Modos de produção

1.511 visualizações

Publicada em

0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.511
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
77
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Modos de produção

  1. 1. SOCIOLOGIA – 3ANO
  2. 2. •O modo de produção é a maneira pela qual a sociedade produz seus bens e serviços, como os utiliza e os distribui. O modo de produção de uma sociedade é formado por suas forças produtivas e pelas relações de produção existentes nessa sociedade. Modo de produção = forças produtivas + relações de produção
  3. 3. MODO DE PRODUÇÃO PRIMITIVO: • Na comunidade primitiva os homens trabalhavam em conjunto. • Os meios de produção e os frutos do trabalho eram propriedade coletiva, ou seja, de todos. • As relações de produção eram relações de amizade e ajuda entre todos; elas eram baseadas na propriedade coletiva dos meios de produção, a terra em primeiro lugar. • Também não existia o estado. Este só passou a existir quando alguns homens começaram a dominar outros.
  4. 4. MODO DE PRODUÇÃO ESCRAVISTA • Na sociedade escravista os meios de produção (terras e instrumentos de produção) e os escravos eram propriedade do senhor. • O escravo era considerado um instrumento, um objeto, assim como um animal ou uma ferramenta. • Assim, no modo de produção escravista, as relações de produção eram relações de domínio e de sujeição: senhores x escravos. • Os senhores eram proprietários da força de trabalho (os escravos), dos meios de produção (terras, gado, minas, instrumentos de produção) e do produto de trabalho.
  5. 5. MODO DE PRODUÇÃO ASIÁTICO • O modo de produção asiático predominou no Egito, na China, na Índia e também na África do século passado. • Tomando como exemplo o Egito, no tempo dos faraós, vamos notar que a parte produtiva da sociedade era composta pelos escravos, que era forçados, e pelos camponeses, que também eram forçados a entregar ao Estado o que produziam.
  6. 6. MODO DE PRODUÇÃO FEUDAL • A sociedade feudal era constituída pelos senhores x servos. • Os servos não eram escravos de seus senhores, pois não eram propriedade deles. • Eles apenas os serviam em troca de casa e comida. Trabalhavam um pouco para o seu senhor e outro pouco para eles mesmos.
  7. 7. MODO DE PRODUÇÃO CAPITALISTA • O que caracteriza o modo de produção capitalista são as relações assalariadas de produção (trabalho assalariado). • As relações de produção capitalistas baseiam-se na propriedade privada dos meios de produção pela burguesia. • O capitalismo é movido por lucros, portanto temos duas classes sociais: a burguesia e os trabalhadores assalariados.
  8. 8. O capitalismo compreende quatro etapas: Pré-capitalismo: o modo de produção feudal ainda predomina, mas já se desenvolvem relações capitalistas. Capitalismo comercial: a maior parte dos lucros concentra-se nas mãos dos comerciantes, que constituem a camada hegemônica da sociedade; o trabalho assalariado torna-se mais comum. Capitalismo industrial: com a revolução industrial, o capital passa a ser investido basicamente nas industrias, que se tornam à atividade econômica mais importante; o trabalho assalariado firma-se definitivamente. Capitalismo financeiro: os bancos e outras instituições financeiras passam a controlar as demais atividades econômicas, através de financiamentos à agricultura, a indústria, à pecuária, e ao comercio.
  9. 9. MODO DE PRODUÇÃO SOCIALISTA • A base econômica do socialismo é a propriedade social dos meios de produção, isto é, os meios de produção são públicos ou coletivos, não existindo empresas privadas. • A finalidade da sociedade socialista é a satisfação completa das necessidades materiais e culturais da população: emprego, habitação, educação, saúde. • Nela não há separação entre proprietário do capital (patrão) e proprietários da força do trabalho (empregados). • Isto não quer dizer que não haja diferenças sociais entre as pessoas, bem como salários desiguais em função de o trabalho ser manual ou intelectual.

×