Os movimentos pela emancipação do sul do estado

3.836 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.836
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
44
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Os movimentos pela emancipação do sul do estado

  1. 1. A luta pela autonomia A insatisfação do sul com a administração do estado de Mato Grosso e seuisolamento com relação a Cuiabá movimentaram movimentos separatistas desde o final do século XIX. O município de Nioaque foi o local pioneiro do movimento pela emancipação do sul.
  2. 2. A república velha (1889-1930)A república velha abrange o período que se inicia com o fim da Monarquia, em 1889, e vai até a revolução de 1930. Em 15 de Novembro de 1889, um grupo de militares, liderado pelo marechal Deodoro da Fonseca, organizou o Governo Provisório. O brasil tornou-se uma Republica Federativa.O primeiro governador mato-grossense foi o General Maria Coelho. O estado de Mato Grosso, na época, possuía uma área de 1.231.549 quilômetros quadrados, era o terceiro maior estado brasileiro em extensão.Os “coronéis” exerciam grande influencia sobre os eleitores para que votassem nos canditados por eles apoiados. A essa prática politica deu-se o nome de “coronelismo”.Durante a Republica Velha, ocorreu um surto de industrias textil e de produtos alimentares, especialmente durante a Primeira Guerra Mundial(1914- 1918), quando não era possivel comprar artigos internacional.
  3. 3. Nioaque- o berço da divisão Após o termino da Guerra do Paraguai(1865-1870), muitos ex-combatentes acabaram se fixando em terras de Mato Grosso do Sul, dedicando-se à agricultura a à extração de erva-mate. Contribuiu ainda para o desenvolvimento da região a importante corrente migratória de gaúchos, o desenvolvimento de Mato Grosso foi bastante dificultado pela atuação abusiva da empresa Mate Laranjeira.O primeiro movimento separatista em 1900, na cidade de Nioaque, considerada o berço da divisão do estado. Foi liderado pelo gaúcho João Ferreira Mascarenhas, coronel, fazendeiro e importante líder politico. Esse movimentoarmado chamado “Revolução de Jango Mascarenhas”, terminou derrotado, e seu lider politico morto em combate no ano de 1901.Pouco depois um outro movimento pela emancipação explodiu no sul, na cidade de Bela Vista, o fazendeiro Bento Xavier comandou uma insurreição contra o governo do estado de Mato Grosso que só foi derrotada em 1911, após quatro anos de luta armada.
  4. 4. O governo Vergas (1930-1945) Em 1930, ocorreu no brasil a Revolução de 30, que pôs fim na República Velha. Em 1934, foi promulgada uma Constituição democrática, e o Congresso Nacional elegeu o presidente Getúlio Vargas para governar o pais até 1938. Ele governou o Brasil de forma autoritária, mantendo uma forte centralização politico e econômico. Muitas leis trabalhistas importantes foram então regulamentadas, como o salário mínimo, as férias anuais remuneradas, a jornada de oito horas de trabalho e o direito a assistência médica, entre outras.Apesar da oposição que enfrentou, Vargas manteve-se no poder até 1945.
  5. 5. A formação do estado de Maracaju (1932)Diante da Revolução Constitucionalista de 1932 liderada porSão Paulo, o estado de Mato Grosso ficou dividido.Com exceção de Corumbá, todas as demais forças federais dosul de Mato Grosso aderiram ao movimento, chefiadas pelocomandante militar Bertoldo Klinger. Foi então criado pelosrevoltosos, a capital do estado de Maracaju. Independente donorte e sob o governo de Vespasiano Barbosa Martins. Em 11de julho de 1932, Campo Grande era declarada, pelosrevoltosos, a capital do estado do Maracaju.Contudo o estado de Maracaju teve pouca duração em 2 deoutubro de 1932, a Revolta Constitucionalista foi vencidae, pouco tempo depois, o presidente Getúlio Vargas convocoua Assembleia Nacional Constituinte. Com isso, o estado deMaracaju deixou de existir.
  6. 6. O território federal de Ponta Porã (1943-1946)A parti de 1943, o governo de Getúlio Vargas deu inicio à “Marcha para o Oeste ”. Com o objetivo de ocupar a região de fronteira com o Paraguai, e ainda de reduzir o poder da Companhia Mate Laranjeira, o Governo Federal implantou, ainda em outubro de 1943, a Colônia Agrícola de Dourados, numa área de trezentos mil hectares.A criação do território de Ponta Porã representou um grande passo paraa divisão do estado de Mato Grosso. No entanto, este território teve vida curta, pois, em 1946, com a promulgação da nova Constituição Federal, ele foi extinto.
  7. 7. A criação do estado de Mato Grosso do Sul Com o grande desenvolvimento econômico do sul do estado de Mato Grosso, baseado, em grande parte, na criação de gado bovino e naintensa produção de grãos, como a soja o trigo, renasce a ideia da divisão do estado. O governo federal de, em caráter sigiloso, formou uma comissão para a apreciação da divisão de Mato Grosso, da qual participou o Dr. Paulo Coelho Machado. Finalmente, em 11 de outubro de 1977, Geisel sancionou a lei que dividiu o estado de Mato Grosso, criando o estado de Mato Grosso do Sul, com capital Campo Grande. O primeiro governador do novo estado foi nomeado pelo presidente Geisel. Harry Amorim Costa.
  8. 8. O pronunciamento do ministro do Interior, Mauricio Rangel Reis, realizado cerca de um mês após a criação oficial do estado de Mato Grosso do Sul, terminava assim: “ Nasce nova Unidade da Federação, que tem por capital a bela ciade de CampoGrande. A data histórica de 11 de outubro de 1977 ficará gravada na memória do povo de Mato Grosso do Sul”.

×