escopo – PROJ 39 FGV Cup System Auto Cup C.C PT Descrição Entrega do PT Critério de Aceitação) 1.5.1 Treinamento Elaboração de treinamentos de manutenção e operação Realização dos treinamentos Norma interna do cliente RE 34 1.5.2 Manuais Elaboração de manuais dos serviços entregues Manuais impressos e gravados em mídia Norma interna MAS E 12 1.5.3 Documentação Pasta com todos os datasheet, especificações dos equipamentos Pastas com documentação Norma interna MAS E 18,21 1.5.4 Relatório final Relatório contendo das as fases entregues. Relatório assinado Norma interna RE 34 , 55
  37. 37. Março de 2012 Gerenciamento do Escopo – PROJ 39 FGV SM Cup System Auto Cup SM – Solicitação de Mudanças
  38. 38. Março de 2012 Gerenciamento do Escopo – PROJ 39 FGV Cup System Auto Cup SM – Solicitação de Mudança Num ero da Solicitação PT Data da Abertura Solicitante 00001 15/02/2012 SH1- Governo Enderço de E-mail DDD Telefone [email_address] 31 123889045 Descrição da Mudança solicitada Adição da funcionalidade de voz sobre IP – VOIP nos serviços de telefonia. Justificativa da Solicitação Redução no custo fixo do uso do telefone interno nas instalações e externo do mineiração, melhoria na qualidade do áudio nas comunicações Assinatura Governo
  39. 39. Março de 2012 Gerenciamento do Escopo – PROJ 39 FGV Cup System Auto Cup SM – Solicitação de Mudança Parecer do GP Impactos identificados – Escopo do projeto O projeto terá uma acréscimo de um pacote de trabalho em cada fase e no integrável relacionado as fases . Impactos identificados – Tempo do projeto O cronograma será alterado em 15 dias para o termino do projeto. Impactos identificados – Custo do projeto Solicitação terá um custo de 20 % Impactos identificados – Qualidade do projeto O Projeto será afetado na sua qualidade devido a prorrogação de 15 dias para sua entrega Impactos identificados – Recursos Humanos do projeto Haverá um aumento de 3 mãos de obra no projeto Impactos identificados – Comunicações do projeto Haverá um aumento de 5 minutos no DDS. Envio de comunicado para todos os SH com poder alto comunicando a SM
  40. 40. Março de 2012 Gerenciamento do Escopo – PROJ 39 FGV Cup System Auto Cup SM – Solicitação de Mudança Impactos identificados – Risco do projeto Longo prazo na contratação da mão de obra. Atraso na entrega dos equipamentos Impactos identificados – Aquisições do projeto Deverá ser adquirido dois swicthes cisco 3750, 2000 m de cabo utp cat 6. 24 telefones digital Siemens FD 5767 Impactos identificados – outros projetos concorrentes Na analise realizada não teremos impactos com projetos concorrentes Data, Nome, Assinatura do GP 26/03/2012, Flavio Andrade. Parecer do Spnsor ou CCB Liberado para implantação imediata. Data, Nome do Autorizador, Assinatura 27/03/2012. Governo

×